Domenico Losurdo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis publicadas por terceiros (desde junho de 2014).
Por favor, melhore-o, incluindo referências mais apropriadas vindas de fontes fiáveis e independentes.
Fontes primárias, ou que possuem conflito de interesse geralmente não são suficientes para se escrever um artigo em uma enciclopédia.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Domenico Losurdo
Fotografia de Domenico Losurdo, em 2011
Nascimento 1941 (76 anos)
Sannicandro di Bari
Nacionalidade Italiano
Alma mater Universidade de Urbino
Ocupação filósofo
Influências
Portal A Wikipédia possui o:
Portal de Filosofia

Domenico Losurdo (Sannicandro di Bari, 1941) é um filósofo marxista italiano que leciona na Universidade de Urbino, na Itália. Estudou em Tubinga (Alemanha) e em Urbino. Doutorou-se com uma tese sobre Karl Rosenkranz.

Obras publicadas em português[editar | editar código-fonte]

  • Hegel, Marx e a Tradição Liberal. Editora Unesp, 1998.
  • Democracia ou bonapartismo. Editora Unesp, 2004.
  • Fuga da História?. Editora Revan, 2004.
  • Liberalismo. Entre civilização e barbárie. Editora Anita Garibaldi, 2006.
  • Contra-História Do Liberalismo. Editora Ideias & Letras, 2006.
  • Antonio Gramsci - Do Liberalismo ao Comunismo Crítico. Editora Revan, 2006.
  • Nietzsche - O Rebelde Aristocrata. Editora Revan, 2009.
  • A Linguagem do Império. Editora Boitempo, 2010.
  • Stalin - História crítica de uma lenda negra. Editora Revan, 2010.
  • A Não Violência - Uma história fora do mito. Editora Revan, 2012.
  • O pecado original do século XX. Editora Anita Garibaldi, 2013.
  • A Hipocondria do Antipolítico. Editora Revan, 2014.
  • Autocensura e Compromisso no pensamento de Kant. Editora Ideias & Letras, 2015.
  • A luta de classes: uma história política e filosófica. Editora Boitempo, 2015.
  • Marx e o balanço histórico do século 20. Editora Anita Garibaldi, 2015.
  • NIETZSCHE e a crítica da Modernidade. Editora Ideias & Letras, 2016.
  • A Esquerda Ausente. Editora Anita Garibaldi, 2016.

Artigos[editar | editar código-fonte]

  • Per una critica della categoria di totalitarismo na Hermeneutica, 2002, pp. 131-166.
  • Para uma crítica da categoria de totalitarismo[1], tradução de Maryse Farhi para a revista "Crítica marxista" 17, 2003. Uma análise das origens históricas das práticas nazi-fascistas.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.