Discussão:Fotografia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Untitled[editar código-fonte]

Olá Penso que devemos ponderar melhor a seguinte informação: "Em 1990, a Kodak lançou o DCS 100, a primeira câmera digital comercialmente disponível." Bem, já ouvi por outras fontes que uma Sony Mavica tinha sido a primeira, antes. Não tenho aqui o livro onde menciona essa informação, contudo penso que a informação publicada em: http://inventors.about.com/library/inventors/bldigitalcamera.htm levanta algumas dúvidas e requer uma maior ponderação nesta afirmação. Atentamente Óscar

Patrick, creio que esta sugestão deveria ser submetida ao autor do texto na Wiki em inglês que acha? Jurema Oliveira 13:53, 15 Set 2004 (UTC)
Óscar nos indicou uma página que corrobora a informação sobre a Kodak e faz uma pequena retificação (1991 ao invés de 1990 como ano de lançamento, confirmei na página da kodak). Vamos aguardar que ele traga as fontes que indicam a Sony Mavica como a primeira. --Patrick 11:59, 16 Set 2004 (UTC)

Por que fotografia? O homem se expressando na forma, na cor ou no som tem o desejo oculto de se perpetuar através dos tempos. O fantasma da limitação da vida leva-o a buscar um meio de se continuar, e para isso recorre às artes. E quando lhe permite os meios, com as ferramentas que dispõe, se expressa com exaltação, revelando o seu eu oculto, o artista. Daí a fotografia. Daí o clic. Fácil, leve, mecânico. É imediata. A fotografia é mágica. É querer e fazer. O homem com ânsia de se eternizar se eterniza na fotografia, naquilo que vê, naquilo que o vislumbra. Ele perpetua sua geração fotografando o filho. Ele se perpetua na casa que construiu e na qual tirou foto com a família. Com uma foto ele congela um aniversário, um casamento ou um passeio, sempre para resistir ao tempo, subjugando-o. Esse clic pode também transcender a um simples registro. Pode também produzir arte. Sebastião Carvalho Leme. - Marília SP Brasil. leme@fotoemfoco.art.br


Mas que mala! Osias 19:26, 17 Nov 2004 (UTC)

Alterações por 200.188.166.148[editar código-fonte]

Citando 200.188.166.148:

Segundo o site http://forum.brfoto.com.br,Antoine Hercule Romuald Florence, francês, que morou (por 49 anos) e morreu em Campinas, é considerado por muitos, principalmente no Brasil, o verdadeiro inventor da fotografia. Hercule Florence foi pintor, inventor, e dono de tipografia. Também é atribuída a ele, junto com o boticário Joaquim Correa de Mello a criação da palavra “photographie”. Mas, em 1839, ao saber dos resultados de Daguerre, abandonou suas pesquisas. Não divulgou de forma correta suas descobertas e caiu no esquecimento

Estudei alguma história da fotografia e nunca ouvi esta teoria. O confilto sobre quem inventou a fotografia existe sim, mas entre Fox Talbot, Daguerre e Niépce. Vou reverter até encontrar fontes oficiais que sustentem esta teoria. --OsvaldoGago 18:55, 25 Jun 2005 (UTC)


De fato Hercule Florence é tido como um dos inventores da fotografia. O responsáel pela pesquisa acerca de Hercule é Boris Kossoy, atualmente professor ligado à Universidade de São Paulo.

No Currículo Lattes do professor, há a seguinte descrição do livro A Descoberta da Fotografia no Brasil:

"Pesquisa dsenvolvida com recursos próprios, na qual foi possível recuperar as experiências precursoras de Hercule Florence com a fotografia, levadas a efeito na Vila de São Carlos (Campinas)a partir de 1833, e que culminaram com a descoberta independente de um processo fotográfico. Trata-se de uma descoberta pioneira nas Américas e contemporâneas às descobertas que eram desenvolvidas por pesquisadores na França, Inglaterra, Alemanha e outros países europeus. A pesquisa foi desenvolvida em São Paulo e em Rochester, New York, onde, através do Rochester Institute of Technology, foi possível comprovar a viabilidade dos métodos e materiais empregados por Florence em suas pesquisas. Duas edições do livro "Hercules Florence, 1833: a descoberta isolada da fotografia no Brasil" foram publicadas, encontrando-se a terceira (pela EDUSP)no prelo. Uma versão em espanhol da obra foi publicada em 2004 pelo Instituto Nacional de Antropologia e História - INAH do México. As realizações de Florence no campo da Fotografia são hoje amplamente disseminadas no meio acadêmico e institucional no Brasil e no Exterior."


Eliminação de capítulos[editar código-fonte]

Consideros os capítulos, Economize fotografias, Fotogenia, Clube de fotógrafos, fora do assunto do artigo e acho que devem ser apagados. --OS2Warp msg 01:32, 24 Junho 2006 (UTC)

Eu acredito que os mesmos devem ser apenas melhorados e discutirmos melhor com os editores antes de deletarmos. Jonas Tomazini 13:12, 26 Junho 2006 (UTC)
O artigo tem informação demais, informação fragmentada, e que não se aprofunda. Há seções, como a fotógrafos, que poderiam ser removidas ou se tornarem novos artigos. Já o caso da história da fotografia considero mais grave. Um tema dessa amplitude não "cabe" aqui; ademais, já existe um artigo exclusivo para história da fotografia. -- Leandro Oliveira discussão 01:34, 8 Julho 2006 (UTC)

reconstrução[editar código-fonte]

Penso que se deve dar um caracter mais cientifico ao texto. Talvez uma "verdadeira" explicação do que é a fotografia fosse mais adquado. Simplesmente porque a maioria das procuras no google é feita por um caracter tecnico, e aqui o objectivo é esclarecer. Cumprimentos

PS: Estou a escrever uma reconstruçao do site, mas antes de uma substituiçao, será aqui colocado para aprovação. Caso achem apropriado, será lançado.

PB[editar código-fonte]

Difícil salvar alguma coisa nas seções relacionadas a fotografia PB. Essa frase merece prêmio: "Na P&B se aproveita a luz e a sombra para fazer efeitos que as deixam bem mais lindas". Proponho apagar esse monte de abobrinhas.

Pensando bem, todo o artigo está muito ruim. Vou tentar reescrever. Maprieto 16:11, 6 Dezembro 2006 (UTC)


_ Concordo plenamente com você, Maprieto. O trecho sobre PB e Meio tom está totalmente inaceitável. A discussão ao fim, sobre o embate digital vs químicos foi totalmente generalizado e merecia, quem sabe, um artigo próprio. O autor ainda esqueceu de que é possível fazer as "lindas" fotos em PB com um equipamento digital. Não gostaria de parecer arrongante e pretendo, quando me sobrar tempo, corrigir o que julgo errado de acordo com as regras do WP. Abraços,

Segue o trecho: "Na P&B se aproveita a luz e a sombra para fazer efeitos que as deixam bem mais lindas, tanto que existem pessoas que fotografam apenas preto e branco mesmo com o advento do equipamento digital. Desta forma é algo precipitado o debate que coloca em cheque os processos químicos preto e branco frente à tecnologia digital." rafael vilela 15:31, 14 Dezembro 2006 (UTC)


Cara, a questão não é de digital vs tradicional. O problema é de falta de conhecimento mesmo. A impressão que dá é que quem contribuiu para o artigo como ele está agora não sabe nada sobre técnica fotográfica (as muitas citações do Barthes já são fortes indicações disso). Eu *acho* que o que se tentou dizer é que negativos, principalmente os mais modernos, têm uma latitude de exposição muito maior (de dois a três pontos) que os sensores digitais, o que é fato. Se isso vai deixar as fotos "bem mais lindas", se isso torna "precipitado o debate entre digital e tradicional", etc., são coisas totalmente irrelevantes no contexto de um artigo enciclopédico. Se é possível fazer PB de digital (claro que é) também não vem ao caso. O que faltou foi um mínimo de conhecimento de causa para se falar do assunto, isso sem falar de uma pitadinha de discernimento para como se expressar corretamente. Maprieto 18:36, 9 Dezembro 2006 (UTC)

Alterei a seção pra tentar amenizar as abobrinhas. 2006!! --Ricardobeat (discussão) 19h17min de 10 de agosto de 2009 (UTC)

Inclusão de Site na listagem final do artigo[editar código-fonte]

Caros colegas,

Gostaria de uma revisão cmpleta dos sites listados na parte de Artigos externos. Acredito haver uma questão de "monopólio" da sessão para fins individuais. Por diversas vezes tentei incluir o site www.techfotos.com, que traz informações, artigos, roteiros fotográficos, biografia de fotografos, dicas, truques, etc na sessão. Todas as vezes o site é excluído. Gostaria de saber o motivo, pois considero o site bastante informativo, é um site sem fins comerciais, não possui banners ou qualquer forma de venda e a meu ver, em nada é diferente dos demais sites listados, exceto que é um dos poucos em lingua PORTUGUESA!

Coloco em discussão para avaliação. o comentário precedente não foi assinado por Dbrunod (discussão • contrib.)

Caro usuário. Já lhe foi explicado uma vez na sua página de discussão o porquê da reversão. Eu considero que o site exposto traz um pouco daquilo que já existem nos outros sites, criando redundância. Se você tiver algum outro link com informações novas, por favor, acrescente-o. Obrigado! Sam  |msg|  15h33min de 13 de Outubro de 2007 (UTC).

Um pouco mais sobre fotografia.[editar código-fonte]

Existem ainda estilos ou métodos de fotografia praticados, estes exigem algum conhecimento além de muita dedicação para que o fotógrafo desenvolva suas potencialidades, voltando-se ao fim que busca em cada registro e captura. Entre vários exemplos temos: MIMETISMO: Consiste em uma captura onde a rigor do próprio termo, procura uma semelhança intrinseca entre o objeto de foco e o ambiente onde ele se encontra. URBANAS: Consiste em capturar cenas e cenários urbanos hodiernos. AÉREAS: Consiste em imagens capturadas sob alturas que expressem um panorama aéreo. MICROSCÓPICAS: Difundidas e mais praticadas na comunidade científica, captura microorganismos invisíveis a olho nú. NOTURNAS: São especificamente capturadas com enfase em ajustes das variáveis de tempo do oburador e abertura do diafragma, imperativamente a noite. PANORÂMICAS: Consistem em de cenários com de profundidade de campo, mostrando grande área de captura de imagem. PERSPECTIVA: Consiste em cenas com profundidade em difusão nas linhas elementares de captura, oferecendo um panorama angular longitudinal ou convergente. AQUÁTICAS: Exigem um grande aparato técnico de mergulho, somado a um bom condicionamento físico e acessórios específicos, além de um treinamento empírico. PINHOLE: Especificas de equipamentos manufaturados, artesã e saudosista.

A fotografia assume grande peso em relação as obras de arte, onde antes a imagem era remetida apenas através de uma única cópia, com o advento da fotografia, as imagens se multiplicaram, começando então a era da informação e multiplicação.

A Fotográfia[editar código-fonte]

Quando É Que A Fotográfia Começou A Fazer Parte Da Vida Humana? Leno Domingos Ribeiro (discussão) 07h42min de 25 de março de 2015 (UTC)

Olá Leno. Não sei qual a data, mas aqui está um artigo que fala sobre algumas das fotografias mais antigas de que há registo. DPReview Carlos msg 08h26min de 25 de março de 2015 (UTC)