Diocese de Santo André

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Diocese de Santo André
Sancti Andreae in Brasilia
Localização
País  Brasil
Arquidiocese metropolitana Arquidiocese de São Paulo
Estatísticas
Área 825 km²
Informação
Rito Romano
Criação 22 de julho de 1954 (65 anos)
Padroeiro(a) Santo André
Governo da diocese
Bispo Dom Pedro Carlos Cipolini
Bispo emérito Dom José Nelson Westrupp, SCJ
Jurisdição Diocese
Página oficial www.diocesesa.org.br
dados em catholic-hierarchy.org

A Diocese de Santo André é uma divisão territorial da Igreja Católica no estado de São Paulo. Foi criada a 22 de julho de 1954 pelo Papa Pio XII, mediante a Bula Archidiocesis Sancti Pauli, que desmembrou seu território da Arquidiocese de São Paulo. Possuía inicialmente 16 paróquias sendo, à época, a menor diocese do mundo em extensão territorial. É a terceira mais antiga diocese da Província Eclesiástica de São Paulo, atrás da Diocese de Santos (1924) e da Arquidiocese de São Paulo (criada em 1745 e elevada a arquidiocese em 1908). Sua Sé localiza-se na Igreja Nossa Senhora do Carmo, em Santo André.

Dados geográficos e demográficos[editar | editar código-fonte]

O território da diocese abrange as sete cidades da região do Grande ABC: Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. Atualmente é formada por 104 paróquias e 2 Quase-Paróquias, com 162 padres entre seculares e religiosos. Sua população estima-se em 2.753.406 habitantes (dos quais 1.266.566 se declaram católicos, perfazendo 46% do total), conforme soma da população de cada município, com base nas estimativas dos resultados do censo IBGE 2017. Assim, é a mais populosa diocese do país e a quarta maior circunscrição eclesiástica brasileira no âmbito populacional.

Dioceses confinantes[editar | editar código-fonte]

Limita-se, ao norte, com a Arquidiocese de São Paulo (Região Belém); ao sul, com a Diocese de Santos (Regiões Santos, Cubatão e São Vicente); a leste, com a Diocese de Mogi das Cruzes (Regiões Ferraz de Vasconcelos, Brás Cubas e Suzano); a oeste, com a Arquidiocese de São Paulo (Região Ipiranga) e com a Diocese de Santo Amaro (Setores Cupecê, Pedreira e Parelheiros).

Divisão Territorial[editar | editar código-fonte]

Está dividida em dez Regiões Pastorais: três no município sede (Centro, Utinga e Leste); três em São Bernardo do Campo (Centro, Rudge Ramos e Anchieta); uma, que abrange o município de São Caetano do Sul; uma compreendendo o município de Diadema; uma no âmbito municipal de Mauá e, por fim, uma região que congrega os municípios de Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

Atualmente a Diocese de Santo André está composta por 104 Paróquias, 2 Quase-Paróquias e quase 300 comunidades. Possui 3 Casas de Formação (Propedêutico - Filosofia - Teologia) e, no que concerne à vida consagrada, sedia 22 institutos femininos e 13 masculinos.

Caminhada evangelizadora[editar | editar código-fonte]

Em 14 e 15 de Novembro de 2006 foi realizada a VII Assembleia Diocesana de Pastoral e em 5 de Abril de 2007 - Quinta-Feira-Santa de manhã - na Celebração Eucarística dos Santos Óleos e da Renovação das Promessas Sacerdotais foi apresentado pelo bispo diocesano o 7º Plano Diocesano de Pastoral.

Aos 22 de agosto de 2008, após um novenário preparatório, celebrou-se o jubileu áureo de dedicação da Catedral Diocesana, oficiada à época por Dom Jaime de Barros Cardeal Câmara. A cerimônia comemorativa recebeu Dom Manuel Parrado Carral, bispo de São Miguel Paulista e oriundo do clero andreense, e Dom Cláudio Cardeal Hummes, OFM, antigo bispo diocesano.

Em 22 de julho de 2013, abriu-se solenemente o jubileu de diamante (60 anos) de criação e instalação desta circunscrição eclesiástica, a encerrar-se em 2014. A efeméride foi comemorada aos 9 de julho, no Ginásio Poliesportivo de São Bernardo do Campo, mais uma vez com a presença dos bispos oriundos do presbitério andreense (Dom Manuel Parrado Carral, bispo de São Miguel Paulista, e Dom Airton José dos Santos, arcebispo de Campinas) e do metropolita, Dom Odilo Pedro Cardeal Scherer.

Aos 27 de maio de 2015, o Papa Francisco acolhe o pedido de renúncia apresentado por Dom Nelson Westrupp, scj, e nomeia D. Pedro Carlos Cipolini como seu quinto bispo diocesano.

Aos 26 de julho de 2015, após uma noite de vigília com os diocesanos, Dom Pedro tomou posse canônica desta Igreja particular, em cerimônia que contou com a presença do bispo emérito, D. Nelson Westrupp, scj, S.E.R. Dom Odilo Pedro Cardeal Scherer, arcebispo metropolitano de São Paulo, e demais bispos, clérigos, religiosos e fiéis leigos vindos em grande número das sete cidades do ABC Paulista, bem como da Diocese de Amparo.

No dia 13 de dezembro de 2015, foi aberto o Jubileu Extraordinário da Misericórdia, convocado pelo Papa Francisco, sendo também nesse dia abertas solenemente as Portas Santas da Catedral, da Basílica menor N. Sª da Boa Viagem e dos Santuários diocesanos Senhor do Bonfim, N. Sª Aparecida e São Maximiliano Kolbe.

Aos 13 de novembro de 2016, em missa comemorativa pelo encerramento do Jubileu Extraordinário da Misericórdia celebrada na Catedral, Dom Pedro abriu solenemente o 1º Sínodo Diocesano, com o tema: "o sonho missionário de chegar a todos (EG, 31)", cuja duração se estendeu até 15 de novembro de 2017, quando uma solene celebração eucarística na Paróquia Sagrada Família (São Caetano do Sul) encerrou um intenso processo de reflexão sobre a ação evangelizadora na Diocese, tendo em vista a sua realidade atual. As Constituições Sinodais originadas deste processo foram oficialmente entregues aos diocesanos na noite de 6 de abril de 2018, no CENFORPE, em São Bernardo do Campo.

Em 22 de agosto de 2018, a Diocese comemora solenemente o jubileu de diamante de consagração de sua igreja catedral, reunindo as dez Regiões Pastorais para uma novena preparatória, na qual a imagem da titular de nossa Catedral é solenemente coroada conforme o ritual romano.

Aos 22 de julho de 2019, pastores e fiéis reuniram-se na Catedral Diocesana para a missa comemorativa ao jubileu de safira (65 anos) de criação da Diocese.

Bispos[editar | editar código-fonte]

# Nome Período Notas
Dom Jorge Marcos de Oliveira 1954 - 1975 Já Falecido
Dom Frei Cláudio Hummes, O.F.M. 1975 - 1996 Nomeado Arcebispo de Fortaleza e atual Cardeal Arcebispo Emérito de São Paulo
Dom Décio Pereira 1997 - 2003 Já Falecido
Dom José Nelson Westrupp, S.C.I. 2003 - 2015 Atual Bispo Emérito
Dom Pedro Carlos Cipolini 2015 - Atual


Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Bandeira do Vaticano Circunscrições eclesiásticas católicas do BrasilRegional Sul I (São Paulo) Bandeira de São Paulo

Província Eclesiástica de São Paulo
Campo Limpo | Eparquia de Nª. Srª do Líbano | Eparquia de Nª. Srª do Paraíso | Guarulhos | Mogi das Cruzes | Osasco | Santo Amaro | Santo André | Santos | São Miguel Paulista

Província Eclesiástica de Botucatu
Araçatuba | Assis | Bauru | Lins | Marília | Ourinhos | Presidente Prudente

Província Eclesiástica de Campinas
Amparo | Bragança Paulista | Limeira | Piracicaba | São Carlos

Província Eclesiástica de Ribeirão Preto
Barretos | Catanduva | Franca | Jaboticabal | Jales | São João da Boa Vista | São José do Rio Preto | Votuporanga

Província Eclesiástica de Aparecida
Caraguatatuba | Lorena | São José dos Campos | Taubaté

Província Eclesiástica de Sorocaba
Itapetininga | Itapeva | Jundiaí | Registro