Dom Expedito Lopes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Dom Expedito Lopes
"Cabeço"
Bandeira de Dom Expedito Lopes
Brasão indisponível
Bandeira Brasão indisponível
Hino
Aniversário 5 de abril
Fundação 1963
Gentílico dom expedito lopense
Lema Progresso
Prefeito(a) Valmir Barbosa de Araújo (PDT)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Dom Expedito Lopes
Localização de Dom Expedito Lopes no Piauí
Dom Expedito Lopes está localizado em: Brasil
Dom Expedito Lopes
Localização de Dom Expedito Lopes no Brasil
06° 57' 32" S 41° 38' 27" O06° 57' 32" S 41° 38' 27" O
Unidade federativa  Piauí
Mesorregião Sudeste Piauiense IBGE/2008 [1]
Microrregião Picos IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Santa Cruz do Piauí, Santana do Piauí, Ipiranga do Piauí, Picos
Distância até a capital 288 km km
Características geográficas
Área 219,070 km² [2]
População 6 587 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 30,07 hab./km²
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,635 médio PNUD/2000 [4]
PIB R$ 25 972,981 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 3 864,45 IBGE/2008[5]

Dom Expedito Lopes é uma cidade do estado do Piauí, Brasil. Localiza-se na microrregião de Picos, mesorregião do Sudeste Piauiense.

A origem do município se deu em homenagem a D. Francisco Expedito Lopes que foi o primeiro Bispo de Oeiras sendo a sua posse no ano de 1949.

O município tem 6.569 habitantes e 219,072 km². Foi criado em 1963, a partir de sua emancipação da cidade de Oeiras.

Bastante conhecida pela produção e beneficiamento de frutas como buriti e caju, assim como pela exportação da castanha de caju para outros estados, e até países. Dom Expedito Lopes, também chamado de D.E.L. por seu habitantes é uma bela cidade, tranquila e pacata, buscando sempre formar bons cidadãos através da educação (uma das melhores do estado) e do esporte.

Uma de suas maiores características é a grande rivalidade política entre a população,que no período das eleições municipais se divide entre "rabo fino" e "boca preta".

O maior evento cultural é a realização dos festejos de São João Batista, no bairro Codó. Anualmente temos também o DELFOLIA (carnaval fora de época) e a Festa do Caju, geralmente no mês de novembro de cada ano.

A cidade é composta pelos bairros: Centro, Codó, Alto da Bela Vista, Alto da Boa Vista, Pequis, Cajueiro e Novo Cajueiro. Também há as localidades Mirolândia, Baixa Grande, Baixa do Juazeiro, Baixa das Carnaíbas, Baixa do Varandado, Saco do Agreste, Buriti Grande, Sitiozinho e Gaturiano.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.