Domènec Torrent

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Domènec Torrent
Domènec Torrent
Domènec, como auxiliar, em partida do Manchester City
Informações pessoais
Nome completo Domènec Torrent Font
Data de nasc. 14 de julho de 1962 (60 anos)
Local de nasc. Santa Coloma de Farners, Espanha
Nacionalidade espanhol
catalão
Altura 1,74 m
canhoto
Apelido Dome
Informações profissionais
Clube atual Sem Clube
Posição ex-meio-campista
Função treinador
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1980–1983
1983–1989
UE Olot
AD Guíxols
Times/clubes que treinou
1991–1996
1996–1997
1997–1998
1998–2003
2003–2004
2005–2006
2018–2019
2020
2022
Farners
Cassà
Roses
Palafrugell
Palamós
Girona
New York City
Flamengo
Galatasaray

Domènec Torrent Font (Santa Coloma de Farners, 14 de julho de 1962) é um treinador e ex-futebolista espanhol que atuava como meio-campista. Atualmente está sem clube.

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

Nascido em Santa Coloma de Farners, Girona, Catalunha, Espanha, Torrent jogou como meio-campista do UE Olot e do AD Guíxols na década de 1980.[1]

Tinha habilidade, uma boa perna esquerda. Mas, devido à idade, jogou pouco.[2]
Pep Solés, companheiro de equipe do Domènec no UE Olot na temporada 1980–81.

Torrent se aposentou em 1989, com apenas 27 anos, quando passou a estudar para tirar seu diploma de treinador.[2]

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Torrent começou a carreira como treinador em 1991 no CE Farners, clube de sua cidade natal, ao qual liderou para subir de divisão para a Regional Preferente (sexta divisão do Campeonato Espanhol) em 1994. Ele anunciou que deixaria o clube em Maio de 1996, e, na sequência, assumiu o comando do UD Cassà, também da sexta divisão, em julho de 1996. Foi contratado pelo AE Roses em julho de 1997, ainda para a disputa da sexta divisão espanhola. O técnico pediu demissão em novembro do mesmo ano, entretanto o pedido foi negado pela diretoria. Em Janeiro de 1998, acabou então deixando o clube.

Em maio de 1998, Domènec foi então contratado pelo Palafrugell para a disputa da Primeira Catalana (quinta divisão do Campeonato Espanhol). Com Torrent no comando, a equipe foi promovida a Tercera División, a equivalente a quarta divisão do futebol espanhol, em 2000. Ainda levou o time a terminar o campeonato em sexto lugar na temporada 2001–02, a melhor participação do clube na história.

Palamós[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2003, o treinador transferiu-se para o Palamós, clube da Segunda División B (equivalente a terceira divisão na Espanha), porém acabou sofrendo o rebaixamento ao fim da temporada, e Torrent deixou o clube em maio de 2004.

Girona[editar | editar código-fonte]

Foi contratado pelo Girona no dia 29 de março de 2005, substituindo Josep María Nogués. Contudo, Torrent não conseguiu evitar o rebaixamento da equipe.

Auxiliar de Pep Guardiola[editar | editar código-fonte]

Em 2007, após o trabalho como técnico no Girona, Torrent se juntou ao staff de Josep Guardiola no Barcelona B, então na Tercera División, para trabalhar, inicialmente, como analista tático.[2]

Sou torcedor do Barcelona desde criancinha e permaneço como sócio do clube. Fui assistir a final em Wembley em 1992, quando, enfim, conquistamos o título europeu. Eu sempre disse a todo mundo: vou virar técnico por causa do Johan Cruijff[2]
Dome, em entrevista para o site "The Coaches Voice".

A dupla assumiu o comando do Barcelona B antes da temporada 2007–08. Nesta temporada, o time venceu os playoffs de 2008 e foi promovido a Segunda División B na temporada 2008–09.

O sucesso promoveu Guardiola a função de treinador da equipe principal do Barcelona e Torrent foi seu principal assistente. A dupla permaneceu no clube catalão até o final da temporada 2011–12.

Após os fantásticos anos de Guardiola a frente do Barcelona, Torrent permaneceu como seu assistente quando este se mudou para o Bayern de Munique e Manchester City, conquistando 24 troféus em onze anos juntos.[3]

Quando no clube alemão, foi dele a ideia de transformar o lateral Philipp Lahm em volante. Guardiola já havia tentado Lahm como meia-central, mas não ainda como volante.[4]

Após meia hora de jogo (final da Supercopa da UEFA de 2013), acontece uma mudança que marcará toda a temporada do Bayern. Kroos sofre todas as vezes que o Chelsea lança bolas às suas costas, porque sua maior virtude não é girar rápido e defender. Então, Domènec Torrent, assistente de Pep, lhe diz: “E se colocássemos Lahm como volante?”. Guardiola não vacila. Levanta-se rápido e, quase entrando em campo, grita para Toni Kroos: “Toni! Você de 8, você de 8! Philipp de 6!”. Nesse momento, inicia-se uma nova etapa para Philipp Lahm, como volante do Bayern. (...) Em plena final da Supercopa da UEFA e com o placar adverso, ordenava que ele assumisse a delicada posição de volante: o eixo do time. Meses mais tarde, no final de novembro, Guardiola recordaria aquele movimento: “As palavras de Dome foram chaves. Se ganharmos alguma coisa nesta temporada, será em razão daquele dia. Ouça bem o que digo: se ganharmos alguma coisa nesta temporada, será por causa do Lahm. Porque posicioná-lo como volante foi o que reordenou todas as peças”.[5]
Martí Perarnau, no livro "Guardiola Confidencial"

New York City[editar | editar código-fonte]

Em 11 de junho de 2018, citando o desejo de retornar ao cargo de treinador principal, Torrent foi contratado como novo treinador do New York City, substituindo Patrick Vieira. Ele assinou um contrato de três anos até a temporada 2020.[6] Seu primeiro jogo ocorreu em 24 de junho de 2018, no qual o New York City derrotou por 2-1 o Toronto.

Torrent deixou o clube em novembro de 2019, em acordo bilateral.[7] Nesta última temporada, levou o time à sua melhor campanha na história da MLS, com 64 pontos no total (classificando a equipe para a CONCACAF Champions League) e segunda posição na classificação da temporada regular e eliminação nos playoffs na semifinal da Conferência Leste, diante do Atlanta United.

Flamengo[editar | editar código-fonte]

Em 28 de julho de 2020, Torrent foi apontado como o principal nome para substituir Jorge Jesus no Clube de Regatas do Flamengo.[8][9] No dia 30 de julho, foi confirmado oficialmente pelo Flamengo até dezembro de 2021.[10][11] Com isso, ele se tornou o 12º treinador estrangeiro da história do Rubro-Negro, sendo o primeiro espanhol.[12] Estreou no comando do rubro negro carioca no dia 9 de agosto, na derrota de 1 a 0 contra o Atlético Mineiro válida pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.[13]

Domènec obeteve seu primeiro triunfo como técnico do Flamengo no dia 15 de agosto, na vitória por 1 a 0 contra o Coritiba, com gol de Giorgian De Arrascaeta.[14] Quinze dias após a sua primeira vitória e com uma sequência de dois empates seguidos, o treinador catalão voltou a vencer pelo mais querido, com um novo placar de 1 a 0, desta vez contra a equipe do Santos Futebol Clube, na Vila Belmiro. O atacante Gabriel Barbosa marcou contra o ex-clube e definiu o triunfo.[15] Já no dia 2 de setembro, o Flamengo fez uma exibição de gala contra o Bahia em Salvador. Comandada por Domènec, a equipe triunfou pelo placar de 5 a 3 contra o tricolor baiano.[16]

No dia 9 de novembro, o Flamengo anunciou em suas redes sociais a demissão do treinador, um dia após a derrota por 4 a 0 contra o Atlético Mineiro no estádio do Mineirão.[17][18]

Galatasaray[editar | editar código-fonte]

Foi anunciado pelo Galatasaray no dia 11 de janeiro de 2022, chegando para substituir o ídolo Fatih Terim.[19]

No dia 21 de junho de 2022, o treinador foi demitido do clube.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Domènec Torrent é neto de um ex-futebolista do Barcelona.[20]

Estatísticas como treinador[editar | editar código-fonte]

Symbol arrow up.svg Atualizado em 21 de junho de 2022

Equipe País Período Estatísticas Ref.
Jogos V E D GP GC SG % Vitórias
Farners Flag of Spain.svg Espanha Julho de 1991 — 24 de maio de 1996 172 72 44 56 262 249 +13 41,86 [21]
Cassà 4 de julho de 1996 — 20 de julho de 1997 34 15 7 12 50 50 0 44,12 [22]
Roses 25 de julho de 1997 — 22 de janeiro de 1998 18 2 7 9 19 36 -25 11,11 [23]
Palafrugell 16 de maio de 1998 — 1 de julho de 2003 190 80 41 69 272 217 +55 42,11 [24]
Palamós 28 de julho de 2003 — 15 de maio de 2004 38 5 7 26 22 70 -48 13,16 [25]
Girona 29 de março de 2005 — 2 de julho de 2006 51 29 12 10 94 50 +44 56,86 [26]
New York City  Estados Unidos 12 de junho de 2018 — 8 de novembro 2019 60 29 15 16 104 76 +28 48,33
Flamengo  Brasil 31 de julho de 2020 — 8 de novembro de 2020 26 15 5 6 46 38 +8 57,69
Galatasaray  Turquia 14 de janeiro de 2022 — 21 de junho de 2022 20 7 5 8 28 31 -3 43,33
Total na carreira 609 254 143 212 897 817 +80 39,84

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como auxiliar-técnico[editar | editar código-fonte]

Barcelona B
Barcelona
Bayern de Munique
Manchester City

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Flamengo:[editar | editar código-fonte]

Girona[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sansuste, Maria (11 de junho de 2018). «10 Things to Know: Domènec Torrent». New York City FC. Consultado em 12 de junho de 2018 
  2. a b c d e Felipe Schmidt (1 de agosto de 2020). «Campo de terra, filosofia Barça e idolatria a Cruyff: as origens catalãs de Dome, o novo técnico do Flamengo». GloboEsporte.com. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  3. «10 Things to Know: Domènec Torrent» (em inglês). Site oficial do New York City. Consultado em 18 de julho de 2021 
  4. «Como Domènec Torrent teve ideia que "revolucionou" Bayern de Guardiola e iniciou era de títulos». ESPN Brasil. 29 de julho de 2020. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  5. «Grandes momentos de Domènec Torrent no livro de Guardiola: reflexões, broncas, foco e Philipp Lahm». OneFootball. 1 de agosto de 2020. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  6. Mark Booth (11 de junho de 2011). «Domènec Torrent Named New York City FC Head Coach» (em inglês). Site oficial do New York City. Consultado em 11 de junho de 2018 
  7. «New York City FC, manager Domenec Torrent part ways» (em inglês). ABC7 New York. 8 de novembro de 2019. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  8. «Domènec Torrent, nuevo entrenador del Flamengo» (em espanhol). AS.com. 28 de julho de 2020. Consultado em 29 de julho de 2020 
  9. Jeremias Carvalho (29 de julho de 2020). «Domènec Torrent é o novo técnico do Flamengo». Portal É Notícias. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  10. Rômulo Paranhos (31 de julho de 2020). «Domènec Torrent é o novo técnico do Flamengo». Site oficial do Flamengo. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  11. «'Habemus' treinador! Flamengo anuncia contratação de Domènec Torrent». Coluna do Fla. 31 de julho de 2020. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  12. Rodolfo Rodrigues (29 de julho de 2020). «Domènec Torrent será o 12º treinador estrangeiro do Flamengo na história». UOL. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  13. Gabriel Grey (9 de agosto de 2020). «Atlético-MG vence o Flamengo na estreia de Domènec Torrent». Terra. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  14. «Com gol de Arrascaeta, Flamengo vence o Coritiba por 1 a 0». Terra. 15 de agosto de 2020. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  15. «Santos tem dois gols anulados pelo VAR e perde do Flamengo». Terra. 30 de agosto de 2020. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  16. «Flamengo desencanta em Salvador e atropela o Bahia pelo Campeonato Brasileiro». Terra. 2 de setembro de 2020. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  17. «Domènec Torrent é demitido do Flamengo». Gávea News. 9 de novembro de 2020. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  18. «Após goleadas sofridas no Brasileiro, Flamengo decide pela saída de Domènec Torrent». GloboEsporte.com. 9 de novembro de 2020. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  19. Felipe Lobo (11 de janeiro de 2022). «Galatasaray demite o lendário Fatih Terim e contrata Domènec Torrent». Trivela 
  20. Tay Cristófani (29 de julho de 2020). «Fim da novela: Domènec Torrent é o novo técnico do Flamengo». OneFootball. Consultado em 28 de janeiro de 2022 
  21. «Primera Regional Catalana (Grupo 1) 1991–92» [Primera Regional Catalana (Group 1) 1991–92] (em espanhol). Futbolme. Consultado em 1 de agosto de 2020 
    «Primera Regional Catalana (Grupo 1) 1992–93» [Primera Regional Catalana (Group 1) 1992–93] (em espanhol). Futbolme. Consultado em 1 de agosto de 2020 
    «Primera Regional Catalana (Grupo 1) 1993–94» [Primera Regional Catalana (Group 1) 1993–94] (em espanhol). Futbolme. Consultado em 1 de agosto de 2020 
    «Regional Preferente Catalana (Grupo 1) 1994–95» [Regional Preferente Catalana (Group 1) 1994–95] (em espanhol). Futbolme. Consultado em 1 de agosto de 2020 
    «Regional Preferente Catalana (Grupo 1) 1995–96» [Regional Preferente Catalana (Group 1) 1995–96] (em espanhol). Futbolme. Consultado em 1 de agosto de 2020 
  22. «Regional Preferente Catalana (Grupo 1) 1996–97» [Regional Preferente Catalana (Group 1) 1996–97] (em espanhol). Futbolme. Consultado em 1 de agosto de 2020 
  23. «Regional Preferente Catalana (Grupo 1) 1997–98» [Regional Preferente Catalana (Group 1) 1997–98] (em espanhol). Futbolme. Consultado em 1 de agosto de 2020 
  24. «Primera Catalana 1998–99» (em espanhol). Futbolme. Consultado em 1 de agosto de 2020 
    «Primera Catalana 1999–2000» (em espanhol). Futbolme. Consultado em 1 de agosto de 2020 
    «Tercera División (Grupo 5) 2000–01» [Tercera División (Group 5) 2000–01] (em espanhol). Futbolme. Consultado em 1 de agosto de 2020 
    «Tercera División (Grupo 5) 2001–02» [Tercera División (Group 5) 2001–02] (em espanhol). Futbolme. Consultado em 1 de agosto de 2020 
    «Tercera División (Grupo 5) 2002–03» [Tercera División (Group 5) 2002–03] (em espanhol). Futbolme. Consultado em 1 de agosto de 2020 
  25. «Torrent: Domènec Torrent Font: Matches 2003–04». BDFutbol. Consultado em 1 de agosto de 2020 
  26. «Torrent: Domènec Torrent Font: Matches 2004–05». BDFutbol. Consultado em 1 de agosto de 2020 
    «Tercera División (Grupo 5) 2005–06» [Tercera División (Group 5) 2005–06] (em espanhol). Futbolme. Consultado em 1 de agosto de 2020 
    «Fase de ascenso a Segunda División B 2005–06» [Promotion phase to Segunda División B 2005–06] (em espanhol). Futbolme. Consultado em 1 de agosto de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]