Discografia de Selena Gomez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para a discografia com a banda, veja Discografia de Selena Gomez & the Scene.
Discografia de Selena Gomez
Selena durante uma apresentação em dezembro de 2013.
Álbuns de estúdio 3
Álbuns de compilação 1
Extended plays (EP) 2
Singles 27
Vídeos musicais 27
Singles promocionais 3

A cantora americana Selena Gomez lançou 3 álbuns de estúdio, 1 álbum de compilação, 2 extended plays (EPs), 27 singles (incluindo sete como como artista convidada) e 3 singles promocionais. Até outubro de 2015, Gomez vendeu 6,7 milhões de álbuns e 22 milhões de singles em todo o mundo.[1] Até maio de 2017, ela vendeu 24,3 milhões de músicas e 3,4 milhões de álbuns nos Estados Unidos.[2]

Em 2008, Gomez assinou contrato com a Hollywood Records.[3] Com sua ex-banda Selena Gomez & the Scene, ela lançou três álbuns, top 10, de estúdio, Kiss & Tell (2009), A Year Without Rain (2010) e When the Sun Goes Down (2011) na parada Billboard 200 dos EUA.[4] O primeiro EP de Gomez, Another Cinderella Story, foi lançado em 16 de junho de 2009 pela Razor & Tie.[5] Ela lançou seu primeiro álbum solo, Stars Dance (2013), que estreou no topo da parada americana Billboard 200,[6] e também alcançou o número um no Canadá.[7] Foi precedido pelo lançamento de seu single principal, "Come & Get It", que alcançou o top 10 nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido.[8][9][10] Depois de passar sete anos na Hollywood Records, Gomez assinou um contrato de gravação com a Interscope Records em 2014.[11] Para encerrar oficialmente seu contrato com a Hollywood Records, Gomez lançou o álbum de compilação For You (2014).

Seu segundo álbum de estúdio, Revival (2015), alcançou o número um nos EUA.[12] Três de seus singles - "Good for You", "Same Old Love" e "Hands to Myself" - alcançaram o top 10 entre os Estados Unidos e o Canadá.[8][9] Com esses três singles, Gomez se tornou a sexta mulher a ter pelo menos três singles número um na parada Mainstream Top 40 em uma única era.[13] Desde então, ela participou de várias colaborações, incluindo "We Don't Talk Anymore", "It Ain't Me", "Wolves" e "Taki Taki", que alcançaram sucesso internacional. Entre 2011 e 2018, Gomez teve uma série de 16 hits consecutivos no top 40 da Billboard Hot 100, que é a permanência mais longa de todos os artistas.[14] O terceiro álbum de estúdio de Gomez, Rare (2020), alcançou o primeiro lugar na Billboard 200, tornando-se seu terceiro álbum número um consecutivo.[15] Seu single principal, "Lose You to Love Me", liderou a parada Billboard Hot 100, tornando-se sua primeira música número um nos EUA.[16]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns, com os detalhes sobre o álbum, posições nas paradas selecionadas, vendas e certificações
Álbum Detalhes do álbum Melhores posições atingidas Vendas Certificações
EUA
[4]
AUS
[17]
CAN
[7]
DIN
[18]
ALE
[19]
ITA
[20]
NOR
[21]
NZL
[22]
SUE
[23]
UK
[10]
Stars Dance 1 8 1 2 4 4 2 5 46 14
  • Estados Unidos: 510.000
  • Canadá: 16.500[a]
  • Reino Unido: 6.333[b]
Revival 1 3 2 6 12 8 2 2 8 11
  • Estados Unidos: 1.435.000Por[c]
  • Canadá: 29.385[d]
  • Mundial: 6.055.000
Rare
  • Lançamento: 10 de janeiro de 2020
  • Gravadora: Interscope Records
  • Formato(s): CD, LP, download digital, cassete
1 1 1 5 3 6 1 2 7 2
  • Mundial: 937.000
  • Estados Unidos: 700.000
  • Reino Unido: 80.000
"—" denota álbuns que não entraram nas paradas musicais ou não foram lançados no país.

Álbuns de compilação[editar | editar código-fonte]

Lista de álbuns de compilação, com os detalhes sobre o álbum, posições nas paradas selecionadas, vendas e certificações
Álbum Detalhes do álbum Melhores posições atingidas Vendas Certificações
EUA
[4]
AUT
[51]
BEL
(FL)

[52]
BEL
(WA)

[53]
FRA
[54]
IRL
[55]
ITA
[20]
NOR
[21]
ESP
[56]
UK
[10]
For You
  • Lançamento: 24 de novembro de 2014
  • Gravadora: Hollywood Records
  • Formatos: CD, download digital
24 73 40 67 80 95 34 37 40 64
"—" denota itens que não entraram nas tabelas ou não foram lançados no território.

Extended plays[editar | editar código-fonte]

Título Detalhes do extended play
Another Cinderella Story
  • Lançamento: 16 de junho de 2009[60]
  • Gravadora: Razor & Tie
  • Formato: Download digital
For You
  • Lançamento: 1 de janeiro de 2015[61]
  • Gravadora: Hollywood
  • Formato: Download digital

Singles[editar | editar código-fonte]

Como artista principal[editar | editar código-fonte]

Lista de singles como artista principal, com posições, vendas e certificações nas paradas selecionadas, mostrando o ano de lançamento e nome do álbum
Título Ano Melhores posições nas tabelas Vendas Certificações
(milhares de vendas)
Álbum
EUA
[8]
AUS
[62]
CAN
[9]
DIN
[18]
ALE
[63]
ITA
[20]
NOR
[21]
NZL
[64]
SUE
[23]
UK
[65]
"Tell Me Something I Don't Know" 2008 58
  • Estados Unidos: 1.740.000[g]
  • Mundial: 3.700.000
Another Cinderella Story
"Magic" 2009 61 80 5 90
  • Estados Unidos: 689.000[h]
  • Mundial: 1.470.000
Wizards of Waverly Place
"Send It On"
(com Miley Cyrus, Demi Lovato e Jonas Brothers)
20 Não adicionado à nenhum álbum
"Come & Get It" 2013 6 46 6 34 58 66 16 14 8
  • Estados Unidos: 5.655.000
  • China: 1.015.000
  • Brasil: 240.000
  • Mundial: 10.308.000
Stars Dance
"Slow Down" 27 93 29 92 106
  • Estados Unidos: 2.340.000
  • China: 710.000
  • Brasil: 80.000
  • Mundial: 4.502.000
"The Heart Wants What It Wants" 2014 6 33 6 9 53 80 13 19 53 30
  • Estados Unidos: 4.395.000
  • China: 1.605.000
  • Brasil: 185.000
  • Mundial: 9.588.000
For You
"Good for You"
(com participação de A$AP Rocky)
2015 5 10 8 11 29 26 9 14 24 23
  • Estados Unidos: 5.160.000
  • China: 1.620.000
  • Brasil: 180.000
  • Mundial: 12.182.000
Revival
"Same Old Love" 5 33 6 23 56 49 37
[i]
37 81
  • Estados Unidos: 4.680.000
  • China: 1.620.000
  • Brasil: 202.000
  • Mundial: 10.626.000
"Hands to Myself" 7 13 5 22 52 38 18 5 20 14
  • Estados Unidos: 3.930.000
  • China: 1.850.000
  • Brasil: 175.000
  • Mundial: 11.082.000
"Kill Em with Kindness" 39 33 14 30 39 37 33 28 34 35
  • Estados Unidos: 2.560.000
  • China: 850.000
  • Brasil: 182.000
  • Mundial: 7.605.000
"It Ain't Me"
(com Kygo)
2017 10 4 2 2 2 8 1 3 2 7
  • Estados Unidos: 4.525.000
  • China: 3.020.000
  • Brasil: 260.000
  • Mundial: 18.825.000
Stargazing & Rare[j]
"Bad Liar" 20 13 11 38 36 47 28 17 23 25
  • Estados Unidos: 2.560.000
  • China: 1.940.000
  • Brasil: 160.000
  • Mundial: 8.322.000
Rare[j]
"Fetish"
(com Gucci Mane)
27 23 10 22 36 53 29 16 24 33
  • Estados Unidos: 1.805.000
  • China: 1.335.000
  • Brasil: 200.000
  • Mundial: 6.205.000
"Wolves"
(com Marshmello)
20 5 9 12 11 28 5 12 10 9
  • Estados Unidos: 3.892.000
  • China: 7.070.000
  • Brasil: 385.000
  • Mundial: 20.364.000
  • Brasil: Diamante
  • Estados Unidos: Platina[39]
  • Canadá: 3× Platina[32]
  • Austrália: 3× Platina
  • Suécia: 2× Platina
  • México: Platina
  • Espanha: Platina
  • Portugal: Platina
  • Nova Zelândia: Platina
  • Itália: Platina
  • Alemanha: Platina
  • Bélgica: Platina
  • França: Platina
  • Dinamarca: Ouro[116]
  • Reino Unido: Ouro[44]
"Back To You" 2018 18 4 4 12 19 49 10 8 14 13
  • Estados Unidos: 3.010.000
  • China: 1.200.000
  • Brasil: 165.000
  • Mundial: 10.830.000
  • Austrália: 2× Platina
  • Estados Unidos: 2× Platina[39]
  • Nova Zelândia: Platina
  • Brasil: Platina
  • Dinamarca: Ouro
  • Itália: Ouro
  • Bélgica: Ouro
  • Portugal: Ouro
  • Reino Unido: Ouro[44]
13 Reasons Why: Season 2
"I Can't Get Enough"
(com Benny Blanco, Tainy & J Balvin)
2019 66 43 33 53 53
[k]
53 42
  • Estados Unidos: 950.000
  • China: 350.000
  • Brasil: 95.000
  • Mundial: 4.035.000
Não adicionado à nenhum álbum
"Lose You to Love Me" 1 2 1 8 7 24 2 2 6 3
  • Estados Unidos: 3.260.000
  • China: 780.000
  • Brasil: 150.000
  • Mundial: 9.044.000
Rare
"Look at Her Now" 27 29 13 43 15 23 53 26
  • Estados Unidos: 1.015.000
  • China: 190.000
  • Brasil: 75.000
  • Mundial: 2.870.000
"Rare" 2020 30 22 21 36 42 85 29 28 44 28
  • Estados Unidos: 855.000
  • China: 355.000
  • Brasil: 65.000
  • Mundial: 2.565.000
"Boyfriend"[l] 59 66 86
[m]

[n]
55
  • Estados Unidos: 270.000
  • China: 135.000
  • Brasil: 20.000
  • Mundial: 1.010.000
"Past Life"
(com Trevor Daniel)
77 68
[o]
  • Estados Unidos: 448.000
  • Mundial: 860.000
Não adicionado à nenhum álbum
"Ice Cream"
(com Blackpink)[121]
13 16 11 78 18 78 39
  • Estados Unidos: 765.000
  • China: 2.845.000
  • Brasil: 125.000
  • Mundial: 6.068.000
The Album
"De Una Vez" 2021 92 91 Revelación
"Baila Conmigo" (com Rauw Alejandro) 74 68 86
"Selfish Love" (com DJ Snake) 71 93
"—" denota itens que não entraram nas tabelas ou não foram lançados no território.

Como artista convidada[editar | editar código-fonte]

Lista de singles como artista convidada, com posições e certificações nas paradas selecionadas, mostrando o ano de lançamento e o nome do álbum
Canção Ano Melhores posições Vendas Certificações
(milhares de vendas)
Álbum
EUA
[122]
AUS
[123]
CAN
[9]
DIN
[124]
FRA
[54]
ALE
[19]
ITA
[125]
NZL
[126]
SUE
[23]
UK
[127]
Whoa Oh! (Me vs. Everyone)
(Forever the Sickest Kids com Selena Gomez)
2009 Não adicionado à nenhum álbum
"I Want You to Know"
(Zedd com Selena Gomez)
2015 17 22 19 25 61 39 49 23 14 True Colors
"We Don't Talk Anymore"
(Charlie Puth com Selena Gomez)
2016 9 10 11 13 8 52 1 8 13 14 Nine Track Mind
"Hands"
(junto com vários artistas)
Não adicionado à nenhum álbum
"Trust Nobody"
(Cashmere Cat com Selena Gomez & Tory Lanez)

[s]
46 61 92
[t]
92 9
"Taki Taki"
(DJ Snake com Selena Gomez, Ozuna & Cardi B)
2018 11 24 7 8 2 8 2 12 10 15
  • Estados Unidos: 4× Platina[39]
  • Austrália: Platina
  • Reino Unido: Ouro[44]
  • Alemanha: Ouro
  • Itália: 2× Platina
  • Dinamarca: Platina
  • Canadá: 3× Platina[32]
  • Nova Zelândia: Ouro
  • França: Diamante
Carte Blanche
"Anxiety"
(Julia Michaels com participação de Selena Gomez)
2019
[x]
67 69
[y]

[z]
Inner Monologue Part 1
"—" denota itens que não entraram nas tabelas ou não foram lançados no território.

Singles promocionais[editar | editar código-fonte]

Lista de singles promocionais, com posições e certificações nas paradas selecionadas, mostrando o ano de lançamento e o nome do álbum
Canção Ano Melhores posições nas tabelas Vendas Álbum
EUA
[8]
EUA Under
[8]
CAN
[9]
FRA
[150]
ALE
[63]
IRL
[55]
HOL
[151]
NOR
[21]
SUE
[23]
SUI
[152]
UK
[153]
"Shake It Up" 2010
[aa]
9 Shake It Up: Break It Down
"Me & the Rhythm" 2015
[ab]
6 57 143
  • Brasil: 45.000
  • China: 370.000
  • Estados Unidos: 748.000
  • Mundial: 1.930.00
Revival
"Feel Me"[ac] 2020 98 56 175 63 42 90 32 71 39 89
  • Brasil: 18.000
  • China: 340.000
  • Estados Unidos: 385.000
  • Mundial: 1.420.000
Rare
"—" denota itens que não entraram nas tabelas ou não foram lançados no território.

Outras canções[editar | editar código-fonte]

Lista de músicas, com posições e certificações selecionadas, mostrando o ano de lançamento e o nome do álbum
Canção Ano Melhores posições nas tabelas Vendas Álbum
EUA
[8]
EUA
Latin
Digital
[154]
CAN
[9]
FRA
[155]
NZL
Hot

[156]
POR
[157]
RUS
[158]
ESC
[159]
SUE
Heat.

[160]


"New Classic"
(com Drew Seeley)
2009
[ad]
Another Cinderella Story
"One and the Same"
(com Demi Lovato)
82 Disney Channel Playlist
"Bidi Bidi Bom Bom"
(com Selena)
2012 38 Enamorada de Ti e For You
"Birthday" 2013
[af]
Stars Dance
"Stars Dance" 102
"Sober" 2015
[ag]
Mundial: 1.075.000
Revival
"Me & My Girls" 77
  • Mundial: 730.000
"Only You" 2017 12 13 Reasons Why
"Dance Again" 2020
[ah]
96 14 124 13
  • Estados Unidos: 212.000
  • Mundial: 602.000
Rare
"Ring"
[ai]
15 141
"Vulnerable"
[aj]
87 13 129
"People You Know" 143
"Let Me Get Me" 178
"Crowded Room"
(com 6lack)

[ak]
92 156
"Souvenir"[l] 26 91
  • Estados Unidos: 105.000
  • Mundial: 352.000

Outras aparições[editar | editar código-fonte]

Canção Ano Outro(s) artista(s) Álbum
"Cruella de Vil " 2008 Nenhum Disneymania 6
"Bang a Drum" Another Cinderella Story
"Fly to Your Heart" Tinker Bell
"Everything Is Not What It Seems" 2009 Wizards of Waverly Place
"Disappear"
"Magical"
"Trust in Me" 2010 Disneymania 7
"Bidi Bidi Bom Bom" 2012 Selena Enamorada de Ti
"Already Missing You" 2013 Prince Royce Soy El Mismo
"Hold On" 2014 Ben Kweller Rudderless

Notas

  1. Os números de vendas da primeira semana no Canadá para Stars Dance.[25]
  2. Os números de vendas da primeira semana no Reino Unido para Stars Dance.[26]
  3. Números de vendas dos Estados Unidos para Revival até Janeiro de 2020.[34]
  4. Número de vendas no Canadá para Revival de Janeiro de 2016 até Dezembro de 2016,[35] incluindo sua primeira semana[36] na Billboard Canadian Albums Chart.
  5. Números de vendas dos Estados Unidos para For You até Janeiro de 2020.[34]
  6. Os números de vendas da primeira semana no Reino Unido para For You.[57]
  7. Número de vendas nos Estados Unidos para "Tell Me Something I Don't Know" até Maio de 2017.[2]
  8. Número de vendas nos Estados Unidos para "Magic" até Maio de 2017.[2]
  9. "Same Old Love" não entrou na NZ Top 40 Singles Chart, mas alcançou o número 2 no NZ Hot Singles Chart.
  10. a b Esta música aparece apenas nas edições Deluxe Japonesa e Target de Rare.
  11. "I Can't Get Enough" não entrou na NZ Top 40 Singles Chart, mas alcançou o número 4 no NZ Hot Singles Chart.
  12. a b Esta música aparece apenas na versão deluxe do Rare.
  13. "Boyfriend" não entrou na NZ Top 40 Singles Chart, mas alcançou o número 1 no NZ Hot Singles Chart.[118]
  14. "Boyfriend" não entrou na Swedish Singellista Chart, mas alcançou o número 3 no Swedish Heatseeker Chart.[119]
  15. "Past Life" não entrou na NZ Top 40 Singles Chart, mas alcançou o número 5 no NZ Hot Singles Chart.[120]
  16. Número de vendas nos Estados Unidos para "I Want You to Know" até Maio de 2017.[2]
  17. Número de vendas nos Estados Unidos para "We Don't Talk Anymore" até Julho de 2017.[132]
  18. Número de vendas na França para "We Don't Talk Anymore" até Dezembro de 2016.[133]
  19. "Trust Nobody" não entrou na Billboard Hot 100, porém atingiu o número 6 na Bubbling Under Hot 100 Singles.[141]
  20. "Trust Nobody" não entrou na Swedish Top 100 Singles, porém atingiu o número na Swedish Heatseeker Chart.[142]
  21. Número de vendas nos Estados Unidos para "Taki Taki" de Janeiro de 2019 até Junho de 2019[143] incluindo a primeira[144] e segunda[145] semanas na Billboard Hot 100.
  22. Número de vendas na França para "Taki Taki" até Dezembro de 2018.[146]
  23. Número de vendas na Alemanha para "Taki Taki" até Dezembro de 2019.[147]
  24. "Anxiety" não entrou na Billboard Hot 100, porém atingiu o número 18 na Bubbling Under Hot 100 Singles.[141]
  25. "Anxiety" não entrou na NZ Top 40 Singles Chart, porém atingiu o número 8 na the NZ Hot Singles chart.[148]
  26. "Anxiety" não entrou na Swedish Top 100 Singles chart,porém atingiu o número 10 na Swedish Heatseeker Chart.[149]
  27. "Shake It Up" não entrou na Billboard Hot 100, porém atingiu o número 9 na Bubbling Under Hot 100 Singles.[141]
  28. "Me & the Rhythm" não entrou na Billboard Hot 100, porém atingiu o número 6 na Bubbling Under Hot 100 Singles.[141]
  29. Esta música aparece apenas na versão deluxe, na versão digital faixa bônus, na edição em vinil de Rare.
  30. "New Classic" não entrou na Billboard Hot 100, porém atingiu o número 14 na Bubbling Under Hot 100 Singles.[141]
  31. Número de vendas nos Estados Unidos para "One and the Same" ate´Outubro de 2017.[161]
  32. "Birthday" não entrou na Billboard Hot 100, porém atingiu o número 12 na Bubbling Under Hot 100 Singles.[141]
  33. "Sober" não entrou na Billboard Hot 100, porém atingiu o número 22 na Bubbling Under Hot 100 Singles.[141]
  34. "Dance Again" não entrou na Billboard Hot 100, porém atingiu o número 19 na Bubbling Under Hot 100 Singles.[141]
  35. "Ring" não entrou na Billboard Hot 100, porém atingiu o número 17 na Bubbling Under Hot 100 Singles.[141]
  36. "Vulnerable" não entrou na Billboard Hot 100, porém atingiu o número 14 na Bubbling Under Hot 100 Singles.[141]
  37. "Crowded Room" não entrou na Billboard Hot 100, porém atingiu o número 20 na Bubbling Under Hot 100 Singles.[141]

Referências

  1. «Selena Gomez to Be Honored as Chart Topper at Billboard's Women in Music 2015». Billboard. 28 de outubro de 2015. Consultado em 8 de abril de 2020 
  2. a b c d Trust, Gary (14 de maio de 2017). «Ask Billboard: Selena Gomez's Career Album & Song Sales». Billboard. Consultado em 8 de abril de 2020 
  3. «Selena Gomez's Supersweet 16». E!. 22 de julho de 2008. Consultado em 6 de julho de 2016 
  4. a b c «Selena Gomez – Chart History». Billboard. Consultado em 11 de julho de 2016 
  5. «Another Cinderella Story (feat. Selena Gomez) – EP». iTunes Store. Consultado em 9 de julho de 2016 
  6. Caulfield, Keith (31 de julho de 2013). «Selena Gomez Knocks Jay Z From Top of Billboard 200 With First No. 1 Album». Consultado em 19 de outubro de 2014 
  7. a b «Selena Gomez – Chart History – Canada». Billboard. Consultado em 11 de julho de 2016 
  8. a b c d e f «Selena Gomez – Chart History: The Hot 100». Billboard. Consultado em 31 de outubro de 2017 
  9. a b c d e f «Selena Gomez – Chart History: Billboard Canadian Hot 100». Billboard. Consultado em 3 de março de 2020 
  10. a b c «UK Albums Chart» (em inglês). The Official Charts Company. Consultado em 26 de julho de 2013 
  11. Peters, Mitchell (14 de dezembro de 2014). «Selena Gomez Officially Signs With Interscope». Billboard. Consultado em 2 de julho de 2016 
  12. Caulfield, Keith (18 de outubro de 2015). «Selena Gomez Scores Her Second No. 1 Album on Billboard 200 Chart». Billboard. Consultado em 6 de julho de 2016 
  13. Gary, Trust (4 de abril de 2016). «Selena Gomez Scores Third Pop Songs No. 1 With 'Hands to Myself' & Releases New Single From 'Revival'». Billboard. Consultado em 28 de julho de 2017 
  14. Trust, Gary (5 de junho de 2018). «Hot 100 Chart Moves: Selena Gomez's 'Back to You' Hits Top 40, Maroon 5's 'Girls Like You' Debuts». Billboard. Consultado em 27 de junho de 2018 
  15. Caulfield, Keith (22 de janeiro de 2020). «Selena Gomez Earns Third No. 1 Album on Billboard 200 Chart With 'Rare'». Billboard. Consultado em 22 de janeiro de 2020 
  16. Trust, Gary (4 de novembro de 2019). «Selena Gomez Scores First No. 1 on Billboard Hot 100 With 'Lose You to Love Me'». Consultado em 4 de novembro de 2019 
  17. «australian-charts.com - Hung Medien». Australian Recording Industry Association. Consultado em 4 de fevereiro de 2010 
  18. a b «Selena Gomez Discography». Denmark Charts Portal. Hung Medien. Consultado em 8 de julho de 2016 
  19. a b «Discographie von Selena Gomez» (em alemão). GfK Entertainment Charts. Consultado em 22 de fevereiro de 2019 
  20. a b c «Discography Selena Gomez». Italian Charts Portal. Hung Medien. Consultado em 8 de julho de 2016 
  21. a b c d «Discography Selena Gomez». Norwegian Charts Portal. Hung Medien. Consultado em 8 de julho de 2016 
  22. «NZ Top 40 Albums Chart» (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. Consultado em 26 de julho de 2013 
  23. a b c d «Discography Selena Gomez». Swedish Charts Portal. Hung Medien. Consultado em 8 de julho de 2016 
  24. «iTunes – Music – Stars Dance – Album by Selena Gomez». iTunes Store. Consultado em 8 de julho de 2016. Cópia arquivada em 4 de agosto de 2014 
  25. «Selena Gomez Debuts At #1 With Stars Dance». Universal Music Canada. 31 de julho de 2013. Consultado em 22 de fevereiro de 2020 
  26. Jones, Alan (16 de outubro de 2015). «Official Charts Analysis: Faithless only need 12,341 sales to top album chart». Music Week. Consultado em 21 de fevereiro de 2020 
  27. «Certificados Musicales Amprofon... - Certificados Musicales Amprofon | Facebook». www.facebook.com. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  28. «"Stars Dance" conquista Disco de Platina no Brasil». Selena Gomez Brasil. 3 de junho de 2014. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  29. «"Stars Dance" recebe certificado de platina em Portugal». Selena Gomez Brasil. 1 de setembro de 2013. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  30. «"Stars Dance" recebe certificado de ouro na Colômbia». Selena Gomez Brasil. 6 de fevereiro de 2014. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  31. «"Stars Dance" recebe certificado de ouro na Argentina». Selena Gomez Brasil. 3 de outubro de 2013. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  32. a b c d e f g h i j k l m n o p q «Certificações (Canadá) – Selena Gomez» (em inglês). Music Canada. Consultado em 2 de julho de 2016 
  33. «"Selena Reveals Album Title And Release Date".». selenagomez.com. 22 de julho de 2015. Consultado em 27 de julho de 2015. Arquivado do original em 24 de julho de 2015 
  34. a b Erro de citação: Etiqueta <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs de nome us sales 2
  35. «BuzzAngle Music 2016 Canada Report» (PDF). Buzz Angle Music. Consultado em 2 de agosto de 2018 
  36. «On the Charts This Week: City And Colour Debuts At No. 1». FYI Music. 20 de outubro de 2015. Consultado em 21 de fevereiro de 2020. Cópia arquivada em 21 de fevereiro de 2020 
  37. «"Revival" recebe Disco de Ouro no México». Selena Gomez Brasil. 11 de janeiro de 2016. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  38. «"Revival" recebe Disco de Ouro no México». Selena Gomez Brasil. 11 de janeiro de 2016. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  39. a b c d e f g h i j k l m n o p q «RIAA – Selena Gomez». Recording Industry Association of America. Consultado em 2 de junho de 2016 
  40. «Revival é Platina no Brasil BILLBOARD» 
  41. «"Revival" recebe certificado de platina na Indonésia». Selena Gomez Brasil. 25 de julho de 2016. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  42. «Selena Gomez "Revival"». IFPI.dk. 9 de março de 2016 
  43. www.onyx.pl, Onyx Sp. z o.o., tel. +48 22 3377222,. «ZPAV :: Bestsellery i wyróżnienia - Wyróżnienia - Platynowe płyty CD - Archiwum». bestsellery.zpav.pl. Consultado em 23 de março de 2017 
  44. a b c d e f g h i j k l m n o p «Certified Awards» (enter "Selena Gomez" into the "Keywords" box, then select "Search"). British Phonographic Industry. Consultado em 24 de outubro de 2017 
  45. «www.sverigetopplistan.se - Artikeldata». www.sverigetopplistan.se. Consultado em 31 de março de 2017 
  46. «IFPI Austria - Verband der österreichischen Musikwirtschaft». www.ifpi.at. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  47. «Stats: Selena Gomez || Revival Platinum in US - Classic ATRL». classic.atrl.net (em inglês). Consultado em 23 de março de 2017 
  48. «Revival conquista certificado de ouro no Chile». Selena Gomez Brasil. 24 de fevereiro de 2016. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  49. «"Revival" recebe Disco de Ouro no México». Selena Gomez Brasil. 11 de janeiro de 2016. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  50. «Tailândia: "Revival" recebe seu oitavo certificado ao redor do mundo». Selena Gomez Brasil. 29 de abril de 2016. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  51. «Austrian Charts > Selena Gomez & The Scene» (em alemão). austriancharts.at Hung Medien. Consultado em 19 de outubro de 2010 
  52. «Discografie». Ultratop (em neerlandês). Consultado em 18 de julho de 2016 
  53. «Belgium Selena Gomez Discography (WA)». Ultratop (em francês) 
  54. a b «Discographie Selena Gomez». French Charts Portal. Hung Medien. Consultado em 8 de julho de 2016 
  55. a b «Chart Track» (em inglês). Irish Albums Chart. Irish Recorded Music Association. Consultado em 8 de julho de 2016 
  56. «Discography Selena Gomez». Spanish Charts Portal. Hung Medien. Consultado em 8 de julho de 2016 
  57. Jones, Alan (2 de fevereiro de 2015). «Official Charts Analysis: Meghan Trainor debut pushes Ronson from top albums spot with sales of 25,246». Music Week. Consultado em 22 de fevereiro de 2020 
  58. «Universal Music Brasil». www.facebook.com. Consultado em 16 de maio de 2017 
  59. «Certificados Musicales Amprofon». www.facebook.com. Consultado em 16 de maio de 2017 
  60. «iTunes – Music – Another Cinderella Story (feat. Selena Gomez) – EP by Selena Gomez». iTunes Store. Consultado em 1 de julho de 2016 
  61. «For You – EP by Selena Gomez». Apple Music. Consultado em 5 de novembro de 2019 
  62. «Pandora Archive» (PDF) (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 27 de julho de 2013 
  63. a b «Single - Selena Gomez, Come & Get It» (em alemão). Media Control Charts. Cópia arquivada em 31 de julho de 2013 
  64. «Chart history: New Zealand». charts.org. New Zealand Singles Chart / Hung Medien. Consultado em 18 de Agosto de 2012 
  65. «Archive Chart» (em inglês). UK Singles Chart. Official Charts Company. Consultado em 21 de julho de 2013 
  66. «IFPI». www.ifpi.no. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  67. «Selena C&GI VEN» (PDF) 
  68. «www.aria.com.au/pages/aria-charts-accreditations-singles-2013.htm». www.aria.com.au. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  69. a b «ifpi.dk | Musikselskaber 2015 - tal og perspektiver». IFPI.dk 
  70. «The Official New Zealand Music Chart». THE OFFICIAL NZ MUSIC CHART. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  71. «Certificaciones Amprofon | Amprofon». www.amprofon.com.mx. Consultado em 9 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 4 de março de 2016 
  72. «APROFON» [ligação inativa]
  73. «Certificaciones Venezuela 2013» (PDF) 
  74. «ifpi.dk | Musikselskaber 2016 - tal og perspektiver». IFPI.dk 
  75. «ifpi.dk | Musikselskaber 2016 - tal og perspektiver». IFPI.dk 
  76. «IFPI SWE». Arquivado do original em 12 de maio de 2013 
  77. «SUE SEL» [ligação inativa]
  78. «Selena Gomez Charts on Twitter». Twitter 
  79. «ARIA Australian Top 40 Urban Singles | Australia's Official Top 40 Urban Songs - ARIA Charts | ARIA Charts». 26 de maio de 2016. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  80. «ifpi.dk | Musikselskaber 2015 - tal og perspektiver». IFPI.dk 
  81. «FIMI - Nuova certificazione - FIMI». www.fimi.it. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  82. «ZPAV :: Bestsellery i wyróżnienia - Wyróżnienia - Platynowe płyty CD - Archiwum». bestsellery.zpav.pl. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  83. «The Official New Zealand Music Chart». THE OFFICIAL NZ MUSIC CHART. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  84. «Selena Gomez feat A$AP Rocky - Good For You». Selena Gomez feat A$AP Rocky - Good For You - Elportaldemusica.es: Novedades y Listas Oficiales de Ventas de Música en España. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  85. «Certificados Musicales Amprofon... - Certificados Musicales Amprofon | Facebook». www.facebook.com. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  86. «ZPAV :: Bestsellery i wyróżnienia - Wyróżnienia - Platynowe płyty CD - Archiwum». bestsellery.zpav.pl. Consultado em 8 de dezembro de 2016 
  87. «Selena Gomez Charts on Twitter». Twitter 
  88. a b «IFPI SUE». Arquivado do original em 3 de maio de 2013 
  89. «ifpi.dk | Musikselskaber 2015 - tal og perspektiver». IFPI.dk 
  90. a b c «FIMI - Certificazioni - FIMI». www.fimi.it. Consultado em 8 de dezembro de 2016 
  91. «The Official New Zealand Music Chart». THE OFFICIAL NZ MUSIC CHART. Consultado em 8 de dezembro de 2016 
  92. «www.aria.com.au/pages/SingleAccreds2016.htm». www.aria.com.au. Consultado em 8 de dezembro de 2016 
  93. «Selena Gomez Charts on Twitter». Twitter 
  94. «The Official New Zealand Music Chart». THE OFFICIAL NZ MUSIC CHART. Consultado em 8 de dezembro de 2016 
  95. «AUS SEL KEWK» 
  96. «Selena Gomez Charts on Twitter». Twitter 
  97. «"Kill Em With Kindness" recebe certificado de Ouro no Brasil». Selena Gomez Brasil. 16 de setembro de 2016. Consultado em 8 de dezembro de 2016 
  98. Musikindustrie, Bundesverband. «BVMI | Datenbank». www.musikindustrie.de (em alemão). Consultado em 24 de julho de 2017 
  99. «ZPAV :: Bestsellery i wyróżnienia - Wyróżnienia - Złote płyty CD - Archiwum». bestsellery.zpav.pl. Consultado em 8 de dezembro de 2016 
  100. «IFPI DEN» 
  101. «ARIA CHARTS» 
  102. «FIMI - Certificazioni - FIMI». www.fimi.it (em italiano). Consultado em 28 de abril de 2017 
  103. «Listas semanales - Listas - Promusicae - Productores de Música de España». www.promusicae.es (em espanhol). Consultado em 24 de julho de 2017 
  104. «Belgica Certificações» 
  105. «The Official New Zealand Music Chart». THE OFFICIAL NZ MUSIC CHART (em inglês). Consultado em 31 de março de 2017 
  106. «Selena Gomez Charts on Twitter». Twitter 
  107. «ifpi.dk | Musikselskaber 2016 - tal og perspektiver». IFPI.dk 
  108. «IFPI Austria - Verband der österreichischen Musikwirtschaft». www.ifpi.at. Consultado em 28 de abril de 2017 
  109. Hung, Steffen. «The Official Swiss Charts and Music Community». www.swisscharts.com. Consultado em 21 de maio de 2017 
  110. «ARIA CHARTS» 
  111. «"Kill Em With Kindness" recebe certificado de Ouro no Brasil». Selena Gomez Brasil. 16 de setembro de 2016. Consultado em 8 de dezembro de 2016 
  112. «FIMI - Certificazioni - FIMI». www.fimi.it (em italiano). Consultado em 28 de abril de 2017 
  113. «FIMI - Certificazioni - FIMI». www.fimi.it (em italiano). Consultado em 28 de abril de 2017 
  114. «ARIA CHARTS» 
  115. «ARIA CHARTS» 
  116. a b «Certificeringer» (em Danish). International Federation of the Phonographic Industry. Consultado em 18 de setembro de 2018 
  117. «Certificações (Nova Zelândia) (single) – Selena Gomez – Lose You to Love Me» (em inglês). Recorded Music NZ. Consultado em 7 de dezembro de 2019 
  118. «NZ Hot Singles Chart». Recorded Music NZ. 20 de abril de 2020. Consultado em 18 de abril de 2020 
  119. «Veckolista Heatseeker, vecka 16». Sverigetopplistan. Consultado em 18 de abril de 2020 
  120. «NZ Hot Singles Chart». Recorded Music NZ. 6 de julho de 2020. Consultado em 3 de julho de 2020 
  121. McIntyre, Hugh (11 de agosto de 2020). «Blackpink Announces Their New Single Will Feature Selena Gomez». Forbes. Consultado em 12 de agosto de 2020 
  122. «Selena Gomez Album & Song Chart History - Hot 100». Billboard. Consultado em 4 de fevereiro de 2010 
  123. «Pandora Archive» (PDF) (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 25 de junho de 2016 
  124. «Selena Gomez Discography». Denmark Charts Portal. Hung Medien. Consultado em 10 de novembro de 2015 
  125. «Discography Selena Gomez». Italian Charts Portal. Consultado em 25 de junho de 2016 
  126. «Discography Selena Gomez». New Zealand Charts Portal. Hung Medien. Consultado em 25 de junho de 2016 
  127. «UK Chart – Selena Gomez». UK Charts. Consultado em 25 de junho de 2016 
  128. «Certificeringer». ifpi.dk 
  129. «ARIA - Accreditations - 2015 Singles». Aria.com.au. Consultado em 31 de maio de 2015 
  130. «FIMI - Certificazioni - FIMI». www.fimi.it. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  131. «ZEDD FEAT. SELENA GOMEZ – I WANT YOU TO KNOW» (em Swedish). Grammofon Leverantörernas Förening. Consultado em 15 de janeiro de 2016 
  132. «Nielsen SoundScan charts – Digital Songs – Week Ending:7/06/2017» (PDF). Nielsen SoundScan. Consultado em 3 de agosto de 2018. Cópia arquivada (PDF) em 4 de julho de 2018 
  133. «Les Chansons les plus Vendues en 2016» (em French). Infodisc.fr. Consultado em 18 de março de 2019 
  134. «FIMI - Certificazioni - FIMI». www.fimi.it. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  135. «ARIA CHART WATCH #394 | auspOp». auspOp (em inglês). 12 de novembro de 2016 
  136. «Listas semanales - Listas - Promusicae - Productores de Música de España». www.promusicae.es. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  137. «NZ Top 40 Singles Charts». Recorded Music NZ. Consultado em 29 de julho de 2016 
  138. «ultratop.be - ULTRATOP BELGIAN CHARTS». ultratop.be. Consultado em 9 de dezembro de 2016 
  139. «Certificeringer». International Federation of the Phonographic Industry. Consultado em 16 de agosto de 2016 
  140. Hung, Steffen. «The Official Swiss Charts and Music Community». www.swisscharts.com. Consultado em 4 de fevereiro de 2017 
  141. a b c d e f g h i j k «Selena Gomez – Chart History: Bubbling Under Hot 100». Billboard. Consultado em 22 de Fevereiro de 2019 
  142. «Veckolista Heatseeker - Vecka 40, 7 oktober 2016» (em sueca). Grammofon Leverantörernas Förening. Consultado em 22 de Fevereiro de 2019 
  143. «Bad Bunny and Ozuna Command Nielsen Music's Mid-Year 2019 Latin Charts». Billboard. 2 de julho de 2019. Consultado em 2 de julho de 2019 
  144. Bustios, Pamela (8 de outubro de 2018). «DJ Snake, Selena Gomez, Ozuna & Cardi B's 'Taki Taki' Debuts at No. 1 on Hot Latin Songs Chart». Billboard. Consultado em 13 de dezembro de 2019 
  145. Murray, Gordon (23 de outubro de 2018). «DJ Snake, Selena Gomez, Ozuna & Cardi B's 'Taki Taki' Tops Dance/Electronic Streaming Songs Chart». Consultado em 13 de maio de 2019 
  146. «Les Chansons les plus Vendues en 2018» (em French). Infodisc.fr. Consultado em 31 de outubro de 2019 
  147. «Song Downloads Yearly Chart 2019 Germany» (em German). Oljo.de. Consultado em 27 de setembro de 2019. Arquivado do original em 8 de dezembro de 2019 
  148. «Hot 40 Singles - 4 February 2019». Recorded Music NZ. Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  149. «Veckolista Heatseeker, vecka 5» (em Swedish). Grammofon Leverantörernas Förening. Consultado em 2 de abril de 2019 
  150. «Discographie Selena Gomez». French Charts Portal. Hung Medien. Consultado em 25 de junho de 2016 
  151. «Discografie Selena Gomez». dutchcharts.nl 
  152. «Discographie Selena Gomez» (Clicar em "Charts") (em German). Swiss Charts Portal. Hung Medien 
  153. «Archive Chart» (em inglês). UK Singles Chart. Official Charts Company. Consultado em 21 de julho de 2013 
  154. «Selena Gomez – Chart History: Latin Digital Songs Sales». Billboard. Consultado em 26 de março de 2020 
  155. «Ultratop.be - Selena Gomez - Come & Get It» (em francês). Ultratop 40. Hung Medien. Consultado em 13 de abril de 2013 
  156. «Selena Gomez Discography». Consultado em 26 de março de 2020 
  157. «Top City & Country Radio Hits (20 Mar - 26 Mar 2020)». Tophit. Consultado em 26 de março de 2020 
  158. «Ask Billboard: Demi Lovato's Career Album & Song Sales». Billboard. 15 de outubro de 2017. Consultado em 3 de agosto de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]