Donald Peterson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Donald Peterson

Astronauta da NASA
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Nascimento 21 de outubro de 1933
Winona, Mississippi, Estados Unidos
Morte 27 de maio de 2018 (84 anos)
El Lago, Texas, Estados Unidos
Tempo no espaço 5d 0h 23m
Seleção 1969
Missões STS-6
Insígnia da missão Sts-6-patch.png

Donald Herod Peterson (Winona, 21 de outubro de 1933 - 27 de maio de 2018) foi um astronauta dos Estados Unidos.[1]

Formado em Ciências pela Academia Militar de West Point em 1955, e com mestrado em engenharia nuclear pelo Instituto de Tecnologia da Força Aérea, em 1962, passou seus anos anteriores à sua entrada na NASA como instrutor de voo, oficial de treinamento militar, analista de sistemas nucleares e piloto de combate. Acumulou nestas funções o total de 5.300 horas de voo, a maioria delas em jatos de combate.

Peterson entrou para a NASA em 1969, após o cancelamento do programa militar que pretendia colocar um laboratório espacial em órbita, (MOL - Manned Orbital Laboratory) e fez parte da equipe de apoio da missão lunar Apollo 16. Retirando-se da ativa da Força Aérea dos Estados Unidos como tenente-coronel no anos 1970, continuou na NASA com civil, trabalhando em funções técnicas em terra.

Foi ao espaço em 4 de abril de 1983, aos 49 anos, como especialista de missão da STS-6, o primeiro voo da nave Challenger, e na qual realizou quatro horas de Atividades extra-veiculares, para testar o novo macacão espacial e as ferramentas desenvolvidas para trabalhos fora da espaçonave.

Retirou-se da NASA em 1984, passando a trabalhar na iniciativa privada como consultor de operações espaciais tripuladas.

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]