Discussão:Lista de gentílicos

    Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

    Seria interessante separar as entradas correspondentes a países e territórios actuais (por exemplo os referidos na norma ISO) e as entradas correspondentes a entidades históricas e geográficas.comentário não assinado de Usuário não informado (data/hora não informada)

    Revisão[editar código-fonte]

    Revi todos os gentílicos relativos a Estados soberanos e territórios dependentes usando as seguintes fontes: Dicionário da Língua Portuguesa da Porto Editora (na Infopédia), Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa da Porto Editora (na Infopédia), Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa da Academia Brasileira de Letras, Vocabulário Ortográfico do Português do ILTEC (no Portal da Língua Portuguesa), Dicionário de Gentílicos e Topónimos do ILTEC (no Portal da Língua Portuguesa), Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, Michaelis: Moderno Dicionário da Língua Portuguesa, Dicionário Aulete Digital, Anexo A5: Lista dos Estados, territórios e moedas do Código de Redação Interinstitucional da União Europeia, Artigo "Sobre os adjetivos pátrios" do Ciberdúvidas da Língua Portuguesa.

    Nos gentílicos que não consegui encontrar correspondente nas fontes acima coloquei {{Carece de fontes}}. Por isso, convido os interessados a encontrar fontes para estas formas, caso contrário será necessário removê-los por ausência de referências.

    O artigo precisa ainda de uma revisão maior, separando talvez países, territórios, continentes, regiões supra- e infra-continentais, regiões dentro dos países, cidades e topónimos históricos para uma maior facilidade de consulta e fluidez de texto, como aliás sugere o IP acima.

    Futuramente pretendo acrescentar a informação dos gentílicos que apenas podem ser usados como adjetivos ou apenas como substantivos, e distinguir os gentílicos de maior uso daqueles que têm um uso restrito, histórico, antiquado, raro ou mesmo pejorativo. Gameiroestá lá? 02h21min de 19 de novembro de 2014 (UTC)Responder[responder]

    Acrescentei hoje gentílicos presentes nas seguintes obras:
    • Prontuário Ortográfico e Guia da Língua Portuguesa de Magnus Bergström e Neves Reis
    • Saber Escrever, Saber Falar: Um guia completo para usar correctamente a língua portuguesa de Edite Estrela, Maria Almira Soares e Maria José Leitão
    • Topónimos e Gentílicos de I. Xavier Fernandes
    • Nos Garimpos da Linguagem de Luiz Autuori e Oswaldo Proença Gomes.

    Colocarei, a seu tempo, todas estas obras nas referências do artigo. Gameiroestá lá? 23h45min de 20 de novembro de 2014 (UTC)Responder[responder]

    É realmente necessário incluir gentílicos depreciativos na lista? --Rosbife (discussão) 23h05min de 2 de maio de 2017 (UTC)Responder[responder]


    Qual o gentílico das Ilhas Geórgia do Sul e Ilhas Sandwich do Sul?[editar código-fonte]

    Território ultramarino do Reino Unido não incluído nessa lista aí!

    Saviochristi (discussão)