Discussão:Testemunhas de Jeová

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

2006, 2007. 2008. 2009. 2011.

Ediçao em Setembro de 2015[editar código-fonte]

Boas! Vez ou outra encontro linhas que parecem criticar a religião e outras que parecem enaltecer. O ponto aqui é citar informações e a sua fonte a respeito do assunto. Sempre vá na fonte (site). Aqui não é fonte fidedigna de informações. Editei algumas pequenas coisas neste artigo. Peço desculpas se ainda existir algo errado, tanto o que escrevi, quanto o que não vi. Alguém mais capacito de informações sinta-se a vontade para corrigir algo que escrevi de errado. Parem de brigar e vão ao sitio (site) jw.org ou falem com alguma testemunha de jeová veterana sobre as informações. Assim é bem melhor.


Parcialidade[editar código-fonte]

A página foi bloqueada para edição logo após serem removidos todos os fatos que poderiam 'manchar' a imagem da religião. A Wikipedia não deveria ser usada como meio de divulgação de doutrinas religiosas. Todas as versões, desde que fundamentadas, deveriam ser bem-vindas. Não é o que está acontecendo.

O artigo 'Testemunhas de Jeová' está tendo todo o conteúdo crítico à religião deletado, provavelmente por membros ativos da religião. Enquanto eu editava a parte 'Controvérsias sobre as Testemunhas de Jeová', adicionando fontes e referencias independentes, percebi que a parte foi totalmente bloqueada para edição. Da forma como está, somente os membros da religião vão dar sua versão dos fatos. A Wikipedia não deve ser um meio de divulgação de doutrinas, nem de conversão de fiéis.

Solilicito a intervenção dos adminstradores para que se bloqueie o artigo para edição COM A PARTE CONTENDO AS CRÍTICAS, desde que fundamentadas, claro. A artigo inteiro cita fontes da própria religião, o que é visto como parcialidade ao tratar do assunto.

A parcialidade do artigo é óbvia. Faltam principalmente referências a fatos largamente noticiados e que foram omitidos para preservar a imagem da religião. Urge que se incluam notícias sobre fatos conhecidos como o julgamento de Candace Conti, a gafe que foi o envolvimento da religião com a ONU, a proibição de vacinas e transplantes, e tantas outras questões fartamente documentadas por jornais como The Guardian, The New York Times, e outros, bem como na própria literatura das Testemunhas de Jeová. Defende-se que o mesmo tratamento seja dado a todas as religiões. Os leitores precisam saber tanto de fatos que agradam aos membros da religião como de fatos que possam desagradar a estes últimos. A omissão de informações é falta grave quando falamos de uma enciclopédia da envergadura da Wikipédia.

Os trechos abaixo ilustram o baixíssimo nível crítico e acadêmico dado ao assunto, rebaixando o tema a uma discussão simplista e reducionista, além de alienante:

As Testemunhas de Jeová encaram a sua religião como um modo de vida, sendo que todos os outros interesses, incluindo o emprego e a família, giram em torno da adoração exclusiva que prestam a Jeová Deus. Assim, não importa o que façam, incluindo a seleção de diversão ou de vestuário, de carreira na escola ou na profissão ou mesmo a escolha de cônjuge, o comportamento e interação com a comunidade, nos negócios ou em lazer, tudo isso é influenciado pela decisão que tomaram de dedicar a sua vida incondicionalmente a Jeová

As Testemunhas de Jeová encontram-se entre as organizações que usam amplamente o serviço voluntário e, praticando sua fé religiosa com base no Cristianismo primitivo dos apóstolos,(1Coríntios 11:1) encaram o amor ao próximo como um sinal identificador do cristianismo genuíno. Todos os seus membros são voluntários, usando as suas habilidades, tempo, esforço e recursos financeiros em projetos específicos promovidos pela organização a que pertencem.

O trabalho foi muito bem pesquisado e está balizado em documentos da época, acessados pelo autor tanto em órgãos públicos quanto no museu histórico da Associação Torre de Vigia em Cesário Lange, SP (isso é de um trabalho sobre a perseguição contra os TJs).

Aqui não há nenhuma crítica, está em um artigo próprio, demonstrando um claro peso indevido. PedRmsg 02h53min de 27 de julho de 2012 (UTC)

Caro Editor PedR, na minha leitura o que se mostra é a visão que as pessoas que frequentam esta religião tem delas mesmas. Isso é legitimo e só vem relatar este ponto assim como possuem pontos contrários a esta religião lincados no mesmo artigo. Para mim seria como eu falasse que o Maluf é um ladrão enquanto não é verdade. O Maluf é um deputado respeitado em São Paulo líder de um partido mas por outro ponto ele responde a processos e esse outro ponto também deve ser destacado referenciado no artigo. Os dois pontos são legítimos a meu ver.Marcus (discussão) 11h21min de 27 de julho de 2012 (UTC)
Só que os pontos contrários são poucos e os favoráveis cobrem quase todo o artigo. Além de mostrar apenas a visão de quem participa da religião. Não tem um tom enciclopédico, ao meu ver. PedRmsg 15h16min de 27 de julho de 2012 (UTC)
Caro PedR dando uma outra lida rápida no ardigo no meu ponto de vista não notei uma conotação tendenciosa no artigo mostrando que eles são os bons ou os maus da história. Notei um relato com referências não boas pois a maioria são da própria entidade religiosa e muitas de revistas off line. Mas também notei que criticas contra a entidade estão em um artigo especifico Críticas às Testemunhas de Jeová criado exatamente para este fim para mostrar o contra ponto deste artigo de um tamanho expressivo mas com as mesmas falhas de referências. Eu não mudaria este artigo ou o outro.Marcus (discussão) 13h08min de 30 de julho de 2012 (UTC)
Com base no "consenso chegado" pelo que foi discutido acima, estarei retirando a tag imparcial temporariamente. PedR, só lhe peço que você veja um artigo totalmente tendencioso para o outro lado,que eu marquei como parcial a muito tempo e ainda assim cada dia que passa ele se torna mais parcial. O artigo é esse:http://pt.wikipedia.org/wiki/Tradu%C3%A7%C3%A3o_do_Novo_Mundo_das_Escrituras_Sagradas Obrigado. Rogério de Oliveira Júnior (discussão) 05h57min de 2 de agosto de 2012 (UTC)
Que consenso? PedRmsg 16h05min de 28 de agosto de 2012 (UTC)
PedR acho de certa forma viável você editar o artigo, apenas retirando (não alterando) a parcialidade. Qualquer artigo que contribuo, não gosto de ver tag parcial. isso tira a credibilidade de uma enciclopédia. Tanto que eu só ponho tag parcial em raríssimos artigos, como http://pt.wikipedia.org/wiki/Tradu%C3%A7%C3%A3o_do_Novo_Mundo_das_Escrituras_Sagradas. Espero que o wikipedia deixe de ser um lugar de luta entre pessoas que defendem os seus valores e não o de uma enciclopédia limpa. isso é uma tristeza. Rogério de Oliveira Júnior (discussão) 19h06min de 26 de outubro de 2012 (UTC)
Até entendo, mas para retirar a tag, é necessário que resolva os problemas que levaram a colocar essa tag. PedRmsg 19h06min de 26 de outubro de 2012 (UTC)
PedR, não existem quaisquer problemas! Eu não conheço as Testemunhas de Jeová, mas a pessoa ideal para escrever um artigo seria um membro desta religião pois conhece os fatos. O trecho citado não está em primeira pessoa, mas em terceira. Não vejo nenhuma parcialidade. Remova a TAG, me desculpa, mas você é quem parece ser tendencioso... Alex Mendonça 01h43min de 05 de desembro de 2012 (UTC) comentário não assinado de 177.17.117.193 (discussão • contrib)
O melhor para escrever um artigo sobre eles é alguém que tenha estudado eles e que seja imparcial e não alguém da religião, com o objetivo de divulgar a crença. Por exemplo, "(...)não importa o que façam, incluindo a seleção de diversão ou de vestuário, de carreira na escola ou na profissão ou mesmo a escolha de cônjuge, o comportamento e interação com a comunidade, nos negócios ou em lazer, tudo isso é influenciado pela decisão que tomaram de dedicar a sua vida incondicionalmente a Jeová". A partir do momento em que o artigo afirma que há um deus, que ele tem nome e que todos os Testemunhas de Jeová fazem serviços voluntários com amor, está expondo uma visão deles próprios. Isso é apenas um exemplo. Isso não pode em qualquer artigo, pois o artigo deve estar com uma visão neutra. E quanto ao argumento usando o meu nome, irei ignorar, por não considerá-lo útil a essa discussão. PedRmsg 14h47min de 5 de dezembro de 2012 (UTC)

Seria conveniente apor esta marca também no artigo catolicismo, tal que se auto intitula a verdadeira igreja de Cristo e declara o apóstolo Pedro como primeiro papa. O artigo retrocitado é a definição dos próprios católicos sobre si e não de pesquisadores imparciais, como demonstram suas referências. Em minha opinião a Wikipédia está fracamente amparada pela verdadeira imparcialidade, por permitir a execração das minorias e temer ou se identificar com a maioria. Isso evidencia que o caminho para a salvação é estreito, por onde poucos passarão. A única forma de ser imparcial, é sê-lo em tudo, não seletivamente. comentário não assinado de 201.1.134.30 (discussão • contrib)

Se você acredita que a marca deve estar naquele artigo, coloque lá você. A Wikipédia é um projeto voluntário e todos podem participar da sua edição. PedRmsg 21h37min de 29 de maio de 2013 (UTC)

Na verdade eu penso que aquele artigo deva ficar como está, assim como este. Só citei aquele artigo porque me chamou a atenção o fato de ambos terem a mesma suposta parcialidade, porém o artigo que trata da ideologia de 7 milhões de pessoas despertou-lhe o interesse pela parcialidade, mas não o artigo sobre um bilhão de pessoas. Custo a crer que foi ao acaso. Se Pedro foi ou não o primeiro papa católico não é a questão. Se o artigo omitisse tal informação poderia ser imparcial, mas estaria errado por não esclarecer os dógmas do catolicismo. Assim também, os textos destacados sobre as Testemunhas de Jeová nesta discussão, refletem a ideologia desta religião. Embora você possa discordar da ênfase do texto, não significa que não seja verdadeiro, mostra apenas que quem aventou tal suposição desconhece o assunto. Neste tipo de assunto, talvez o ideal fosse se perguntar o que o leitor gostaria de saber ao pesquisar "catolicismo" ou "Testesmunhas de Jeová". Ele estaria em busca de um debate acerca do que está correto em relação a cada religião ou gostaria apenas saber como elas são? Não dá para usar as mesmas diretrizes para definir um triângulo e uma religião.

Caro Sr. PedR, o seu depoimento é uma objeção por não haver criticas no Artigo sobre as testemunhas de Jeová, mas o site em questão é para pesquisa, para criticas existe um artigo especifico, é evidente que você não concorda que as testemunhas de Jeová coloquem a crenca em primeiro lugar na vida, isso é uma critica particular sua. O artigo fala exatamente o que são as testemunhas de Jeová, e se conhecer melhor a fundo os trabalhos VOLUNTÁRIOS saberá que o serviço realmente é feito com amor, são horas diárias dedicadas a ensinar leigos, cegos, surdos, analfabetos a ler e saber mais sobre a bíblia. E o artigo diz que as testemunhas de Jeová afirmam que há um deus, assim como todos os outros artigos sobre religiões. Não vejo nenhuma parcialidade, e também concordo com a opinião de que a Wikipédia está fracamente amparada, por permitir a minoria se identificar como a maioria, isso tira a credibilidade de uma enciclopédia. Regy


O artigo é lamentavelmente tendencioso, uma mera repetição dos folhetos distribuídos pelas Testemunhas de Jeová. A Wikipedia é um projeto sério, enquanto enciclopédia, e não é o lugar para se fazer proselitismo. Existem realidades não consideradas no artigo. A obra das Testemunhas de Jeová é restrita à disseminação de revistas e panfletos, e de condução de estudos baseados nos livros que edita. Apesar dos sucessos entre a população surdo-muda, a campanha de alfabetização entre não-deficientes não produz resultados palpáveis e efetivos, sendo que os mínimos resultados são invocados para justificar que "algo" é feito, que não é uma obra absolutamente estéril. Os poucos que aprendem a ler não avançam à leitura crítica. Prospera o analfabetismo funcional. Há um franco desestímulo à educação e à formação acadêmica. Todos são desincentivados a ingressar na academia, em aumentar suas qualificações. Isso faz com que a própria liderança, exclusivamente composta de homens, seja inapta para lidar com a complexidade dos muitos problemas familiares, psicológicos e sociais que têm de tratar na administração das congregações e na ajuda pessoal aos crentes. São lamentavelmente despreparados, e muitos, como de regra, são meros repetidores acríticos das instruções fornecidas pelo organismo central, situado nos Estados Unidos da América. Há ainda a distopia da liderança, situada no estrangeiro, que impõe a ideologia de seu modo de vida como modelo ideal para o resto do mundo. Vestimenta, linguagem, costumes, tudo é moldado segundo a tradução feita dos costumes norte-americanos para as situações locais, em franco desrespeito a outras culturas e outros costumes. Grave, ainda, é a situação psicossocial dos que discordam das frequentes mudanças doutrinais impostas pelo Corpo Governante. Estes são discriminados e têm suas vidas familiares infestadas de ingerências para que os membros crentes segreguem os membros dissidentes e os forcem a voltar à associação regular. Na mesma situação estão os que discordam, por palavra ou ação, das regras impostas pela liderança da seita, e que são expulsos da associação. Assim, o artigo deixa de mencionar fatos importantes sobre a organização, que podem ser colhidos em fartos estudos antropológicos, sociológicos ou psicológicos, tais como: - https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/86903/203049.pdf?sequence=1 - http://pt.scribd.com/doc/19393859/UMA-VISAO-ANTROPOLOGICA-SOBRE-AS-RELIGIOES - http://www.genismo.com/religiaotexto22.htm - http://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/2637/1/ulfp037478_tm.pdf - http://www.xiconlab.eventos.dype.com.br/resources/anais/3/1308335109_ARQUIVO_OFundamentalismoReligiosodaTestemunhasdeJeova.pdf Atenciosamente, Alexei Karamazov (aliocha.karamazov@live.com)


Na verdade, as melhores pessoas para comentar sobre as Testemunhas de Jeová são: as próprias e as que estiveram lá e a sociedade comum. Por exemplo quando Raymond Franz que esteve nesta organização por mais de 40 anos, e chegou a ser membro do Corpo Governante diz algo do que viu, ouviu e percebeu...será que ele mentiria, sendo já idoso e nada tendo a ganhar com inverdades? Será que Bárbara Andersen que combate a pedofilia acobertada pela religião, se submeteria a tal exposição se não tivesse trabalhado exatamente no departamento que cuidava de acobertar tais religiosos que cometeram tais atos? No mais, acredito que não existe trindade.

A wikipedia também não deve ser usado para atacar uma religião só porque alguns tem um ódio por essa religião. A wikipedia não deve ser usada para difundir informações que já foram desmentidas só porque foi manchete de um jornal britânico. José Matambú (discussão) 16h32min de 30 de agosto de 2015 (UTC)

A wikipedia também não deve ser usado para atacar uma religião só porque alguns tem um ódio por essa religião. A wikipedia não deve ser usada para difundir informações que já foram desmentidas só porque foi manchete de um jornal britânico. José Matambú (discussão) 16h32min de 30 de agosto de 2015 (UTC)

Parcialidade X Imparcialidade[editar código-fonte]

Sou Testemunha de Jeová.

Acredito que o texto não demonstra parcialidade. Não me senti atacado de forma alguma ao ler o texto. O texto não é tendencioso, nem benéfico nem maléfico, glorificando ou caluniando as Testemunhas de Jeová. O texto explica sobre as Testemunhas de Jeová e explana um pouco sobre o que elas acreditam e no que baseiam sua vida. Ex: Não acreditamos na Trindade. Ótimo, é isto mesmo. Ao mesmo tempo o texto não impele ninguém a concordar conosco. Cada um deve usar a sua faculdade de raciocínio para decidir no que acreditar. Isto é imparcialidade. Este artigo revela quem são as Testemunhas de Jeová, não as glorifica, nem as calunia.

Outro bom exemplo é o artigo sobre a Tradução do Novo Mundo. Alguns eruditos tratam a tradução como ruim. Outros eruditos a consideram a tradução mais fiel.

Escapa o entendimento de alguns leitores, que as Testemunhas de Jeová também leem outras traduções da Bíblia, e utilizam várias citações de outras versões e traduções em muitas de suas publicações.

É digno de nota, que as Testemunhas de Jeová, já lançaram uma nova tradução revisada em Inglês. Que em breve será traduzida para tantos idiomas quantos forem possíveis. Isto apenas demonstra nosso zelo em encontrar a tradução com sentido mais próximo ao do texto original.

Mas quem não concordar apenas não deve ler. Não criticar o esforço.

Citar isso seria tendencioso? Citar o trabalho dos médicos sem fronteiras é tendencioso? Se não citarmos, como outros vão saber o que eles fazem? Isso possibilita que escolhamos concordar ou não. Admirar ou não. E até nos dar opções do que queremos ou não queremos fazer.

Dar opções não é ser tendencioso. No final existe o direito de escolha.

Mas, sempre onde há uma discussão, para nós testemunhas de Jeová, ela é válida, quando for respeitosa em relação ao ponto de vista do próximo.

Ética e imparcialidade foi o que eu vi e é muito elogiável até na forma em que os moderadores da Wiki comentam nas discussões de vários artigos que já observei relacionados a vários temas diferentes.

Parabéns Wikipédia.


Discussão sobre a veracidade das críticas[editar código-fonte]

Solicito a avaliação dos administradores da Wikipedia do conteúdo abaixo para ser publicado na página 'Testemunhas de Jeová'. No dia 15/02/2014 o administrador Érico Júnior Wouters, de apenas 16 anos, resolveu deletar todo o conteúdo crítico a religião. Mesmo após ser informado de que o conteúdo está disponível em outras línguas da mesma página, Érico disse que o texto é feito de "vergonhosas acusações" e bloqueou a página sob acusação de "Vandalismo excessivo". Não houve sequer a análise das fontes que citei, que incluem jornais como The Guardian, Daily Mail, BBC Londres, e outros.

Lembro que o mesmo conteúdo já está publicado em outras línguas no mesmo tópico. Causa muito estranhamento o 'branqueamento' do artigo e a censura feita pelo adolescente Érico Wouters, que, de acordo com o mesmo, é luterano e parece não se agradar com críticas feitas a religiões, mesmo que verdadeiras. Peço aos administradores que verifiquem as fontes citadas. Solicito a desproteção da página para republicação da parte.

Peço aos administradores que indiquem as 'falsas informações', ou informações não comprovadas, para que sejam retiradas do texto e que o mesmo seja publicado apenas com informações comprovadas e ligadas a referências confiáveis. Solicito também a reinserção da marca que indica que o artigo é parcial, posto que o artigo contém apenas referências a literatura da própria religião.

Esta é a parte que foi deletada do tópico: diferencial de edição.comentário não assinado de Eber F. Oliveira (discussão • contrib) 20h37min de 15 de fevereiro de 2014 (UTC)

Extremamente Parcial[editar código-fonte]

Bom dia, os meus pais pertencem a essa religião, as Testemunhas de Jeová bem como boa parte da família da minha mãe, eu próprio sou agnóstico e não possuo nada a favor ou contra as Testemunhas. Mas até uma criança que aprende a ler consegue ver a extrema parcialidade deste artigo, á algum tempo atrás adicionei muitos fatores negativos para contrabalancear os fatores positivos dando assim mais imparcialidade, mas muitos deles foram removidos. Assim como está este artigo está uma afronta á Wikipédia pois possui uma parcialidade que nunca tinha visto, e já devo ter consultado milhares de páginas aqui durante os vários anos e nunca vi uma página tão mal criada. Além de que foi esta página que me fez criar uma conta porque eu nunca tinha visto tanta propaganda a algo (neste caso religião) numa só página.

Espero que os Administradores possam autorizar que se altere algumas coisas para colocar o artigo imparcial, pois é assim que ele deve estar e não da forma que está agora. Grato

Melhorias à frente[editar código-fonte]

Pessoal, daqui há algumas semanas me dedicarei a reestruturar toda a série de artigos das Testemunhas de Jeová, começando por este artigo principal. Muitos, se não todos, são extremamente imparciais e carecem de fontes externas à sua organização. Se alguém tem objeção a isto pronuncie-se. Não sei se aqui há luta entre artigos, mas não gosto de ter minhas edições revertidas. Quero tornar esses artigos mais conclusivos que interpretativos. 189.40.67.119 (discussão) 01h32min de 28 de fevereiro de 2014 (UTC)

Procure não apagar conteúdo ou modificar o texto de forma a encobrir a falta de fontes ou os esclarecimentos necessários. O artigo sofreu um bloqueio de 7 dias recentemente devido a exclusão arbitrária de conteúdo. Raymond Franz (discussão) 04h25min de 28 de fevereiro de 2014 (UTC)


Na verdade muitas vozes se erguem contra as atrocidades e covardias praticadas por religiões. Ninguém pensa em atacar as pessoas que frequentam a religião. Mas pensam em expor a forma desumana como os que pensam diferentes são tratados. Acredito em Deus, mas desprezo os homens que se utilizam da fé para intimidar o cidadão comum.

Parcial... Agora![editar código-fonte]

O artigo está ficando tendencioso agora... Não havia parcialidade na página, quer contra ou a favor da Testemunhas de Jeová. Na página são descritos fatos "positivos" e também "negativos" da religião. Prova maior de que a parcialidade na página está ocorrendo agora, é que outras páginas de outras denominações religiosas aqui na Wikipedia não são questionadas quanto a sua descrição/denominação. Notem por exemplo a descrição que foi alterada da página em questão: "Testemunhas de Jeová são uma denominação/seita cristã3 4 5 não-trinitária, milenarista6 e restauracionista7..."

Notem o termo inserido depois,"SEITA", o que é uma seita? Por que esse mesmo termo não foi incluído na descrição de outros grupos religiosos (Como por exemplo Assembleia de Deus e Igrejas Batista) em suas páginas na Wikipedia? Qual a obra acadêmica/fonte fiável que a pessoa usou para inserir este termo aplicado às Testemunhas de Jeová? [Se é que há algum, ou a pessoa está contribuindo com o que acha e pensa sobre as Testemunhas de Jeová. Não está sendo parcial.]

Nesta descrição há nitidamente uma tentativa de desfavorecimento, de marginalização das Testemunhas de Jeová. Total Imparcialidade.

Essa descrição deve voltar a ser como era antes, imparcial e despretensiosa. comentário não assinado de Windflowers (discussão • contrib) (data/hora não informada) José Luiz disc 01h55min de 25 de julho de 2014 (UTC)

No final das contas, seita ou não?[editar código-fonte]

Avaliem vocês mesmos esses links: http://www.jw.org/pt/testemunhas-de-jeova/perguntas-frequentes/testemunhas-de-jeova-sao-seita/ http://www.priberam.pt/dlpo/seita

Podemos perceber que a taxação de seita para as Testemunhas de Jeová, é indevida, pois elas não se consideram uma, e a opinião das próprias tem base em argumentos válidos, visto que sua denominação não surgiu de uma outra "principal", e visto a ser uma religião "restauracionista", que acredita que restaura a religião dos cristãos primitivos, ou seja, não é uma religião "nova", assim sendo, pelos termos usados na primeira frase, o próprio artigo se contraria, visto que está escrito "As testemunhas de Jeová são uma denominação/seita cristã 3 4 5 não-trinitária, milenarista6 e restauracionista7" É impossível ser uma seita e uma restauração! Estarei retirando esse termo indevido do artigo(seita). LucasMolinari15 (discussão)

O fato de que as próprias testemunhas não se considerem parte de uma seita, não valida a afirmação. Vejamos a definição de seita na página da Wikipedia
"Seita (< latim secta = "seguidor", proveniente de sequire = "seguir") de forma geral é um conceito complexo utilizado para designar, em princípio, simplesmente qualquer doutrina, ideologia, sistema filosófico ou político que divirja da correspondente doutrina ou sistema dominante nacional e/ou internacional.
Seita designa um grupo de pessoas (um movimento) que professam nova ideologia divergente daquela da(s) religião(ões) usuais que são consideradas dominantes e ou oficiais, geralmente dirigidos por líder com características de personalidade "deuses(segundo Freud)" consideradas carismáticas e/ou iluminados, mas ainda com fraco ou pouco reconhecimento geral por parte da sociedade usando da chamada demagogia."
As Testemunhas de Jeová, de acordo com os escritos do próprio fundador, Charles Taze Russell, em seu livro Proclamadores do Reino, deixam claro que a organização derivou do adventismo. Neste sentido estrito, já há razões suficientes para se considerar a organização como uma seita. Além disso, as testemunhas herdaram todo o sistema de crenças das religiões católica e protestante, alterando pequenas partes para se tornarem um pouco diferentes, caracterizando ainda mais a organização como seita. João Walker (discussão) 00h21min de 14 de maio de 2014 (UTC)
A definição de seita da Wikipedia, não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade, conforme está alegado na marca no artigo. Portanto, não pode ser usado como uma referência válida para suas alegações.
Trecho do artigo do livro Proclamadores do Reino, nas própias palavras de Charles Taze Russell: “Como que por acaso, certa noite visitei uma sala poeirenta e mal-iluminada, onde eu ouvira dizer que se realizavam cultos religiosos, para ver se o punhado de pessoas que se reunia ali tinha algo mais sensato a oferecer do que as crenças das grandes religiões. Ali, pela primeira vez, ouvi algo sobre os conceitos dos adventistas [Igreja Cristã do Advento], sendo o Sr. Jonas Wendell o pregador . . . Assim, reconheço estar endividado com os adventistas e com outras denominações. Embora a exposição bíblica feita por ele não fosse inteiramente clara, . . . foi o suficiente, sob a orientação de Deus, para restaurar minha abalada fé na inspiração divina da Bíblia e para mostrar que os escritos dos apóstolos e dos profetas estão indissoluvelmente vinculados. O que ouvi me fez voltar à minha Bíblia para estudá-la com mais zelo e cuidado do que nunca antes, e serei sempre grato ao Senhor por esta orientação; pois, embora o adventismo não me tenha ajudado em nenhuma verdade específica, ajudou-me grandemente a desaprender erros, e assim me preparou para a Verdade.” Esse Trecho jamais deixa claro derivação das Testemunhas de Jeová ao Adventismo.
As Testemunhas de Jeová, claramente não são uma seita, tanto por argumentos externos e internos novamente deixo esse mesmo link: http://www.jw.org/pt/testemunhas-de-jeova/perguntas-frequentes/testemunhas-de-jeova-sao-seita/ LucasMolinari15 (discussão) 22h32min de 13 de maio de 2014
Deixo aqui também o link do artigo das Testemunhas de Jeová em Inglês: https://en.wikipedia.org/wiki/Jehovah%27s_Witnesses, no qual podemos observar que a palavra seita não existe na primeira sentença do artigo. E quero ressaltar que já existe, um parágrafo no artigo em Português que alega isso, mas o mesmo diz que são alguns, indicando minoria, e ainda carece de fontes e falta esclarecimento: São considerados por alguns teólogos e sociólogos de propagandistas cristãos, de um novo culto cristão, de uma seita cristã influenciada pelo judaísmo [...] Sabemos que existe um artigo específico para as controvérsias https://pt.wikipedia.org/wiki/Posi%C3%A7%C3%B5es_controversas_das_Testemunhas_de_Jeov%C3%A1, quem quiser adicionar lá alguma coisa sobre seita, que coloque lá. Nesse artigo, já foi retirado, e não deverá haver insistência. LucasMolinari15 (discussão) 09h55min de 14 de maio de 2014
A reação do usuário LucasMolinari15 demonstra ser muito típica das testemunhas de Jeová que conheço. Não querem discutir suas contradições em seu próprio meio e pedem para que as críticas sejam feitas longe dos seus domínios. Felizmente, a Wikpedia não é domínio das testemunhas de Jeová e nem é esse artigo de propriedade da Torre de Vigia, a organização que controla as testemunhas de Jeová. Muito embora seja comum a vinda de membros dessa organização para deletar seletivamente conteúdo. Usuário LucasMolinari15, você não percebeu (ou escolheu não perceber), mas a página citada pelo usuário João Walker contém a citação do livro de onde as citações foram tiradas. Para que não se alegue ignorância, este é o livro: Freud, Sigmund Uma Nova Ciência Médica (12 volumes) Editora O Globo de Porto Alegre - RS, 1940 (10 Edição). A página de língua inglesa contém muito mais informações que corroboram os argumentos do usuário João Walker. Não tenho tempo para traduzir, portanto vou apenas postar aqui o que acho importante. As referências estão largamente documentadas no final da página: http://en.wikipedia.org/wiki/Sect.
A sect is a subgroup of a religious, political or philosophical belief system, usually an offshoot of a larger religious group. Although in past it was mostly used to refer to religious groups, it has since expanded and in modern culture can refer to any organization that breaks away from a larger one to follow a different set of rules and principles...its primary meaning is to indicate a community which has separated itself in some way from the larger body from which its members came and to which they may or may not still adhere. The term remains valid for this purpose.
A leitura atenta deste trecho e dos outros trechos já citados pelo usuário João Walker deixam claro que o uso da palavra seita é correto para descrever as testemunhas de Jeová. Os membros dessa organização devem se educar para entender corretamente o que é uma seita. Peço ao usuário LucasMolinari15 que verifique as referencias na página. Não vou postá-las aqui para não poluir o texto. De minha parte, voto para a manutenção da palavra seita, como argumentou o usuário João Walker. Peço também ao administrador José Luiz para levar os argumentos em consideração e ler os textos providos com atenção. 150.164.116.220 (discussão) 13h16min de 14 de maio de 2014 (UTC)

Proteção (mai/2014)[editar código-fonte]

LucasMolinari15 e João Walker, peço por favor que discutam civilizadamente aqui. O artigo está protegido por 3 dias enquanto isso. Se chegarem num consenso antes disso, me avisem. Se continuarem brigando, vou bloquear os dois, ok? José Luiz disc 01h58min de 14 de maio de 2014 (UTC)

Nao fui eu quem introduzi a palavra seita no artigo. Tentei argumentar usando a própria página da Wikipédia e, mesmo assim, fui ameaçado com bloqueio. Já estava separando artigos e textos para postar, mas não irei produzir conhecimento sob ameaça. O usuário poderá fazer as edições que achar conveniente. Infelizmente, faltam meios para se chegar a consenso na Wikipedia. Bloquear todas as pessoas envolvidas num debate é um abuso autoritário e não há ninguém que se oponha. O Brasil precisa ardentemente desenvolver seu povo para acabar com esse tipo de comportamento. Se outros usuários quiserem se envolver, que tenham sucesso. Estou oficialmente abandonando o caso da palavra seita, por ter sido ameaçado. Aquele que se interessar e tiver coragem, que defenda os fatos. João Walker (discussão) 11h52min de 14 de maio de 2014 (UTC)
Concordo com João Walker, nossa discussão estava sendo civilizada, e estava sendo usada a página de discussão. Bem, como ele desistiu, eu continuarei defendendo os fatos que apresentei, está ai o consenso José Luiz, a palavra seita deve continuar removida. LucasMolinari15 (discussão) 09h33min de 14 de maio de 2014
José Luiz, não há consenso algum. O usuário João Walker justificadamente se sentiu intimidado e decidiu preservar sua conta. Pelo que li, o usuário LucasMolinari15 demonstrou muitas características que levam a crer que ele é uma testemunha de Jeová. O conhecimento de publicações de circulação apenas entre testemunhas de Jeová ficou claro por parte do usuário LucasMolinari15, o que torna a opinião dele tendenciosa. Vi também um histórico de vandalismo seletivo na paǵina, apagando apenas criticas feitas à religião. A minha opinião é a de que a palavra seita carrega muita estigma. No entanto, o usuário João Walker deixou claro que as testemunhas de Jeová são uma seita por terem se oposto às grandes religiões e modificarem levemente os ensinamentos das principais religiões. Ao se aproveitarem dos conhecimentos das principais religiões cristãs para fundar um ramo bem menor (1 bilhão de católicos versus 8 milhoões de TJs), se tornaram um ramo sectário, seguidores da igreja católica/protesta,ou uma seita. Esses seriam os principais motivos. Acho que a palavra seita deveria ser mantida. Os leitores é que deveriam se educar para entender o que significa ser uma seita. 150.164.116.220 (discussão) 12h53min de 14 de maio de 2014 (UTC)
O usuário João Walker não deixou claro coisa nenhuma, visto que usou um artigo da Wikipedia seita, que não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade, conforme está alegado na marca no artigo. Portanto, não pode ser usado como uma referência válida. E se você não sabe, as Testemunhas de Jeová, tem uma biblioteca on-line que pode ser usada por qualquer um: http://wol.jw.org/pt/wol/h/r5/lp-t, eu só copiei e colei as fontes meu amigo, Testemunha de Jeová ou não, uma opinião baseada em fatos e referenciada jamais pode ser considerada tendenciosa, leia o tópico No final das contas, seita ou não?, apresentei mais fontes e referências, que indicam que o termo seita deve continuar removido. Você que parece ser tendencioso. Reveja seus argumentos: "Ao se aproveitarem dos conhecimentos das principais religiões cristãs para fundar um ramo bem menor (1 bilhão de católicos versus 8 milhoões de TJs)". Isso é ser tendencioso...LucasMolinari15 (discussão) 10h11min de 14 de maio de 2014
Usuário LucasMolinari15, seria ingenuidade de todos aqui acreditar que a biblioteca das testemunhas de Jeová contenha informação imparcial sobre a própria organização. Respeite a inteligência dos editores. O usuário LucasMolinari15 acabou de transparecer todo o seu descontentamento com a situação. Nenhuma pessoa REALMENTE neutra ficaria tão ofendida. De qualquer forma, rearfirmo que deixei minha opinião no tópico acima sobre a referência citada no final do artigo, o livro de Sigmund Freud. A referência apenas não está configurara. Como o usuário LucasMolinari15 exige fontes fiáveis, coisa que o artigo testemunhas de Jeová deixa muitíssimo a desejar, cito aqui as referências realmente acadêmicas e confiáveis citadas na pagina em inglês (http://en.wikipedia.org/wiki/Sect):

- Wilson, Bryan Religion in Sociological Perspective 1982, ISBN 0-19-826664-2 Oxford University Press page 89 In English, it is a term that designates a religiously separated group, but in its historical usage in Christendom it carried a distinctly pejorative connotation. A sect was a movement committed to heretical beliefs and often to ritual acts and practices like isolation that departed from orthodox religious procedures. [uni-heidelberg website Hinduism past and Present (2004) translated from German "Der Hinduismus" (1998) page 319]. Princeton University Press, ISBN 0-691-08952-3. Retrieved 21 October 2011.

- Harper, Douglas. "sect". Online Etymology Dictionary. etymonline.com. Retrieved 2010-03-14. "c.1300, "distinctive system of beliefs or observances; party or school within a religion," from Old French secte, from Late Latin secta "religious group, sect," from Latin secta "manner, mode, following, school of thought," literally "a way, road," from fem. of sectus, variant past participle of sequi "follow," from PIE *sekw- "to follow" (see sequel)."
- McCormick Maaga, Mary excerpt from her book Hearing the Voices of Jonestown (Syracuse: Syracuse University Press, 1998) available online
- Stark, Rodney, and Williams Sims Bainbridge (1979) Of Churches, Sects, and Cults: Preliminary Concepts for a Theory of Religious Movements Journal for the Scientific Study of Religion 18, no 2: 117-33
- Stark, Rodney, and William Sims Bainbridge (1985) The Future of Religion: Secularization, Revival, and Cult formation Berkeley and Los Angeles: University of California Press
- Kniss, Fred, and Numrich, Paul (2007) Sacred Assemblies and Civic EngagementRutgers University Press
- McGuire, Meredith B. "Religion: the Social Context" fifth edition (2002) ISBN 0-534-54126-7 page 338
- Barker, E. New Religious Movements: A Practical Introduction (1990), Bernan Press, ISBN 0-11-340927-3
- Wallis, Roy The Road to Total Freedom A Sociological analysis of Scientology (1976) available online (bad scan)
- Wallis, Roy Scientology: Therapeutic Cult to Religious Sect abstract only (1975)
- Esquerre Arnaud, "Lutter contre les sectes: l’invention d’un psycho-pouvoir", Le Banquet, n°24, février 2007, p. 199-212
- Wilson, Bryan Religion in Sociological Perspective 1982, ISBN 0-19-826664-2 Oxford University Press page 89

"In English, it is a term that designates a religiously separated group, but in its historical usage in Christendom it carried a distinctly pejorative connotation. A sect was a movement committed to heretical beliefs and often to ritual acts and practices like isolation that departed from orthodox religious procedures."

- Wikisource-logo.svg "Sect and Sects". Catholic Encyclopedia. New York: Robert Appleton Company. 1913.
Eu mesmo traduzo o trecho pra você: "Uma seita é um subgrupo de um sistema de crença religiosa, política ou filosófica, geralmente um desdobramento de um grupo religioso maior. Embora no passado a maioria era usada para se referir a grupos religiosos, que desde então tem expandido e na cultura moderna pode se referir a qualquer organização que rompe com um maior de seguir um conjunto diferente de regras e princípios ... o seu significado principal é indicam uma comunidade que separou-se de alguma forma do corpo maior do qual seus membros vieram e para onde eles podem ou não podem ainda aderir. O prazo continua a ser válido para esta finalidade". Ele não prova absolutamente nada, as Testemunhas de Jeová, são consideradas restauracionistas, e conforme já demonstrado, não se derivaram de nenhum grupo maior. E meu caro, você usa um livro sobre heresias na visão da Igreja Católica, e eu é que estou sendo parcial, sem falar que tudo o que você colocou aqui não prova nada. Já disse, já há um paragrafo falando sobre a opinião de alguns e um artigo sobre controvérsias.Vá colocar sua opinião lá, a Wikipédia não é um fórum para opiniões! LucasMolinari15 (discussão) 12h06min de 14 de maio de 2014
Não, as Testemunhas de Jeová não são uma seita. Nós somos cristãos e fazemos o máximo para seguir o exemplo de Jesus Cristo e viver de acordo com os ensinamentos dele.

As pessoas têm conceitos diferentes quanto ao significado da palavra “seita”. Mas vamos analisar dois conceitos comuns relacionados a seitas e ver por que eles não se aplicam a nós. Para alguns, uma seita é uma religião nova ou bem diferente do que estão acostumados. As Testemunhas de Jeová não inventaram uma nova religião. Pelo contrário, nossa adoração segue o modelo dos cristãos do primeiro século e se baseia na Bíblia, que registra o exemplo e os ensinamentos deixados por eles. (2 Timóteo 3:16, 17) Nós acreditamos que as Escrituras Sagradas devem ser a autoridade quanto a assuntos de adoração. Para alguns, uma seita é um grupo religioso perigoso liderado por um humano. As Testemunhas de Jeová não encaram nenhum humano como seu líder. Nós nos apegamos ao padrão que Jesus deixou para seus seguidores: “O vosso Líder é um só, o Cristo.” — Mateus 23:10. Longe de ser uma seita perigosa, a religião das Testemunhas de Jeová beneficia seus membros e outras pessoas. Por exemplo, nossa obra de pregação tem ajudado muitos a abandonar vícios, como o uso de drogas e o abuso do álcool. Também ajudamos milhares de pessoas no mundo inteiro a aprender a ler e a escrever. E costumamos prestar ajuda humanitária quando acontecem desastres. Nós nos esforçamos muito em ser uma boa influência para as pessoas, assim como Jesus ordenou seus seguidores a fazer. — Mateus 5:13-16. http://www.jw.org/pt/testemunhas-de-jeova/perguntas-frequentes/testemunhas-de-jeova-sao-seita/ Essa é palavra do site oficial das Testemunhas de Jeová, o que estiver fora disso, deve ser colocado na página de controvérsias, ou no desciclopédia, se preferir... LucasMolinari15 (discussão) 12h20min de 14 de maio de 2014

Não vou me posicionar sobre o assunto, apenas quero chamar a atenção que o parágrafo anterior inteiro é uma opinião pessoal dele e da organização. Isso contradiz a fala do próprio usuário LucasMolinari15 quando o mesmo afirmou:

Já disse, já há um paragrafo falando sobre a opinião de alguns e um artigo sobre controvérsias.Vá colocar sua opinião lá, a Wikipédia não é um fórum para opiniões!.

Já disse o que acho e concordo com os outros editores que citaram a página em inglês, que traz a definição mais completa do tema.


A discussão acima deixa claro que o uso da palavra 'seita' para as testemunhas de Jeová, designando um grupo sectário de uma religião maior, é correto. Comigo, são três votos contra um pelo uso da palavra. Lucas Santos45 (discussão) 20h47min de 17 de maio de 2014 (UTC)

Conclusão[editar código-fonte]

Seita é um termo que deriva do latim "secta" cujo significado é seguidor. O termo é utilizado para designar um grupo numeroso de uma determinada corrente religiosa, filosófica ou política que se destaca da doutrina principal. Sectário é um termo que designa o indivíduo que faz parte de uma seita. Uma seita pode também ser considerada uma "divisão", "partido" ou "facção". http://www.significados.com.br/seita/

O que ou quem são? O movimento religioso conhecido como Testemunhas de Jeová é uma religião cristã, em que seus adeptos seguem Jesus Cristo e adoram exclusivamente a Jeová. Seus praticantes ultrapassam a média de seis milhões e setecentos mil, além de um grande número de simpatizantes. O nome “Testemunhas de Jeová” apoia-se em um trecho bíblico no qual Jeová pede aos fiéis que sejam suas testemunhas e que preguem suas doutrinas.

Os membros do movimento surgiram por volta de 1870 na Pensilvânia, Estados Unidos, a partir dos ensinamentos de Charles Russel.

Charles Russel recebeu os ensinamentos de uma família evangélica tradicional, porém inconformado com alguns ensinamentos, como a existência do inferno e do castigo eterno, formou um grupo de estudos independente, originando um movimento à parte. Posteriormente, elegeu-se como seu “pastor”, obtendo o apoio de dois adventistas: Geoge Stetson e George Storrs.

Não existe hierarquia entre as Testemunhas de Jeová. Todos os "fiéis" possuem funções semelhantes, evangelizando de casa em casa e nas ruas. Outra maneira utilizada para propagação das “boas-novas do reino” são as reuniões realizadas semanalmente nos salões do Reino.

As Testemunhas de Jeová acreditam que a Bíblia é a palavra de Deus, tendo-a como base para suas crenças. O Novo Testamento é chamado de Escrituras Gregas Cristãs e o Velho Testamento, de Escrituras Hebraicas.

Consideram os 66 livros que compõem a Bíblia, interpretando-a de forma literal, salvo quando as expressões ou o contexto revelam que o sentido é figurado ou simbólico. http://www.brasilescola.com/religiao/testemunhas-de-jeova.htm

De acordo com o site 'significados' e até mesmo com a definição de 'Seita' pela Wikipedia, conclui-se que a Associação das Testemunhas Cristãs de Jeová não é seita, por se entender o uso das escrituras originais e de suas traduções vertentes, assim como é de vital importância o conhecimento de suas fontes. Como salientado acima, seita é uma organização seguidora de determinado princípio, mas se destaca da doutrina principal, fato que não se evidencia nesta organização, por possuírem princípios bíblicos ligados a uma doutrina comum e principal, que similarmente à igreja católica e outras religiões, é a regra de fé em um deus ou ser criador, fortemente referenciado pelas escrituras e por suas traduções e derivados, estes utilizados tanto pelas religiões protestantes e católicas, quanto pelas Testemunhas de Jeová. Desta forma, as igrejas Católica e Protestante, por se fundarem em doutrinas bíblicas das escrituras hebraicas e gregas também poderiam ser rotuladas seitas se ignorássemos o fato de todas utilizarem fé em Deus, ou Jehovah, YHWH, Javé [1] como ser criador e em mandamentos proferidos por este. Deste mesmo entendimento, dissolve-se a conclusão de que nenhuma das citadas acima são seitas, pelo fato de as mesmas seguirem princípios de registros confeccionados há milênios por civilizações humanas.

Agora voltando ao tema principal desta discussão, é refutável as críticas contra as fontes próprias utilizadas no artigo. É de grande importância reconhecer, que é quase impossível que um jogador de futebol que só tenha praticado este esporte em toda sua vida, comente com propriedade e conhecimento em uma corrida de Fórmula 1, por exemplo, sem que tenha estudado ou experimentado corridas. Da mesma forma é justificável e claramente aceitável a utilização de fontes próprias para a criação deste artigo. Não obstante, o usuário que criou, não necessariamente é Testemunha de Jeová, fato que não precisa de comprovação, tornando-se este talvez, um estudioso e profundo conhecedor sobre o assunto. Em resumo, este artigo é de inteiro proveito em questões didáticas e explicativas, sendo imparcial e verídico em suas fontes que por sua vez, são recomendáveis a mérito de conhecimento, por serem próprias de quem conhece (ou é), parte do assunto tratado.

Considerações[editar código-fonte]

Julguei que esse assunto já tinha sido resolvido à muito. Regrediram muito neste ponto. As Testemunhas de Jeová não são uma seita [ “fração” religiosa; obs.: sectários são os seguidor de uma seita ]. Seita tem um sentido pejorativo, logo esse sentido, é inaceitável. É de facto uma religião reconhecida oficialmente a nível nacional e internacional - têm um estatuto jurídico.

Tem Sim … Sua origem dos movimentos religiosos do Segundo Adventismo e em torno das convições pessoais de C. T. Russell (1869,1872, 1876-1879, 1881, 1878, 1914). Uma 2ª fase, foi o emergir uma nova Organização em torno das convições pessoais do advogado J. F. Rutherford (1919,1925, 1931, 1932, 1935, 1938).

Gostaria de ver uma explicação onde está "nitidamente uma tentativa de desfavorecimento, de marginalização das Testemunhas de Jeová" [ a Organização ], sem eufemismos e sem um discurso consensual e simplista. São os factos documentados, sem distorções e não tendenciosos, devem fundamentar as escolhas. Jose Alcabideche (discussão) 00h08min de 25 de julho de 2014 (UTC)

Está. Sua resposta é pra um comentário de abril de 2014, já há muito tempo resolvido. José Luiz disc 01h56min de 25 de julho de 2014 (UTC)

O artigo está melhorando, mas durante muito tempo foi usado como matéria de propaganda pela Sociedade Torre de Vigia[editar código-fonte]

Atualmente o artigo está assumindo um tom de maior imparcialidade, mas durante muito tempo aparece somente como uma versão propagandística da própria religião. Era como um artigo sobre a Igreja Católica sem se mencionar a inquisição e a pedofilia. Há muitos podres por trás da Sociedade Torre de Vigia que estão bem documentados em livros e periódicos e merecem ser divulgados.

Concordo plenamente com os dizeres: A parcialidade do artigo é óbvia. Faltam principalmente referências a fatos largamente noticiados e que foram omitidos para preservar a imagem da religião. Urge que se incluam notícias sobre fatos conhecidos como o julgamento de Candace Conti, a gafe que foi o envolvimento da religião com a ONU, a proibição de vacinas e transplantes, e tantas outras questões fartamente documentadas por jornais como The Guardian, The New York Times, e outros, bem como na própria literatura das Testemunhas de Jeová. Defende-se que o mesmo tratamento seja dado a todas as religiões. Os leitores precisam saber tanto de fatos que agradam aos membros da religião como de fatos que possam desagradar a estes últimos. A omissão de informações é falta grave quando falamos de uma enciclopédia da envergadura da Wikipédia.

Hein? José Luiz disc 01h58min de 25 de julho de 2014 (UTC)

O artigo está PÉSSIMO! PÉSSIMO![editar código-fonte]

Há uma quantidade exagerada de texto que definitivamente é desnecessário em um artigo de natureza enciclopédica. Sem contar que se mostra pouco imparcial e várias vezes tendencioso. Precisa ser melhor organizado e peneirado. F. S. S. Ribeiro (discussão) 02h04min de 26 de outubro de 2014 (UTC)

Os incontáveis erros de português...[editar código-fonte]

...acabaram de me dar câncer!

TENDENCIOSO...[editar código-fonte]

Concordo com o "tópico 12", quando diz existirem partes desnecessárias e extremamente tendenciosas. Não sou Testemunha de Jeová, tampouco compartilho de seus dogmas. Mas penso que a Wikipedia exerce papel informativo, e não orientador em relação às religiões.

Jbribeiro1 pode ajudar aqui? Estou navalhando o artigo com sérias retalhações, mas acho que não será o suficiente. --Zoldyick (Discussão) 21h05min de 22 de abril de 2015 (UTC)

Discriminação[editar código-fonte]

Alguns administradores, não escondem seus perconseito fanático contra esta religião para sujar a boa reputação desta religião, procurando incluir na matéria conteúdos inrelevantes só porque foram Manchete na imprensa internacional Ex: Um dos administrador, insistiu que deveria se incluir o escândalo recente onde um jornal britânico afirmava houver uma relação entre a ONU e as testemunhas de JEOVÁ mesmo quando se sabe que este assunto já foi desmentido pela organização onde se explicou que a relação da organização era particularmente com um organismo da ONU ligado a imprensa, o que dava aos editor das revistas das testemunha de Jeová um acesso privilegiado a biblioteca da ONU.

Desejando dar a entender que a organização violou seu princípio de não envolvimento nos assuntos políticos. José Matambú (discussão) 16h25min de 30 de agosto de 2015 (UTC)

opiniao subjetiva[editar código-fonte]

A parte das alternativas ao sangue contem opinioes subjetivas,que deveriam ser removidas por termos mais didaticos.comentário não assinado de 2804:14d:7e8d:27f4:a8d2:a4dc:b3a2:1444 (discussão • contrib) -- Chronus (discussão) 04h24min de 23 de fevereiro de 2018 (UTC) (UTC)