Discussão:Reforma trabalhista no Brasil em 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

E as críticas?[editar código-fonte]

Vendo um pouco sobre a legislação trabalhista, me deparo com esse artigo. Não gostaria de presumir má-fé, pois sei da qualidade editorial do autor deste artigo, no qual tive a oportunidade de editar junto. No entanto, não há qualquer seção de críticas, o que dá a entender que não é um assunto polêmico, no qual uma simples pesquisa no Conjur, site confiável sobre direito, demonstra que a aplicação dessa reforma será extremamente polêmica: [1], [2], [3], [4], [5]. Isso que sequer citei os sindicatos, que fizeram até greve contra essa reforma. Não botaram a totalidade da reforma, no qual prevê até tarifação do dano moral. Desculpe-me, mas esse artigo precisa de reparos. Não os posso fazer nesse momento, mas depois eu posso fazer, por essa razão, deixo os links apropriados, pelos quais quem tiver interessado pode começar. Comuna de Paris (discussão) 17h29min de 11 de outubro de 2017 (UTC)

@Comuna de Paris: Concordo totalmente contigo. Eu, como criador do artigo, pretendia expandi-lo e adicionar críticas, mas acabei me ocupando com outras atividades. Acho que expandir este artigo é fundamental, pois ele recebe um número considerável de visualizações (é um dos artigos que criei que são mais vistos). Infelizmente, acho que não tenho tempo para isso agora. Holy Goo (d . c) 17h47min de 11 de outubro de 2017 (UTC)
Eu te entendo perfeitamente. Eu também não tenho tempo pra isso, estou dedicando meu pouco tempo traduzindo outra página. Quando tiver tempo, me dedico nesse artigo. No entanto, se alguém quiser começar, agradeço, inclusive, com alguns links que podem ser utilizados. Me parece que as críticas do Jorge Luiz Souto Maior e de sua mulher, Valdete Souto Severo, ambos juízes do trabalho são bem pertinentes a serem colocados aqui, visto que detalham de forma bem crítica esse projeto e de forma fundamentada. Mesmo assim, devem ser maneirados a forma de como são colocados no artigo, para não ferir o princípio da imparcialidade. Seria mais pra fazer essas considerações mesmo. Comuna de Paris (discussão) 02h06min de 12 de outubro de 2017 (UTC)
Acho que amanhã já consigo escrever alguma coisa. Holy Goo (d . c) 02h32min de 13 de outubro de 2017 (UTC)

@Comuna de Paris: Se não for pedir demais, gostaria que você dedicasse um tempinho para escrever as críticas. Acho que a existência de uma seção para isso muito importante. Eu até poderia tentar escrever alguma coisa, mas sei lá, to sem cabeça pra isso agora. Tô meio de ressaca. Holy Goo (d . c) 11h58min de 16 de outubro de 2017 (UTC)

@Holy Goo: acabei de escrever. Foi mal por não te responder antes, tava ocupado com uns artigos aqui. Nesse momento, são 4:13 da madrugada e estou aqui na Wikipédia, haha. Veja se ficou bom. Não coloquei muita informação, primeiro porque o sono não deixa, segundo porque o artigo está muto pequeno e poderia desequilibrar o artigo. Qualquer coisa, é só chamar. Abraços! Comuna de Paris (discussão) 06h13min de 21 de outubro de 2017 (UTC)

Mudanças no texto[editar código-fonte]

O comentário abaixo foi deixado em minha página de discussão. Copio-o para cá para que editores interessados na discussão possam participar da mesma, e respondo abaixo. Saturnalia0 (discussão) 13h16min de 21 de outubro de 2017 (UTC)

Olá! Não sei se sabe, mas anteriormente, o artigo encontrava-se sem qualquer crítica, sendo que a única opinião contida ali era a do governo. Obrigado por editar alguns disparates, especialmente a concordância verbal. Estava com sono naquele momento, editei aproximadamente pelas 04:00, haha. Pois bem, quanto as fontes, a tag de problemas é injustificada. Tomei cuidado ao pegar os originais, para não haver problemas, justamente porque mídias podem distorcer a fala de alguém, especialmente num assunto polêmico. Creio estarem corretas. E o Justificando conta com um corpo editorial bem organizado e com nomes conceituados na área do direito. É verdade que sua opiniões são ideologicamente carregadas, mas a Veja também tem esse problema e nem por isso advogo por não ser referência aqui. Acho que deve ser apenas algo equilibrado. Foi o que eu fiz. E ao título também não sei o que houve. Disse na discussão que iria adicionar opiniões favoráveis também, se desse tempo. Seria esse o problema? Não ficou claro pra mim. Abraços! Comuna de Paris (discussão) 12h14min de 21 de outubro de 2017 (UTC)

  • O problema em utilizar fontes primárias é que não fica claro qual é a relevância da informação. Por exemplo, se um sindicato critica uma reforma, ou se um sindicato patronal apoia uma reforma, que importância tem esse posicionamento? Se não houve repercussão na mídia, na academia, ou em qualquer outra fonte fiável e independente do órgão que emitiu a opinião, então a relevância é zero. Se, por outro lado, uma crítica da CUT p.e. foi bastante repercutida na mídia, então há uma indicação de relevância sobre essa crítica, e ela tem cabimento num artigo enciclopédico. Por isso a fonte da CUT é problemática para um posicionamento da CUT e centrais afiliadas, bem como a fonte do MPT é problemática para uma informação do MPT. Elas são boas, como você reparou, para melhorar a confiabilidade da informação, mas uma fonte secundária é necessária para estabelecer a relevância dela.
  • O problema do Justificando não é qualquer posicionamento político que o mesmo possa vir a tomar, mas sim que qualquer um pode escrever para ele
  • Quanto ao título, se há controvérsia ela não é clara. O que há na seção por hora são críticas - o que não é um problema, seções genéricas de "Controvérsias" são desencorajadas, e se o sujeito do artigo foi criticado, uma seção de críticas é adequada. Saturnalia0 (discussão) 13h16min de 21 de outubro de 2017 (UTC)
Entendo a questão das fontes. Creio ser relevante o posicionamento do MPT devido ao fato de ser parte do MP. Quanto ao Justificando, qualquer um pode enviar artigos, bem como uma revista científica, por exemplo. O problema, creio eu, não seria esse, pois os trabalhos são selecionados por um corpo editorial sério para serem publicados, como pode ver no ponto 13 e seguintes. Pro Conjur muitos especialistas enviam artigos de opinião e nem por isso deixa de ser confiável. Quanto ao título "críticas", vou modificar, as explicações são satisfatórias, por ora. Comuna de Paris (discussão) 13h57min de 21 de outubro de 2017 (UTC)
A relevância não é dada pelo que você ou eu achamos que o sujeito emissor da opinião tem, mas sim pela repercussão que esta teve ou deixou de ter. Nem toda opinião emitida pela CUT é relevante apenas porque a CUT é relevante, por exemplo. Consegues fontes melhores, tanto para a CUT quanto para o MPT? Quanto ao comentário em relação ao Justificando, artigos publicados em revistas científicas geralmente só são consideradas fiáveis se tem peer review. As normas de publicação dizem basicamente que o texto deve estar alinhado à linha editorial do site - de opinião. Diga-se de passagem que artigos de opinião não são usados na wiki como fontes para fatos. O que não faltam são fontes melhores, nesse caso.[6][7][8][9]Saturnalia0 (discussão) 14h29min de 21 de outubro de 2017 (UTC)

Eu achei que ficou bom. Talvez seria melhor se houvesse mais detalhes sobre o que exatamente foram as críticas. Da forma que está parece um tanto vago. Acho ainda que há espaço para mais um parágrafo, caso queiram escrever mais um. Concordo que a seção deve se chamar "críticas". Holy Goo (d . c) 15h47min de 21 de outubro de 2017 (UTC)

Só críticas?[editar código-fonte]

Me desculpem se entendi errado...Mas ao ler o artigo percebi que só de críticas eram 6 linhas e para falar a posição do governo 1! Assim, não estou aqui a tratar de minha opinião pessoal sobre a reforma, mas percebi que o artigo faz uma espécie de relatório sobre o trâmite da reforma (nem elogia e nem critica)! Fala (em uma linha) que o governo acha que é importante e tal; fala (em uma linha) que há criticas e tal); depois faz uma tabela com o comparativo da situação anterior à reforma e a situação em decorrência da reforma; depois deixa 5 linhas para criticar a reforma! Não estou vendo, salvo melhor juízo, algum contraditório aí! Pela discussão, parecia que haviam inúmeros pontos a favor da reforma e era preciso contrabalançar isso. No entanto o que vejo são mais críticas que qualquer outra coisa, salvo melhor juízo)! Espero que possa haver alguém para equilibrar isso, afinal a Wikipédia tenta ser imparcial!--Fábio Júnior de Souza 17h04min de 21 de outubro de 2017 (UTC)

Sim, eu entendo. É possível escrever também sobre a opinião dos apoiadores da reforma. Holy Goo (d . c) 17h06min de 21 de outubro de 2017 (UTC)
É verdade, nesse momento, o artigo está desequilibrado. O que houve é que a seção foi colocada pela madrugada e ficou incompleta, o que justifica um desequilíbrio temporário. É necessário esclarecer pontos a favor da reforma também e não apenas a posição do governo, mas a de setores da sociedade civil a favor da reforma. Só não o faço agora por falta de tempo e terei que selecionar fontes melhores, visto que a exigência, pelo pouco que pude perceber, é rigorosa. Só peço que haja um certo equilíbrio nas informações e não acho necessário detalhar tanto as críticas ou os apoios, deixar alguns parágrafos, ou será mais difícil deixá-lo imparcial ao longo do tempo.
Talvez seja necessário detalhar mais o conteúdo da reforma, deixar em forma de texto e não de tabela, que daí fica mais fácil de acrescentar informações sobre a reforma. Comuna de Paris (discussão) 17h35min de 21 de outubro de 2017 (UTC)

Alteração da reforma trabalhista por meio de MP[editar código-fonte]

O governo Temer decidiu que mudanças na reforma serão feitas através de Medida Provisória. Estava um embate se seria encaminhado um projeto de lei (que entraria em vigor apenas após a votação pelo Congresso Nacional) ou medida provisória (que produz efeitos imediatos). Aviso a todos que fiquem atentos, para eventuais modificações. Poderá ser assinado até amanhã (dia 15 de novembro), segundo a Folha de S. Paulo. Lembro que se trata de medida provisória, ou seja, entra imediatamente em vigor e pode até mesmo ser rejeitado pelo Congresso Nacional, o que pode demandar atualizações constantes. Comuna de Paris (discussão) 19h21min de 14 de novembro de 2017 (UTC)

Saíram também diversos artigos na imprensa sobre "o que muda com a reforma" que podem eventualmente servir de completamento ao artigo. Além dos agradecimentos que já enviei, registro aqui mais uma parabenização aos editores Comuna e Holy Goo pelo trabalho no artigo, que, assim que ficar estável quando seu sujeito não for mais assunto recente, creio que, com alguns ajustes com os quais posso ajudar, possa ser elevado a artigo bom ou, quiçá, destacado. Saturnalia0 (discussão) 00h16min de 15 de novembro de 2017 (UTC)
Muito obrigado Saturnalia0, especialmente pelos conselhos que destes sobre fontes primárias. Creio que tem resquícios desse tipo de fonte nos artigos, o qual ao longo do tempo, irei resolver. Abraços. Comuna de Paris (discussão) 01h09min de 15 de novembro de 2017 (UTC)

Vou colocar nessa seção, porque tem alguma relação. Nesse momento, foi apresentado 446 emendas para serem votadas na comissão especial. A maioria da oposição, querendo alterar de vez a proposta de reforma. A questão é que, dependendo do que as fontes secundárias falarem, teremos muito o que dizer. Comuna de Paris (discussão) 19h28min de 21 de novembro de 2017 (UTC)

Remoção de conteúdo referenciado[editar código-fonte]

@Holy Goo: Dizer sobre a influência da lei, que veio da reforma trabalhista da Espanha, não é relevante? Comuna de Paris (discussão) 03h59min de 15 de novembro de 2017 (UTC)

@Comuna de Paris: Não logo no primeiro parágrafo. Isso é secundário. Holy Goo (d . c) 16h23min de 15 de novembro de 2017 (UTC)
Em qual parágrafo acha que poderia ir? Comuna de Paris (discussão) 18h33min de 15 de novembro de 2017 (UTC)
@Comuna de Paris: A reforma na Espanha parece ser um antecedente, então a informação poderia ficar lá em algum lugar. Holy Goo (d . c) 18h52min de 15 de novembro de 2017 (UTC)
Vou ver o que posso fazer então. Comuna de Paris (discussão) 19h55min de 15 de novembro de 2017 (UTC)

Inserção de conteúdo novo[editar código-fonte]

@Comuna de Paris: Gostaria que você desse uma olhada no conteúdo novo adicionado pelo Gustavocfq. Qual sua opinião sobre ele (digo, o conteúdo)? Holy Goo (d . c) 12h53min de 16 de novembro de 2017 (UTC)

@Holy Goo: Não sei se teve a mesma impressão que eu, mas o problema é que o conteúdo é extremamente parcial, além de utilizar fontes como o Justificando, o qual não é confiável, devido as razões explicadas mais acima. Acho que o que se aproveita é a opinião do presidente do TST. Os dados do CNJ não são contextualizadas aqui. Por mim, removeria a maioria delas. Comuna de Paris (discussão) 19h09min de 16 de novembro de 2017 (UTC)
Bom, parece claro que a seção sobre cenário mundial não é adequada para o artigo. Por isso, já removi ela do código-fonte. Quanto à seção sobre os dados do CNJ, eu ocultei a seção até que a gente decida o que fazer com ela (eliminar, adaptar, etc). Holy Goo (d . c) 19h17min de 16 de novembro de 2017 (UTC)
Então, eu acho que ela não fica adequada ao artigo, pelo menos sem uma fonte secundária que relacione isso com a reforma trabalhista. Comuna de Paris (discussão) 19h20min de 16 de novembro de 2017 (UTC)

Imagem[editar código-fonte]

@Comuna de Paris: Conforme você percebeu, o texto não cabe inteiro na imagem. Eu havia escolhido essa imagem porque aparece o "modernização trabalhista" com um tamanho maior. Achei a frase interessante de ser destacada, digamos. Mas há uma foto melhor. Por exemplo, esta imagem mostra o texto inteiro. Se quiser, pode carregar a imagem no Commons e depois fazer a troca. Holy Goo (d . c) 01h21min de 18 de novembro de 2017 (UTC)

Por mim, ótimo. Eu na hora de fazer o texto alternativo, me atentei ao ser o mais fiel possível ao que tava na imagem. Não sei como carregar no Commons, infelizmente.
Ah, recoloquei a frase do embate entre o Maia e o Senado, pois o que gerou a MP foi justamente o acordo firmado entre o Senado e o Executivo e a demora se deve a contrariedade do Maia ao próprio meio de modificação da reforma. Por isso o empasse, que foi solucionado(?). Só queria explicar isso. Obrigado pelas contribuições que tem feito ao artigo. Comuna de Paris (discussão) 01h28min de 18 de novembro de 2017 (UTC)

@Comuna de Paris: Carregar no Commons é fácil. Você não precisa fazer um novo carregamento, basta fazer uma troca. Eu não posso fazer isso porque fui banido de lá. Se quiser colocar uma nova imagem, faça assim: Clique na ligação abaixo:

https://commons.wikimedia.org/w/index.php?title=Special:Upload&wpDestFile=Temer_ap%C3%B3s_sancionar_reforma_trabalhista.jpg&wpForReUpload=1

Ela vai te levar para a página em que você vai poder carregar uma nova versão da imagem existente. Ao fazer isso, a imagem nova vai aparecer no artigo automaticamente. Mas claro, faça isso se você quiser trocar a foto. Holy Goo (d . c) 02h32min de 18 de novembro de 2017 (UTC)

Como alguém que porventura acessa a web com imagens bloqueadas para economizar o 3G, obrigado pelo texto alternativo nas imagens. Mas não precisa ser tão detalhado, heh. Saturnalia0 (discussão) 23h24min de 18 de novembro de 2017 (UTC)

Sobre a predefinição Evento atual[editar código-fonte]

@Holy Goo: Eu coloquei a predefinição evento atual, porque a MP está em tramitação e pode sofrer modificações ao longo do caminho, o que justifica a tag. São 120 dias, se não me engano, para que haja a tramitação e suas modificações, ou então ser rejeitado pelo Congresso Nacional. Durante esse tempo, é preciso, creio eu, alertar o leitor para isso, que pode ocorrer modificações posteriores. Depois de aprovada, retire a tag.

Quanto ao vídeo, esteticamente não fica agradável centralizar. Penso que, se é pra colocar na seção, que transforme a tabela em texto então e mova essa tabela pra uma lista de mudanças. Comuna de Paris (discussão) 01h36min de 20 de novembro de 2017 (UTC)

@Comuna de Paris: Tudo bem, irei inserir novamente a marcação. Acho que vale a pena alertar o leitor que as mudanças já estão em vigor mas ainda podem sofrer alterações durante a tramitação. É necessário explicar ao leitor o motivo de haver a marcação
Discordo. O vídeo sem dúvida deve ficar nas "Principais mudanças" e acho que ele fica bem ao estar centralizado pois ele é importante. Transformar a tabela em texto seria uma confusão.
Eu também reorganizei algumas seções, como manifestações contrárias e favoráveis e tramitação. Se quiser me reverter, não tem problema. Holy Goo (d . c) 01h41min de 20 de novembro de 2017 (UTC)

Ah, há também a possibilidade de adicionar o vídeo na introdução do artigo, no lugar da foto! Holy Goo (d . c) 01h43min de 20 de novembro de 2017 (UTC)

Por que eu não propus isso antes, haha. Pensei em fazer isso, sinceramente. Se quiser fazer isso, eu apoio totalmente. Comuna de Paris (discussão) 01h48min de 20 de novembro de 2017 (UTC)
O que faríamos com a foto atual então? Poderíamos colocar ela na parte da "tramitação"? Holy Goo (d . c) 01h53min de 20 de novembro de 2017 (UTC)
É uma boa ideia. Comuna de Paris (discussão) 02h00min de 20 de novembro de 2017 (UTC)
Estive pensando com mais calma, e vi que talvez não seja o melhor fazer isso. O objetivo da Wikipédia é informar, mas as informações não precisam ser jogadas na cara dessa forma. A Wikipédia foi feita para ser lida, não assistida. Então, quem quiser ver o vídeo, pode muito bem ir na seção das principais mudanças. Sem falar que a imagem é uma boa ilustração para a introdução.
Mudando um pouco de assunto, se você não concordou com a nova organização das seções, pode reverter. Holy Goo (d . c) 11h14min de 20 de novembro de 2017 (UTC)
É sacanagem combinar uma coisa e depois descombinar assim. Como eu disse, odiei o vídeo ali, está esteticamente desagradável. Vou mudar o vídeo. Comuna de Paris (discussão) 11h53min de 20 de novembro de 2017 (UTC)

──────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────── Eu havia apenas cogitado uma possibilidade. Eu não disse em momento algum que queria fazer a mudança. Mas não tem problema. Holy Goo (d . c) 11h57min de 20 de novembro de 2017 (UTC)

Tudo bem. Desculpa se pareci grosso, não foi essa a intenção agir com grosseria. Mas eu não gosto que combinem as coisas e depois desfazem as coisas. Mas mudei o vídeo de lugar. A questão é que não tem lugar mais adequado e centralizar o vídeo deixa o texto feio. Ele serve para ser o complemento, não o principal, na minha opinião. Comuna de Paris (discussão) 12h07min de 20 de novembro de 2017 (UTC)
Tudo bem, não esquenta. Conflitos fazem parte. Chamei dois editores para dar opinião e ajudar a achar a melhor solução. Holy Goo (d . c) 12h10min de 20 de novembro de 2017 (UTC)

Sinto que a gente precisa da opinião de mais pessoas para tirar algumas dúvidas relacionadas a edição... Holy Goo (d . c) 12h03min de 20 de novembro de 2017 (UTC)

Pedido de opinião[editar código-fonte]

@Saturnalia0 e PauloMSimoes: Precisamos de mais opiniões para resolver um problema. Qual deve ser a localização do vídeo e da imagem principal do artigo? O vídeo fica melhor no topo? Se sim, onde ficaria a imagem? O vídeo deveria ficar centralizado na seção "principais mudanças" ou usado normalmente como miniatura?

Além disso, que ordem de seções fica melhor? A tramitação deve vir antes ou depois das "principais mudanças"?

Desde já, obrigado. Holy Goo (d . c) 12h09min de 20 de novembro de 2017 (UTC)

@Holy Goo: por mim é indiferente e mesmo desnecessário esse vídeo. Já temos um texto, uma tabela com todos os detalhes, onde qualquer modificação na lei pode ser facilmente incorporada ao artigo. E essas alterações certamente vão ocorrer, principalmente no que se refere ao "trabalho intermitente", que está passando por uma revisão, depois de críticas de juristas. Um vídeo dificilmente será atualizado, e o artigo vai ficar com informações desatualizadas, erradas. Não vejo a menor necessidade de um vídeo neste artigo. PauloMSimoes (discussão) 12h25min de 20 de novembro de 2017 (UTC)
@PauloMSimoes: Beleza. E quanto à ordem das seções? Tramitação vem antes ou depois? Holy Goo (d . c) 12h32min de 20 de novembro de 2017 (UTC)
Antes. PauloMSimoes (discussão) 12h44min de 20 de novembro de 2017 (UTC)
Concordo com o Paulo em todos aspectos. Saturnalia0 (discussão) 13h29min de 20 de novembro de 2017 (UTC)
@Holy Goo: o seu "Beleza" significa que concorda com a remoção do vídeo? Se sim, são três a concordar, então pode desfazer aquilo colocado pelo NMaia? PauloMSimoes (discussão) 14h15min de 20 de novembro de 2017 (UTC)
@PauloMSimoes: Significa que eu aceitei sua opinião, conforme eu havia a solicitado. Eu sou favorável à inclusão do vídeo. Ele evita a necessidade de leitura da tabela e é algo interessante de se ter no artigo. Eu concordo que, se o vídeo ficar muito desatualizado, aí podemos tirar ele, mas por enquanto opto por deixar assim.
Então, até o momento dois são contrários ao vídeo e dois são favoráveis (eu e acho que o Comuna também). O que fazemos? Holy Goo (d . c) 16h36min de 20 de novembro de 2017 (UTC)
Será muito difícil ser removido por desatualização no futuro e isso é um perigo, pois para o leitor brasileiro, que na média não gosta de ler, vai logo abrir o vídeo. Um vídeo referenciando uma lei sujeita a alterações é algo meio absurdo que não agrega nada. Basta o texto, que é mais explícito. Vídeos são para outros temas, não sobre uma lei. Isso deve ser removido.PauloMSimoes (discussão) 17h16min de 20 de novembro de 2017 (UTC)
@PauloMSimoes: Beleza, mas não entendi direito. O que eu quero saber é se você concorda que enquando o vídeo estiver atualizado, ele pode ficar ali? Poderíamos também adicionar um aviso dizendo que o que está no vídeo está sujeito à alterações. É como você mesmo disse, o brasileiro não gosta de ler. Se um texto pode estar em vídeo, isso seria bom, ao meu ver. Holy Goo (d . c) 17h30min de 20 de novembro de 2017 (UTC)
Não entendeu direito? Deve ser removido já, pois não está "ajudando" quem não gosta de ler. Pelo contrário, está incentivando a "preguiça". Um absurdo ter um vídeo para explicar uma lei. Dentro de pouco tempo já vai estar desatualizado. Remova, não agrega nada, não somos um manual de instruções. Isso é para o YouTube. PauloMSimoes (discussão) 17h42min de 20 de novembro de 2017 (UTC)

──────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────────── Uai, tudo bem então. Holy Goo (d . c) 18h10min de 20 de novembro de 2017 (UTC)

Rodrigo Maia[editar código-fonte]

Realmente não gostei do trecho.

No dia 14 de novembro de 2017, Michel Temer editou uma medida provisória, a medida provisória 808, na qual altera a reforma trabalhista em vigor.[23][24] Havia um conflito entre o presidente da Câmara e do Senado sobre a forma que o governo deveria remeter as modificações da reforma trabalhista. Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados argumentava que alterações deveriam ser remetidas ao Congresso através de um projeto de lei e não através de medida provisória. O Senado, no entanto, defendia que o projeto fosse por medida provisória, sob o argumento de que esse havia sido o acordo feito com os senadores para viabilizar a aprovação da reforma trabalhista.[25]

Soa como enrolação. O primeiro parágrafo seria muito mais interessante de se ler se fosse assim:

No dia 14 de novembro de 2017, Michel Temer editou uma medida provisória, a medida provisória 808, na qual altera a reforma trabalhista em vigor.[23][24] As modificações incluem o afastamento do trabalho da gestante de locais com qualquer grau de insalubridade, excluído o pagamento do adicional de insalubridade e em casos de insalubridade de grau médio e mínimo, no qual poderá retornar apenas se voluntariamente apresentar atestado médico, autorizando-a, mas em caso de insalubridade em grau máximo, fica impedida de exercer atividades no local. Na questão da jornada 12 por 36, poderá ser estabelecida a jornada apenas se estiver convencionado em acordo ou convenção coletiva de trabalho, sendo que apenas os profissionais de saúde podem fazer também por acordo individual escrito. Também estabelece uma quarentena de 18 meses para a migração de um contrato por prazo indeterminado para o contrato de trabalho intermitente.[23][24]

Vai direto ao ponto e é uma leitura mais interessante. Holy Goo (d . c) 15h16min de 24 de novembro de 2017 (UTC)

Tudo bem. Posso reformular o trecho. Primeiro, eu acho que deveria ser uma seção de nível 2 (== ==), além de alterar para "Medida Provisória 808/2017" ou "MP da Reforma Trabalhista". Não é uma continuidade da lei № 13.467 de 2017, é uma outra lei que faz modificações a esta. Poderia até pensar em outro artigo para a MP, mas penso ser desnecessário desmembrar. Faria um pouco mais de sentido, além de poder fazer outras subseções, como por exemplo, a formação da comissão especial e sua tramitação.
Acho sim que deve ficar o trecho do Rodrigo Maia. A importância política disso é grande: Graças ao atrito é que houve a demora da MP, prometida aos senadores. Serve para explicar isso. Penso que o artigo não deve ser apenas descritivo, mas expor os elementos políticos da reforma trabalhista. Pode até ser mais relevante se a MP for rejeitada, pois pode dar abertura a uma crise política entre o Senado, a Câmara e o presidente. Qual reformulação sugere? Comuna de Paris (discussão) 19h24min de 24 de novembro de 2017 (UTC)
@Holy Goo: O que achou? Ficou pelo menos aceitável ou acha que precisa de algum ajuste? Comuna de Paris (discussão) 19h29min de 24 de novembro de 2017 (UTC)
O artigo não é sobre uma lei. É sobre a reforma. A MP faz parte da reforma e por ser uma modificação posterior, deve ficar como subseção das "principais mudanças".
O páragrafo do Maia naquele lugar ficou um pouco menos ruim. Gostei. Holy Goo (d . c) 20h08min de 24 de novembro de 2017 (UTC)
Se for pelas mudanças na lei trabalhista, deveria então começar pela lei da terceirização, que foi o começo de tudo. Penso não ser agradável ficar dentro de uma seção a MP, ainda mais que gostaria de acrescentar mais informações na medida em que vai aparecendo, como a formação da comissão especial, as modificações que possam surgir ao longo do tempo, além da versão aprovada. Deixar tudo junto criaria wall of text estranho. O jeito é criar uma subseção nível 4 (==== ====), o que, na minha opinião, não ficaria esteticamente agradável, mas dentro das condições que são impostas, não vejo outra alternativa. Comuna de Paris (discussão) 20h17min de 24 de novembro de 2017 (UTC)
Outra questão que esqueci de colocar: Modificações posteriores torna-se impreciso. Qualquer mudança vinda após a reforma será uma modificação posterior. Por isso o nome precisaria ser mais preciso, algo como MP 808. Comuna de Paris (discussão) 20h18min de 24 de novembro de 2017 (UTC)
Boa ideia. Escreva sobre a terceirização nos "antecedentes"!
Symbol support vote.svg Concordo então em usar uma seção de dois iguais (==). Holy Goo (d . c) 20h26min de 24 de novembro de 2017 (UTC)

A tabela[editar código-fonte]

@Comuna de Paris: A tabela cita apenas algumas mudanças. Não acha que ela deveria citar todas? Até porque a seção sobre a MP fala sobre coisas que não estão na tabela. Falando nisso, um ip adicionou "Art. 477. § 1º (Revogado)." ali. Está correto? Holy Goo (d . c) 00h50min de 25 de novembro de 2017 (UTC)

Sim, é preciso adicionar mais coisas. O problema é que é bastante coisa, foram mais de cem artigos da CLT que foram modificados, o que vai demandar um certo trabalho. Mas realmente, precisa colocar. Quanto a colocação do IP, está correta, mas fica muito técnico. Talvez dizer que agora não precisa de homologação do sindicato para demissão soaria melhor ao leitor mais leigo. Comuna de Paris (discussão) 01h02min de 25 de novembro de 2017 (UTC)
Citação: foram mais de cem artigos da CLT que foram modificados Seria interessante colocar isso antes da tabela. Isso justificaria a tabela estar resumida. Quanto à adição do IP, sugiro que você melhore o texto, pois você entende mais disso. Ah, se quiser reverter a coluna que eu adicionei, não tem problema. Holy Goo (d . c) 01h45min de 25 de novembro de 2017 (UTC)
Modifiquei a parte que o IP botou. Comuna de Paris (discussão) 02h29min de 25 de novembro de 2017 (UTC)

outros sites copiando o conteúdo[editar código-fonte]

Ume simples busca no google pelo primeiro parágrafo mostra um monte de sites diferentes que copiaram o conteúdo. Bacana. Eles poderiam ao menos ter dado crédito ao projeto.

Exemplos: [10] [11] [12] Holy Goo (d . c) 20h09min de 29 de novembro de 2017 (UTC)

Eu queria saber da onde diabos eu tirei a palavra "instrumentalizada". Holy Goo (d . c) 20h19min de 29 de novembro de 2017 (UTC)

Isso quer dizer que o nosso trabalho tá valendo a pena. Ótimo! Mas poderiam pelo menos citar a Wikipédia como fonte. Comuna de Paris (discussão) 00h08min de 30 de novembro de 2017 (UTC)
Eu custei para me dar conta da importância deste artigo. Muitos advogados trabalhistas, procuradores, estudantes de direito, etc, visitam este artigo. Outros artigos não são tão importantes. Holy Goo (d . c) 00h38min de 30 de novembro de 2017 (UTC)

Bibliografia[editar código-fonte]

A intenção minha ao criar a seção era apenas mostrar ao leitor livros sobre o assunto. Ao usar a seção bibliografia, dá a entender que os livros foram usados como fontes para o artigo. Não sei. Holy Goo (d . c) 23h53min de 30 de novembro de 2017 (UTC)

WP:Bibliografia serve pra sugerir ao leitor outras obras sobre o assunto, não como uma referência ao artigo. Estas estão citadas no artigo. Pelo menos é isso que eu entendo. Comuna de Paris (discussão) 23h58min de 30 de novembro de 2017 (UTC)

Dano extrapatrimonial[editar código-fonte]

Não seria dano moral? Holy Goo (d . c) 02h23min de 1 de dezembro de 2017 (UTC)

O dano extrapatrimonial abrange tanto o dano moral, quanto o dano estético e outros que não sejam danos patrimoniais. Foi inclusive a redação utilizada na reforma. Comuna de Paris (discussão) 02h26min de 1 de dezembro de 2017 (UTC)
Seria interessante abrir um parêntese na primeira coluna para esclarecer isso. Holy Goo (d . c) 02h32min de 1 de dezembro de 2017 (UTC)

Reversão[editar código-fonte]

Holy Goo reverti a última edição que fizestes, porque, na minha opinião, não se trata de um conflito de ideias, mas de interposição de ações judiciais questionando a constitucionalidade, por isso acho que deveria estar em uma seção separada. Caso queria discutir sobre a melhor forma de colocar, pode discutir aqui. Queria apenas dar essa justificativa. Acho que deveria ser expandido, o que será naturalmente expandido, com a posição do STF (ou do TST) a respeito do assunto. Comuna de Paris (discussão) 15h09min de 5 de dezembro de 2017 (UTC)