Diogo Afonso de Sousa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Diogo Afonso de Sousa (c. 1303 - 18 de Novembro de 1344) foi Senhor de Mafra, de Ericeira e de Enxara dos Cavaleiros e um dos filhos de Afonso Dinis (c. 1260 - 24 de abril de 1310) e de Maria Pais de Sousa, sendo, por via paterna, neto do rei Afonso III de Portugal e de Maria Peres de Enxara, sua companheira. Foi feito senhor de Mafra e da Ericeira pelo rei. Está sepultado na Igreja de Santo André de Mafra, em Portugal.

Relações familiares[editar | editar código-fonte]

Foi filho de D. Afonso Dinis (1260 -?) e de D. Maria Pais Ribeira (1285 -?), 15.ª senhora da Casa de Sousa, filha de D. Pedro Anes de Portel (1246 -1311) e de D. Constança Mendes de Sousa (1245 -1298).

Casou-se com Violante Lopes Pacheco, nascida cerca de 1310, já viúva de Martim Vasques da Cunha, filha de D. Lopo Fernandes Pacheco (1280 -?), 7.º senhor de Ferreira de Aves e de Maria Gomes Taveira (1285 -?), de quem teve:

  1. Álvaro Dias de Sousa (1330 - Espanha, 1365), senhor de Mafra e da Ericeira, que casou com Maria Teles de Menezes (c. 1338Coimbra, novembro de 1379) (filha de D. Martim Afonso Telo de Menezes (1310Toro, 25 de Janeiro de 1356) e de Aldonça Anes de Vasconcelos (1320 -?) (a qual viria a casar em segundas núpcias com o infante D. João, filho de Pedro I de Portugal e Inês de Castro);
  2. Lopo Dias de Sousa, alcaide de Chaves, que casou com Brites Afonso de Sousa;
  3. Branca Dias de Sousa (1340 -?), senhora de Mafra e da Ericeira

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Manuel da Costa Juzarte de Brito, Nuno Borrego e Gonçalo de Mello Guimarães, Livro Genealógico das Famílias desta Cidade de Portalegre, 1ª Edição, Lisboa, 2002. pg. 679.
  • José Augusto de Sotto Mayor Pizarro, Linhagens Medievais Portuguesas - 3 vols, Universidade Moderna, 1ª Edição, Porto, 1999. vol. 1-pg. 183.
  • Manuel José da Costa Felgueiras Gaio, Nobiliário das Famílias de Portugal, Carvalhos de Basto, 2ª Edição, Braga, 1989. vol. X-pg. 323 (Sousas).