Discussão:Educação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa




Untitled[editar código-fonte]

Ninguém escapa da educação. Em casa, na rua, na igreja, ou na escola, de um modo ou de muitos todos nós envolvemos pedaços da vida com ela: para aprender, para ensinar, para aprender-e-ensinar. Para saber, para fazer, para ser ou para conviver, todos os dias misturamos a vida com a educação. Com uma ou com várias:Educações. E já que pelo menos por isso sempre achamos que temos alguma coisa a dizer sobre a educação que nos invade a vida, por que não começar a pensar sobre ela com o que uns índios uma vez escreveram?

Há muitos anos nos Estados Unidos, Virgínia e Maryland assinaram um tratado de paz com os índios das Seis Nações. Ora, como as promessas e os símbolos da educação sempre foram muito adequados a momentos solenes como aquele, logo depois os seus governantes mandaram cartas aos índios para que enviassem alguns de seus jovens às escolas dos brancos. Os chefes responderam agradecendo e recusando. A carta acabou conhecida porque alguns anos mais tarde Benjamin Franklin adotou o costume de divulgá-la aqui e ali. Eis o trecho que nos interessa:

“...Nós estamos convencidos, portanto, que os senhores desejam o bem para nós e agradecemos de todo o coração. Mas aqueles que são sábios reconhecem que diferentes nações têm concepções diferentes das coisas e, sendo assim, os senhores não ficarão ofendidos ao saber que a vossa idéia de educação não é a mesma que a nossa. ...Muitos dos nossos bravos guerreiros foram formados nas escolas do Norte e aprenderam toda a vossa ciência. Mas, quando eles voltavam para nós, eles eram maus corredores, ignorantes da vida da floresta e incapazes de suportarem o frio e a fome. Não sabiam como caçar o veado, matar o inimigo e construir uma cabana, e falavam a nossa língua muito mal. Eles eram, portanto, totalmente inúteis. Não serviam como guerreiros, como caçadores ou como conselheiros. Ficamos extremamente agradecidos pela vossa oferta e, embora não possamos aceitá-la, para mostrar a nossa gratidão oferecemos aos nobres senhores de Virgínia que nos enviem alguns dos seus jovens, que lhes ensinaremos tudo o que sabemos e faremos, deles, homens.”

  • Creio que o conceito de educação precisa ser melhor trabalhado, mais aprofundado e, de algum modo, recriado. A concepção aqui explicitada, além de truncada, apresenta uma visão "transmissionista" (se essa palavra existir) em detrimento da visão dialógica, dialética e construtivista. Colegas educadores, mãos no arado!

Reformulação[editar código-fonte]

O artigo precisa de uma refomulação. O conteúdo relativo ao ensino e à legislação estão inadequados e caberiam sim em outro artigo, com titulo de "Ensino", "Legislação do Ensino no Brasil" ou algo assim; já que dizem respeito não a educação, mas sim à Prática Educativa. Tendo-se em conta que a educação é alfo bem mais complexo e pode tanto ser aquela vista na escola, no partido politico, no sindicato, enfim, como também aquela vista no convívio social de forma não-intencional e institucionalizada, melhoremos o artigo. Tentei dar essa idéia do conceito na reformulação que fiz no conceito, mas ainda precisa ser aprimorado. Para indicações, alguns livros de Didática e Antropologia são muito bons.

Educação e Ensino[editar código-fonte]

Não são a mesma coisa! E este artigo trata de ensino, não de educação. Urgente reformulá-lo, o que proponho fazê-lo. FabioSJ (discussão) 22h34min de 30 de Março de 2008 (UTC)

Educação hoje é algo que precisa ser repensada, pois muitos não levam a sério o que é educação. Educação é para os pais e Ensinamentos são para professores , vamos levar mais a sério a educação de seus filhos.

Educação vs. Escolarização[editar código-fonte]

Algo demonstrativo da confusão entre os processos educacionais e os processos escolares é, no tópico Educação, surgir um mapa de distribuição alfabetismo pelo mundo. Alfabetizar é uma das funções da Educação Escolar; há Educação inclusive nos grupos que não passam pelo processo de alfabetização. Deste modo, este mapa de distribuição de alfabetismo pelo planeta faz mais sentido na página alfabetização do que na de educação - isso se quisermos conceituar educação de modo amplo e não de modo a confundí-la com educação escolar. --Skyhellion 15h21min de 3 de Dezembro de 2008 (UTC)

Avaliação de qualidade[editar código-fonte]

Avaliei este artigo como qualidade 2 por ser um artigo extenso com problemas de referência (faltam fontes na seção 3). CasteloBrancomsg 21h29min de 12 de dezembro de 2011 (UTC)