Diocese de Chapecó

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Diocese de Chapecó
Xapecoënsis
Catedral Santo Antônio de Pádua
Localização
País  Brasil
Arquidiocese metropolitana Arquidiocese de Florianópolis
Estatísticas
Área 15 663 km²
Informação
Rito Romano
Criação 14 de janeiro de 1958 (64 anos)
Catedral Catedral Santo Antônio de Pádua
Padroeiro(a) Santo Antônio de Pádua
Governo da diocese
Bispo Odelir José Magri
Vigário-geral Padre Ademir Rubini
Jurisdição Diocese
Página oficial http://www.diocesechapeco.org.br
Mapa
Mapa da área da diocese
dados em catholic-hierarchy.org

A Diocese de Chapecó (Dioecesis Xapecoënsis) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica no Brasil, pertencente à Província Eclesiástica de Florianópolis e ao Conselho Episcopal Regional Sul IV da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, sendo sufragânea da Arquidiocese de Florianópolis. A episcopal está na Catedral de Santo Antônio de Pádua, na cidade de Chapecó, no estado de Santa Catarina.[1] É formada por 80 municípios e 40 paróquias.[2]

Histórico[editar | editar código-fonte]

A Diocese de Chapecó foi erigida canonicamente pelo Papa Pio XII, por meio da Constituição Apostólica Palmensis - Lagensis (Palmensis et Xapecoënsis), de 14 de janeiro de 1958,[3] também designada como bula Quoniam venerabilis Frater. Seu território é oriundo do desmembramento de áreas da Diocese de Lages e da então Prelazia de Palmas.[1]

Bispos[editar | editar código-fonte]

Nome Período Notas
Odelir José Magri, M.C.C.J. 2015- Atual
Manoel João Francisco 1998-2014 Nomeado bispo de Cornélio Procópio
José Gomes 1968-1998 Renunciou por limite de idade
Wilson Laus Schmidt 1962-1968 Renunciou. Nomeado bispo titular de Sínada na Mauritânia
José Thurler 1959-1962 Nomeado Bispo-coadjutor de Sorocaba

Referências

  1. a b Centro de Estatística Religiosa e Investigações Sociais (2009). Anuário Católico do Brasil. 2009/2010 12 ed. Brasília: CERIS; CNBB; CRB. p. 1300-1304. 1424 páginas 
  2. «A História» 
  3. Pius XII (1958). «Constitutio Apostolica Palmensis - Lagensis (Palmensis et Xapecoënsis». Acta Apostolicae Sedis (em latim). 50 (11): 507-510 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]