Discussão:Governo Michel Temer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Este verbete está insatisfatório[editar código-fonte]

Nunca tive experiência com este tipo de verbete. Eu o estive tratando até agora como um artigo de eventos atuais, mas tal estratégia se revelou insustentável. O texto já possui 127.518 bytes e 31 páginas de papel. Creio que um editor mais experiente deveria reescrever o conteúdo e imprimir um novo rumo para esta importante publicação da Wikipédia. Suponho que o estilo narrativo foi o erro fatal, devendo ser substituído por um estilo descritivo, mas uma descrição pressupõe um acúmulo de informação anterior, o que nos leva a recair na narração de atos e fatos de governo. Peço a colaboração de especialistas em exposição de políticas estatais. Leandro LV (discussão) 19h33min de 31 de agosto de 2016 (UTC)

@Leandro LV: Olá. Sim, é insustentável tratar uma enciclopédia como um jornal. Por isso, muitas vezes, é preciso esperar algum tempo passar para registrar apenas os acontecimentos relevantes para o tema. Eu colaboro com um artigo parecido, sobre a Gestão José Ivo Sartori no governo do Rio Grande do Sul, e note que, embora o texto do ano de 2015 está grande, apenas escrevi o que realmente foi importante. Penso que deveria colocar todo esse texto em uma página de testes tua e chamar alguns editores para debater o assunto e colaborar lá. Eu posso ajudar. Érico (fale) 18h57min de 1 de setembro de 2016 (UTC)
Eu sinto que não se trata de anotar acontecimentos, mas sim as políticas do governo. Depois de um certo acúmulo de notícias sobre saúde ou habitação, podemos descrever a forma como o governo Temer está lidando com essas áreas. Vou colocar os atos do governo na minha página de testes, mas um resumo não será satisfatório porque é o estilo que está errado, precisamos passar da narração à descrição. Leandro LV (discussão) 19h06min de 2 de setembro de 2016 (UTC)
Está na minha página. Vou estudar o texto para ver o que pode ser feito. Leandro LV (discussão) 20h34min de 2 de setembro de 2016 (UTC)

Bem, eu fiz uma brutal redução de texto, cortando cerca de 30.000 bytes. Levando em conta minha inexperiência com este tipo de artigo, posso ter cometido erros, porém minha página de testes, lincada logo acima, contém a versão anterior, portanto um outro editor interessado também poderá escrever uma nova versão. A partir deste momento, anotarei apenas os atos e fatos do governo mais relevantes, tomando como princípio aqueles que serão valorizados em 2019, quando acabar o governo. Meu critério, então, é escrever segundo uma projeção para o futuro, esperando evitar, dessa forma, que o verbete se torne um jornal. Leandro LV (discussão) 19h02min de 7 de setembro de 2016 (UTC)

Reforma educacional[editar código-fonte]

Eu acho que alguém deveria citar a grande reforma educacional na Esplanada. É um ótimo assunto para um novo verbete. Leandro LV (discussão) 14h29min de 24 de setembro de 2016 (UTC)

Problemas técnicos[editar código-fonte]

Já faz tempo que venho com um tremendo obstáculo à edição. Sempre que vou escrever, surge uma linha sublinhada no texto. Não sei se é um bug do sistema ou uma incompatibilidade com o Firefox. Leandro LV (discussão) 02h49min de 9 de dezembro de 2016 (UTC)

Balanço de fim de ano[editar código-fonte]

Depois de vários meses, eu creio que posso fazer um balanço deste artigo. A quantidade do texto está bastante grande para um período tão curto, levando em conta que restam dois anos. Eu fiz uma redução de texto, mas não sei se fui bem sucedido, talvez nova redução deva ser feita. O estilo narrativo é intuitivo e difícil de evitar. Escrevo pensando no que o leitor vai querer saber quando o governo acabar, portanto ignoro eventos menores. A qualidade da redação está razoável, mas pretendo fazer o ajuste dos tempos verbais, visto que os atos e fatos de 2016 já podem quase todos ser transpostos para o futuro do pretérito. De resto, existem fontes suficientes para quem acha que o verbete não está satisfatório e deve ser reescrito. Leandro LV (discussão) 21h31min de 15 de dezembro de 2016 (UTC)

Cuidado com o acréscimo indiscriminado de informação[editar código-fonte]

Por favor, não coloquem nos artigos todas e quaisquer notícias que surgem. Não se esqueça que o objetivo é criar artigos enciclopédicos. Não faça da Wikipédia um catálogo de tudo e qualquer coisa que acontece. Ao adicionar uma fato recente em um artigo, tome cuidado e verifique se ele é 1) relevante o suficiente para valer a pena ser mencionado e 2) se ele é de fato associado ao tema do artigo de forma íntima.

Este artigo, assim como tantos outros (Impeachment de Dilma Rousseff, Operação Lava Jato) estão ficando extensos demais porque as pessoas incluem informações em excesso. Nem tudo o que vocês vêem na TV vale a pena ser adicionado na Wikipédia. (marcando o Instambul pq quero saber o que ele acha disso). Abs. Holy Goo (discussão) 15h34min de 23 de março de 2017 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo --Usien6 15h58min de 23 de março de 2017 (UTC)
Eu venho tomando cuidado para só adicionar fatos relevantes, mas é um período todo de governo, fica difícil evitar o aumento do texto. Leandro LV (discussão) 02h22min de 24 de março de 2017 (UTC)

Mas que relevância possui a mudança de um palácio para outro? Leandro LV (discussão) 02h25min de 24 de março de 2017 (UTC)

Carne Fraca[editar código-fonte]

Olhe: O artigo é sobre o governo Temer (reformas, ministros, gabinete, planos econômicos, privatizações, etc), não sobre coisas que aconteceram no Brasil durante o governo Temer. Entendam essa diferença. Vou tomar a liberdade para mover o conteúdo para o artigo da Lava-Jato, que é onde ele se encaixa. Talvez irei criar um artigo prórpio para a operação também.

Por último, o artigo está ficando demasiadamente longo (vide a discussão acima). Parem de ficar adicionando mais conteúdo!. Holy Goo (discussão) 21h09min de 23 de março de 2017 (UTC)

UPDATE: Pelo jeito a Carne Fraca não está no âmbito da Lava Jato. Mesmo assim, defendo que a seção sobre ela deva ser removida. Não foi o governo Temer que causou o escândalo. Holy Goo (discussão) 21h13min de 23 de março de 2017 (UTC)

Holy, o artigo é sobre o governo. O ministro da justiça do governo foi gravado na operação. O presidente foi a uma churrascaria devido à operação e não devemos citar?
Quanto ao tamanho do artigo, busque basear seus comentários em regras definidas, não em opiniões. Chico Venancio (discussão) 21h17min de 23 de março de 2017 (UTC)

@Chicocvenancio: Você então acha que vale a pena adicionar três parágrafos sobre um escândalo que o governo Temer não causou apenas porque Temer foi à uma churrascaria? E porque um ministro teve um certo envolvimento? Olhe bem. Vou comentar sobre a seção por partes:

Em 17 de março de 2017, a Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Carne Fraca, que investigou um esquema fraudulento formado por empresas frigoríficas e servidores do Ministério da Agricultura, com o propósito de adulterar a carne vendida em supermercados com aditivos químicos, particularmente com vitamina C; sendo usada para produzir uma aparência saudável em carnes estragadas. Conforme a polícia, "Os agentes públicos, utilizando-se do poder fiscalizatório do cargo, mediante pagamento de propina, atuavam para facilitar a produção de alimentos adulterados, emitindo certificados sanitários sem qualquer fiscalização efetiva". Além disso, uma das empresas estaria envolvida em fraude no fornecimento de merenda escolar no Estado do Paraná, a exemplo de salsichas contendo carne de frango, quando deveriam ser compostas por carne de peru. 

Até aqui, isso tem absolutamente nada a ver com o governo Temer. Foi algo que aconteceu no Brasil durante o seu governo, o que é outra coisa.

Em ligação telefônica interceptada pela Polícia Federal, o Ministro da Justiça, chamou o superintendente regional do Ministério da Agricultura para o Paraná, Daniel Gonçalves Filho, de "grande chefe".[121][122] Daniel é apontado pela PF como líder de uma quadrilha que contava com ao menos 8 fiscais federais agropecuários para facilitar a produção de carnes adulteradas e emitir certificados de inspeção falsos.

Aí sim tem ligação com um ministro de Temer.

A Senadora Kátia Abreu afirmou que o então deputado Osmar Serraglio, a buscou para tentar manter o fiscal Daniel como superintendente regional apesar de processo administrativo disciplinar demonstrando Daniel ter acobertado furto de outro funcionário do Ministério da Agricultura.

A senadora Kátia Abreu e o senador Osmar não são pessoas relevantes neste artigo. Não interessa o que a Kátia afirmou.

O objetivo de um artigo enciclopédico é que ele seja simples e objetivo. Sugiro que caso você queira de fato citar esse escândalo que envolve frigoríficos, que mantenha apenas o segundo parágrafo. Não dá pra deixar o artigo tão extenso. Isso foge do propósito. A Wikipédia está parecendo mais um jornal, ou um catálogo de tudo que acontece. Holy Goo (discussão) 21h34min de 23 de março de 2017 (UTC)

Só a título de informação o "então deputado Osmar Serraglio" e o agora Ministro da Justiça Osmar Serraglio, são a mesma pessoa. Chico Venancio (discussão) 21h39min de 23 de março de 2017 (UTC)
A seção, a meu ver, aborda de maneira inadequada a Operação Carne Fraca. Deveria falar brevemente da citação ao ministro da Justiça, mas a maioria de seu conteúdo deve ficar no artigo sobre o ministro - e isso se não violar WP:BPV. Por outro lado, deveria falar mais sobre os efeitos que a operação causou, principalmente econômicos (como este), e as ações que Temer tomou para contornar a crise na área. Temer não costuma participar de eventos como este tão frequentemente. Talvez deveríamos falar sobre isso em outra seção, como na relacionada a economia. Érico (fale) 21h42min de 23 de março de 2017 (UTC)

Chicocvenancio Não dá pra acreditar que você fez questão de criar um parágrafo para falar que o Temer foi à uma churrascaria, e que você inclusive colocou uma foto disso. Olha, é desanimador mesmo. Dá vontade de desistir da vida Holy Goo (discussão) 22h06min de 23 de março de 2017 (UTC)

Adicionei a tag de parcial por alguns motivos. 1) O texto ao ser incluído neste artigo induz que as fraudes ocorreram durante o governo Michel Temer, mas foi anterior a ele. 2) O texto induz que o ministro da Justiça, Osmar Serraglio cometeu as irregularidades enquanto ministro, mas foi enquanto deputado federal. 3) O texto ao mostrar o jantar de Temer em uma churrascaria o faz como tentativa de justificar os dois itens acima, quando na verdade foi feito para "tranquilizar" a população brasileira que come carne. Sds. Instambul (discussão) 22h17min de 23 de março de 2017 (UTC)
@Érico: concordo com você, e vou mais além. Não deveria ter nada sobre a operação neste artigo, porque não tem relação alguma. O atual ministro da Justiça que foi envolvido, mencionado em gravações, na época era um deputado federal. Ou o artigo deixa isto muito bem explicado ou vai ser parcial e neste caso nem deveria ter o referido conteúdo. Instambul (discussão) 22h22min de 23 de março de 2017 (UTC)
@Instambul: Pois é. Eu acho que a operação deveria ser citada em algum trecho que aborda a economia. Este resultado, se mantido, pode ser catastrófico. Érico (fale) 22h28min de 23 de março de 2017 (UTC)
Gostei de sua atitude. É isso aí mesmo. As seções de "controvérsias" em artigos, em boa parte dos casos, servem mais para editores poderem "esculachar" pessoas e entidades com o fim de prejudicar a imagem daquilo que eles não gostam. Isso só serve para adicionar viéses no artigo e para ficar dando importância e destaque desnecessário para acontecimentos que não foram tão relevantes. Holy Goo (discussão) 22h31min de 23 de março de 2017 (UTC)
@Holy Goo: obrigado! O assunto é relevante, conforme o Érico postou acima. Acontece que da forma como está no artigo induz que foi um esquema do governo Michel Temer quando na verdade o esquema veio antes, inclusive o atual ministro da Justiça era deputado federal. Eu não questionei nem a relevância da operação - até porque certamente mais coisa deve vir a ser divulgado - mas sim a relação dela com este artigo e principalmente a forma como foi escrita a seção. Sds. Instambul (discussão) 22h37min de 23 de março de 2017 (UTC)

Symbol comment vote.svg ComentárioEu anotei essa operação porque ela contou com a participação do poder público e porque causou danos ao país nas exportações. Solicito que a minha versão original seja restaurada Leandro LV (discussão) 02h17min de 24 de março de 2017 (UTC)

Houve a participação de servidores do ministério da Agricultura. Leandro LV (discussão) 02h19min de 24 de março de 2017 (UTC)
Entendi melhor o objetivo das discussões de hoje. Eu não levei em conta quem causou a crise ou quando ela começou. Levei em conta que ela é efetivamente uma crise que estourou no governo Temer e que lhe causou enormes consequências, ainda mais com a crise econômica que vivemos no momento. Quero apenas enfatizar que a crise foi incluída porque caiu no colo do presidente, essa é a justificativa para o texto. Leandro LV (discussão) 02h45min de 24 de março de 2017 (UTC)

Sobre os tempos verbais[editar código-fonte]

Eu havia feito uma revisão dos tempos verbais, mas estava cansado na hora e deixei passar vários verbos. Agradeço a quem fez novas correções hoje. Vocês achariam inadequado colocar todos os verbos no passado, a fim de contornar esse problema das atualizações periódicas? Isso seria bastante útil em termos de redação. Leandro LV (discussão) 02h40min de 24 de março de 2017 (UTC)

Não. Estaria certo. Coloque o texto em uma página de testes que eu ajudo. Há trechos que parecem ter saído de jornais e outros parciais. Érico (fale) 03h26min de 24 de março de 2017 (UTC)
Quais textos parciais? Se você encontrou falta de isenção, reescreva os textos, não tenho objeção nenhuma.Leandro LV (discussão) 03h29min de 24 de março de 2017 (UTC)
Você até pode não ter objeções. Porém, outros, sem qualquer conhecimento de regras básicas, forçam reversões para provar um ponto de vista. Enfim, li por cima. Trechos parecendo vindo de jornais: quase em todo o artigo. Trechos parciais: seção Primeiros dias de mandato, parágrafos 3, 6 e 8; seção Comunicação, parágrafo 5; seção Política, parágrafo 5; seção Romero Jucá; seção Henrique Alves; seção Suspeita de propinas; seção Caso Geddel; seção Operação Carne Fraca; e seção Reações internacionais. Outro ponto a ser debatido: deveríamos avaliar tudo que o governo "propôs", "anunciou", "sugeriu", mas não fez. Não vejo necessidade de se colocar as intenções que o governo possuía, quando elas não foram feitas. Sei que no início isso foi necessário, para se criar o artigo com algum conteúdo, mas agora não vejo mais necessidade. Érico (fale) 03h42min de 24 de março de 2017 (UTC)
Bem, quanto ao formato de jornal, há pouco que se pode fazer, pois são fatos que estão acontecendo agora e a Wikinotícias não funciona. Eu sei que esse modelo narrativo é inadequado para uma enciclopédia, mas ele se impõe pela natureza do artigo. Talvez todo o texto possa ser reescrito no fim do mandato, a partir de análises de sites especializados. Se nos propusermos a mudar o formato agora, eu não faço objeções, até tentei fazer isso e consegui algum resultado. Acho que podemos discutir sugestões para uma página melhor. Eu sempre escrevo pensando no que o leitor vai querer saber quando o governo terminar. Se algum ato anunciado muda de direção, eu refaço o parágrafo todo. Leandro LV (discussão) 05h04min de 24 de março de 2017 (UTC)
Além disso, tentar reduzir a parcialidade pode ter o efeito contrário de mascarar a realidade. Se eu substituir reações violentas na seção de comunicação por reações, isso vai ocultar o fato concreto de que as reações foram mesmo violentas e que o discurso foi um dos atos mais condenados de Temer. A Wikipédia não pode suavizar os fatos, isso pode ser visto como parcialidade por muita gente. Enfim, é uma discussão muito controversa. Leandro LV (discussão) 05h11min de 24 de março de 2017 (UTC)
Eu acabei de verificar os parágrafos, 3,6 e 8 da seção dos primeiros dias do mandato. São acusações graves contra Temer, que partiram até de entidades internacionais, e são fundamentadas. A retirada desses trechos vai ser interpretada como ocultação de fatos. Além disso, os textos não possuem um tom agressivo, são meras descrições da realidade. Eu não me oponho a qualquer mudança de texto, mas peço que os editores reflitam antes de agirem. Ontem eu escrevi um pequeno registro sobfre as carnes, que só citava os servidores corruptos. A causa da guerra foi citar políticos e os ânimos ficaram tão acirrados que até uma foto colocaram para endossar a atuação de Temer no caso. Eu nunca imaginei que fosse virar um cavalo de batalha. Leandro LV (discussão) 10h18min de 24 de março de 2017 (UTC)
Olhei também o parágrafo 5 da seção de política. É o mesmo problema. Se omitirmos as críticas à terceirização, vamos passar a imagem de que o país está em harmonia, como se todos concordassem. Existe uma reação enérgica contra esse projeto de lei, que precisará ser registrada na seção de protestos, caso ela tome vulto nas ruas. Provavelmente vai haver mudanças no projeto, então o parágrafo todo deverá ser reescrito. Leandro LV (discussão) 10h31min de 24 de março de 2017 (UTC)
Não estava me referindo ao uso de "reações violentas" nas redes sociais. Eu tenho a opinião de que, como as redes sociais são uma bolha, a maioria das reações nesses lugares não possuem relevância enciclopédica. Enfim, quanto a seção "Comunicação", parágrafo 5, o texto tornou-se parcial a partir do momento em que pareceu juntar todas as ações de Temer "contra" ou contestadas por mulheres. Explico: aquele parágrafo fala sobre a desastrosa (minha opinião) declaração do presidente sobre o dia das mulheres. Porém, ao inserir a frase "Antes, Temer já havia composto um gabinete sem mulheres e extinguido a Secretaria de Políticas para as Mulheres.", induz ao leitor que o governo age deliberadamente contras as mulheres. Eu não estou dizendo para ocultar o fato; pelo contrário, isso já está citado no artigo. Não vejo como deve-se citar isso novamente, em um parágrafo que fala sobre tal polêmica. Na seção "política", parágrafo 5, só foram publicadas críticas, de um parlamentar do PSOL e de uma outra associação. Nenhum elogio ou comentário de alguém imparcial especializado no assunto (terceirização). Érico (fale) 17h10min de 24 de março de 2017 (UTC)
Você está certo e acabo de reduzir as parcialidades. As fontes já continham as réplicas necessárias. Eu geralmente me preocupo com a exposição dos dois lados de uma disputa, mas desta vez cometi um erro realmente. No caso do discurso sobre as mulheres, eu me deixei levar pela fonte, que se mostrou tendenciosa. A imprensa não é isenta, nem nós conseguimos ser com preocupante frequência. Leandro LV (discussão) 20h04min de 24 de março de 2017 (UTC)
@Leandro LV: Um pouco que você modificou já melhorou bastante e deixou o conteúdo do artigo mais imparcial. Isto confirma que os questionamentos do Érico eram consistentes, válidos e importantes para melhorar a qualidade deste artigo. É através de um debate saudável que chegamos a melhores resultados. Parabéns por acolher as sugestões de outros editores. Instambul (discussão) 21h52min de 24 de março de 2017 (UTC)

Eu fiz a mudança dos tempos verbais para o passado, como se pode ver na minha página de testes. Defendo essa técnica para nos poupar um trabalho cansativo no futuro. É bom que mais editores revisem as alterações, eu também fiz pequenos acertos gramaticais. Mantive os verbos relacionados às leis no presente, devido ao caráter sempre atual desses documentos. Se não houver objeção, amanhã eu vou trocar o texto atual pela minha correção. Leandro LV (discussão) 15h49min de 25 de março de 2017 (UTC)

Como não houve objeções, eu fiz a substituição. Só deixei de fora o cabeçalho. Leandro LV (discussão) 05h54min de 26 de março de 2017 (UTC)

Discussão[editar código-fonte]

O texto seguinte foi movido de: Wikipédia:Pedidos/Guerras de edição.

O trecho em questão possui fontes que o baseiam solidamente, Estadão, Folha de S.Paulo e CartaCapital. Uma rápida pesquisa pode encontrar ao menos mais uma dezena de fontes. O fato contrariar a posição política esposada pelo Érico não torna ele parcial. Chico Venancio (discussão) 23h11min de 23 de março de 2017 (UTC)

Ter fontes não é sinônimo de ser imparcial. Você inseriu uma acusação grave e não apresentou nenhuma defesa do acusado. Isso viola WP:NPOV. Érico (fale) 23h13min de 23 de março de 2017 (UTC)
Qual trecho de WP:NPOV? Aonde há afirmações de Serrraglio? Chico Venancio (discussão) 23h14min de 23 de março de 2017 (UTC)
PS:Érico sugiro fortemente que caso seja seu o ip 177.78.226.45 desfaça a reversão no artigo. Chico Venancio (discussão) 23h16min de 23 de março de 2017 (UTC)
1) Não preciso me esconder atrás de IPs para desfazer edições parciais; 2) "A senadora Kátia Abreu afirmou que o então deputado Serraglio a buscou para tentar manter o fiscal Daniel como superintendente regional, apesar dele enfrentar um processo administrativo disciplinar." Se não vê isso como uma acusação grave, não vejo o que mais pode ser feito. Érico (fale) 23h17min de 23 de março de 2017 (UTC)
O fato que a Senadora afirmou isso é um fato plenamente verificável nas fontes apresentadas e em tantas outras que podem ser adicionadas se necessário. Censurar esse fato por desagrado político não faz sentido algum. Chico Venancio (discussão) 00h37min de 24 de março de 2017 (UTC)
A senadora fez uma acusação. E pode fazê-la livremente. Entretanto, quando você decide publicá-la na Wikipédia, nossas regras definiram que uma defesa (o outro lado) precisa ser publicada também. E a responsabilidade de fazer isso é sua, não da senadora. Sem isso, o conteúdo é parcial e deve ser removido. Remover conteúdo parcial não transforma o caso em uma guerra de edições, mas sim suas edições em vandalismo leve, segundo a política de bloqueio. Sugiro que pare de disseminar desconfianças ao insinuar que minhas edições são feitas devido a "desagrado político" e que movam essa discussão para a página de discussão do artigo. Érico (fale) 01h27min de 24 de março de 2017 (UTC)
Chicocvenancio a reversão do Érico está correta. A seção está totalmente parcial. O argumento de que está baseado em fontes é falho neste caso, visto que as fontes apontam por exemplo que o ministro da Justiça era deputado e não ministro mas isto não está mencionado no texto. Portanto está parcialmente "baseado em fontes" enquanto há uma omissão que muda totalmente o contexto do conteúdo. A forma como o conteúdo foi posto é parcial. Não se trata de gostar ou não do Governo Michel Temer, mas o artigo deve mostrar os fatos verdadeiros e sem indução ao erro. Não é o que o ocorreu ali, portanto está sim parcial. Você fez a reversão sem debater e sem corrigir estes aspectos demonstrados na discussão e agora aqui novamente. Eu citei um exemplo, mas na discussão ainda aponta outras falhas, que denotam em parcialidade. Sds. Instambul (discussão) 01h32min de 24 de março de 2017 (UTC)
Citação: por exemplo que o ministro da Justiça era deputado e não ministro mas isto não está mencionado no texto. Citação: A Senadora Kátia Abreu afirmou que o então deputado.
O argumento que WP:NPOV pode ser usado para censurar acusações baseadas em fontes aqui é absurdo. Conforme já solicitei antes, Instambul, Érico, apresentem uma linha da política em questão que apoie esse argumento.
Érico, chega a ser risível reclamar de disseminação de desconfiança e me chamar de vândalo em uma mesma edição. Quanto a mover para a discussão, sinta-se a vontade e perceba que aqui quem iniciou as "edições impertinentes ao pedido" foi você. Chico Venancio (discussão) 01h45min de 24 de março de 2017 (UTC)
@Chicocvenancio: O primeiro parágrafo por exemplo da a entender que que se trata do Ministério do Governo Temer; o texto induz a isto. Mas a investigação e inclusive o laudo tem dois anos. No segundo parágrafo não é explicado que Osmar Serraglio era deputado federal, aponta como Ministro da Justiça mas sem fazer a distinção da linha de tempo, do áudios por exemplo, da ligação telefônica. Instambul (discussão) 01h51min de 24 de março de 2017 (UTC)
@Chicocvenancio: o meu questionamento é diferente do questionamento do Érico. Eu não apontei NPOV. O que eu mostrei é que o texto é parcial, diante dos argumentos acima. O mesmo que questionei na discussão do artigo. Estes questionamentos induzem o leitor ao erro. Pra mim isto é claro. Eu nem questionei o conteúdo sobre uma acusação da Senadora Katia Abreu. Inclusive, a posterior ela foi questionada por ter mantido-o no cargo. Instambul (discussão) 02h00min de 24 de março de 2017 (UTC)
Citação: Segundo este princípio, os artigos da Wikipédia devem ser imparciais, ou seja, devem ser escritos em uma forma com a qual ambos (ou todos) os lados envolvidos possam concordar com ele. [...] Nos temas controversos, sempre que possível, devem ser apresentados os pontos de vista de todos os campos em disputa. [...] Um artigo não deve dar peso indevido a qualquer aspecto do tema, mas deve esforçar-se por tratar cada aspecto com um peso adequado à sua importância para o tema. [...] Para além disso, deve ser apresentada a opinião dos grupos ou correntes de opinião que não partilham estas ideias., além de vários outros trechos, como WP:PESO. E é risível só para você, pois eu acho muito triste. Eu não te chamei de vândalo. Disse que sua insistência em manter conteúdo parcial, por desconhecimento, é vandalismo leve, segundo definido pela própria PB. Insistir em manter conteúdo parcial não constitui guerra de edições, mas vandalismo leve. Érico (fale) 01h56min de 24 de março de 2017 (UTC)
Érico Tu não concordas com a frase que a Senadora Kátia Abreu afirmou aquilo? O que está claramente escrito na política é que ambos os lados devem concordar sobre os fatos e o peso deve ser adequado ao tamanho do artigo, não há uma linha que autorize a remoção de conteúdo que qualquer pessoa racional é obrigado a concordar.
Apresente a "opinião dos grupos ou correntes" que desejar sobre o tema, até aonde sei o Ministro da Justiça não respondeu a esses questionamentos, isso não autoriza que o fato da acusação seja escondido na Wikipédia.
A PB tem uma seção sobre a remoção de conteúdo válido também... Mas os vândalos são os outros né, as regras valem para ti como tu as quiser interpretá-las né?
Instambul se as tuas objeções são a outros trechos da seção, não vejo como sendo a mesma questão. Podemos, trabalhar de forma que fique mais claro o tempo dos fatos ocorridos, a autoria e outras questões na discussão do artigo normalmente. Chico Venancio (discussão) 02h10min de 24 de março de 2017 (UTC)
Não removi conteúdo válido; removi conteúdo parcial. A frase da senadora é uma crítica / acusação. Ela pode criticar quem quiser o tempo todo. Isso é de responsabilidade dela. No entanto, quando você decide publicar uma crítica / acusação na Wikipédia, é de sua responsabilidade deixar o texto imparcial. E, para isso, é preciso apresentar o outro lado. Caso contrário, fica parcial. Érico (fale) 02h20min de 24 de março de 2017 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Reverti a remoção do ip. Não vejo razão para remover o conteúdo referenciado adequadamente citado. As palavras da senadora e ex-ministra estão apresentadas nas fontes e podem ser verificadas pelo leitor. Não há adjetivos. Não há a parcialidade alegada para justificar a marcação da seção. Concordo com o argumento do Chico quando diz que Citação: O fato contrariar a posição política esposada pelo Érico não torna ele parcial.. Já sofri este mesmo tipo WP:POV por parte dos mesmos editores no Sérgio Moro e acabei desistindo de colaborar para não me chatear. Parabenizo o Chico pela paciência. Ixocactus (discussão) 02h50min de 24 de março de 2017 (UTC)

Mas eu não era o "defensor de políticos do PSDB"? Agora virei peemedebista? Hahahah só me resta rir com o que vocês, sem argumentos decentes, usam para atacar. Quando Ixocactus tentou forçar que suas opiniões partidárias fossem publicadas no artigo Sérgio Moro, é obvio que outras pessoas (como eu) notaram e pediram para que parasse. É normal que isso acontecesse. Estranho seria se não houvesse oposição. O que importa são seus argumentos, não o que ele acha sobre política. Argumentos esses que faltam na justificativa dada para a reversão no artigo sobre o governo Temer. Insistir em manter conteúdo parcial, segundo as regras, é vandalismo leve. Não sendo, portanto, guerra de edições. Citação: As seguintes ações são exceções à regra das três reversões, e não são contadas como guerra de edições: Reversão de conteúdo calunioso, parcial, sem fontes ou apoiado apenas por material controverso que viole a política de biografias de pessoas vivas. escreveu: «WP:GE-EXC»Citação: São eles: A colocação de conteúdo parcial, por desconhecimento das regras. [...] Os vandalismos leves são aqueles definidos acima, quando os usuários insistem em descumprir as regras, de forma a criar um esforço desnecessário de reversão dos editores mais experientes. escreveu: «WP:PB» Um conteúdo ter fontes nunca foi sinônimo de que este conteúdo deve ser mantido a qualquer custo. Conteúdos parciais devem ser removidos. Acusações sem defesa devem ser removidas. Acusações contra BPVs sem defesas devem (mais ainda) ser removidas. Isso não é "censurar", mas cumprir com requisitos mínimos como WP:NPOV e WP:PESO. Érico (fale) 02h55min de 24 de março de 2017 (UTC)
@Chicocvenancio: perdão. Estávamos a debater sobre questões distintas. Quando eu falei que concordo com o Érico eu achava que havia sido removido por ti a tag parcial e ele re-incluído. Depois que fui ver que se tratava de um conteúdo removido, e não da tag. Quanto a isto acho que ficou claro nos meus argumentos acima, que eu me referia a parcialidade da seção, certo? Inclusive apontei ponto a ponto. Todavia foi uma falha minha ao não verificar pelo histórico de edições do que se tratava. Agora em relação ao conteúdo, objeto este da "guerra de edições", eu concordo com ambos (com você e Ixocactus, mas também com o Érico). O que não da é para acusá-lo de agir com ideologia ou partidarismo (neste ponto não me refiro a você), visto que o Érico faz o mesmo para artigos como de Dilma Rousseff (conforme pode ver aqui) e Luiz Inácio Lula da Silva (aqui), e políticos de diversos partidos. Além disto, o posicionamento que ele deu acima não está incorreto, se a BPV permite esta remoção. Mas, ainda sim, assim como você, eu manteria o conteúdo já que tem uma tag parcial para seção. Eu acho que a seção por completo está no artigo errado. Ela cairia melhor no próprio artigo do Osmar Serraglio (opinião minha, conforme relatei na pág. de discussão). Mas estando neste artigo, eu acho que a seção deveria explicar melhor a situação, inclusive mostrar o outro lado, como o Érico apontou, além das questões que apontei também aqui e na discussão. Esta prática ocorre em diversos os artigos quando se trata de polêmicas. Por exemplo o artigo do Henrique Eduardo Alves foi incluso uma tag de parcial porque não mostrava o outro lado. E ela permanece até hoje. O artigo Luiz Inácio Lula da Silva aponta a defesa dele em toda seção que traz assuntos relacionados à Lava Jato ou outra operação. Neste sentido, para que não haja censura e ao mesmo tempo que não haja parcialidade, ao meu ver a seção deveria ser melhor escrito corrigindo estes pontos. Saudações! Instambul (discussão) 22h11min de 24 de março de 2017 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Creio que, devido à tenra idade dos editores envolvidos, ainda haja desconhecimento da análise do discurso crítica a que todos estamos sujeitos ao editar esta enciclopédia. Tal ferramenta nos permite verificar que as fontes utilizadas em verbetes como Privatizações do governo Fernando Henrique Cardoso não são nada neutras. Como já demonstrado pelo Chico, os editores posam de isentos e neutros utilizando os mesmos argumentos em inúmeros verbetes para os blindarem de aspectos negativos apresentados em FC. Após me deparar com o mesmo comportamento abusivo apresentado aqui, resolvi inserir as fontes na Discussão:Sérgio Moro para evitar este mesmo tipo de GE. Naquela discussão, como nesta, constata-se que as desqualificações e justificativas para as remoções de conteúdo referenciado são as mesmas: POV e SUBV acusando as fontes de parciais, invocando a "proteção" de BPV e acusações como Citação: Érico escreveu: «tentou forçar que suas opiniões partidárias». Eu não sou filiado a nenhum partido. Alguém aqui é? O histórico da discussão evidencia também a constante busca pela "limpeza". Os mesmos discursos e abusos, sempre no sentido de remover conteúdo referenciado, também podem ser observados no tópico Discussão:Operação_Lava_Jato#Vazamentos_seletivos_e_construção_da_narrativa. Ixocactus (discussão) 04h26min de 28 de março de 2017 (UTC)

Se as fontes usadas em determinada página não são neutra remova-as. Simples assim. O que tem haver com esta discussão? Assim como o PiG também tem diversas fontes nada neutras. Vamos abrir uma discussão para aprimorar isto oras...Porque em todas as discussões você vem com falácia imputando que outros incluem conteúdo que você evidencia? Porque você mesmo não o faz? Porque também faz indiretas sem citar nomes de usuários, sem mostrar aonde algum editor se posicionou de isentão, com links repetitivos. Eu prefiro este link para os isentões do qual você se referiu. Sabe porque eu prefiro o link do Spotniks, ao tratar do mesmo assunto que mencionou? Porque ele cita exemplos, ele da nome aos bois. Ele mostra fatos, e não um texto, desculpe-me "filosófico"... Seja objetivo e faça você mesmo as modificações que achar necessárias. Instambul (discussão) 04h59min de 28 de março de 2017 (UTC)
@Ixocactus: "Tenra idade dos editores envolvidos" = "estou" tão sem argumentos que irei desviar o foco para idade das pessoas com quem estou debatendo. Que atitude genial, nada novo para mim (sic!), e que exemplo! Você nem precisaria ser filiado a algum partido. Basta olhar determinada rede social. Indo além, é preferível ter suas posições políticas publicamente expostas do que ser um falso imparcial, aquela pessoa "isenta" que ajudará a resolver todos os problemas dos artigos, curiosamente aqueles ligados a política brasileira. Conta outra. No mais, faltou corroborar sua opinião com algumas políticas e recomendações, como WP:PESO,WP:BPV e WP:NPOV, como já citei para manifestar meu ponto de vista. Érico (fale) 10h53min de 28 de março de 2017 (UTC)
Não existe uma definição clara de isenção. Se Temer faz um discurso que causa reações violentas na sociedade, eu devo escrever que ele causou reações violentas ou atenuar a redação com reações enérgicas? Acredito que vou ser acusado de parcialidade em ambos os casos. Uns vão dizer que estou aproveitando a oportunidade para atacar Temer, outros vão dizer que estou amaciando o texto para ocultar a realidade. Eu acredito que o peso de um texto deve ser proporcional ao peso dos fatos. Não devemos exagerar nem atenuar. Quanto às fontes, caiam na realidade, elas não são isentas. Todos sabem que a Veja é ideológica e que o G1 usa sutilmente as palavras para defender os pontos de vista da TV Globo. Leandro LV (discussão) 12h30min de 28 de março de 2017 (UTC)
Não lembro de ter sugerido nada parecido. Érico (fale) 12h34min de 28 de março de 2017 (UTC)
Exatamente Leandro LV. Basta ter o bom senso. O que difere umas das outras é que estas são consideradas fiáveis. E pra isto existe a BPV. Talvez quando o editor usou a palavra isentão deveria fazer uma auto-crítica... Instambul (discussão) 14h07min de 28 de março de 2017 (UTC)
Bom senso é tudo aqui dentro. Leandro LV (discussão) 14h14min de 28 de março de 2017 (UTC)

Sobre a introdução[editar código-fonte]

Texto antigo

O governo Michel Temer teve início no dia 12 de maio de 2016 quando o então vice-presidente da República Michel Temer assumiu interinamente o cargo de presidente da república após o afastamento temporário da presidente Dilma Rousseff em consequência da aceitação do processo de impeachment contra ela no Senado Federal.

Mudança do Usien6:

O governo Michel Temer teve início no dia 12 de maio de 2016 quando o então vice-presidente, Michel Temer, assumiu, interinamente, o cargo de Presidente da República. Sua ascensão se deu pelo afastamento temporário de Dilma Rousseff como consequência da aceitação, pelo Senado Federal, do processo de impeachment contra si.

Prefiro mil vezes o texto anterior, já consagrado, por ter maior simplicidade. O texto do Usien é cheio de vírgula e tem adjuntos adverbiais deslocados desnecessários. Não precisa botar o "pelo Senado Federal" no meio da frase, por exemplo. Por último, o "contra si" não deixa claro se foi contra o Temer ou contra a Dilma. Holy Goo (discussão) 20h37min de 3 de abril de 2017 (UTC)

O texto gramaticalmente mais culto é este:

 O governo Michel Temer teve início no dia 12 de maio de 2016, quando o então vice-presidente, Michel Temer, assumiu interinamente o cargo de Presidente da República. Sua ascensão se deu pelo afastamento temporário de Dilma Rousseff como consequência da aceitação, pelo Senado Federal, do processo de impeachment contra ela.

Explicação. O advérbio quando deve ser separado por vírgula de um termo que possui a mesma função, a data é um adjunto adverbial. A palavra interinamente é um advérbio de curta extensão, portanto dispensa a vírgula, que até ficaria mal usada por quebrar a fluidez do discurso. O nome do presidente é um aposto especificativo, portanto pode ficar separado por vírgulas, é uma prática de bom gosto em gramática. A expressão que contém Senado deve ficar ente vírgulas porque é um complemento nominal de longa extensão, o melhor é que fique isolado pelas vírgulas.Leandro LV (discussão) 15h19min de 4 de abril de 2017 (UTC)

Se vocês não conseguirem um consenso, consultem a Academia Brasileira de Letras sobre a melhor virgulação. Eles respondem em poucas horas. Leandro LV (discussão) 15h24min de 4 de abril de 2017 (UTC)
Obrigado, Leandro LV, pela paciência em explicar essas coisas que deveriam ser de conhecimento geral… Att --Usien6 20h14min de 17 de abril de 2017 (UTC)

Pesquisas de aprovação popular[editar código-fonte]

Novas pesquisas de aprovação popular são divulgadas com bastante frequência. Devemos fixar um critério para a transcrição delas no artigo? Por exemplo, uma cada seis meses ou toda pesquisa que mostrar resultados bem divergentes da anterior? Leandro LV (discussão) 02h02min de 11 de abril de 2017 (UTC)

Dá para colocar as pesquisas em uma tabela. Holy Goo (discussão) 02h05min de 11 de abril de 2017 (UTC)
@Leandro LV: Poderia indicar todas as pesquisas dos principais institutos feitas sobre o governo Temer? Posso ajudar nisso (fazendo uma tabela ou gráfico). Érico (fale) 02h29min de 11 de abril de 2017 (UTC)

Aqui está um exemplo de como seria a tabela. Para alterá-la, siga este link. Abs. Holy Goo (discussão) 02h46min de 11 de abril de 2017 (UTC)

Data Pesquisa Avaliação do governo Avaliação em relação ao governo Dilma Ref.
Positivo Regular Negativo Melhor Igual Pior
8 de junho de 2016 CNT/MDA 11,3% 30,2% 28% 20,1% 54,8% 14,9% [1]
1 de julho de 2016 Ibope 13% 36% 39% 23% 44% 25% [2]
4 de outubro de 2016 Ibope 14% 34% 39% 24% 45% 31% [3]
31 de março de 2017 Ibope 10% 31% 55% 18% 38% 41% [4]

Referências

  1. Agência Brasil (8 de junho de 2016). «Governo Temer tem aprovação tão baixa quanto o de Dilma, diz pesquisa CNT/MDA». Último Segundo. Consultado em 8 de junho de 2016. 
  2. Felipe Amorim (1º de julho de 2016). «Governo Temer é desaprovado por 39% e aprovado por 13%, diz Ibope». Consultado em 1º de julho de 2016. 
  3. «Pesquisa mostra que 68% dos brasileiros não confiam em Michel Temer». Terra. 4 de outubro de 2016. Consultado em 8 de outubro de 2016. 
  4. «Reprovação ao governo Temer chega a pior índice, aponta pesquisa». Folha de S.Paulo. 31 de março de 2017. Consultado em 11 de abril de 2017. 

Não sei se isto ajuda, aqui temos todas as fontes sobre pesquisas desde o ano passado. Eu também acho que construir uma tabela com as principais pesquisas seria muito bom, esse recurso substituiria o texto. @Holy Goo: A sua tabela está perfeita. Eu apoio totalmente a substituição do texto por esse objeto gráfico. Esta pesquisa pode complementar as anteriores que estão na sua tabela. Leandro LV (discussão) 02h59min de 11 de abril de 2017 (UTC)

Agora é com vocês. Holy Goo (discussão) 03h16min de 11 de abril de 2017 (UTC)
Eu adicionei uma pesquisa recente na sua página de testes. São quatro agora. Leandro LV (discussão) 03h55min de 11 de abril de 2017 (UTC)
@Holy Goo: Eu não entendi como você trabalha com as comparações em relação ao governo Dilma. Leandro LV (discussão) 05h45min de 11 de abril de 2017 (UTC)
Você vai na fonte e lê o texto. Holy Goo (discussão) 05h48min de 11 de abril de 2017 (UTC)
O melhor seria a diferença entre o melhor dele e o melhor dela? Acho que eu fiz um cálculo errado. Leandro LV (discussão) 05h49min de 11 de abril de 2017 (UTC)
Você sequer leu as fontes? Holy Goo (discussão) 05h52min de 11 de abril de 2017 (UTC)
Claro, os valores da pesquisa que eu apontei são 10, 31 e 55 por cento. Leandro LV (discussão) 05h54min de 11 de abril de 2017 (UTC)
Se verificarmos o mês de março do ano passado, Dilma tinha 69 por cento de ruim ou péssimo e Temer tinha 55 por cento. A diferença é de 14 por cento, esse seria o melhor dele no meu ponto de vista. Considerei períodos iguais do ano, não fiz a diferença entre a pesquisa de março e a anterior porque me parece que existe diferença entre os dois métodos. Leandro LV (discussão) 06h00min de 11 de abril de 2017 (UTC)

──────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────── Você não entendeu. Eu não estou fazendo comparação nenhuma com o governo da Dilma. A coluna se refere às respostas dos participantes da pesquisa. Eles foram perguntados se eles acham que a forma de Temer governar é melhor, igual ou pior que a de Dilma. São 3 horas da manhã, portanto eu te compreendo, pois tu deve estar tão cansado que nem eu.Holy Goo (discussão) 06h03min de 11 de abril de 2017 (UTC)

Entendi, eu estava lendo os números da Dilma no lugar errado porque a fonte também fez a confrontação de março de 2016 com março de 2017. Vou deixar a tabela a cargo de vocês. Leandro LV (discussão) 06h07min de 11 de abril de 2017 (UTC)
O interesse em substituir o texto não era seu? Holy Goo (discussão) 06h15min de 11 de abril de 2017 (UTC)
Sim, eu acho que um objeto gráfico fica melhor que um texto no caso de estatísticas. Imaginei que aquelas quatro pesquisas eram o suficiente por enquanto, anotaremos outras no futuro, conforme o critério que fixarmos. Você não acha melhor usar os mesmos termos que eles usam? Por exemplo, positivo poderia ser desdobrado em bom ou ótimo. Assim a tabela fica mais fidedigna. Leandro LV (discussão) 06h27min de 11 de abril de 2017 (UTC)
Obrigado por colocar a tabela. Em relação a novas pesquisas, eu proponho uma cada seis meses, desde que não surja uma pesquisa com índices bem diferentes da anterior. Leandro LV (discussão) 18h51min de 11 de abril de 2017 (UTC)
A ideia de se ter uma tabela é que se pode incluir todas as pesquisas? Não era essa a intenção? Holy Goo (discussão) 19h52min de 11 de abril de 2017 (UTC)
Vamos botar todas as pesquisas? Leandro LV (discussão) 20h23min de 11 de abril de 2017 (UTC)

──────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────── Manda os links junto com as datas de cada um. Holy Goo (discussão) 20h46min de 11 de abril de 2017 (UTC)

Eu adicionei duas. Para achar as pesquisas, eu uso a pesquisa refinada do Google. Leandro LV (discussão) 21h39min de 11 de abril de 2017 (UTC)
Estou com problemas. Esta ligação entra quando eu edito a seção, mas é redirecionada para a HP quando eu salvo a página. Leandro LV (discussão) 22h04min de 11 de abril de 2017 (UTC)

Eu estou procurando com o Google, acho que nós já pegamos as principais pesquisas. As outras que eu achei são de datas muito próximas, embora os institutos sejam outros; confirmem essa informação. Leandro LV (discussão) 22h24min de 11 de abril de 2017 (UTC)

Eu faço pesquisas assim e assim. Parece que as pesquisas que não anotamos são de períodos muito próximos e/ou de institutos diferentes das pesquisas que já anotamos. Leandro LV (discussão) 00h05min de 12 de abril de 2017 (UTC)

Vish, agora que me caiu a ficha. Existe a porcentagem que representa aqueles que não responderam ou não souberam opinar. Na pesquisa cuja referência é o site Terra, não era citado especificamente a porcentagem dos que dizem que o governo Temer é igual ao da Dilma, portanto eu fiz as contas eu mesmo para fechar os 100%. Ou seja, a informação pode estar errada. Holy Goo (discussão) 01h54min de 12 de abril de 2017 (UTC)

Era por isso que eu queria usar os mesmos termos deles. Leandro LV (discussão) 06h34min de 12 de abril de 2017 (UTC)
Cada pesquisa usa termos diferentes, portanto não tem como se evitar que se crie uma simplificação na tabela. Em outro dia nós resolvemos essa questão. Holy Goo (discussão) 06h39min de 12 de abril de 2017 (UTC)

Sobre a nova infocaixa[editar código-fonte]

Foi substituída a predefinição de infocaixa no artigo, bem como foi adicionado novas informações [1]. Devemos mantê-la? Me paarece que sim. Holy Goo (discussão) 20h03min de 30 de abril de 2017 (UTC)

Ficou ótimo! -Érico deslogado
Olá, Érico. Parece ter ficado bom, mas vejo alguns problemas. O número de homens e mulheres nos ministérios é mutável, pois é comum a troca de ministros. O apoio ao governo no Congresso também varia bastante ao longo do mandato. Isso se percebe mais claramente no artigo Governo Dilma Rousseff. Holy Goo (discussão) 21h07min de 30 de abril de 2017 (UTC)
Considero que ambos os itens devem ser mantidos. Teremos de estar dispostos a atualizá-los o tempo todo. Apenas acho que o número da base governista no Congresso é e será muito debativel. -Érico deslogado
O problema não é atualizar. A informação sobre o gênero dos ministros não se aplica a todo o mandato. Holy Goo (discussão) 22h39min de 30 de abril de 2017 (UTC)
Acho desnecessário registrar quantos são homens ou mulheres, soa como uma patrulha ideológica. Leandro LV (discussão) 09h04min de 1 de maio de 2017 (UTC)

Consulta à comunidade[editar código-fonte]

A gravação de hoje coloca em risco o governo Temer. Devemos ampliar a seção da JBS ou deixar o texto para o artigo do impeachment? Leandro LV (discussão) 01h16min de 18 de maio de 2017 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Devemos sim, mas temos que aguardar mais um pouco, devido a produção de referências para WP:V e WP:C da comunidade.--WikiUser22222 (discussão) 01h24min de 18 de maio de 2017 (UTC)
@Leandro LV: Sim. Também acrescentei conteúdo relativo a este caso no artigo "Linha de tempo do processo de impeachment de Michel Temer". Érico (fale) 02h15min de 18 de maio de 2017 (UTC)
Não seria aberto um novo processo agora? Leandro LV (discussão) 02h51min de 18 de maio de 2017 (UTC)
Não sabemos. Informações iniciais sugerem que Temer teria dito a Maia para impedir a abertura e, se permitisse, atrasasse a tramitação. No entanto, pode ser aberto se a maioria simples da Câmara dos Deputados assim desejar, se não me engano. Há outras teses, como aproveitar o atual processo e incluir essas novas informações. Estamos vivendo em uma verdadeira névoa da guerra. Érico (fale) 02h54min de 18 de maio de 2017 (UTC)
Tem também o Processo de cassação da chapa Dilma-Temer que vai ser julgado em breve pelo TSE. Instambul (discussão) 03h45min de 18 de maio de 2017 (UTC)

A propósito, a esta altura, acho que é extremamente perigoso e especulativo afirmar que o governo Temer tem o apoio de 407 deputados federais e 66 senadores. Érico (fale) 02h35min de 18 de maio de 2017 (UTC)

Tamanho da página[editar código-fonte]

Caros editores vigiando o artigo, fico feliz em ver a completude do mesmo comparado com verbetes relacionados a eventos mais antigos. Parabéns aos envolvidos pelo empenho. Por outro lado gostaria de lembrar-vos que um artigo maior não é necessariamente melhor. É preciso ser conciso, em especial com assuntos de menor significância considerando-se o escopo geral do artigo - ao invés de considerar a "notícia do momento". Um artigo exageradamente longo dificulta e desestimula a leitura. Para efeito de comparação, o artigo está, atualmente, mais de 5x maior que o artigo "Matemática", e 60.000 bytes maior que o artigo "Governo Lula". Saturnalia0 (discussão) 04h48min de 25 de maio de 2017 (UTC)

Poisé, já havia falado sobre isso na mensagem entitulada "Cuidado com o acréscimo indiscriminado de informação". Holy Goo (discussão) 05h12min de 25 de maio de 2017 (UTC)
Estamos fazendo o possível para não escrever demais, mas eu tenho visto parágrafos com uma ou duas linhas apenas. Eu não acho que seja correto remeter o leitor às fontes, devemos escrever pelo menos um parágrafo de tamanho razoável sobre aquilo que for julgado importante. Além disso, existem artigos até maiores, como o da Lava Jato. Leandro LV (discussão) 09h12min de 25 de maio de 2017 (UTC)
Começou argumentando bem, mas terminou mal. O artigo da Lava Jato não é maior do que este, e ainda que fosse a operação tem mais de três anos, enquanto o governo tem pouco mais de um ano. Além do mais, o Saturnalia0 comparou com artigos relacionados, como de outros governo. É óbvio que na Wikipédia terá artigos maiores, mas se há uma orientação para que não se prolongue muito é preciso fazer reajustes para isto. O artigo da Lava Jato passou por vários, e por isto hoje ele é muito menor em relação ao tamanho que havia atingido antes destes ajustes, e o mais importante, mantendo todo o conteúdo relevante. Instambul (discussão) 23h31min de 25 de maio de 2017 (UTC)
Eu comparei este artigo com outros sobre eventos atuais, mas não era a minha intenção comparar temas, eu queria apenas expor que existem artigos maiores do que este. Além disso, o artigo da Lava Jato possui uma enorme quantidade de artigos relacionados, ao passo que o artigo em que estamos concentra todas as informações em um só texto. Do meu ponto de vista, uma informação importante deve ter pelo menos um parágrafo com cerca de cinco linhas. Minha preocupação é a informação, não é o tamanho do artigo. Eu acho que existe o pressuposto de que um conteúdo de Web deve ser muito sucinto, o que soa como um emburrecimento do povo. Estou acostumado com livros e jornais muito mais extensos do que o nosso material. Não consigo visualizar um leitor incapaz de ler vinte páginas de papel sobre um tema interessante, isto é, imprimindo o artigo. Espero que não se faça uma mutilação com o argumento de leitura fácil, isso me ofende. Leandro LV (discussão) 03h56min de 26 de maio de 2017 (UTC)

Eu não sei o que os outros pensam de um artigo sobre um governo. A estratégia intuitiva é narrar os atos e fatos do governo, isso é o que estivemos fazendo. Como se trata de um período muito longo, o artigo tende a ficar muito extenso, porém tentamos ser comedidos na medida do possível. Eu mesmo tentei uma redução, mas o sucesso foi mínimo. Devemos levar em conta que um artigo sobre eventos atuais possui características diferenciadas. Leandro LV (discussão) 22h32min de 25 de maio de 2017 (UTC)

Que tal apresentar propostas concretas para reduzir o tamanho da página, tais como redução do tamanho de determinadas seções por meio de resumo e transporte de parte do conteúdo para determinados artigos auxiliares? Quem propõe tem que estar disposto a fazer.--Raimundo57br (discussão) 06h58min de 26 de maio de 2017 (UTC)
Quem pretende estudar o governo Temer vai buscar um artigo com uma quantidade razoável de informação ou um resuminho em um site qualquer? Leandro LV (discussão) 09h49min de 26 de maio de 2017 (UTC)

Remoção das pesquisas de opinião CUT/Vox populi[editar código-fonte]

Foram adicionadas várias pesquisas da CUT/Vox populi na tabela, e questiono se elas são confiáveis. Será que a CUT não influenciou a pesquisa de alguma forma, ou interpretou os resultados de uma forma enviesada? Além disso, é mesmo necessário tantos itens da CUT/Vox populi na tabela? Holy Goo (discussão) 20h33min de 5 de junho de 2017 (UTC)

Eu acho exagero anotar cada pesquisa que sai na mídia. Leandro LV (discussão) 03h22min de 6 de junho de 2017 (UTC)

Seções extintas[editar código-fonte]

Eu pretendia escrever sobre o discurso de Temer hoje, mas vejo que tiraram a seção de comunicação e outras também. O artigo deveria permanecer com as seções originais dentro de atos de governo, havia coisas importantes. Leandro LV (discussão) 03h07min de 28 de junho de 2017 (UTC)

Popularidade[editar código-fonte]

A tabela das pesquisas está ficando grande demais. Não precisam trazer cada pesquisa que se faz. Leandro LV (discussão) 00h33min de 12 de julho de 2017 (UTC)

o MayTheForce é que está trazendo todas essas pesquisas. É simplesmente desnecessário, especialmente as da CUT, pois há fortes chances de viéses. HG (discussão) 00h43min de 12 de julho de 2017 (UTC)
Se houver algum critério objetivo, eu concordo em não incluir algumas e excluir o que não se enquadrar. Fora isso, não há motivos para incluir umas e excluir outras. Se o problema for apenas tamanho, podemos criar um artigo de lista e deixar somente um gráfico aqui no artigo principal, descrevendo em texto corrido os recordes positivos e negativos para determinados períodos. MayTheForce (discussão) 11h24min de 12 de julho de 2017 (UTC)

Reformas[editar código-fonte]

Eu escrevi o mínimo sobre a reforma trabalhista. Creio que esse tema merece um artigo próprio porque as mudanças são muito profundas e controversas. Leandro LV (discussão) 03h07min de 12 de julho de 2017 (UTC)

Reforma política[editar código-fonte]

A reforma política é um ato do Congresso. Devemos incluir informação neste artigo? Leandro LV (discussão) 15h41min de 24 de agosto de 2017 (UTC)

Não, definitivamente não. Por outro lado, você poderia escrever sobre as privatizações. Holy Goo (d . c) 16h13min de 24 de agosto de 2017 (UTC)
Yes check.svg Feito Leandro LV (discussão) 21h13min de 24 de agosto de 2017 (UTC)
Quando a reforma política for aprovada, entendo que sim. Conta-se a história política de um país por períodos de acordo com o nome de seu governante.--Raimundo57br (discussão) 16h18min de 24 de agosto de 2017 (UTC)
Faz sentido. Mas só vamos escrever sobre a reforma política se ela for de fato aprovada. Quanto as privatizações, por serem algo que veio do próprio governo, já podem ser mencionadas no texto mesmo que não venham a acontecer. Holy Goo (d . c) 17h14min de 24 de agosto de 2017 (UTC)

Mudança do Jaburu[editar código-fonte]

Errei ao afirmar que já havia sido discutido aqui, ou não consegui encontrar a discussão.

A mudança em si possui uma relevância e teve repercussão nacional e internacional, não só porque o presidente se recusa a fazer uso da residência oficial como pelo motivo excêntrico colocado pelo presidente de que poderia haver fantasmas na residência oficial. O pequeno trecho que cita esses fatos está fundamentado não só em fontes nacionais como internacionais de 3 diferentes países.

O fato também citado no trecho removido de que Temer criou problemas com o IPHAN ao alterar o padrão arquitetônico da residência oficial que ele decidiu abandonar aos fantasmas também possui relevância e notoriedade, conforme atestado pelas fontes. Chico Venancio (discussão) 16h11min de 20 de outubro de 2017 (UTC)

O artigo já está um trambolho de enorme e você quer manter uma bobagem dessas que não tem importância nenhuma? Holy Goo (d . c) 17h41min de 20 de outubro de 2017 (UTC)
Inclusive teve a questão de gasto público com reformas no palácio oficial, mesmo contra o IPHAN, para posteriormente o presidente voltar ao Jaburu. Foi um fato de descaso com dinheiro público. Agora se cabe mencionar aqui, não sei. talvez apenas uma citação de que o fato ocorreu. Paladinum2 (discussão) 18h51min de 20 de outubro de 2017 (UTC)
Isso nem sequer é conteúdo enciclopédico. Holy Goo (d . c) 19h24min de 20 de outubro de 2017 (UTC)
Pura bobagem. Leandro LV (discussão) 23h12min de 20 de outubro de 2017 (UTC)
Sou favorável à inclusão da informação.--Raimundo57br (discussão) 19h44min de 21 de outubro de 2017 (UTC)
E daí? Quero saber o porquê. Holy Goo (d . c) 19h46min de 21 de outubro de 2017 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo com os argumentos dos editores que se manifestaram acima de modo favorável à inclusão da informação.--Raimundo57br (discussão) 19h49min de 21 de outubro de 2017 (UTC)
É uma informação enciclopédica sim, o normal é a residência oficial do Presidente ser o Palácio da Alvorada, quando não o é geralmente é informado, como o caso da Casa da Dinda, com o Collor. Sendo que como já foi dito, o presidente cogitou e chegou a mudar para o Alvorada, com custo aos cofres públicos, e depois mudou de ideia. Paladinum2 (discussão) 00h38min de 22 de outubro de 2017 (UTC)
Isso não tem o menor conteúdo enciclopédico que se possa cogitar. Leandro LV (discussão) 13h08min de 22 de outubro de 2017 (UTC)
Pq???--Raimundo57br (discussão) 13h10min de 22 de outubro de 2017 (UTC)
Vamos anotar cada casa onde ele mora e a razão de se mudar, incluindo fantasmas? Leandro LV (discussão) 03h08min de 24 de outubro de 2017 (UTC)
Não, anotaremos as residências oficiais adotadas por cada presidente durante seus mandatos que fogem ao padrão do Alvorada. Paladinum2 (discussão) 14h21min de 24 de outubro de 2017 (UTC)


Vamos votar?Leandro LV (discussão) 07h31min de 26 de outubro de 2017 (UTC)

Não. Apresente ao menos um argumento contra a ampla repercussão internacional do fato. (ou deixe a seção no artigo) Chico Venancio (discussão) 12h16min de 26 de outubro de 2017 (UTC)
Concordo com Chico. Tamanho do artigo não pode ser motivo para não inclusão de conteúdo, claro, desde que seja enciclopédico e coberto por fontes fiáveis. Para resolver problema de artigo grande pode ser criado artigos específicos linkados ao artigo principal, como ocorreu com outros artigos extensos. Se teve repercussão internacional óbvio que é coberto por fontes fiáveis. Só é preciso cuidado para não transparecer jornal. Instambul (discussão) 13h43min de 26 de outubro de 2017 (UTC)
Mas que importância pode ter uma mudança de residência oficial? Leandro LV (discussão) 15h59min de 26 de outubro de 2017 (UTC)
É um simbolo político, a residência oficial do chefe de estado e chefe de governo, a decisão de não utiliza-lo tem significância política e simbólica. Pode ser lido como diversos fatores, inclusive como mensagem. Há pessoas que veem como "ele não é legítimo, por isso não mora na residência oficial do presidente" e outros que veem como "ele não almejou o cargo para si de forma egoísta, veja, nem quis se mudar para a residência maior e oficial, mais simbólica". Independente do que a pessoa acha, o fato ocorreu, foi bastante noticiado, gerou polêmica pelos gastos desnecessários, e ainda serve para diversas interpretações de simbolismo do ato. Paladinum2 (discussão) 22h59min de 26 de outubro de 2017 (UTC)

Grande revisão textual[editar código-fonte]

Notei que houve uma grande revisão textual. Não consegui verificá-la inteiramente no histórico, gostaria de saber se houve acréscimo de texto, nesse caso eu posso checar a gramática. A propósito, as expressões Lei de Diretrizes Orçamentárias e Produto Interno Bruto, dentre outras, são escritas com iniciais maiúsculas por convenção. Existe alguma regra na WP para escrever de modo diferente? Leandro LV (discussão) 11h43min de 28 de outubro de 2017 (UTC)

Infocaixa[editar código-fonte]

Imprópria é um elogio para a configuração que encontraram para a infocaixa deste artigo. Está óbvia a patrulha ideológica feminista com seu placar "quatro homens x zero mulher" na parte sobre secretários de Estado. Essa informação está ali com uma cara no mínimo suspeita, posta por alguém que acha absurdo que num grupo de quatro pessoas escolhidas ao acaso não haja uma mulher. É uma mesquinharia. Não é necessário especificar dessa maneira o sexo dos quatro secretários do Temer com a intenção de acusá-lo de sexista.comentário não assinado de 189.1.49.40 (discussão • contrib) 28 de março de 2018 (UTC)

Já tivemos essa discussão antes. Não queremos ideologia na WP, apenas registramos o fato de que muitos alegaram não haver representatividade feminina no gabinete ministerial. Além disso, se a escolha fosse aleatória, provavelmente haveria mais mulheres porque elas são a maioria da população. Você está livre para reescrever o texto de uma forma mais isenta, mas não é adequado remover o conteúdo da informação. Leandro LV (discussão) 23h01min de 28 de março de 2018 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo Esse placar é, no mínimo, risível. Eleger tal factoide como relevante o suficiente para constar na infocaixa é evidência irrefutável de viés ideológico. Att --Usien6 13h29min de 6 de abril de 2018 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo Já que estamos votando, eu também acho melhor tirar a informação. Só não podemos fazer isso sem consenso. Leandro LV (discussão) 18h43min de 6 de abril de 2018 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário Verifiquei que o "placar" vem da própria predefinição de infocaixa, {{Info/Governo}}. Att --Usien6 19h19min de 2 de maio de 2018 (UTC)

Yes check.svg Feito @Leandro LV: 52117161]52117188]. Att --Usien6 19h41min de 17 de maio de 2018 (UTC)

Artigos em falta[editar código-fonte]

Causa-me estranheza o fato de não existirem artigos específicos sobre dois eventos importantes do governo Temer:

  1. As denúncias feitas pela PGR, onde Temer foi o primeiro presidente em exercício "da história do Brasil a ser denunciado formalmente por crimes de corrupção."
  2. O Inquérito dos Portos, onde pela primeira vez na história do país um presidente da República, em exercício do mandato, tem seus dados bancários quebrados.

Criaram vários artigos para as "reformas" e outros temas de menor impacto, mas não há artigos sobre estes eventos que tiveram repercussão internacional inclusive. Até tentaram criar um artigo para uma das denúncias, mas foi eliminado via PE Wikipédia:Páginas para eliminar/Processo de denúncia de Michel Temer.--Lord Mota 12h15min de 7 de abril de 2018 (UTC)

Mas aqui nós não botamos panos quentes no governo. Eu procuro todos os dias atos de governo dignos de nota, ma só acho notícias de escândalos e crises, que abarrotaram o nosso texto. Este artigo foi escrito à base de crises do governo. Leandro LV (discussão) 18h40min de 7 de abril de 2018 (UTC)
Acho que você não compreendeu minhas colocações. Não estou criticando este artigo, critico a falta de artigos específicos sobre os escândalos e crises desse governo. Esse artigo está imenso e "pesado", por isso é preciso "espremer" informações aqui. Se houvessem esses artigos específicos (por exemplo, sobre as denuncias da PGR ou sobre o caso dos portos), poderíamos nos aprofundar mais nesses assuntos e acrescentar mais informações, coisa que não é possível fazer aqui. --Lord Mota 10h37min de 14 de abril de 2018 (UTC)
Eu sei, só quis dizer que aqui nós não evitamos falar sobre crises. Eu acho que seria necessário estabelecer um plano para a criação desses artigos porque é conteúdo demais, são tantas notícias sobre corrupção que eu nem saberia por onde começar. Leandro LV (discussão) 19h16min de 14 de abril de 2018 (UTC)
@Leandro LV: eu criei o artigo "Inquérito dos Portos", você (ou alguém mais que vigie esta página) poderia me ajudar iniciando um artigo Denúncias contra Michel Temer pela Procuradoria-Geral da República sobre as duas denuncias e as votações na Câmara dos Deputados? É um assunto de extrema importância, urge ter um artigo sobre isso aqui. --Lord Mota 19h52min de 29 de abril de 2018 (UTC)
Posso sim, vou começar agora. Leandro LV (discussão) 22h56min de 1 de maio de 2018 (UTC)
Yes check.svg Feito Temos um esboço do artigo. Considerei a segunda denúncia mais importante devido à sua melhor elaboração. Leandro LV (discussão) 01h27min de 2 de maio de 2018 (UTC)
Muito bom. Também restaurei o artigo Delações da JBS na Operação Lava Jato, que havia sido eliminado. Ainda é um esboço incompleto, mas é um ponto de partida. --Lord Mota 04h50min de 5 de maio de 2018 (UTC)
E sai notícia todo dia, mal dá pra acompanhar. Nosso país está em uma crise infinita. Leandro LV (discussão) 19h20min de 5 de maio de 2018 (UTC)
Achei uma matéria da BBC que explica bem a situação do Temer na Lava-Jato. Pode ser usada para embasar artigos sobre o tema.--Lord Mota 13h16min de 13 de maio de 2018 (UTC)
Eu poderia criar um artigo com esse conteúdo, mas como ele se encaixaria no rol de artigos, que já são muitos? Leandro LV (discussão) 18h40min de 13 de maio de 2018 (UTC)
Eu fiz um esboço de um possível artigo ou seção, mas é tudo muito sintético. Temos muito mais conteúdo aqui e nos outros artigos. Leandro LV (discussão) 20h15min de 13 de maio de 2018 (UTC)
Poderia ser criado algo tipo investigações envolvendo Michel Temer, a exemplo de Processos e investigações envolvendo Luiz Inácio Lula da Silva, com esse texto. Mas pra isso ser possível precisaria de mais conteúdo. O artigo sobre o Lula é mais extenso e detalhado.--Lord Mota 22h21min de 13 de maio de 2018 (UTC)
O artigo Michel Temer não possui nada sobre essas crises do governo dele. Posso condensar o texto em poucos parágrafos e criar uma seção lá. Leandro LV (discussão) 23h26min de 13 de maio de 2018 (UTC)
Vi as reversões no histórico deste artigo envolvendo @Leandro LV:, @Holy Goo: e @Usien6: e minha sugestão é criar o artigo Greve dos Caminhoneiros 2018 ou com algum outro título. Pedro Jorge Nunes da Costa (discussão) 21h09min de 24 de maio de 2018 (UTC)
Não creio que seja material para um artigo. Leandro LV (discussão) 21h52min de 24 de maio de 2018 (UTC)
Não creio que seja material para um artigo e nem sequer material para uma seção aqui, pois a Wikipédia não é um WP:JORNAL para noticiar coisas passageiras de notoriedade temporária. Holy Goo (d . c) 23h28min de 24 de maio de 2018 (UTC)

Transcluir seções[editar código-fonte]

Tendo em vista o "peso" do artigo, proponho que as seções "Gabinete ministerial" e "Índices de popularidade" (com gráficos e tabelas) sejam transformadas em um anexos transcluídos. O que vocês acham? --Lord Mota 16h50min de 31 de maio de 2018 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo, mas tenho uma dúvida. Isso com certeza vai reduzir o número de bytes da página, mas o tempo necessário para carregá-la será o mesmo, não? Isto é, a página carregará de forma igualmente lenta de ambos os modos, não? Holy Goo (d . c) 17h53min de 31 de maio de 2018 (UTC)
Symbol comment vote.svg Comentário Não vou votar, só quero dizer que sou contra reduções de texto. Sinto-me ofendido com a premissa de que o brasileiro não consegue ler mais que um parágrafo. Leandro LV (discussão) 19h28min de 31 de maio de 2018 (UTC)
Não é que não consiga ler, mas o artigo está longo demais e a maior parte dele é superficial ou secundário. Holy Goo (d . c) 20h23min de 31 de maio de 2018 (UTC)

Sistema Único de Segurança Pública[editar código-fonte]

O Sistema Único de Segurança Pública foi uma lei sancionada hoje. Peço para que algum editor deste artigo arrume um modo de engendrar essa nova informação no texto. Se quiserem, é claro. Holy Goo (d . c) 01h55min de 12 de junho de 2018 (UTC)

Yes check.svg Feito Leandro LV (discussão) 02h06min de 13 de junho de 2018 (UTC)

Transição de governo[editar código-fonte]

Creio que seja bom criar um tópico para as medidas adotadas para a transição ao próximo presidente, desde passar diversas informações, como até mesmo a indicação de um ministro extraordinário de transição Paladinum2 (discussão) 01h43min de 9 de novembro de 2018 (UTC)