Discussão:Ruy Barbosa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Este artigo como o principal[editar código-fonte]

Acredito que 98% dos internautas procurarão esta entrada em busca do político e escritor brasileiro, e não à procura dos municípios baiano ou riograndense. Este deve ser movido ao artigo principal Ruy Barbosa, e ser criada uma página de desambigüação secundária para as outras entradas. Tonyjeff 12:32, 20 Março 2006 (UTC)

Inteiramente de acordo. --Mschlindwein msg 13:06, 20 Março 2006 (UTC)

Conteúdo contrário…[editar código-fonte]

Estamos tão acostumados a ver apenas elogios a Ruy que minha defesa abaixo pode soar destoante:

  • Mister lembrar que ele é o responsável, direto ou indireto, de alguns "crimes":
  1. Encilhamento - foi a primeira grande falcatrua oficial da República, feita por sua absoluta incompetência enquanto ministro da Fazenda, levando à falência milhares de pessoas, num clima de falsa euforia que criou e sustentou…
  2. Mandou destruir toda a documentação dos registros de escravos. Alegou que isto dava-se para evitar possíveis pedidos de indenização… Será que um "gênio" jurídico (como ele se auto-proclamava) não tinha outra solução jurídica? Simplesmente assassinou todo registro de um passado, privando os afro-descendentes do conhecimento efetivo de suas origens!
  3. Canudos. Baiano e aliado do Governador Luiz Viana, Ruy levou 20 anos para admitir que o massacre de Canudos "talvez" tenha sido um erro…

Graças a estes e outros tantos equívocos, o hábil auto-promotor de sua grandeza Ruy Barbosa jamais foi eleito presidente… para o bem do Brasil. Resta-nos concordar com o Patrocínio: Deus acendeu um vulcão em sua cabeça… pobres de Pompéia e Herculano, que estavam por perto…

Conhecer DigaêNuvola apps kolourpaint.png 20:05, 16 Maio 2006 (UTC)

Não diria que o Encilhamento foi um crime do Ruy Barbosa. A idéia até seria boa se não houvesse a inflação e os espertalhões de plantão (que pediam dinheiro aos bancos alegando precisar de recursos para fundarem indústrias quando na verdade usavam esse dinheiro para apostas no Jockey Club, por exemplo). De maneira alguma podemos dizer que foi absoluta incompetência. Mas devo concardar com você em relação a falta de citação o Encilhamento no artigo.

  1. Em 1914, Rui Barbosa, em veemente discurso no Senado, condenou a execução pela primeira-dama Nair de Teffé, e para uma seleta platéia(embora de forma exclusivamente instrumental, ao violão), do maxixe "Corta-Jaca", lançado pela compositora Chiquinha Gonzaga em 1895.

Ou seja, Rui criticou uma manifestação da cultura popular brasileira, manifestação essa de origem africana, o que prova que até ele, abolicionista de primeira hora, era racista. Vergonhoso! A conferir em Carta Capital n. 419, de 15 de novembro de 2006. Pernambucoadriano o comentário precedente não foi assinado por Pernambucoadriano (discussão • contrib.)

Pedido de voto consciente - contra ou a favor vote[editar código-fonte]

ATM

Caro Ruy, como tive oportunidade de dizer a outros também, você parece-me uma pessoa consciente e racioal. Pelo que solicito a aua votacao na pagina acima. Isto independentemente da orientacao do seu voto. Nao fique constragido em votar contra se for o caso. Se a pagina for eliminada porque pessoas como o Ruy votaram contra fico mais descansado porque apesar de o esforço que fiz para escrever essa pagina e muitas outras considero que a eliminacao foi justa. Agora senao votar nem contra nem a favor, a pagina corre o risco de ser elimnada so porque um grupo de individuos decidiu se incompatibilizar comigo e em vez de votar contra a pagina esta a votar contra mim. Pode ver isso nos comentarios. NOTA: A pagina foi colocada para eliminacao porque supostamten VDA. Assunto que ficou resolvido mas a pagina continuou a ser votada para eliminacao. --Orson Vaughn 04:11, 19 Outubro 2006 (UTC)

Engano-me ou o colega acima está pedindo voto para o Rui Barbosa? Dantaddσυζήτηση 10:21, 19 Outubro 2006 (UTC)
O meu padrinho queria que eu fosse Ruy, mas o registou negou… Enganos sucedem, até com o melhor dos ipicilones…--Rui Silva 13:14, 19 Outubro 2006 (UTC)
Invejo os cartórios portugueses pela seriedade com que levam a norma ortográfica vigente, ao contrário dos cartórios brasileiros, pautados por argumentos personalistas… --Tonyjeff ¿Uíqui-o-quê? 14:31, 26 Outubro 2006 (UTC)

Inclusão da Faculdade Ruy Barbosa nos links externos[editar código-fonte]

Incluo este comentário para que não eliminem o link da Faculdade Ruy Barbosa dos links externos. Não adicionei tal link lá para fazer propaganda dessa instituição de ensino superior soteropolitana que leva o nome dele, e sim poque tal faculdade proativamente trabalha na preservação da imagem do jurista e é parceira da Casa de Ruy Barbosa, como se pode constatar nos links relacionados no site da Casa

Mesmo a faculdade trabalhando em benefício de sua imagem, não me parece ser um site relevante para o artigo. Digo, alguém que esteja procurando informações sobre Ruy Barbosa irá encontrá-las no site da faculdade? Se sim, minhas sinceras desculpas por te-lo retirado. Taikanatur 02h03min de 23 de Setembro de 2007 (UTC)
Se colocarmos ligações de todas as faculdades Rui(y) Barbosa que existem no Brasil, será uma lista sem-fim. --Tonyjeff ¿Uíqui-o-quê? 03h03min de 27 de Outubro de 2007 (UTC)


Isso é mera suposição arbitrária, sem embasamento qualquer. Ao se buscar no registro do MEC, percebe-se facilmente que os registros apontam somente 1 IES autorizada a funcionar com a "Ruy Barbosa" (Para ser mais preciso, aponta para alguns registros de IES, todas referentes a subdivisões de uma única Faculdade, existente em Salvador). Existem mais duas faculdades de muito menor porte com "Rui Barbosa", mas sem nenhuma relevância na manutenção da imagem do jurista. o comentário precedente não foi assinado por 189.104.78.71 (discussão • contrib.) tony :: jeff ¿ 23h02min de 23 de abril de 2009 (UTC)[Responder]
Se o princípio para remover o link é não-relevância para obtenção de informações sobre Ruy Barbosa, deve-se de pronto remover o link para a cidade de Ruy Barbosa. Caso contrário, seria lógico recuperar o link da faculdade na lista de links. o comentário precedente não foi assinado por 189.104.78.71 (discussão • contrib.) tony :: jeff ¿ 23h02min de 23 de abril de 2009 (UTC)[Responder]
Pressupões-se, então, que necessariamente todas as pessoas que entrem na Wikipedia queriam somente dados específicos da biografia de Ruy? Os links relacionados, são tão somente isso - RELACIONADOS - para permitir que pessoas tenham acesso a outras coisas associadas à pessoa do Ruy Barbosa. Ao invés de buscar detalhes biográficos, um usuário pode muito bem querer encontrar informações sobre organizações que tratem da memória e imagem do jurista. o comentário precedente não foi assinado por 189.104.78.71 (discussão • contrib.) tony :: jeff ¿ 23h02min de 23 de abril de 2009 (UTC)[Responder]
Isso até outra resolver pegar carona no nome do "maior coco da Bahia" e, no dia seguinte a sua abertura, aqui colocar uma ligação para seu sítio – sem contar as centenas de faculdades que não constam no MEC. Não há razão para citar uma instituição privada, obscura e sem tradição. Isto aqui não é classificados. E sim, a cidadezinha de Ruy Barbosa, ainda que perdida no mapa, tem mais relevância do que essa faculdade. E note que a ligação para a cidade é uma hiperligação, para uma página interna do projeto, e não uma ligação externa. --tony :: jeff ¿ 23h02min de 23 de abril de 2009 (UTC)[Responder]

Y, o X da questão[editar código-fonte]

Citação: ? escreveu: «… Todavia, muitos preferem preservar o nome com a grafia original…».

Então vamos acatar a preferência desses muitos, contrariando normas ortográficas exaradas da Academia Brasileira de Letras? Além disso, há respaldo para a grafia com i, além da coerência com outros artigos da Wikipédia. Caso contrário, escreveremos "Camoens", "Euclydes da Cunha", etc.? Yanguas msg 16h38min de 25 de Outubro de 2007 (UTC)

E a reforma ortográfica? Não muda a polêmica? Não morreu o argumento da "norma ortográfica vigente"? o comentário precedente não foi assinado por 189.104.78.71 (discussão • contrib.) tony :: jeff ¿ 23h04min de 23 de abril de 2009 (UTC)[Responder]
Pelo contrário, reiterou o argumento da norma ortográfica. --tony :: jeff ¿ 23h04min de 23 de abril de 2009 (UTC)[Responder]

A reforma ortográfica não faz com que "Ruy" volte a ser a ortografia. Os Ys, Ws e Ks que já foram substituídos continuarão como estão. Não escreveremos mystério ou kilômetro, e afinal o Z sempre fez parte do alfabeto, mas nem por isso "Luiz" é uma forma considerada correta. "Rui Barbosa" segue sendo a escrita recomendável. --189.59.162.102 (discussão) 14h11min de 16 de dezembro de 2009 (UTC)[Responder]

Habeas Corpus[editar código-fonte]

Nas obras não existe referência a "Habeas Corpus", Dicionário prático ilustrado Lello de 1964 de José Lello e Edgar Lello editado por LELLO & IRMÂOS, pág. 1435. o comentário precedente não foi assinado por Eduardo Carvalho (discussão • contrib.) tony :: jeff ¿ 13h12min de 24 de abril de 2009 (UTC)[Responder]

Canudos[editar código-fonte]

O verbete diz "Critica a intervenção militar em Canudos". Isso é verdade? Qual a fonte disto? Sempre soube que Rui defendeu o ataque a Canudos, feito aliás por um governo do qual fazia parte… Sei que seu adversário, Cezar Zama, foi o primeiro brasileiro a publicar uma crítica acerba à campanha de Canudos, em seu Libelo Republicano; ali Zama conclama que o exército, criado para defender o povo, era usado para o ataque a este mesmo povo (desconheço uma linha que tenha precedido a Zama e que tenha apontado Canudos como um erro como fizera este meu conterrâneo…). Ao menos é o que retrata Rubem Nogueira, in "Ruy Barbosa e sua visão crítica de Canudos"… (curiosamente, coloca o resultado das urnas como uma "prova" do acerto de Ruy e erro de Zama). Se não indicarem a fonte, vou colocar o oposto: Ruy defendeu a campanha de Canudos. Conhecer ¿Digaê 18h41min de 13 de Janeiro de 2009 (UTC)

Curiosidades[editar código-fonte]

Sugiro tirar o sub item "Curiosidades", pois tem exatamente o mesmo texto que um parágrafo do texto principal.

Rui[editar código-fonte]

Ruy falecido com y não existe! --Kaktus Kid (discussão) 02h12min de 20 de fevereiro de 2010 (UTC)[Responder]

  • O pior é que a pessoa que colocou a norma ortográfica na nota de rodapé simplesmente criou uma interpretação toda pessoal desta - e que não é o que diz a norma... Cadê o Dantadd? Conhecer (discussão) 10h08min de 17 de outubro de 2010 (UTC)[Responder]
  • O que, exatamente, não estão entendendo? Primeiro fato: a grafia original do prenome do biografado era "Ruy". Segundo fato: o Formulário Ortográfico de 1943, vigente no Brasil até a promulgação do Acordo Ortográfico de 1990 (em regra de transição no período 1º.01.2009 ~ 31.12.2012, a viger univocamente a partir de 1º.01.2013), aquele formulário de 1943, conquanto fixasse o alfabeto vernáculo em 23 letras (a, b, c, d, e, f, g, h, i, j, l, m, n, o, p, q, r, s, t, u, v, x, z, em maiúsculas e em minúsculas), acolhia, sim, as letras k, w e y, figurantes em nomes estrangeiros e derivados, "desautorizando o uso de letras vernáculas em substituição". Terceiro fato: aquele formulário ortográfico jamais teve o condão de mudar grafias de nomes registrados em cartório, feito o registro em forma concordante com ou discordante de suas prescrições literário-vernaculares. Quarto fato: na dinâmica linguística — o que já é outra história!... — evidentemente é de se esperar que, por assimilação fonética simplificadora, haja substituição de grafemas "mais complicados" por outros de valor fonético aproximadamente equivalente. É o caso de \y\ substituído por \i\. O que, em qualquer caso, nada tem a ver com prescrições impositivas de normas ou acordos ortográficos. Já foi dito por outros colegas, escreve-se hoje simplesmente "Euclides da Cunha" em lugar de "Euclydes da Cunha", "Camões" em lugar de "Camoens" etc.. Logo, é de se esperar venha a ser "Rui Barbosa" em lugar de "Ruy Barbosa", mas não por imposição ortográfica. Não é meridianamente claro? BeremizCpa? 20h58min de 17 de outubro de 2010 (UTC)[Responder]
O nome segundo a ortografia vigente é "Rui", não há dúvidas quanto a isso. Não me oponho a que o verbete traga o título "Ruy", mas as observações trazem informações incorretas e uma sanha interpretativa que não cabe na enciclopédia. Bastaria a tradicional nota informando que segundo a grafia vigente o nome deveria ser grafado "Rui", o resto é elucubração. Dantadd (α—ω) 23h51min de 5 de setembro de 2012 (UTC)[Responder]

Seção específica sobre a grafia do prenome Ruy[editar código-fonte]

Devido à insistência do Pauloruy D​ C​ E​ F, criei uma seção específica para abordar a questão do prenome de Rui Barbosa. Como vários já disseram aqui nesta página de discussão, o nome deve ser escrito "Rui" segundo as normas ortográficas vigentes. Não vamos criar uma guerra para tentar mover o artigo, mas a questão deve sim ser abordada no verbete, assim como faz a própria Fundação Casa de Rui Barbosa. Dantadd (α—ω) 21h54min de 2 de março de 2014 (UTC)[Responder]

Existem pontos de vista diferentes sobre o assunto, que entendem que o nome deve ser grafado como RUY BARBOSA, e acrescentei-os na seção específica criada pelo Dantadd D​ C​ E​ F.Pauloruy (discussão) 18h50min de 3 de março de 2014 (UTC)[Responder]
@Pauloruy: sem problemas, editei seu texto para uma perspectiva mais neutra. Lembre-se, porém, que a legislação sobre o tema é clara. Contudo, é inegável que seja controversa. Dantadd (α—ω) 18h54min de 3 de março de 2014 (UTC)[Responder]
Fiz pequenos ajustes no texto. Embora não concorde com a prática da troca de nomes próprios de personalidades históricas, e não estou sozinho nesse pleito, concordo que a controvérsia deva constar do verbete.Pauloruy (discussão) 20h10min de 3 de março de 2014 (UTC)[Responder]

De acordo com o Livro de Estilo da Wikipédia WP:CNN a ortografia do nome já está definida: Ruy Barbosa. Portanto o artigo deve ser grafado com a letra Y, sem nenhuma nota adicional, ou seção explicativa sobre a grafia do prenome Ruy. Considero que a dúvida sobre a ortografia está devidamente esclarecida, e sendo assim, cumpra-se o WP:CNN. Pauloruy (discussão) 17h19min de 17 de março de 2014 (UTC)[Responder]

Sou a favor de se manter a grafia de qq nome como está no registro de nascimento do personagem. MAS lembro q as Obras Completas de Rui Barbosa, publicadas em 1973 pela Fundação Casa de Rui Barbosa em conjunto como o Ministério de Educação e Cultura, têm o nome dele escrito com i. --Betty VH (discussão) 10h47min de 22 de janeiro de 2015 (UTC)[Responder]

Surpresa![editar código-fonte]

Para minha surpresa, o usuário Pauloruy esperou o fim do bloqueio e sorrateiramente passou por cima de todas as discussões e acordos e no dia 7 deste mês reverteu todo o artigo para sua versão "predileta", demonstrando desonestidade e torpeza. Isso muito me entristece, pois pensei que apesar das diferenças eu estivesse tratando com uma pessoa séria e de boas intenções. Após essa atitude absurda, posso ver que não se trata de alguém em quem se possa confiar. @Yanguas: peço tua ajuda para vigiar o verbete, pois o editor em questão seguramente vai ficar "de tocaia" para tentar fazer prevalecer sua versão, não importando o quanto tentemos chegar a um consenso. Dantadd (α—ω) 03h35min de 12 de março de 2014 (UTC)[Responder]

  • Meu caro Dantadd, em primeiro lugar, sua débil acusação nem mereceria resposta, e sim um pedido de bloqueio pela sua tentativa de me ofender pessoalmente. Como esse tipo de tolice não me atinge, vou ignorar esse seu comportamento ignóbil. Aliás, você apenas demonstra vontade de se fazer de vítima, quando na verdade é você o culpado. Foi você que iniciou essa guerra de edições, e foi você que mentiu para o Yanguas dizendo que eu havia vandalizado o verbete, criando um atrito completamente desnecessário. Entendo que os administradores responsáveis no atual momento estão desrespeitando o princípio de imparcialidade, pois a atual guerra de edições começou quando o usuário Dantadd no dia 1 de março de 2014 decidiu modificar o verbete, que estava estabilizado desde 2 de dezembro de 2013. O verbete foi protegido com todas as modificações feitas pelo usuário Dantadd, quando deveria ter sido protegida a edição do dia 2 de dezembro de 2013, última edição antes das citadas alterações. Pauloruy (discussão) 15h05min de 14 de março de 2014 (UTC)[Responder]

Breve histórico do nome Ruy Barbosa[editar código-fonte]

Ruy Barbosa de Oliveira foi registrado no cartório com seu nome grafado com a letra Y. Sua assinatura ficou imortalizada em inúmeros documentos públicos e privados, assinados sempre Ruy Barbosa. Durante toda a sua vida o nome Ruy Barbosa foi grafado com a letra Y.

RUY é um nome originário da Península Ibérica na idade média, quando surgiu o Língua Portuguesa. Na verdade, o nome RUY foi criado sendo o diminutivo de RODRIGO.

Portugal fez a Reforma Ortográfica de 1911 na qual excluiu a letra Y do alfabeto português. Todas as palavras que eram escritas com a letra Y passaram a ser grafadas com a letra I. O Brasil ignorou a reforma feita por Portugal, ficando os dois países com ortografias completamente diferentes.

Em 1943 o Brasil fez uma profunda mudança na sua ortografia Formulário Ortográfico de 1943, sendo excluídas as letras K, W, e Y do alfabeto. Foi a partir desse momento que surgiu a controvérsia na grafia de personagens célebres da história brasileira, pois o governo determinou que os nomes de pessoas falecidas fossem mudados para a grafia vigente. Sendo assim, o nome Ruy Barbosa passou a ser grafado com a letra I, virando Rui Barbosa.

Em 1990 foi feito o Acordo Ortográfico de 1990, um tratado internacional firmado em 1990 com o objetivo de criar uma ortografia unificada para o português, a ser usada por todos os países de língua oficial portuguesa. As letras K, W, Y voltaram a fazer parte do alfabeto, porém, com o uso restrito a palavras de origem estrangeira. Porém, não existe nenhum tipo de restrição no uso das letras K, W, Y em nomes próprios. Pauloruy (discussão) 15h12min de 14 de março de 2014 (UTC)[Responder]

O nome Ruy Barbosa na Wikipédia[editar código-fonte]

Fico muito surpreso que a controvérsia com a grafia do nome de Ruy Barbosa exista apenas aqui na Wikipédia, pois desde que o verbete Ruy Barbosa foi criado nos projetos paralelos Wikiquote (https://pt.wikiquote.org/wiki/Ruy_Barbosa), em 15 de outubro de 2005, e Wikisource (https://pt.wikisource.org/wiki/Autor:Ruy_Barbosa), em 23 de junho de 2006, nunca houve nenhum tipo de contestação, ou dúvida, na grafia do nome.

Essa discussão sobre a grafia do nome de Ruy Barbosa é inacreditável, pois isso não ocorre com nenhum outro verbete na Wikipédia. Ary Barroso, Darcy Ribeiro, Ayrton Senna, Gilberto Freyre, Ruy Mesquita, Ruy Cinatti, Ruy Perrotti, Ruy Furtado, Ruy Coelho, Ruy Luis Gomes, Ruy Afonso, Ruy Teixeira, etc. Citando apenas alguns exemplos de dezenas de verbetes de nomes próprios contidos da Wikipédia.

Em nenhum destes verbetes consta nenhuma observação, ou nota, sobre qual seria a "grafia correta do nome", exceto no verbete Darcy Ribeiro, onde o editor RafaAzevedo, colocou uma nota, de forma muito elegante: "O prenome foi alterado para "Darci" durante algumas décadas, em conformidade com regras ortográficas então vigentes no Brasil (Formulário Ortográfico de 1943), que eliminavam a letra "y" do alfabeto. Com a volta do "y" no Acordo de 1990, a grafia "Darcy" pode ser aceita."

Mudar o nome de Ruy Barbosa é um flagrante desrespeito à sua memória, pois ele, de forma clara e inequívoca, manifestou em vida, a vontade de eternizar seu nome. Ruy colocou seu nome como sobrenome de todos os seus filhos. Literalmente, ele originou a família Ruy Barbosa. Essa particularidade já diferencia seu nome de qualquer outro. Ruy Barbosa ficou imortalizado quando virou sobrenome de seus 5 filhos.

A família de Ruy Barbosa nunca aceitou que seu nome fosse grafado de forma diferente, e seus herdeiros tem o direito de brigar por isso.

Além de inúmeras avenidas, ruas, praças, escolas, e faculdades, Ruy Barbosa é o nome de dois municípios brasileiros, na Bahia e no Rio Grande do Norte.

Ruy Barbosa é um patrimônio da história do Brasil, e sua memória deve ser preservada e respeitada com o máximo de cuidado possível. O nome de uma pessoa é sua identidade, e é a através do nome que a imagem do indivíduo é representada na sociedade. É inadmissível aceitar que um brasileiro notável passe sua vida pública inteira sendo conhecido pelo seu nome de batismo, registrado em cartório, e depois de morto simplesmente ter seu nome mudado, baseado em uma norma absurda, e caduca, de ortografia. Isso não faz o menor sentido, é um absurdo total! Vamos respeitar a nossa história, respeitar nosso patrimônio cultural, e respeitar aqueles que devemos ter orgulho em reverenciar!

A Língua é dinâmica, está em constante mutação. Uma norma ortográfica não pode ser imposta pela força, pois ela precisa ser aceita por toda a sociedade, para que seu uso seja sacramentado. Não importa se em 1943 alguém decidiu mudar as letras do nosso alfabeto, e mudar as letras dos nomes das pessoas mortas. Nós estamos em 2014, e o mundo atual é completamente diferente. Atualmente existe um entendimento, inclusive por parte da mídia impressa, de que os nomes das pessoas devem ser escritos da mesma forma que foram registrados em cartório. Pode parecer óbvio, mas é incrível que ainda existam pessoas que defendam o uso de uma norma ortográfica anacrônica de 1943! Pauloruy (discussão) 15h21min de 14 de março de 2014 (UTC)[Responder]


Proposta de Ortografia para Nomes Próprios[editar código-fonte]

Para encerrar o assunto, o editor Califate123! desenvolveu de forma brilhante o assunto aqui: (https://pt.wikipedia.org/wiki/Usu%C3%A1rio(a)_Discuss%C3%A3o:Califate123!/Proposta_de_ortografia_para_nomes_pr%C3%B3prios). Se essa proposta fosse adotada como norma aqui na Wikipédia, esse tipo de discussão já teria acabado.

  • 1. O critério principal no que concerne à ortografia de antropónimos deverá ser a inclusão do nome pelo qual a pessoa é mais conhecida presentemente, esteja ela viva ou tenha já falecido.
  • 2. O Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP), em qualquer versão e edição, deverá constituir a ferramenta de referência comum à ortografia de antropónimos portugueses e lusófonos nos termos detalhados nos próximos pontos. Se um nome consta do VOLP é considerado entre nós património da onomástica portuguesa, “certo” e “oficial”, pese que a atribuição destes dois últimos termos a antropónimos seja algo que na prática ninguém define, daí entre aspas. Todavia, se um nome não consta do VOLP, não deverá ser considerado “errado”, não havendo por isso lugar a notas desse conteúdo equívoco e feridor de sensibilidades, como não existe noutras versões linguísticas desta enciclopédia. Para efeito exemplificativo, nos pontos seguintes, "VOLP" refere-se à obra da editora Porto Editora (disponível online em http://www.infopedia.pt/vocabulario).
  • 3. A grafia do registo legal, se conhecida (referindo-se, portanto, a personalidades da era moderna/contemporânea, essencialmente), deverá ser respeitada e, numa situação ideal, deveria coincidir com o nome pelo qual a personalidade é mais conhecida.
  • 4. Porém, se a personalidade não for mais remotamente conhecida pelo seu nome de registo, deverá haver pelo menos, a título informativo, próprio de enciclopédia, uma nota relativa ao nome legal. Por exemplo, Euclides da Cunha é praticamente só assim conhecido, mas o seu nome de registo é Euclydes da Cunha, devendo assim haver lugar a uma nota ou referência no texto principal, por exemplo – Euclides (Euclydes de registo). Como Euclydes não consta do VOLP, deverá eventualmente haver lugar a uma explicação extra na nota ou uma nova nota no texto e do padrão seguinte:
  • 4.1. “No Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa [especificar qual] apenas consta a grafia X”, sendo X, neste caso, “Euclides”.
  • 5. No caso de uma personalidade ser amplamente conhecida por duas (ou mais) formas gráficas, ambas deverão constar no artigo. Por exemplo, no caso de Eça de Queiroz, a grafia Queirós tornou-se comum em muitas (ainda que não todas) impressões das suas obras, pelo que no início do artigo deverá constar “Eça de Queirós ou Queiroz” (a negrito, salvo “ou”) ou vice-versa. Nesta situação, “Queiroz” consta do VOLP, pelo que não há necessidade de nota extra como referido no ponto anterior. Outros exemplos semelhantes a este são Américo Thomaz ou Tomás, Ruy (ou Rui) Barbosa, Marcelo (ou Marcello) Caetano, havendo lugar a nota optativa para “Marcello” por não constar do VOLP. No caso do vocábulo em questão não ser o último do nome, coloca-se entre parêntesis, tal qual o último exemplo. No caso de serem dois ou mais vocábulos, fica ao critério do editor decidir a forma de formatação mais estética de cumprir este ponto.
  • 6. Caso a personalidade seja maioritariamente ou apenas conhecida pelo nome de registo, como “Sophia de Mello Breyner Andresen”, essa deverá ser a única forma ortográfica constante no artigo. Neste caso, todos os antropónimos se encontram no VOLP; se não fosse o caso, proceder-se-ia na mesma à introdução da nota explicativa nos moldes de (4.1). Um caso assim é Ayrton Senna. No VOLP apenas constam “Airton” e “Sena”, podendo, assim, haver lugar à nota explicativa.
  • 7. Nomes não estrangeiros que não constem do VOLP nem tenham grafia alternativa que conste, como Kayky (Brito) ou Maicon, deverão permanecer sem notas. Em nomes como Thiago (Lacerda) e Matheus (Costa), que não constam do VOLP mas que possuem vocábulo equivalente que sim, poder-se-á colocar a nota (4.1).
  • 8. Para nomes de personalidades históricas lusófonas de épocas mais recuadas no tempo onde ainda não se fazia registo legal e/ou a ortografia ainda não se encontrava estabilizada ao ponto das épocas mais recentes, dever-se-á, na mesma, respeitar o ponto (1). Por exemplo, Luís de Camões e não Luís (ou Luiz) de Camoens, pois a primeira forma é aquela pela qual é unicamente conhecido hoje em dia e impressa em enciclopédias e manuais escolares. Outros exemplos: D. Afonso Henriques, ao invés de Affonso, Aphonso ou equivalentes; D. Dinis ao invés de D. Diniz ou D. Denis. As linhagens reais e nobres são importantes exemplos, mesmo que já de épocas recentes, como D. Luís I, pois assim é impresso em manuais escolares. De ressalvar que, e extrapolando (5) para algo nomeado em honra de alguém, a ponte em seu nome é conhecida de duas maneiras, pelo que nesse artigo deverá constar Ponte D. Luís I ou Luiz I, sendo também que Luiz consta do VOLP. Repare-se que é possível acrescentarem-se notas quanto à grafia original. Por exemplo, “na grafia original, Diniz” ou “usando a grafia medieval portuguesa, Yzabel”, quando, é claro, tenham inequivocamente deixado de ser conhecidas por essas grafias.
  • 9. Nomes de personalidades não lusófonas ou nomes inequivocamente estrangeiros de personalidades lusófonas deverão ser grafados de acordo com a grafia original. Por exemplo, John Lennon e não João Lennon, Gisele Bündchen (origem alemã) e George Bush (nomes ingleses). Reserva para personalidades estrangeiras da Antiguidade, Era Medieval ou de outros tempos mais ou menos recuados, onde se deverá observar (1) e respeitar a “tradução” mais conhecida, como por exemplo Júlio César, Erasmo de Roterdão/Roterdã, São Patrício, etc., não se excluindo a possibilidade de se explicar como se escreve o nome original e a que língua corresponde. Por exemplo, Nicolau Nasoni é assim maioritariamente conhecido; porém, é aconselhável “Nicolau Nasoni (italiano: Niccoló Nasoni)”, de forma a tornar o artigo mais informativo.
  • 10. Por último, nomes de realeza estrangeira deverão também respeitar (1). Assim, aceitam-se uma ou mais traduções (constantes do VOLP) se forem mais conhecidos dessa forma na lusofonia relativamente ao seu nome original. A título de exemplo, príncipe Carlos (inglês: Charles). Porém, noutros casos o nome traduzido não é o pelo qual a pessoa é mais conhecida, pelo que se deve respeitar na mesma (1) e acrescentar-se uma explicação do nome aportuguesado; por exemplo, príncipe Harry (aportuguesando: Henrique). Não havendo tradução possível, mantém-se o original sem referência a algum aportuguesamento (exemplo: realeza japonesa e tailandesa).
  • 11. Nos casos em que a categoria a que o nome de uma determinada celebridade pertence não seja consensual, dever-se-á utilizar a página de discussão para se tentar chegar a um consentimento. Um determinado nome é considerado “conhecido” se for impresso dessa forma sempre, muitas ou algumas vezes, se existirem fundações ou outras entidades que usem esse nome, entre outros. Pauloruy (discussão) 15h32min de 14 de março de 2014 (UTC)[Responder]

Wikipedia:Livro de estilo /Ortografia dos antropónimos[editar código-fonte]

Fui pesquisar no Livro de Estilo da Wikipédia, e essa questão sobre a grafia do nome de RUY BARBOSA já está definida em WP:CNN.

"Ortografia dos antropónimos

Sendo assim, parece que a discussão sobre o assunto está encerrada, pois a grafia de Ruy Barbosa está definida no Livro de Estilo da Wikipédia. Portanto, peço que um administrador restaure o artigo para a versão (https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Ruy_Barbosa&oldid=38339150) de 11h49min de 7 de março de 2014, que está de acordo com a WP:CNN. Muito obrigado! Lord_Mota - Mschlindwein - OTAVIO1981 - Manuel_Anastácio - Patrick - Muriel_Gottrop - Gbiten - Malafaya Pauloruy (discussão) 15h40min de 17 de março de 2014 (UTC)[Responder]

Sim? Porque fui "chamado" a esta discussão? Malafaya (discussão) 16h59min de 25 de março de 2014 (UTC)[Responder]
Prezado André Malafaya, tudo bem? Desculpe-me pela "chamada", mas achei que talvez fosse interessante deixá-lo a par da nossa discussão. Saudações. Pauloruy (discussão) 17h27min de 25 de março de 2014 (UTC)[Responder]
Partindo do pressuposto que as partes não estão cedendo, estejam ou não com razão, e isso já praticamente virou uma guerra de edições, acho melhor que se reverta para a versão estável do artigo e que ele seja bloqueado até que um consenso de alcance aqui.--Rena (discussão) 03h07min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]

Cinco minutos?[editar código-fonte]

Podem por favor os dois pararem cinco minutos para que eu edite ali como um "Salomão" e ,creio, solucionando essa pendenga? Grato. MachoCarioca oi 03h22min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]

Já q pararam por cinco minutos, tentei resolver, mantendo a explicação mas tirando o relevo da introdução. Espero que esteja satisfatorio para ambas as partes, como diria aquele deputado safado ex-apresentador de tv. E o ultimo a reverter levou junto data e local de nascimento e falecimento, q tive que repor. Sds MachoCarioca oi 03h29min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]

Agradeço a intervenção, mas para mim não é plenamente satisfatório, porque não dá relevo à grafia Rui que é utilizada por instituição pública federal: Casa de Rui Barbosa, que expressamente recomenda a grafia vigente. A divergência de grafia merece seção específica e não uma simples notinha. Ademais, a forma Rui merece estar citada na frase inicial. Não estou nem mesmo pedindo a moção do verbete, mas apenas que se aborde honestamente um fato real, mesmo que isso fira os caprichos de um descendente melindroso de Rui Barbosa, cuja única atividade na Wikipédia é "embelezar" verbetes familiares na Wikipédia. Dantadd (α—ω) 03h35min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]
Desculpe-me, prezado MachoCarioca, mas a questão sobre a grafia do nome de RUY BARBOSA já está definida em WP:CNN, sem nenhuma nota, ou explicação sobre a grafia do nome. Assim como acontece em todos os outros Ruys, Arys, Freyres, Dercys, Darcys, Maysas, Ayrton, etc. O assunto foi amplamente discutido acima. Cumpra-se a WP:CNN. Grato. Sds. Pauloruy (discussão) 03h40min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]

Symbol comment vote.svg Comentário Mesmo que isso não seja definitivo, sugiro então que se chegue a um acordo aqui, sem reverter o que coloquei, porque se vc mudar ou ele mudar, um vai reverter o outro de novo, e o resultado vai ser um bloqueio e nada resolvido. Ou seja, a pior das soluções. Talvez seja o caso de não apenas vcs dois, mas mais editores, discutirem isso aqui, chegarem a algum tipo de conclusão, e aí sim, mexerem no que eu fiz ou não. Me parece claro que qualquer mexida lá levará a uma reversão do outro, portanto, esfriem a cabeça aí por hj. Obviamente vcs dois não chegarão a qualquer acordo, portanto, sugiro esperar mais editores a opinar antes de mudar lá, afinal, está na edição de um mediador, se algum dos dois mexer o outro vai mudar e não tem fim. MachoCarioca oi 03h43min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]

A tal recomendação fala dos títulos dos verbetes, mas nada diz quanto a explicações sobre divergências de grafia. Como eu disse acima, uma instituição pública federal se chama Casa de Rui Barbosa e expressamente recomenda o uso da forma Rui Barbosa. Isso merece uma explicação à altura da divergência. Nem vou entrar no mérito da tal recomendação, que por si só já é bastante confusão, sem contar com a manipulação descarada que faz o usuário Pauloruy, que é pessoa com interesse pessoal no tema e portanto deveria procurar se abster. Dantadd (α—ω) 03h47min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]

Não existe divergência na grafia. O nome dele é RUY BARBOSA, isto é um fato. Qualquer coisa que seja dita para justificar outra grafia é um erro. Todos cometem erros, até o presidente. Por que será que esse problema não acontece em nenhum outro artigo da Wikipédia? Basta fazer uma busca com Ruy, Ary, Dercy, Darcy, Ayrton, Freyre, Maysa, etc, e nenhum artigo tem esse tipo de problema. O usuário Dantadd poderia utilizar o tempo ocioso dele "consertando" (vandalizando) todos esses outros artigos da Wikipédia. E sobretudo, ele deveria propor que seja completamente ignorada a WP:CNN, que os editores e administradores tiveram o cuidado de elaborar após ampla discussão sobre o assunto. Sds. Pauloruy (discussão) 04h02min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]

Bom, vou dar meu pitaco em duas etapas. Como eu deixei acoisa, estamos no seguinte pé:

Dantadd --> queria a nota explicativa e o nome com I na introdução em negrito --> perdeu o nome mas manteve a nota.

Pauloruy --> não queria a nota nem o nome em negrito na introdução --> ganhou no nome mas perdeu na nota.

Pergunto: ninguém a fim de entregar os anéis para manter os dedos?

Segunda questão: talvez uma mudança no texto da nota agradasse mais ao Pauloruy? E a nota ficaria mantida como deseja o Dantadd?? MachoCarioca oi 04h16min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]

  • Symbol support vote.svg Concordo com a versão proposta pelo MC. Acredito que a nota estabelece um meio-termo bastante razoável, não? Aviso aos navegantes que protegi a página por três dias (nível de sysop) na versão que considerei mais neutra (a do MC), na esperança de que os editores cheguem a um consenso. Como trata-se de usuários experientes, imagino não ser necessário lembrá-los de que, se insistirem na GE, irei bloquear os dois. Biólogo 32 What? 05h09min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]
Conforme disse o MachoCarioca, a nota teria que ser editada, pois da forma que está escrita, somente explica porque algumas pessoas escrevem o nome de Ruy Barbosa com i. Acredito que uma explicação completa ficará longa demais, e completamente desnecessária, pois contraria a regra definida no Livro de estilo /Ortografia dos antropónimos da Wikipédia WP:CNN. Uma nota curta foi feita no artigo Darcy Ribeiro: "O prenome foi alterado para "Darci" durante algumas décadas, em conformidade com regras ortográficas então vigentes no Brasil (Formulário Ortográfico de 1943), que eliminavam a letra "y" do alfabeto. Com a volta do "y" no Acordo de 1990, a grafia "Darcy" pode ser aceita." Essa nota explicativa é razoável, apesar de contrária à norma da WP:CNN.
Vale ainda deixar bem claro que a preocupação do Dantadd refere-se única e exclusivamente com o artigo Ruy Barbosa, pois ele não tem nenhuma preocupação com todos os outros Ruys, Arys, Darcys, Dercys, Freyres, Ayrtons, Maysas, etc da Wikipédia. Aliás, o Dantadd mostra claramente que possui uma motivação política contrária à memória de Ruy Barbosa, pois nas edições dele ele retirava o artigo da revista Veja, que elegeu Ruy Barbosa "O Maior Brasileiro da História".
Porém, parece que o que estamos discutindo aqui é se devemos seguir o padrão que foi discutido e aprovado pela WP:CNN da Wikipédia, ou devemos nos curvar aos caprichos do editor Dantadd, que insiste acintosamente em desrespeitar o que foi acordado na WP:CNN. Sds.Pauloruy (discussão) 13h32min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]
O usuário Pauloruy fala sobre o que não conhece. Quem me conhece, sabe de minha preocupação com a questão dos topônimos e antropônimos. MachoCarioca, sabe bem disso e muitas vezes discorda, saudavelmente. Admiro muito Rui Barbosa, pois é um dos gigantes da história do Brasil. Se eu retirei o "maior brasileiro da História" foi por um lapso e jamais seria proposital. Ao MachoCarioca, digo que não me resta que aceitar o melindre e fazer sumir a forma "Rui" e relegá-la a uma notinha, ignorando um fato gigantesco que é uma instituição pública federal utilizar a forma "Rui" e explicitamente recomendá-la. Isso deve constar no corpo do texto em seção específica. Além disso, há milhares de logradouros no Brasil que usam a forma correta (segundo a ortografia vigente) "Rui". Isso não pode ser objeto de uma notinha marginal. Dantadd (α—ω) 14h14min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]
O usuário Dantadd continua utilizando seus artifícios fraudulentos. Ele agora está tentando modificar na marra a WP:CNN que foi feita após longa discussão entre os editores e administradores da Wikipédia. Ele deve se achar o dono da verdade e da Wikipédia! Senhores administradores, tomem uma providência urgente, por favor! Grato. Pauloruy (discussão) 15h02min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]
O usuário Dantadd é tão desonesto que fraudou essa página de discussão, apagando grandes trechos que estavam aqui na página de discussao! Vou restaurar. Grato. Pauloruy (discussão) 15h08min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]
Quanto a "fraudar" a página de discussão, apenas retirei uma tonelada de texto você despejou aqui na tentativa de confudir. Se quiser repor, reponha. É um copia-e-cola sem sentido. Dantadd (α—ω) 15h14min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]

Pauloruy, suas atitudes me surpreendem demais. Havíamos atingido um consenso, você havia ajudado na redação da nota. De repente, você unilateralmente desfaz tudo. Cara, você é descendente de um dos maiores homens desse país, tem uma filha talentosa e bonita. Diga-me a razão para esse tipo de mesquinharia barata? Entendo seu apego afetivo à forma "Ruy", mas isso não lhe dá o direito de apagar um fato: a forma correta pela ortografia vigente é Rui, há instituições e obras que usam "Rui Barbosa", há logradouros denominados "Rui Barbosa". Isso em nada denigre a honra de seu ancestral. É um fato da vida. Há autoridades que defendem o uso da forma "Rui", é algo incontestável. A questão é simples e se resolve abordando as divergências no artigo. Nós tínhamos amigavelmente chegada ao consenso, mas você quebrou o acordo imaginando que ninguém iria notar. É possível ter um debate menos acalorado e mais honesto? Dantadd (α—ω) 15h13min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]

Pois eu não me surpreendo nem um pouco com os seus métodos desleais, já que suas atitudes desde o começo tem seguido essa linha de conduta. Hoje você chegou ao cúmulo de APAGAR grandes trechos aqui da página de discussão, numa tentativa DESESPERADA de manipular a opinião de quem vem participar do assunto. Vale dizer que em nenhum momento você teve capacidade de contra-argumentar as idéias apagadas. Não satisfeito com isso, no auge do desespero, VANDALIZOU o Wikipedia:Livro de estilo - Ortografia dos antropónimos WP:CNN. Sinceramente, minhas tentativas de diálogo com você chegaram ao fim. Aguardo que o seu comportamento seja punido pelos administradores, e que seja cumprido o acordo estipulado na WP:CNN.Pauloruy (discussão) 16h29min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]
Pauloruy, a recomendação de CNN é para títulos de artigos e não para o conteúdo dos mesmos. Havendo divergência entre as grafias e principalmente havendo debate sobre o assunto (com fontes), é fundamental elaborar uma nota explicativa para inclusão tão logo o tópico (no caso, o nome) seja abordado no artigo. Sem tal nota, volta e meia outra pessoa pode alterar ou mover o artigo para outra forma por completo desconhecimento sobre o debate prévio. Eu iria além e diria que pode ser incluído a forma Rui em negrito na introdução do artigo. OTAVIO1981 (discussão) 17h39min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]
Pauloruy, insisto para que mantenha a civilidade em suas colocações, pois a linha entre o debate acalorado e os ataques pessoais é muitíssimo tênue. Da mesma forma, a linha entre a argumentação legítima e o POV está no limite de ser rompida. Desculpe-me, mas aqui nada se ganha no grito e muito menos na "carteirada". Lembro-me bem da verdadeira novela (perdoe o termo) que criaste em torno das edições no artigo sobre sua filha e tenho certeza de que ninguém está disposto a ver outra novela nesse verbete aqui. O fato de possuir laços de parentesco com os biografados (incluo aí também a atriz Marina Ruy Barbosa) não te faz dono dos artigos nem te garantem nenhum status diante dos demais editores. Estamos numa enciclopédia, não num álbum de família. Todos esperamos contar com sua boa vontade para obtenção de um consenso, pois essa sua cruzada já está cheirando a birra pura e simples. Em tempo: a Fundação Casa de Rui Barbosa merece todo nosso respeito e sua recomendação deve sim ser levada em consideração nesse debate. Biólogo 32 What? 18h04min de 28 de março de 2014 (UTC)[Responder]
Symbol support vote.svg Concordo com a proposta do MachoCarioca, e com o que foi dito pelo Biologo acima. Matheus diga✍ 19h22min de 29 de março de 2014 (UTC)[Responder]

Rui vs. Ruy[editar código-fonte]

  • Moveram este artigo sem levar em consideração todos os comentários na discussão. Não acho correto, o argumento que a Porto editora grafa Ruy não é válido, a grafia já foi determinada como Rui, inclusive com parecer do Ciberdúvidas e do site da ABL. Antes de mover/desmover, favor discutir aqui e harmonizar o artigo todo.Jo Loribd 15h05min de 11 de março de 2013 (UTC)[Responder]
  • Rui é a única forma aceita pela ortografia da língua portuguesa. Grafar "Ruy", "Thiago" ou "Luiz" é costumeiro quando o sujeito ainda está vivo, em acato ao apego psicológico que ele ainda possa ter à escrita do seu nome; mas, quando se trata de figura histórica falecida, é inadmissível escrever em desacordo com a norma oficial. Além dos argumentos filosóficos em favor disso (das vantagens da padronização ortográfica, e do papel pedagógico de uma enciclopédia), deve ser dito que Rui Barbosa é grafia amplamente utilizada na mídia impressa brasileira. Para terem ideia, até mesmo a Wikipédia em inglês escreve o nome como Rui, contrariando a tendência das línguas estrangeiras de ser indiferentes às mudanças ortográficas do português (daí escreverem Il Guarany e Brazil). Qual é o sentido da Wikipédia anglófona respeitar a ortografia do português e a Wikipédia lusófona não? Argumentar que Rui Barbosa assinava seu nome com Y é vão, porque, se fosse assim, teríamos de escrever o nome do primeiro impressor d'Os Lusíadas como "Antonio Gõçaluez" (em vez de Antônio Gonçalves), e teríamos de chamar Shakespeare de "Shakspere", "Shaksper" ou "Shakspeare" ao gosto do freguês (ele assinou de todas essas formas e não se encontrou nenhuma assinatura dele grafada "Shakespeare"). --Hagafiero (discussão) 16h06min de 21 de abril de 2013 (UTC)[Responder]

O texto seguinte foi movido de: WP:ERRO#Ruy Barbosa
O nome do personagem de nossa história, ser Rui no lugar de Ruy, veja a justificativa da própria Fundação Casa de Rui Barbosa que recomenda a troca: http://www.casaruibarbosa.gov.br/interna.php?ID_S=23&ID_M=1006 - "a Fundação Casa de Rui Barbosa não apenas grafa com "i" o nome de seu patrono, como orienta todos os que a consultam a fazer o mesmo." Enviado por: Pedro Celso Cruz de Souza (discussão) 06h41min de 3 de setembro de 2014 (UTC)
O texto acima foi movido de: WP:ERRO#Ruy Barbosa
(Eu, Yanguas diz!-fiz , movi)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo com a intervenção do Pedro Celso Cruz de Souza e subscrevo a argumentação da Fundação que leva o nome do jurista. Yanguas diz!-fiz 18h13min de 3 de setembro de 2014 (UTC)[Responder]

Ver Citação: Wikipédia:Convenção de nomenclatura/Nomes próprios escreveu: «2.Exceções: Nomes de personalidades históricas lusófonas de tempos sem estabilização ortográfica notável deverão ser grafados de acordo com a forma gráfica pela qual são mais conhecidas presentemente no respectivo país de origem. Assim, Luís de Camões, D. Dinis, D. Inês de Castro e Eça de Queirós, mas também, Ruy Barbosa e João Baptista de Almeida Garrett Zoldyick (Discussão) 03h46min de 4 de setembro de 2014 (UTC)[Responder]

Essa discussão de novo? Matheus diga✍ 15h42min de 6 de setembro de 2014 (UTC)[Responder]
Sim, basicamente até o fim dos tempos ... infelizmente. --Zoldyick (Discussão) 20h03min de 7 de outubro de 2014 (UTC)[Responder]

"Se"[editar código-fonte]

... só acho q se Ruy tem o direito de ser Ruy, então Cecilia Meirelles deve estar grafado com dois L e sem acento no i, Mario Quintana tem de ser sem acento, outros nomes truncados de escritores, alterados por uma absurda regra gramatical, devem ser grafados como nos seus registros de nascimento. --Betty VH (discussão) 10h38min de 22 de janeiro de 2015 (UTC)[Responder]

  • E seguindo esse critério, o artigo Rogéria devia ser movido para Astolfo Barroso Pinto, hehe. Nomes próprios são a maior fonte de problemas na Wikipédia, simplesmente não existe um critério que atenda a todos os casos possíveis e falta bom senso nas discussões (de um modo geral, não aqui), que muitas vezes se tornam passionais. Como dizia o Didi Mocó, "me incluam fora dessa".Jo Loribd 11h25min de 22 de janeiro de 2015 (UTC)[Responder]
O critério existe. Contrariamente às lendas, o Formulário ortográfico de 1943 continua válido em tudo que não tiver sido explicitamente reformado por leis posteriores. No caso, o Acordo ortográfico de 1990 apenas explicita a praxe de permitir às pessoas com nomes grafados arcaica ou incorretamente a continuarem a fazê-lo, mas todos nós outros devemos escrever corretamente. Os guias de estilo da Wikipédia estão errados. — Leandro GFC DUTRA (discussão) 15h59min de 30 de junho de 2017 (UTC)[Responder]

Maior baiano de todos os tempos[editar código-fonte]

Não acham que essa informação é irrelevante? Para decidir quem é o maior baiano de todos os tempos, é necessário um grande consenso, especialmente por pessoas do meio acadêmico. Um jornal qualquer não faz com que a informação seja confiável ou relevante. HG (discussão) 01h07min de 21 de julho de 2017 (UTC)[Responder]

Irrelevante? Por que? Para quem? Para sua informação, o "jornal qualquer" é o jornal, em circulação, mais antigo da Bahia. Os leitores do jornal baiano elegeram Ruy Barbosa "O Maior Baiano de Todos os Tempos". Nada mais justo, o próprio povo da Bahia o elegeu. Sinto muito, você não precisa concordar com isso, é um fato.--LeoFaria (discussão) 01h47min de 21 de julho de 2017 (UTC)[Responder]
Concordo. Jornal qualquer pra você, mas na Bahia é simplesmente o jornal mais antigo em circulação e o segundo atualmente em número de leitores. Se os baianos, leitores desse jornal, assim o elegeram, qual o problema disso constar na página? !Silent (discussão) 02h42min de 21 de julho de 2017 (UTC)[Responder]
@!Silent e LeoFaria: Pior ainda, pois o povo tem capacidade menor ainda de afirmar que Ruy foi o maior baiano. Vocês se lembram do O Maior Brasileiro de Todos os Tempos, do SBT? O povo votou em Ruy e ele ficou na 22ª posição, atrás de gente como Neymar (modinha atual), Edir Macedo (um picareta) e Ronaldinho Gaúcho (bom jogador, mas que não tem nada na cabeça).
A informação não mereçe um cabeçalho (==) prórpio de jeito nenhum. Pelo menos, que a movam em forma de parágrafo em outra seção ou subseção. HG (discussão) 03h59min de 21 de julho de 2017 (UTC)[Responder]
@Holy Goo Você deveria guardar suas opiniões pessoas sobre determinadas pessoas pra você. Sair falando isso que você disse aí em cima é prejudicial ao projeto.
Enfim, não discordo sobre colocar numa subseção. !Silent (discussão) 11h40min de 21 de julho de 2017 (UTC)[Responder]

@!Silent e LeoFaria: Essas informações dos concursos parecem-me perfeitamente relevantes para o artigo, mas assim como estão, em secções de uma linha só que nunca poderão ser expandidas, vai contra o Livro de Estilo (e se não vai, devia ir, porque esteticamente fica bastante feio). Eu proponho que se movam essas duas informações para o final da secção geral sobre homenagens, logo antes da subsecção sobre a comemoração dos 100 anos, onde ficarão bem melhor enquadradas, e sem o excesso de WP:PESO e o carácter inestético que têm neste momento.-- Darwin Ahoy! 12h14min de 21 de julho de 2017 (UTC)[Responder]

@Darwinius: Acho que todos concordamos então em mover o conteúdo para outra seção. Já pode desproteger o artigo, creio eu; até porque precisamos concertar aquela informação duvidosa e estranha: "Ruy Barbosa de Oliveira era filho do médico João José Barbosa de Oliveira (1818-1874) e de d. Maria Adélia Barbosa de Almeida (falecida em 1867). Maria Adélia era prima sobrinha de João José e, graças a isso, Ruy Barbosa era primo neto de seu próprio pai". HG (discussão) 13h41min de 21 de julho de 2017 (UTC)[Responder]

Alteração do nome de Ruy Barbosa na introdução[editar código-fonte]

Esta edição 58928137] alterou o nome na introdução, citando uma única fonte, de autor que estou questionando a notoriedade . A seção introdutória é considerada a seção mais importante dos artigos, de grande visibilidade, e alterações assim precisam ser discutidas previamente. Existem múltiplas fontes reputadas e notórias, como se requer em múltiplas fontes a confirmar um fato, que mencionam que o nome completo de Ruy Barbosa é "Ruy Barbosa de Oliveira", entre elas a ABL (que apenas altera de "Ruy" para "Rui", pois adota o AO), o IHGS e inúmeras outras fontes. Mencionar na introdução o nome com a inclusão de "Caetano", apenas porque é citado por um historiador chamado Douglas Michalany, precisa de uma discussão prévia nesta PD.--PauloMSimoes (discussão) 04h35min de 3 de agosto de 2020 (UTC)[Responder]

Symbol support vote.svg Concordo Yanguas diz!-fiz 14h26min de 3 de agosto de 2020 (UTC)[Responder]