Discussão:Estrangeirismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Deve ser removemido o período que consta no final do artigo. Qualquer alerta ao autor sobre a desorganização de seu texto -- e que de fato é valida -- deve ser feita na página de discussão. o comentário precedente não foi assinado por Tobal (discussão • contrib.)

Desafio os vários cooperantes, se concordarem comigo, a juntar, a cada termo, o termo de proveniência e sinónimo aconselhado, se assim se justificar. Não acrescentei à página A título de ilustração, atente-se ao seguinte exemplo:

  • detalhe (détail): pormenor;

Nuno Rafael Figueiredo 18:33, 20 Julho 2006 (UTC)

Como pode o comite central do partido comunista chines poadronizar o idioma português? E isso virar norma e passar a ser a regra na wikipédia!

Pequim de Camões e Fernando Pessoa virou para Beiging de Mao Formosa nome cantado à 500 anos virou Taiwan de Kai-shek (República da China). Resgate o idioma Português, diga não a estrangeirismos --marcomartim 11:37, 24 Dez 2007 (HL)

Idiotism deletado na en [1] Jurema Oliveira (discussão) 17h56min de 1 de abril de 2009 (UTC)

Segundo o dicionário de línguística idiotismo é toda construção que aparece como própria de uma língua, não possuindo nenhum correspondente sintático em outra. O infinitivo flexionado é idiotismo do português; o apresentativo c'est é um idiotismo francês (galicismo); haw do you do? é um idiotismo inglês (anglicismo). Têm-se, assim, germanismos, latinismos, belenismos, etc.

Bem mais explicado do que está no artigo. Jurema Oliveira (discussão) 14h51min de 24 de junho de 2009 (UTC)