Diocese de Santarém (Portugal)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura outros significados, veja Diocese de Santarém.
Diocese de Santarém
Diœcesis Santaremensis in Lusitania (sive Scalabitanus)
Sé Catedral de Santarém, Portugal
Localização
País Portugal
Território Distrito de Santarém (grosso modo)
Arquidiocese Metropolitana Patriarcado de Lisboa
Estatísticas
Área 3 202 km²
Informação
Denominação Católica Romana
Rito Romano
Criação da Diocese 16 de Julho de 1975
Catedral Sé de Santarém
Padroeiro(a) Nossa Senhora da Conceição
Governo da Diocese
Bispo D. José Augusto Traquina Maria
Bispo Emérito D. Manuel Pelino Dominges
Jurisdição Diocese
Página oficial diocese-santarem.pt
dados em catholic-hierarchy.org

A diocese de Santarém (em latim Dioecesis Santaremensis in Lusitania (Scalabitanus)), é uma diocese Portuguesa, que pertence à Província Eclesiástica do Patriarcado de Lisboa. Esta diocese foi constituída a 16 de Julho de 1975, por desmembramento do mesmo Patriarcado, tal como a Diocese de Setúbal. A bula Apostolicae Sedis Consuetudinem, do Papa Paulo VI, foi o documento que oficializou este acto. No mesmo dia da sua criação, o Papa Paulo VI nomeou D. António Francisco Marques para seu primeiro Bispo. Este governou a diocese até à sua morte no dia 28 de agosto de 1997. O seu corpo está num altar lateral da Sé.

O território que constitui a Diocese foi separado do Patriarcado de Lisboa, onde formava, desde 29 de maio de 1966, a Região Pastoral de Santarém.

Território[editar | editar código-fonte]

A Diocese é um pouco inferior ao Distrito civil de Santarém. Situada no distrito de Santarém, apenas 13 dos 21 municípios (e um deles incompleto) pertencem à Diocese: Alcanena (sem as paróquias de Minde e Serra de Santo António), Almeirim, Alpiarça, Cartaxo, Chamusca, Entroncamento, Golegã, Rio Maior, Salvaterra de Magos, Santarém, Tomar, Torres Novas e Vila Nova da Barquinha.

O seu território está dividido em 7 Vigararias e 113 Paróquias.

Vigararias[editar | editar código-fonte]

A Diocese de Santarém subdivide-se nas seguintes Vigararias:

  1. Santarém;
  2. Alcanena;
  3. Almeirim;
  4. Entroncamento;
  5. Rio Maior;
  6. Tomar;
  7. Torres Novas.

Cada Vigararia é coordenada pastoralmente por um Vigário da vara.

Lista de bispos de Santarém[editar | editar código-fonte]

  1. D. António Francisco Marques, O.F.M. (1975-1997)
  2. D. Manuel Pelino Domingues (27 de Janeiro de 1998-7 de Outubro de 2017))
  3. D. José Augusto Traquina Maria (7 de Outubro de 2017 - atual)

História[editar | editar código-fonte]

A circunscrição antecessora da Diocese foi a Vigararia de Santarém. Esta Vigararia é muito antiga, tendo sido criada há mais de 800 anos. Devido à proximidade de Lisboa, a Vigararia de Santarém não foi promovida a Diocese antes do século XX. A igreja escolhida para Catedral, e indicada na Bula da Criação da Diocese, foi a igreja do Seminário, em Santarém, dedicada à Imaculada Conceição.

Património[editar | editar código-fonte]

Também chamada de Cristianíssima Cidade de Santarém, a capital do Ribatejo teve um elevado património eclesiástico, chegando a ter 17 Conventos e Mosteiros em funcionamento. Hoje conta com 3 Conventos e Mosteiros em actividade; subsistem diversas Igrejas provenientes de Conventos. Actualmente a cidade de Santarém conta ainda com um significativo património eclesiástico, tendo ao todo 10 Igrejas e 4 Capelas.

Santíssimo Milagre de Santarém[editar | editar código-fonte]

Na cidade de Santarém venera-se há muitos séculos a relíquia do Santíssimo Milagre de Santarém que se encontra na Igreja do Santíssimo Milagre (antiga Igreja de Santo Estêvão). Este milagre foi decretado pela Santa Sé como sendo o 2º milagre eucarístico mais importante do Mundo. Todos os anos milhares de peregrinos passam por Santarém para venerar a relíquia com mais de 750 anos. A festa principal celebra-se anualmente no Domingo de Pascoela (Domingo a seguir à Páscoa), sendo celebrada de manhã uma missa solene presidida pelo Bispo de Santarém e à tarde uma procissão pelas ruas da cidade com a relíquia.

Escutismo[editar | editar código-fonte]

  1. Escutismo nesta diocese: Região de Santarém

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Bandeira do Vaticano Circunscrições eclesiásticas da Igreja Católica em Portugal Bandeira de Portugal
Conferência Episcopal Portuguesa
Metrópoles Eclesiásticas
Patriarcado de Lisboa | Arquidiocese de Braga | Arquidiocese de Évora
Dioceses
Algarve | Angra | Aveiro | Beja | Bragança-Miranda | Coimbra | Funchal
Guarda | Lamego | Leiria-Fátima | Portalegre-Castelo Branco | Porto
Santarém | Setúbal | Viana do Castelo | Vila Real | Viseu
Ordinariato Castrense
Dioceses históricas entretanto extintas
Aquæ Flaviæ (Chaves) | Betecas (Boticas) | Caliábria | Castelo Branco
Dume | Elvas | Magneto (Meinedo) | Miranda | Penafiel | Pinhel | Salácia
Administração Apostólica de Valença | Isento de Tomar | Isento de Santa Cruz