Dodie Smith

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Dorothy Gladys "Dodie" Smith (Whitefield, 3 de maio de 1896 - Uttlesford, Essex, 24 de novembro de 1990) foi uma escritora inglesa. Escreveu tanto novelas como obras de teatro, mas é sobretudo conhecida por seu livro The Hundred and One Dalmatians, de 1956, que foi adaptado pelos estúdios Walt Disney em seu longa-metragem animado de 1961.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Dorothy nasceu em Whitefield, Grande Manchester, perto de Bury, em Lancashire. Seu pai era Ernest Smith, que faleceu quando Dodie era ainda um bebê. Dorothy e sua mãe, Ela Furber Smith, regressaram para a casa dos avôs de Dorothy (e pais dela), William e Margaret Furber, no 586 Chester Road em Old Trafford, Greater Manchester, no distrito de Stretford.[1] Dorothy passou seus anos de formação e a infância de nesta casa. Mas em 1910 sua mãe voltou a casar-se e mudou-se com seu novo marido a Londres. À época, Dodie tinha 14 anos. Em 1914, Dodie entrou na Academia, (Mais tarde a Real Academia) de Arte Dramática. Nesse mesmo ano sua mãe morreu de câncer. Durante a doença de sua mãe, a filha chegou a ser seguidora da igreja Ciência Cristã. (Smith, 1974).

Dodie fracassou em sua carreira como atriz. Em 1923, começou a trabalhar nos armazéns Heals de Londres, vendendo móveis e, mais tarde, brinquedos (and a mistress of the chairman, Ambrose Heal).[2] Em 1931 escreveu sua primeira obra, Autumn Crocus, sob o pseudônimo de C.L. Anthony. Foi um sucesso e descobriu sua vocação como escritora e jornalista; inspirou os titulares dos jornais, "Shopgirl Writes Play" (vendedora escreve obra). (Smith, 1979).

Passou a maioria dos anos seguintes escrevendo em sua casa de Townhouse em Londres, onde agora uma placa comemora sua estadia ali. Em 1939, casou-se com Alec Beesley, também empregado de Heal.

Durante os anos 40, ela e seu marido se mudaram a Estados Unidos pelos problemas legais de Alec Beesley, que era objetor de consciência (Smith, 1979). Nos Estados Unidos, escreveu sua primeira novela: I Capture the Castle (1948). Durante o interlúdio americano, os Beesleys chegaram a ser amigos de escritores como Christopher Isherwood, Charles Brackett, e John Van Druten. Nas memórias de Smith, diz-se que Alec lhe sugeriu que a história de Isherwood Sally Bowles Goodbye to Berlin se convertesse uma obra de teatro (the Vão Druten play, I Am A Camera, que mais tarde chegou a ser o musical Cabaret.

Embora a obra The Hundred and One Dalmatianstenha sido adaptado por Walt Disney num longa-metragem de animação lançado em 1961, não foi a única de Dodie Smith a ir aos cinemas. Seu romance I Capture the Castle também foi adaptada num filme lançado no ano de 2003. Dodie Smith já havia falecido há 13 anos, em 1990.

Obras[editar | editar código-fonte]

Teatro

  • Autumn Crocus (1931).
  • Service (1932).
  • Touch Wood (1934).
  • Call It A Day (1935).
  • Bonnet Over the Windmill (1937).
  • Dear Octopus (1938).
  • Lovers and Friends (1943) .
  • Letter from Paris (1952).
  • I Capture the Castle (1954).
  • I Capture the Castle (1948).
  • The Hundred and One Dalmatians, ou The Great Dog Robbery (1956).
  • The New Moon with the Old (1963).
  • The Town in Bloom (1965).
  • It Ends with Revelations (1967).
  • The Starlight Barking (1967).
  • A Devaste of Two Families (1970).
  • The Girl from the Candle-lit Bath (1978).
  • The Midnight Kittens (1978).

Autobiografia

  • Look Back with Love: a Manchester Childhood (1974).
  • Look Back with Mixed Feelings (1978).
  • Look Back with Astonishment (1979).
  • Look Back with Gratitude (1985).

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Barnes, Julian. (2003). Literary Executions. In: Arana, Marie The Writing Life: Writers on How They Think and Work : A Collection from the Washington Pós Book World. New York: PublicAffairs.
  • Grove, Valerie (1996). Dear Dodie: the life of Dodie Smith. Londres: Chatto & Windus. Dear Dodie: the life of Dodie Smith. [S.l.: s.n.] ISBN 0701157534   
  • Smith, Dodie (1979). Look Back With Astonishment. [S.l.: s.n.] ISBN 0491021984  Londres: W.H. Allen.   
  • Smith, Dodie (1985). Look Back With Gratitude. [S.l.: s.n.] ISBN 058411124X  Londres: Muller, Blond & White.   
  • Smith, Dodie (1974). Look Back With Love: A Manchester Childhood. Londres: Heinemann. Look Back With Love: A Manchester Childhood. [S.l.: s.n.] ISBN 0434713554   
  • Smith, Dodie (1978). Look Back With Mixed Feelings. [S.l.: s.n.] ISBN 0491020732  Londres: W.H. Allen.   

Referências

  1. 1901 England Census, Lancashire, Stretford, District 3, Pg 1-2
  2. Alan Crawford, "Heal, Sir Ambrose (1872–1959)", Oxford Dictionary of National Biography, Oxford University Press, 2004 accessed 12 Aug 2007

Ligações externas[editar | editar código-fonte]