Discussão:Perfume

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Sugiro que a parte histórica seja ampliada, e que as duas fontes sejam removidas: - A primeira fonte é de um blog de divulgação científica do UOL - A segunda fonte é de uma loja online, com fins comerciais e péssima qualidade como referência.

Se vocês não aceitam páginas independentes especializadas em perfumes como referências, que pelo menos apaguem essas fontes que não agregam valor algum ao tópico e têm fins claramente comerciais.

Existem 3 tendências/escolas diferentes para a classificação das famílias olfativas dos perfumes. O artigo não cita qual dessas 3 escolas está sendo usada como referência, nem conta com uma fonte sequer que respalde minimamente o que está escrito.

Quanto à classificação, qual é a fonte do texto? E de onde tiraram sentenças como "O perfumista usa a fantasia e o nariz para criar fragrâncias marcantes, que podem reunir até 300 matérias-primas. É capaz de distinguir mais de 3 mil cheiros e consegue combiná-los em uma quantidade ilimitada de fórmulas."?

Quando se citam números, as referências não se fazem apenas necessárias, e sim imprescindíveis.

Outra vez: "Transformar esse mix em sucesso está nas mãos dessa categoria restrita e valiosa de profissionais, que ganha salários astronômicos para desenvolver essências sob encomenda." - Essa frase, por exemplo, peca pelo excesso de subjetividade e pela falta de referências. Fontes? Onde estão as fontes que respaldam esse artigo inteiro, sr. editor responsável?--Guidorocha (discussão) 21h12min de 19 de dezembro de 2013 (UTC)Guidorocha