Discussão:Eleições municipais no Brasil em 2020

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Escalada autoritária[editar código-fonte]

Tem ligação sim com a frase. Por que outro motivo Bolsonaro iria interferir nas eleições? Escrever o que escrevi esclarece o que vem em seguida. --Bageense(fala) 17h36min de 30 de setembro de 2020 (UTC)

PS: Além disso, expressões como essa servem como contrapeso ao conteúdo que escrevi, pois assim não fica parecendo que a onda conservadora foi algo positivo. --Bageense(fala) 17h42min de 30 de setembro de 2020 (UTC)

A frase não tem o objetivo de indicar que o presidente da República interferiria de maneira ilegal nas eleições, mas que afirmou, mais de uma vez, que não tinha a intenção de servir como cabo eleitoral. No Brasil, as eleições municipais servem como espécie de eleição de meio de mandato, em que os resultados podem revelar o quão popular, ou não, o governo federal é. Érico (disc.) 19h21min de 9 de outubro de 2020 (UTC)

Fontes para quem quiser melhorar o artigo.--Raimundo57br (discussão) 01h04min de 18 de novembro de 2020 (UTC)

Resultados[editar código-fonte]

Eu pretendia escrever um parágrafo sobre os resultados das eleições na introdução, mas essa matéria do Jornal Nacional (https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2020/11/16/resultados-do-primeiro-turno-mostram-avanco-dos-partidos-de-tendencia-politica-de-centro.ghtml) está confusa. Diz que os partidos de tendência de centro avançaram, mas o MDB perdeu prefeituras, o DEM teve mais, e o PT menos ainda que em 2016. Parece que a vitória foi da direita. Deixo a questão aberta aqui para discutirmos. --Bageense(fala) 20h53min de 17 de novembro de 2020 (UTC)

Os números mostram um claro fortalecimento da centro-direita, enfraquecimento da esquerda e resultado decepcionante da direita, se comparado com os números obtidos nas eleições presidenciais de 2018. Em 2016, pouco existiam forças abertamente de direita, diferentemente do que ocorre desde 2018.--Raimundo57br (discussão) 01h08min de 18 de novembro de 2020 (UTC)
@Raimundo57br: Errado, a direita já era autodeclarada em 2016. De todo modo, falta explicar por que o Jornal Nacional disse que houve um avanço dos partidos de centro --Bageense(fala) 01h55min de 18 de novembro de 2020 (UTC)
Quem eram os candidatos da direita em 20016??? Qual era o partido de direita relevante em 2016?--Raimundo57br (discussão) 05h00min de 20 de novembro de 2020 (UTC)
@Raimundo57br: Ora, que pergunta! Basta ler o segundo parágrafo de Eleições municipais no Brasil em 2016, que aliás eu mesmo escrevi. Enfim, o que eu quero é fazer o mesmo aqui. Quero escrever um resumo dos resultados destas eleições na introdução. --Bageense(fala) 05h49min de 20 de novembro de 2020 (UTC)
Observe que, em 2020, Crivella, de direita, pois apoiado por Bolsonaro, foi derrotado no 1º turno e deve ser derrotado no segundo turno (segundo pesquisas), por Paes, que é de centro. Em São Paulo, o favorito é Covas Neto, que é centro, Dória é de centro direita, considerando que Bolsonaro é de direita. Então há um fortalecimento do centro e centro direita e não da direita (bolsonarismo).--Raimundo57br (discussão) 12h52min de 20 de novembro de 2020 (UTC)

Amapá[editar código-fonte]

Importante incluir no artigo o adiamento da votação no Amapá.--Raimundo57br (discussão) 01h13min de 18 de novembro de 2020 (UTC)

@Raimundo57br: Bem lembrado. Para que dia ficaram as eleições por lá? --Bageense(fala) 01h57min de 18 de novembro de 2020 (UTC)
Acho que ainda não tem data certa https://g1.globo.com/ap/amapa/eleicoes/2020/noticia/2020/11/12/barroso-atende-a-pedido-do-tre-do-amapa-e-adia-eleicoes-em-macapa.ghtml --Raimundo57br (discussão) 03h58min de 19 de novembro de 2020 (UTC)
@Raimundo57br: Essa matéria é do dia 12. A que está no artigo é de ontem. --Bageense(fala) 04h10min de 19 de novembro de 2020 (UTC)

Mudanças em relação à eleição anterior[editar código-fonte]

A única mudança é o fim das coligações, a "clausula de barreira" (10% do QE) já existia na eleição de 2016, vide: http://g1.globo.com/politica/eleicoes/2016/noticia/2016/09/nova-lei-preve-desempenho-minimo-nas-urnas-para-candidato-vereador.html --Raimundo57br (discussão) 13h03min de 20 de novembro de 2020 (UTC)

@Raimundo57br: Certeza mesmo? Bom, removi novamente o trecho sobre a cláusula de barreira. --Bageense(fala) 19h15min de 20 de novembro de 2020 (UTC)
Vide fonte: http://g1.globo.com/politica/eleicoes/2016/noticia/2016/09/nova-lei-preve-desempenho-minimo-nas-urnas-para-candidato-vereador.html --Raimundo57br (discussão) 19h18min de 20 de novembro de 2020 (UTC)

A seção poderia ser simplesmente um parágrafo de "processo eleitoral", a meu ver. Érico (disc.) 04h28min de 21 de novembro de 2020 (UTC) ───────────────────────── @Érico: Também pensei nisso, mas uma seção própria dá mais destaque a esse detalhe importante. Na verdade, pensei em uma subseção de processo eleitoral.

Mas, falando na seção processo eleitoral, poderia explicar a mim e ao Raimundo57br que está aqui presente por que você quer manter na seção um texto sobre as eleições municipais em geral?

Os 5.570 municípios do país elegem seus representantes locais a cada quatro anos, por meio do sufrágio universal e pelo voto direto e secreto.[14][15] O voto é obrigatório, sendo facultativo para maiores de 16 anos e menores de 18 anos, maiores de 70 anos e os analfabetos[...]
— pequeno trecho do texto

Que novidade há nisso? Quem quiser saber como funcionam as eleições no país deveria dirigir-se a Eleições no Brasil, linkado no topo da seção como "ver também" (— é ver também, e não "artigo principal". Por isso essas informações devem ser removidas). --Bageense(fala) 06h29min de 21 de novembro de 2020 (UTC)

Não, não devem. São informações básicas e pertinentes. Você, eu e boa parte pode ter conhecimento do assunto, mas o leitor em geral não deve ser obrigado a acessar outros artigos para ter o contexto mínimo sobre o processo eleitoral. Érico (disc.) 06h45min de 21 de novembro de 2020 (UTC)
@Érico:
  1. Trata-se sim de uma confusão. O artigo sobre as eleições de 2020 já pressupõe um conhecimento básico do processo eleitoral. Quer que essas informações básicas sejam repetidas em todos os artigos?
  2. Essas informações não são cruciais para o entendimento deste artigo. Ninguém vai deixar de entender o artigo porque não sabe que maiores de 70 anos não são obrigados a votar.
  3. O artigo está muito enfadonho da forma atual. Ninguém vai ler esses textos longos e chatos. Ainda bem que você não quis colocar de volta no artigo o cálculo do QE... --Bageense(fala) 18h04min de 21 de novembro de 2020 (UTC)
Não é nenhuma "confusão". Nenhum artigo deve presumir que o leitor tem o conhecimento básico sobre o assunto. Pelo contrário, seções sobre "contexto" são naturais em uma enciclopédia. Não é atoa que o processo eleitoral dos EUA é explicado em uma seção no artigo sobre a eleição presidencial daquele país. No caso deste artigo, você está, de forma equivocada, falando que o texto é "enfadonho" por ter um parágrafo explicando dados fundamentais sobre o processo eleitoral pertinente às eleições municipais. Érico (disc.) 00h06min de 22 de novembro de 2020 (UTC)