Discussão:Segundo impeachment de Donald Trump

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Tópico de discussão não intitulado[editar código-fonte]

"Impedimento" não é sinónimo de "processo de destituição ou impugnação / exoneração de um titular de cargo político". Segundo o dicionário online Dicio ([1]) não se refere esse significado. Pelo contrário, o termo "destituição" parece mais indicado para o caso ([2]) pois é sinónimo de "Demissão; exoneração de cargo; dispensa de um trabalho; privação de um título ou dignidade: destituição de cargo público, de um presidente, de um técnico."

Impedimento é que não! É sinónimo de "obstáculo".

Zdtrlik (discussão) 17h48min de 15 de janeiro de 2021 (UTC)

Mais cedo abrira a discussão aqui, na qual já demonstrei a propriedade de "impedimento", a impropriedade de "impugnação", além de apontar para a especificidade europeia de "destituição". Leefeniaures audiendi audiat 22h13min de 15 de janeiro de 2021 (UTC)
Parece que ainda não há um consenso a respeito do título. Desde a criação da página, no dia 14 de janeiro, já houve, até o momento, sete moções no título.--Agent010 Yes? 14h56min de 17 de janeiro de 2021 (UTC)

Symbol comment vote.svg Comentário: mais uma vez, o ciclo retorna. Buscar uma tradução do termo impeachment não é problema algum. O problema é se fazer utilizar de um termo na qual o contexto da própria palavra está consolidada ao caso, enquadrando-se em WP:CNN — seja português brasileiro ou europeu. Faço as palavras do Yanguas, no café dos tradutores, as minhas. Por isso, Symbol support vote.svg Concordo em mudar o título para impeachment, mantendo o mesmo padrão criado de identificação do primeiro impeachment de Donald Trump. Enfim, tá na hora de trocar o disco... Gabriel bier fala aew 17h12min de 18 de janeiro de 2021 (UTC)

@Gabriel bier: Pois saiba que, em que pese o termo "impeachment" ser "o consolidado" pela maioria da mídia, o termo "impedimento" é o mais consolidado na literatura jurídica. Nisso que dá esses seus experimentos de WP:CNN que invariavelmente violam WP:NPI. Leefeniaures audiendi audiat 00h00min de 19 de janeiro de 2021 (UTC)
Errado: impeachment é bastante consolidado também na literatura acadêmica/jurídica [não só na mídia como você afirma]. É um simples caso de inserir uma seção "Notas", explicando que o termo impeachment — na qual até hoje não entendo o motivo de tanta aversão a termos estrangeiros — possui a mesma sinonímia de "impedimento", "destituição" ou qualquer outro termo equivalente usado no texto. WP:NPI passa longe, não problematize. Gabriel bier fala aew 02h44min de 19 de janeiro de 2021 (UTC)
Demonstre. Leefeniaures audiendi audiat 14h06min de 19 de janeiro de 2021 (UTC)
Google acadêmico: certamente não faltarão artigos e referências fidedignas!! Gabriel bier fala aew 01h26min de 20 de janeiro de 2021 (UTC)
Em outras palavras, você não pode apontar a literatura jurídica e está apenas palpitando, talvez por achar que eu sou algum tipo de Policarpo Quaresma, talvez por achar que o mundo é a mídia à qual você tem acesso costumeiro, não sei. Só espero que o nível de suas discussões de nomenclatura aumente. Leefeniaures audiendi audiat 19h41min de 20 de janeiro de 2021 (UTC)
Não não, é só preguiça de debater mesmo -- não será produtivo e tomará dos nossos tempos. Já tinha efetuado a pesquisa, com artigos das universidades de Coimbra, Lisboa, São Paulo, etc. Tá lá, procure. Se achas que é palpite, então que seja, não me importo. Encerro por aqui. Boas edições! Gabriel bier fala aew 00h50min de 21 de janeiro de 2021 (UTC)

───────────────────────── Preguiça ou impossibilidade? Porque eu fiz a pesquisa e não achei autores brasileiros relevantes. Eu tenho artigo publicado por uma das melhores universidades de Direito no Brasil e não sou referência para porcaria nenhuma, sequer sou bacharel ou inscrito na OAB, e isso é bastante comum. Todo mundo que conclui um bacharelado publica alguma coisa por sua respectiva universidade. Não é assim que se avaliam as coisas, mas sim por pertinência. Se for colocar uma medida objetiva, seria algo como quantidade de citações de cada trabalho. Ademais, não se usa "achas" e "procure" na mesma mensagem. Se não entende o motivo, não palpite sobre língua portuguesa. Leefeniaures audiendi audiat 17h17min de 23 de janeiro de 2021 (UTC)