Dom Expedito Lopes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Dom Expedito Lopes
"Cabeço"
Bandeira de Dom Expedito Lopes
Brasão indisponível
Bandeira Brasão indisponível
Hino
Aniversário 5 de abril
Fundação 1963
Gentílico dom expedito lopense
Prefeito(a) Valmir Barbosa de Araújo (PDT)
(2017–2020)
Localização
Localização de Dom Expedito Lopes
Localização de Dom Expedito Lopes no Piauí
Dom Expedito Lopes está localizado em: Brasil
Dom Expedito Lopes
Localização de Dom Expedito Lopes no Brasil
06° 57' 32" S 41° 38' 27" O06° 57' 32" S 41° 38' 27" O
Unidade federativa  Piauí
Mesorregião Sudeste Piauiense IBGE/2008 [1]
Microrregião Picos IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Santa Cruz do Piauí, Santana do Piauí, Ipiranga do Piauí, Picos
Distância até a capital 288 km km
Características geográficas
Área 219,070 km² [2]
População 6 587 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 30,07 hab./km²
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,635 médio PNUD/2000 [4]
PIB R$ 25 972,981 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 864,45 IBGE/2008[5]
Página oficial

Dom Expedito Lopes é uma cidade do estado do Piauí, Brasil. Localiza-se na microrregião de Picos, mesorregião do Sudeste Piauiense.

A origem do município se deu em homenagem a D. Francisco Expedito Lopes que foi o primeiro Bispo de Oeiras sendo a sua posse no ano de 1949.

O município tem 6.569 habitantes e 219,072 km². Foi criado em 1963, a partir de sua emancipação da cidade de Oeiras.

Bastante conhecida pela produção e beneficiamento de frutas como buriti e caju, assim como pela exportação da castanha de caju para outros estados, e até países. Dom Expedito Lopes, também chamado de D.E.L. por seu habitantes é uma bela cidade, tranquila e pacata, buscando sempre formar bons cidadãos através da educação (uma das melhores do estado) e do esporte.

Uma de suas maiores características é a grande rivalidade política entre a população,que no período das eleições municipais se divide entre "rabo fino" e "boca preta".

O maior evento cultural é a realização dos festejos de São João Batista, no bairro Codó. Anualmente temos também o DELFOLIA (carnaval fora de época) e a Festa do Caju, geralmente no mês de novembro de cada ano.

A cidade é composta pelos bairros: Centro, Codó, Alto da Bela Vista, Alto da Boa Vista, Pequis, Cajueiro e Novo Cajueiro. Também há as localidades Mirolândia, Baixa Grande, Baixa do Juazeiro, Baixa das Carnaíbas, Baixa do Varandado, Saco do Agreste, Buriti Grande, Sitiozinho e Gaturiano.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.