Diplo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Diplo
Diplo em 2014.
Informação geral
Nome completo Thomas Wesley Pentz
Também conhecido(a) como
  • Diplodocus
  • Wes Gully
Nascimento 10 de novembro de 1978 (38 anos)
Local de nascimento Tupelo, Mississippi
Estados Unidos
Gênero(s) EDM
Ocupação(ões)
  • DJ
  • produtor musical
  • rapper
  • cantor
  • compositor
  • produtor executivo
Período em atividade 1997–presente
Gravadora(s)
Afiliação(ões)
Página oficial diplo.com

Thomas Wesley Pentz (Tupelo, 10 de novembro de 1978), conhecido como Diplo, é um DJ e produtor musical norte-americano que mistura em seus sets e produções influências de miami bass, dirty south, hip-hop, pop.[1] Diplo é membro das bandas eletrônicas Major Lazer e Jack Ü, esta última formada com o DJ Skrillex.

Influências[editar | editar código-fonte]

Diplo conheceu o funk carioca através de uma fita que suas amigas argentinas escutavam sem parar. Sua obsessão foi tão grande que Diplo resolveu comprar uma passagem e ver com seus próprios olhos o que era o funk carioca (que a imprensa estrangeira chama de baile funk). Depois de procurar e não achar nada nas lojas de discos convencionais, um novo mundo foi descoberto, com mixtapes caseiras em CD-R, bailes em locais nada turísticos e todo clima que circunda o funk carioca.

Além paixão pelo hip hop old school/electro (bases do funk carioca), Diplo viu no funk carioca uma versão ainda mais punk do tão amado dirty south, o rap produzido em sua terra natal, no sul dos Estados Unidos [2]. Assim como o funk carioca, o dirty south sempre foi relegado a um segundo plano, classificado como "música de pobre". Ao ver com seus próprios olhos a natureza do funk carioca, Diplo se sentiu em casa.

O resultado dessa mistura de dirty south, electro, hip hop, funk carioca e ragga recebeu o nome de Florida, lançado pelo conglomerado Big Dada/Ninja Tune (selo de propriedade da dupla Coldcut, e ponta de lança de alguns dos maiores nomes da música moderna como Roots Manuva, Jaga Jazzist, Kid Koala e outros). O ponto central do disco é a música "Diplo Rhythm". Sandra Melody antecipa o “aproach” de M.I.A. sobre uma base electro ragga, que apenas faz o caminho para Vybz Cartel (um dos grandes nomes do novo som jamaicano) levar a Jamaica para Nova Iorque, e fechando o grande ciclo da tal invasão que o terceiro mundo está promovendo na música eletrônica. Pantera & Os Danadinhos tomam para si a base, levando a mesma para uma volta no Rio de Janeiro. Diplo conheceu uma "funkeira mirim" Brenda B.

M.I.A.[editar | editar código-fonte]

Diplo, já despontando como revelação, vai discotecar na Fabric (um grande clube em Londres) e toca uma das músicas do seu set, a até então obscura Galang. Intrigada M.I.A. vai até a cabine do DJ. Diplo mostra para M.I.A. o mundo do funk carioca, que o leva a produzir o single Bucky Done Gun que sampleava quase que integralmente "Injeção", uma canção da funkeira carioca Deise Tigrona. Juntos criam em 2004 uma prévia de Arular (disco de estreia de M.I.A.) chamado "Piracy Funds Terrorism", uma mixtape que apresentava ao mundo o talento da dupla. Quase que ao mesmo tempo, Diplo lançava Favela On Blast, sua mixtape de funk carioca. E, graças ao sucesso destas mixtapes e o hype gigante em torno de M.I.A., Florida alcançou grande divulgação.

Volta ao Brasil[editar | editar código-fonte]

No primeiro semestre de 2005, Diplo voltou para o Rio para gravar músicas de seu novo disco, para encontrar com seu mestre DJ Marlboro, e apresentação surpresa no bar Milo Garage, em São Paulo. Em novembro apresenta-se na edição carioca do Tim Festival sozinho e fazendo bases para M.I.A.. Neste mesmo ano começa a produzir um documentário sobre o funk carioca.

Em 2006, criou o selo Mad Decent, cujo primeiro lançamento foi um CD promo e um vinil do quarteto curitibano Bonde do Role. Em julho, ao lado do Bonde e do grupo paulistano Cansei de Ser Sexy parte para uma turnê pelos Estados Unidos e Canadá. Antes, em maio, também com o Bonde, faz uma série de apresentações pela Europa.

Em 2016, Diplo veio tocar no festival de música Lollapalooza, que acontece em São Paulo. O artista gostou tanto do Brasil, que no dia seguinte trocou seu nickname do Twitter para "Wesley Safadão". Em retribuição, Wesley fez o mesmo e seu nickname virou "Diplo Safadão".

Ainda em 2016 a cantora Pabllo Vittar revelou que seu novo álbum teria uma faixa co-produzida pelo Diplo. Em Janeiro de 2017 liberou para o publico a faixa intitulada "Então Vai" com influências de estilos do Nordeste Brasileiro e do Reggae.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns
Título Detalhe do álbum
Florida

Álbuns de compilação[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns compilação
Título Detalhe do álbum
Decent Work for Decent Pay
Random White Dude Be Everywhere
  • Lançamento: 29 de julho de 2014
  • Gravadora: Mad Decent
  • Formatos: CD, digital download

Singles[editar | editar código-fonte]

Como artista principal[editar | editar código-fonte]

Lista de singles como artista principal, mostrando posições em paradas músicais selecionadas, certificações e álbuns
Título Ano Posições em paradas músicais Certificações Álbum
AUS
[3]
BEL
[4]
FRA
[5]
GER
[6]
NLD
[7]
SWE
[8]
SWI
[9]
UK
"C'mon (Catch 'Em by Surprise)"
(vs. Tiësto featuring Busta Rhymes)
2011 39 68 8 68 13
  • BPI: Silver
Non-album singles
"Set It Off"
(featuring Lazerdisk Party Sex)
2012 116
"Earthquake"
(vs. DJ Fresh featuring Dominique Young Unique)
2013 21 4
  • BPI: Silver
"Revolution"
(featuring Imanos, Faustix and Kai)
155
"Boy Oh Boy"
(with GTA)
52
"Freak"
(with Steve Aoki and Deorro featuring Steve Bays)
2014 68
"Eparrei"
(with Dimitri Vegas & Like Mike and Fatboy Slim featuring Bonde do Rolê and Pin)
5
"Be Right There"
(with Sleepy Tom)
2015 34 19 123 69 83 91 8
  • RMNZ: Platinum
  • BPI: Silver
"Hey Baby"
(vs. Dimitri Vegas & Like Mike featuring Deb's Daughter)
2016 1 65
"Bang Bang"
(vs. DJ Fresh featuring R. City, Selah Sue and Craig David)
35
"Waist Time"
(with Autoerotique)
2017
"—" indica que a gravação não foi incluída nas paradas ou não foi distribuída naquela região.

Notas

  1. «Diplo | Biography, Albums, & Streaming Radio | AllMusic». AllMusic. Consultado em 14 de março de 2016 
  2. Daí o nome do disco "Florida"
  3. «Diplo discography». australian-charts.com. Hung Medien. Consultado em 14 de julho de 2017 
  4. «Diplo discography». ultratop.be (em holandês). Hung Medien. Consultado em 14 de julho de 2017 
  5. «Diplo discography». lescharts.com (em francês). Hung Medien. Consultado em 14 de julho de 2017 
  6. «Diplo» (em alemão). GfK Entertainment. Consultado em 14 de julho de 2017 
  7. «Diplo discography». dutchcharts.nl (em holandês). Hung Medien. Consultado em 14 de julho de 2017 
  8. «Diplo discography». swedishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 14 de julho de 2017 
  9. «Diplo discography». swisscharts.com. Hung Medien. Consultado em 14 de julho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]