Discipline (álbum de King Crimson)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Discipline
Álbum de estúdio de King Crimson
Lançamento 1981
Gravação 1981
Gênero(s) Rock progressivo
New wave
Duração 42:03
Formato(s) LP, CD
Gravadora(s) Warner Bros. Records
Produção King Crimson e Rhett Davies
Cronologia de King Crimson
A Young Person's Guide to King Crimson
(1976)
Beat
(1982)

Discipline é o oitavo álbum de estúdio da banda inglesa de rock progressivo King Crimson, lançado em 1981. Após o encerramento de atividades do King Crimson em 1974, o fundador e guitarrista Robert Fripp não pretendia voltar com a banda. Em 1981, ele planejou uma banda com o baterista Bill Bruford (da formação de 1974 do King Crimson), o baixista Tony Levin e, como prova de sua intenção de rumos totalmente diferentes daqueles levados com o King Crimson, admitiu um segundo guitarrista, Adrian Belew (que também assumiu os vocais), sendo que até então Fripp jamais tinha tocado com um segundo guitarrista. A banda se chamaria Discipline.

Nos ensaios, Fripp percebeu semelhanças entre a sonoridade do Discipline e do King Crimson. Entrando em concordância com os outros membros, Fripp decidiu que a nova banda seria uma nova fase do King Crimson.

Belew, vindo do Talking Heads, influenciou a sonoridade da banda, que ficou próxima do new wave, mas ainda mantendo as características do King Crimson.

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 4.5 de 5 estrelas. [1]
Symbol unlikely.svg Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

Detalhes das músicas[editar | editar código-fonte]

Elephant Talk[editar | editar código-fonte]

Cada estrofe de Elephant Talk apresenta sinônimos para conversar, cada qual apresentando as palavras com uma letra: a, b, c, d e e.

Elephant Talk viria a ser o título de um newsletter da banda, do qual Fripp ocasionalmente faz parte.

Matte Kudasai[editar | editar código-fonte]

A versão original de Matte Kudasai trazia uma parte de guitarra de Robert Fripp que foi removida. Essa versão viria a ser lançada como faixa-bônus de edições posteriores do CD de Discipline, com o título Matte Kudasai (alternate version). Matte Kudasai significa "espere por mim" em japonês.

Indiscipline[editar | editar código-fonte]

A letra de Indiscipline foi baseado em uma carta escrita por Adrian Belew para sua esposa na época, Margaret Belew. O objeto misterioso pelo o qual o personagem da letra esta obcecado seria uma escultura que ela fez.

Thela Hun Ginjeet[editar | editar código-fonte]

Na primeira vez em que Thela Hun Ginjeet foi executada ao vivo, partes da letra eram baseadas em uma gravação ilicita feita por Fripp de seus vizinhos tendo uma conversa agressiva, quando ele estava morando em Nova York (essa gravação foi usada na faixa NY3 de um disco solo de Fripp, Exposure). Enquanto Thela Hun Ginjeet estava sendo gravado para Discipline, Adrian Belew estava passeando pela Notting Hill Gate em Londres com um gravador buscando inspiração, quando foi surpreendido por uma gangue e, depois, pela polícia. Ao voltar para o estúdio, ele contou de forma descontraída aos seus colegas de banda o que acabara de lhe acontecer. Sua fala foi gravada, e a gravação foi usada na versão de Thela Hun Ginjeet no Discipline, no lugar da gravação de Fripp. Versões ao vivo subsequentes usam uma versão relativamente mais longa da gravação, e algumas partes ocasionalmente são faladas diretamente por Belew.

A frase Thela Hun Ginjeet é um anagrama de "heat in the jungle", "calor na selva".

A banda na qual Adrian Belew se refere na letra na verdade é o Talking Heads, enquanto tenta se explicar sobre o gravador: "look, look... I'm in this band, you know, I'm in this band you know, and we're makin' a recording", segundo o próprio letrista em seu blog, estava vestido com uma camiseta do Talking Heads no dia do incidente, banda na qual fez parte antes de entrar para o King Crimson.

The Sheltering Sky[editar | editar código-fonte]

O título de The Sheltering Sky vêm de um livro homônimo escrito por Paul Bowles. Bowles é freqüentemente associado à geração Beat, movimento que seria de grande influência no trabalho posterior do King Crimson, Beat. A faixa instrumental desse outro disco, Sartori in Tangier, também é inspirada por Bowles.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as faixas por Adrian Belew, Bill Bruford, Robert Fripp, Tony Levin.

  1. "Elephant Talk" – 4:43
  2. "Frame by Frame" – 5:09
  3. "Matte Kudasai" – 3:47
  4. "Indiscipline" – 4:33
  5. "Thela Hun Ginjeet" – 6:26
  6. "The Sheltering Sky" – 8:22
  7. "Discipline" – 5:13
  8. "Matte Kudasai" (versão alternativa) – 3:50

Músicos[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de King Crimson é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.