Discussão:Jonas Madureira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Alteração de conteúdo[editar código-fonte]

@Jonathan.Silveira: você tem razão de que BPVs devem ser escritas de forma conservadora. No entanto, suas edições tem sido contestadas. Por favor, use esta página de discussão para debater e expor seus argumentos (com fontes). Lechatjaune msg 00h47min de 30 de abril de 2021 (UTC)

Violação do princípio da imparcialidade sobre biografias de pessoas vivas na página Jonas Madureira[editar código-fonte]

Olá, @Lechatjaune: Vou explicar os motivos sobre o porquê as informações inseridas na página de Jonas Madureira desrespeita o princípio da imparcialidade.

1. Como se nota na página, temos as seguintes declarações:


"No ano de 2018, manifestou-se sobre sua crença na incompatibilidade do cristianismo com a teoria conspiratória do marxismo cultural" (grifo nosso).

"Sobre sua crença na teoria conspiratória, Madureira disse..." (grifo nosso).


Note o uso do adjetivo pejorativo "conspiratória". O uso desse adjetivo atribui indevidamente a pecha de conspiracionista ao biografado. Um adjetivo completamente desnecessário e que deve ser suprimido a fim de manter o tom conservador nas informações de BPVs exigidas pela Wikipédia. Essas duas frases, portanto, devem ser alteradas para:


"No ano de 2018, manifestou-se sobre sua crença na incompatibilidade do cristianismo com a teoria do marxismo cultural."

"Sobre sua crença na teoria, Madureira disse..."


2. O editor da página afirma que Jonas Madureira é contrário à ideia de um cristão poder ser de esquerda. O editor afirma:


"Para Jonas Madureira, os cristãos não podem ser de esquerda. Em vídeo, o pastor declarou: 'É como se a gente estivesse perguntando se o cristão pode ser ateu. A cosmovisão socialista em seu sentido puro, fundamental é anticristã, antagônica à fé cristã'.


No entanto, essa informação não retrata a posição de Jonas Madureira em sua plenitude. Para Jonas Madureira, a mensagem cristã não está associada a uma ideologia de direita ou de esquerda, pois o evangelho está acima de quaisquer ideologias, julgando todas elas. Como declarou em vídeo em um sermão sobre Romanos 13.1-7:[1]


"A pauta de Deus não é a discussão entre esquerda e direita, a pauta de Deus é uma só: o evangelho de Cristo Jesus."


3. O editor afirma que "Em fevereiro de 2020, o pastor Jonas Madureira denunciou perseguição a cristãos que atuam no governo, ao passo que assinou um manifesto". Essa informação simplesmente não é verdadeira e a própria fonte apresentada pelo editor demonstra claramente a falsidade dessa informação. A fonte destacada pelo editor para apoiar sua declaração é esta. Basta acessar o link e ler o manifesto a fim de verificar que não há nada que diga respeito a cristãos atuando no governo. Logo no preâmbulo o documento afirma:


"Diante das difamações e ataques em determinadas mídias que tiveram como alvos diretos e indiretos membros desta Coalizão, bem como diante de um perceptível aumento das demonstrações de desprezo contra os cristãos nas redes sociais em nosso país, NÓS, abaixo-subscritos, vimos a público emitir o seguinte manifesto para o fim de esclarecimentos e recomendações" (grifo nosso).


Como se nota do negrito, o manifesto não diz respeito a cristãos que atuam no governo, mas sim a membros da Coalizão pelo Evangelho que sofreram ataques.


4. O editor também afirma:


"Em maio do mesmo ano, Jonas, por meio de uma carta subscrita por pastores como Augustus Nicodemus Lopes, lamentou o 'endeusamento da ciência' (acerca da Pandemia de COVID-19)" (grifo nosso).


Mais uma vez, o editor apresenta informações parciais e mais uma vez a fonte apresentada por ele faz prova contrária. Como se nota na carta, o documento tem como objetivo convidar a nação à pacificação e à oração. Embora o documento fale sobre a cautela contra o "endeusamento da ciência", a carta também expressa lamento contra a crise no sistema de saúde e na economia e convoca todas as pessoas a orarem pelas autoridades públicas, pela não disseminação de fake news, pelos profissionais de saúde, pelo fim da pandemia, pelos doentes e pelos desempregados etc. No entanto, para o editor, a única informação que realmente importou para ele foi destacar o "endeusamento da ciência".


Concluindo, nota-se claramente que a página foi redigida de modo a apresentar informações seletivas que claramente indicam parcialidade e não representam com fidelidade e justiça o pensamento do biografado. Peço que minhas observações sejam acatadas para que as devidas correções possam ser feitas.

--Jonathan.Silveira (discussão) 13h13min de 30 de abril de 2021 (UTC)

@Jonathan.Silveira: fiz ajustes na redação relativa ao item 4. Estou tentando entender o que pede nos outros itens, poderia, por favor, me indicar o minuto correto no video do item 2? São 54 minutos. Lechatjaune msg 13h44min de 30 de abril de 2021 (UTC)

@Lechatjaune: Posso sim. É no no minuto 51:28. Se houver dúvidas sobre os outros itens, estou à disposição.--Jonathan.Silveira (discussão) 14h10min de 30 de abril de 2021 (UTC)

@Jonathan.Silveira: escutei o final do vídeo. Ele até defende uma despolitização, mas dentro de um contexto em que a religião está acima do Estado, pregando a desobediência ao Estado quando houver conflito com as crenças cristãos (46min) e diz "obedeça ao Estado desde que ele não me faça desobedecer meu Senhor" (49min). Ele também associa algumas pautas políticas e sociais a um agressão ao "Rei" e perseguição aos cristãos. Assim, ele não se contradisse em relação às outras declarações, apenas reafirmou. Lechatjaune msg 14h35min de 30 de abril de 2021 (UTC)

@Lechatjaune:Obrigado pela disposição em ouvir o vídeo. Não é bem isso. Sim, para ele, o cristão deve desobedecer ao Estado quando isso contraria sua fé, mas isso independe de ser um cristão de direita ou de esquerda. Essa desobediência civil a que você se referiu não está associada a uma ideologia de direita. Ele nem diz isso no vídeo, como pude inferir de suas observações. No entanto, entendendo-se que não houve contradição dele em relação às outras declarações (como você mencionou), a citação desse vídeo não oferece prejuízo, já que ela só complementa. Por que a citação do vídeo daquele editor seria permitida e a que eu indico agora não? --Jonathan.Silveira (discussão) 15h15min de 30 de abril de 2021 (UTC)

@Jonathan.Silveira: bom, acho que é pelo fato de ser o link do canal onde o próprio biografado fala, abrindo margem para uma interpretação pessoal. Patrick fala! 15h47min de 30 de abril de 2021 (UTC)
@Jonathan.Silveira: Na frase "Para Jonas Madureira, contudo, a mensagem do evangelho não está associada a uma ideologia de direita ou de esquerda, pois o evangelho está acima de quaisquer ideologias, julgando todas elas.", a conjunção adversativa contudo parece retomar a frase anterior para efeitos de oposição ou compensação, por isso, busquei onde estava o contraste. A citação ao vídeo é permitida, só não se pode avançar com ideais que não estejam bem explícitas lá. A fim de ser fiel ao trecho do pastor, eu sugiro, então, remover a palavra contudo e escrever algo bem próximo do que ele efetivamente diz, como: "Jonas Madureira também defende que a crença cristã está acima do Estado, pregando a desobediência civil quando em contradição com a fé. Segundo ele, o evangelho está acima de pautas políticas e sociais." Lechatjaune msg 16h21min de 30 de abril de 2021 (UTC)

@Lechatjaune:Não vejo problemas com esse acréscimo que você está sugerindo, desde que seja incluída a citação que mencionei a fim de complementação. Ficaria assim: Para Jonas Madureira, a mensagem do evangelho não está associada a uma ideologia de direita ou de esquerda, pois o evangelho está acima de quaisquer ideologias, julgando todas elas. Como declarou em um vídeo em um sermão sobre Romanos 13.1-7: "A pauta do Rei [Deus] não é a discussão entre esquerda e direita, a pauta de Deus é uma só: o evangelho de Cristo Jesus". Jonas Madureira também entende que a fé cristã está acima do Estado, sendo permitido ao cristão desobedecê-lo quando colocado em uma situação de contradição com sua fé. Segundo ele, o evangelho está acima de pautas políticas e sociais.

--Jonathan.Silveira (discussão) 17h04min de 30 de abril de 2021 (UTC)

@Jonathan.Silveira: Onde ele disse que "a mensagem do evangelho não está associada a uma ideologia de direita ou de esquerda, pois o evangelho está acima de quaisquer ideologias, julgando todas ela"? Na outra citação, ele diz com todas as letras que o socialismo é incompatível com o cristianismo. Não podemos alterar o que ele disse e colocá-lo em contradição. Lechatjaune msg 20h12min de 30 de abril de 2021 (UTC)

Referências[editar código-fonte]

  1. O CRISTÃO COMO HOMEM PÚBLICO - JONAS MADUREIRA, consultado em 14 de abril de 2021 

Neutralidade questionada[editar código-fonte]

É necessário manter esse caixa no verbete? Lechatjaune msg 22h38min de 3 de maio de 2021 (UTC)

Olá caro Lechatjaune. Bom, acho que depois de algumas mudanças nossas, não vejo a necessidade. Não removi por achar que você ou o GhostP. seriam mais pertinentes em achar o momento exato em remover. Sds, Patrick fala! 00h57min de 4 de maio de 2021 (UTC)
Adicionei porque a neutralidade realmente havia sido questionada em #Violação do princípio da imparcialidade sobre biografias de pessoas vivas na página Jonas Madureira, mas se os problemas já foram resolvidos, a marcação pode ser removida. GhostP. disc. 01h03min de 4 de maio de 2021 (UTC)
Pronto, removi, já foi resolvido. Patrick fala! 01h08min de 4 de maio de 2021 (UTC)