Doença desmielinizante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Doença desmielinizante
Fotomicrografia de uma lesão de esclerose múltipla desmielinizante.
Classificação e recursos externos
CID-10 G35-G37, G61.0
CID-9 340-341, 357.0
MeSH D003711
Star of life caution.svg Aviso médico

Uma doença desmielinizante é qualquer doença do sistema nervoso na qual a bainha de mielina dos neurônios é danificada.[1] Isso prejudica a condução de sinais nos nervos afetados, causando prejuízos na sensação, movimento, cognição e outras funções dependendo dos nervos envolvidos.

Normalmente se dá depois de doenças virais, vacinas virais. Pois os anticorpos do corpo atacam a bainha de mielina como se reconhecessem que elas são vírus. Normalmente é tratada com remédios na veia ou via oral receitados pelos médicos.

O termo descreve o efeito da doença, ao invés de sua causa; algumas doenças desmielinizantes tem causa genética, algumas são causadas por agentes infecciosos, outras por reações autoimunes e outras por fatores desconhecidos.

Organofosfatos, uma classe de compostos químicos que são o ingrediente ativo de inseticidas comerciais usados por fazendeiros, herbicidas e preparações para tratamento de pulgas em animais de estimação, também desmielinizam nervos.

Neurolépticos também podem causar desmielinização.[2]

Doenças desmielinizantes do sistema nervoso central[editar | editar código-fonte]

Citam-se como exemplos de doenças desmielinizantes do sistema nervoso central:

Doenças desmielinizantes do sistema nervoso periférico[editar | editar código-fonte]

Citam-se como exemplos de doenças desmielinizantes do sistema nervoso periférico:

Referências