Distrito do Porto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Distrito de Porto)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde fevereiro de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
PRT.png [1] Distrito do Porto
Localização do  [1] Distrito do Porto em Portugal
Capital do distrito Porto
Região Região Norte
Província Douro Litoral
Área 2 395 km²
População
 - Total
 - Densidade

2 027 191 hab. (2011[2])
844 hab./km²
N° de municípios 18
N° de freguesias 243 [3]
Website distrital Governo Civil do Porto

O distrito do Porto é um distrito de Portugal que correspondente ao núcleo da província tradicional do Douro Litoral. Limita a norte com o distrito de Braga, a leste com o distrito de Vila Real, a sul com o distrito de Viseu e com o distrito de Aveiro e a oeste com o Oceano Atlântico. Tem uma área de 2 395 km² (17.º maior distrito português) e uma população residente de 2 027 191 habitantes (2009)[4]. A sede do distrito é a cidade com o mesmo nome.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

O distrito do Porto subdivide-se nos seguintes dezoito municípios:

Na actual divisão principal do país, o distrito integra-se na Região Norte, espalhando-se os seus municípios pelas sub-regiões do Grande Porto e Tâmega. Em resumo:

População[editar | editar código-fonte]

Número de habitantes [5]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
419 691 468 291 549 322 598 574 680 539 706 629 805 595 939 343 1 053 522 1 193 368 1 312 392 1 562 287 1 641 501 1 781 836 1 817 172

Área Metropolitana do Porto[editar | editar código-fonte]

O Porto é a sede e a capital de uma grande área metropolitana portuguesa: a Área Metropolitana do Porto, que agrupa 18 municípios com 2 294 741 habitantes em 2 089 km² de área, presidida, na atualidade, por Hermínio Loureiro[6]. Tem uma densidade populacional próxima de 1098 hab/km². O Porto e a Área Metropolitana do Porto (NUTS III) constituem o núcleo estrutural da Região Norte (NUTS II)[7], que tem uma área de 21 278 km² (24% do Continente) e uma população de 3 689 609 habitantes (Censos de 2011),[8] correspondendo a 37% de Portugal Continental e a 35% do Estado-nação português, sendo, portanto, a região mais populosa e de maior dimensão do país e a região onde se situam a maioria das pequenas e médias empresas, sendo também a que mais contribui para as exportações nacionais, sendo a única região que exporta mais do que importa. A Região Norte produz 40% do valor acrescentado do país e tem 50% do emprego industrial, tendo uma taxa de cobertura das importações pelas exportações de 129%, contra a média nacional de 74%.[9] Esta região é servida por duas importantes infra-estruturas: o Porto de Leixões, que representa 25% do comércio internacional português e movimenta cerca de 14 milhões de toneladas de mercadorias por ano, e o Aeroporto Francisco Sá Carneiro, que é o melhor aeroporto de Portugal em termos de espaço na aerogare. Em termos de movimentos aéreos de carga e de passageiros, é o segundo maior de Portugal, tendo sido galardoado como o melhor do mundo na categoria de aeroportos até 5 milhões de passageiros.

Dando continuidade à reorganização administrativa, na actualidade, verifica-se o forte aumento de importância das Áreas Metropolitanas e Comunidades Intermunicipais em detrimento dos distritos. De acordo com a lei nº 45/2008 de 27 de Agosto, das áreas metropolitanas, criadas em 2003, só subsistiram as chamadas clássicas: a Área Metropolitana do Porto e a Área Metropolitana de Lisboa, sendo as restantes reorganizadas em Comunidades Intermunicipais. A razão óbvia para esta situação, para além de razões de associação económica e administrativa, tem a ver com o facto das populações não se identificarem com o distrito a que foram sujeitos, como acontece, a título de exemplo paradigmático, com os municípios de Espinho, Santa Maria da Feira, Arouca, São João da Madeira, Oliveira de Azeméis e Vale de Cambra, municípios da Área Metropolitana do Porto, que, apesar de pertencerem ao Distrito de Aveiro, sempre tiveram uma forte ligação socio-económica ao espaço urbano do Porto, para além da proximidade territorial à cidade do Porto e do seu enquadramento identitário nos municípios do Distrito do Porto, factos que se acentuaram na contemporaneidade. Com a lei 75/2013 de 12 de Setembro, dando continuidade à reorganização administrativa e à restruturação de competências na organização do território, os distritos foram relegados para um plano secundário, com o protagonismo administrativo das Áreas Metropolitanas e das Comunidades Intermunicipais.[10]

Política[editar | editar código-fonte]

Eleições legislativas[editar | editar código-fonte]

Ano % D % D % D % D % D % D % D % D % D % D % D % D % D % D
PS PPD/PSD CDS-PP PCP/APU/CDU MDP/CDE UDP AD FRS UDP-PSR PRD PSN B.E. PAN PàF
1975 42,6 18 29,4 12 8,9 3 6,7 2 2,6 1 0,6 -
1976 40,7 18 27,0 11 15,7 6 8,4 3 1,5 -
1979 34,8 14 AD AD 14,5 6 APU 1,9 - 44,4 18
1980 FRS 11,9 5 1,4 - 46,6 19 34,3 14
1983 43,0 18 26,2 10 12,5 5 13,6 5 UDP-PSR 0,8 -
1985 23,5 10 29,3 12 9,7 4 12,1 5 1,1 - 20,4 8
1987 26,7 11 50,9 22 4,0 1 9,4 4 0,5 - 0,7 - 4,0 1
1991 32,9 13 51,3 21 4,1 1 6,4 2 - - 0,5 - 1,1 -
1995 46,7 18 36,4 14 7,8 3 6,0 2 0,3 - 0,3 -
1999 48,0 19 32,7 13 7,5 3 6,3 2 0,2 - 2,3 -
2002 41,2 17 40,0 16 8,4 3 4,6 1 2,7 1
2005 48,5 20 27,8 12 6,8 2 5,4 2 6,7 2
2009 41,8 18 29,1 12 9,3 4 5,7 2 9,2 3
2011 32,0 14 39,1 17 10,0 4 6,2 2 5,1 2 0,9 -
2015 32,7 14 PàF PàF 6,8 3 11,1 5 1,6 - 39,6 17

Património[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]