Dona Clotilde

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dona Clotilde
Personagem fictícia de El Chavo del Ocho
Dona Clotilde no seriado Chaves
Língua original Espanhol
Morada Mora na casa número 71 da vila.
Origem  México
Sexo Feminino
Ocupação Desconhecida
Especialidade(s) Cozinha
Pastelaria
Espiritismo
Afiliações Católica
Família Sua irmã que mora em Paris (Irmã)
filha de sua irmã (Sobrinha)
Amigo(s) Seu Madruga
Jaiminho
Chaves
Chiquinha (às vezes)
Dona Florinda (às vezes)
Senhor Barriga
Professor Girafales
Quico (até certo ponto)
Inimigo(s) Glória
Dona Neves
Dona Florinda (às vezes)
Chiquinha (às vezes)
Paty
Criado por Roberto Gómez Bolaños
Dublagem Helena Samara (Seriado - Maga, Seriado - Gábia (DVD) e Versão animada - primeira temporada)
Beatriz Loureiro (Versão animada - segunda temporada e Seriado - RioSound)
Isaura Gomes (Seriado - Som de Vera Cruz (Multishow))
Outros A Bruxa do 71
Primeira aparição A Festa da Boa Vizinhança (1972)
Última aparição Um Banho para o Chaves (1991)
Interpretado por Angelines Fernández em El Chavo del Ocho

Dona Clotilde, mais conhecida com o apelido de "A Bruxa do 71" (em referência ao número de seu departamento), é uma personagem do seriado El Chavo Del Ocho, interpretada pela atriz Angelines Fernández.

Personalidade[editar | editar código-fonte]

Esta foi a última personagem a atuar como coadjuvante da série (sem contar o Jaiminho, o Carteiro). O papel que interpretava Angelines Fernández era o de uma mulher de amplo comportamento de senhora de maior idade e conduzia a outras personagens á trata-la como uma idosa. De fato, quando insinuam que é uma "anciã", ela sempre menciona o "pequeno" número de velas que põe em sua torta (nunca diz mais de 45). É natural de Campeche, tal como o mencionou num capítulo da série. Vive no departamento Nº 71, ainda que anteriormente nos primeiros episódios mostrava-se que o departamento era o Nº 5.

É uma mulher solteira sedenta de carinho, procurando com frequência o Seu Madruga, e para ganhar seu afeto, vive fazendo bolos, dando-lhe presentes, emprestando-lhe malas quando precisa, dando remédios para a insônia, etc. Realmente, Seu Madruga nunca é grosseiro com ela, mas em ocasiões chega a se desesperar de tantos flertes que Dona Clotilde faz para ele, que tenta fugir dela, mas segue sempre persistindo nos mesmos flertes e insinuações. Mas realmente, quando a Seu Madruga se importa com Dona Clotilde, é quando, por exemplo, ela desmaia no meio do pátio, quando ela se disponha a lhe trazer coisas da loja ou algo pelo estilo.

Não se conhece a fonte de seu dinheiro. Para explicá-lo, alguns supõem que recebe uma pensão. Outros dizem que, como ela sempre quer fazer todos a acreditarem que vem de um nível econômico mais alto, talvez sacava seu dinheiro de uma herança, já que de outra forma não poderia cimentar as despesas da renda, dos víveres e os presentes que oferece a Seu Madruga. Podia ser que receba dinheiro de sua irmã da França. Com tudo, o que se sabe é que se trata de uma mulher generosa, ou "desprendida", como ela mesma diz. Tem uma irmã menor que vive na França e que tem uma criança, sua sobrinha. Numa ocasião Dona Clotilde foi substituída por uma personagem estranha chamado Dona Edwiges, conhecida também como "A Louca da Escadaria" (que também estava apaixonada pelo Seu Madruga), mas após os episódios de 1973, ela desapareceu devolvendo seu lugar a Dona Clotilde.

Vestimenta[editar | editar código-fonte]

Veste sempre um chapéu azul (rosa nos segmentos de Chespirito) com folhas no estilo dos anos 50, um vestido azul (nos primeiros capítulos usava um suéter negro além do vestido) e sapatos negros. Por embaixo do chapéu podia se notar seus cabelos grisalhos, de um aspecto artificial.

Alcunha[editar | editar código-fonte]

Em todo o programa, Dona Clotilde é também chamada de "A Bruxa do 71" por Chaves e outras crianças (principalmente pela Chiquinha), e também por Dona Florinda, Seu Madruga, Jaiminho, o Carteiro, Professor Girafales e o Senhor Barriga ocasionalmente. Esta alcunha ocorreu por sua suposta aparência de bruxa, sendo que ela mesmo fazia as crianças acreditar que ela era realmente uma bruxa quando algo cheirava a queimado dentro de sua casa. Dona Clotilde realizou uma sessão espiritista na casa de Seu Madruga para constatar com os "espíritos zombeteiros", que procuravam explicar acontecimentos anormais ocorridos na casa de Seu Madruga (provocados na realidade pelo sonambulismo do mesmo) o que também pode ter contribuído a seu apelido de bruxa, ela também tem um cachorro (às vezes um gato) chamado Satanás.

Curiosamente, a atriz morreu na idade de 71 anos.

Relação aos demais personagens[editar | editar código-fonte]

  • Chaves - Como alguns outros, o Chaves também apelida a Dona Clotilde sendo chamada por ele e por outras pessoas de "Bruxa do 71" muitas vezes sendo por causa de seu visual, o Chaves tem um medo absurdo por ela, pois acha que ela pode transforma-lo em algum tipo de animal com bruxaria. A Dona Clotilde odeia quando é chamada de bruxa pelo Chaves, chamando-o quase sempre ele e outras crianças de demônios. Em outros episódios, o Chaves presta serviços à Dona Clotilde e parece ser bem tratado por esta, porque ao contrário da Dona Florinda, a Dona Clotilde é humilde e generosa.
  • Senhor Madruga - Dona Clotilde gosta muito do Seu Madruga, e quase sempre ela faz gostosuras para ele em forma de compensação de ajuda que o mesmo faz para ela, como por exemplo ajudar Dona Clotilde nas compras. A Paixão que ela tem com ele não é segredo, Seu Madruga fica assustado todas as vezes de que D. Clotilde o abraça. De Forma ou de outra, a relação dos dois é de ajuda e carinho. Mas para a Dona Clotilde é de ajuda e paixão.
  • Dona Florinda - As duas não se dão muito bem, por causa de Quico, que chama a Dona Clotilde de bruxa, a relação entre ela e Dona Florinda são de duas vizinhas que moram em departamentos um do lado do outro, as duas aparecem conversando geralmente quando vão colocar roupa para lavar ou colocar roupa no varal. Dona Florinda também chama Dona Clotilde de bruxa, porém, ligeiramente menos que Quico.
  • Professor Girafales - Os dois quase nunca se falam, sendo algumas vezes quando por exemplo, Girafales deseja ajudá-la pois ele acha de que Dona Clotilde é uma anciã.
  • Senhor Barriga - a Dona Clotilde raramente chama o Senhor Barriga de algum tipo de gozação de peso, porém somente as vezes ela faz isso quando ela está brava com ele com algo que ele fez contra o Seu Madruga. No entanto, a Dona Clotilde é a moradora da vila que possui a relação mais respeitosa com o Senhor Barriga, ao contrário do Chaves, Chiquinha e Quico (que fazem zombaria de sua obesidade ou o agridem com pancadas), o Seu Madruga vive atrasando o aluguel e a Dona Florinda impõe regras aos demais inquilinos sem sequer consultar a opinião do Sr Barriga. A Dona Clotilde ainda possui uma leve queda pelo dono da vila e costuma usá-lo para fazer ciúme ao Seu Madruga.
  • Chiquinha - Dona Clotilde odeia a Chiquinha mais que todas as outras crianças da série, pois sempre ela quer afastá-la do Seu Madruga ou viver chamando-a de Bruxa, pois a Dona Clotilde quer se casar com o Seu Madruga, e a Chiquinha não quer com medo de que ela vire sua madrasta.
  • Quico - Os dois interagiram apenas em poucas ocasiões. No episódio "Os Balões", Dona Clotilde afirma que Quico é o único que há muito tempo não a chama de bruxa. No episódio "O Ratinho do Quico", Dona Clotilde pede a Quico para dar a Dona Florinda o açúcar que a mesma pediu para Dona Clotilde comprar. Quico a obedece, além de gentilmente a chamar de senhorita. Apesar disso, mais tarde no mesmo episódio, ela perde a paciência com ele por chamá-la de bruxa, e sai correndo atrás dele para bater nele (mas, segundo Quico, Dona Clotilde não conseguiu alcançá-lo). No episódio "Eu Não Acredito em Fantasmas, mas Existem", Dona Clotilde cuida dele enquanto Dona Florinda não está em casa. No episódio "A Insônia do Seu Madruga", Quico por pensar que ela é uma bruxa pensa que ela enfeitiçou Seu Madruga. No episódio "A Casa da Bruxa", Quico tem medo de entrar na casa da Dona Clotilde, mas perde o medo depois que ela compra pirulitos para ele, Chaves e Chiquinha.
  • Dona Edwiges - Segundo os episódios, as duas acabaram não se conhecendo.

Bordões[editar | editar código-fonte]

  • "Quem é bruxa?" (Quando alguém a chama de bruxa, quase sempre a Chiquinha)
  • "Eu não sou nenhuma bruxa"
  • "O quê?" É melhor não dizer nada!" (Quando chamam ela de algo que ela não goste, sendo a maioria o Seu Madruga)
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Chavo del Ocho#Doña Clotilde

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]