Dobermann

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Dobermann (desambiguação).


Dobermann
Outros nomes Dobermann pinscher
País de origem  Alemanha
Características
Peso macho 34-45 kg
Peso fêmea 27-41 kg
Altura macho 66-72 cm na cernelha
Altura fêmea 61-68 cm na cernelha
Pelo curto
Expectativa de vida 10-13 anos
Classificação e padrões
Federação Cinológica Internacional
Grupo 2 - Cães de tipo Pinscher e Schnauzer, Molossóides e Cães de Montanha, e Boiadeiros Suiços
Seção 1 - Tipo pinscher
Estalão #143 - 14 de fevereiro de 1994

Dobermann[Nota] (em português: {{{1}}}[1] ) é uma raça de cães oriunda da Alemanha. É criação do coletor de impostos Karl Friedrich Louis Dobermann, que carregava dinheiro por áreas perigosas, necessitando então de um cão que lhe oferecesse proteção. Karl então cruzou rottweilers primitivos, pinscher alemães, greyhound ingleses e manchester terriers para obter uma raça de segurança que fosse leal, combativo, rápido, destemido e obediente.

Bem sucedido como cão de guarda de patrimônios, o Dobermann é também um bom animal de companhia, desde que integrado ao lar e a família.[2]

Características[editar | editar código-fonte]

Aparência[editar | editar código-fonte]

Cães da raça Dobermann, pai e filhote. As duas variações de cor aceitas na raça.

O Dobermann é um cão de porte grande, com uma estrutura compacta, com resistência atlética e rapidez. O Dobermann tem um temperamento obediente, é vigilante e determinado. Esta raça foi originalmente concebida como cão de guarda, os machos têm uma aparência musculosa e nobre, as fêmeas são mais elegantes.

Tamanho e Proporções[editar | editar código-fonte]

O Dobermann tipicamente mede entre 68 a 72 centímetros na cernelha e as fêmeas entre 63 a 68 centímetros. O dobermann tem uma estrutura quadrada: o seu comprimento deve ser igual à sua altura na cernelha e o comprimento da sua cabeça, pescoço e pernas deve estar em proporção com o seu corpo. As linhagens europeias, em particular as da antiga União-Soviética e Ex-Jugoslávia, tendem a ser maiores do que os da América do Sul.

Não existem padrões para o peso do Dobermann, o que existe é a norma utilizada pela FCI. O cão ideal deve ter o tamanho suficiente para uma óptima combinação de força, resistência e agilidade. O macho normalmente pesa entre 40-45 kg e a fêmea entre 32-35 kg.

Cauda[editar | editar código-fonte]

Dobermann com cauda e orelhas naturais

O Dobermann tem uma cauda longa, mas alguns têm a cauda curta como resultado da sua remoção por procedimento cirúrgico, onde a maioria da cauda é cortada, pouco depois do nascimento.

A prática de cortar a cauda já existe há séculos. E a razão para a sua remoção é para garantir que a cauda não atrapalhasse o cão. Cortar a cauda foi sempre um tópico controverso. A norma da American Kennel Club para o Dobermann inclui uma cauda cortada perto da segunda vértebra. Cortar a cauda é uma prática comum nos EUA, Rússia e Japão, assim como numa série de outros países, onde ela é legal. Em muitos países Europeus e na Austrália esta prática é ilegal.

Orelhas[editar | editar código-fonte]

É comum cortar as orelhas ao Doberman, assim como em outras raças, um procedimento que está relacionado com o facto de a raça ser para guarda, para que o cão tenha audição mais eficaz. De acordo com o Doberman Pinscher Club of America, as orelhas são normalmente cortadas por forma a ficarem erectas. Como o corte da cauda, também o corte das orelhas é ilegal em alguns países. O corte das orelhas é geralmente feito entre as 7 e 9 semanas de idade e é feito sob anestesia.

Temperamento e Dono Ideal[editar | editar código-fonte]

Ao contrário de informações errôneas disseminadas pela população geral, especialmente no Brasil, o Dobermann não é um cão com personalidade e caráter que contenha agressividade gratuita. A raça, criada para guarda, possui instinto de agressividade peculiar a qualquer raça criada para esta função, mas adequadamente voltada a estranhos que invadirem seu território. O fato é que o Dobermann possui um temperamento de maior dominância, e não agressividade. E um cão dominante, nas mãos de um proprietário inexperiente, seja por ausência de autoridade, ou autoridade excessiva, provavelmente se tornará num cão agressivo, em razão daquela dominância. Em suma, o Dobermann possui um temperamento excelente, mas adequado aos donos experientes em sociabilização canina, e também adestramento positivo. E o melhor de tudo: costuma ser muito protetor e amante das crianças da família da qual faz parte.

Referências

  1. «Dicionário de Estrangeirismos». Portal da Língua Portuguesa. 
  2. Fogle (2009), pág 205

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Dobermann
Ícone de esboço Este artigo sobre cães, integrado ao Projeto Cães é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.