Donnie Darko

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde agosto de 2019).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Donnie Darko
Donnie Darko
 Estados Unidos
2001 •  cor •  113 min 
Direção Richard Kelly
Produção
Produção executiva
Roteiro Richard Kelly
Elenco
Género ficção científica · suspense · drama romântico · horror
Música Michael Andrews
Cinematografia Steven Poster
Efeitos especiais Robbie Knott
Figurino April Ferry
Edição
Companhia(s) produtora(s)
Distribuição Estados Unidos Newmarket Films
Lançamento Estados Unidos 19 de janeiro de 2001
Portugal 11 de outubro de 2002
Brasil 24 de setembro de 2003[1]
Idioma inglês
Orçamento US$ 4,5 milhões[2]
Receita US$ 7,510,877[3]
Site oficial

Donnie Darko (prt/bra: Donnie Darko)[4][5] é um filme norte-americano de 2001, dos gêneros ficção científica, suspense, drama romântico e horror, escrito e dirigido pelo estreante Richard Kelly.[5]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Donnie (Jake Gyllenhaal) é um inteligente jovem de classe média, porém antissocial. Ele tem visões de um coelho monstruoso que o convence a fazer brincadeiras humilhantes com seus colegas. Numa dessas visões, o coelho anuncia o fim do mundo em um mês, e eventos terríveis começam a assombrá-lo.[5][2]

Edição do diretor[editar | editar código-fonte]

Muitas interpretações são possíveis sobre a história do filme. Há quem diga que não passa de alucinações ou um sonho do garoto, ou que o final simplesmente não faz sentido. Porém, na edição do diretor, lançada em 2004, dá pistas sobre uma das possíveis interpretações. O site oficial do filme possui cópias de algumas páginas do livro "Filosofia da Viagem no Tempo" que levam a crer que o filme se passa em um Universo Paralelo, em que Donnie é o "receptor vivo" responsável por levar um "artefato" de volta ao Universo Principal. E Frank é um "Manipulado Morto", que guia o receptor à fazer as ações que levam à cadeia de eventos. Do contrário, ambos os universos podem ser destruídos e tudo o que existe neles. De acordo com essa interpretação, todos os demais personagens são "manipulados" de maneira a levar Donnie a cumprir seu dever, tornando impossível que ele não o faça.[6][7]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Premiações[editar | editar código-fonte]

  • Indicado
Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films
Categoria Melhor Lançamento de DVD Edição Especial[carece de fontes?]
Chlotrudis Awards
Categoria Melhor Diretor - Richard Kelly[carece de fontes?]
Categoria Melhor Filme[carece de fontes?]
Independent Spirit Awards
Categoria Melhor Primeira Direção - Richard Kelly[carece de fontes?]
Categoria Melhor Primeiro Roteiro - Richard Kelly[carece de fontes?]
Categoria Best Male Lead - Jake Gyllenhaal[carece de fontes?]
London Critics Circle Film Awards
Categoria Filme do Ano[carece de fontes?]
Online Film Critics Society Awards
Categoria Melhor Diretor Estreante - Richard Kelly[carece de fontes?]
Sitges - Catalonian International Film Festival
Categoria Melhor Filme - Richard Kelly[carece de fontes?]
Sundance Film Festival
Categoria Melhor Drama - Richard Kelly[carece de fontes?]
  • Ganhou
Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films
Categoria Mostra Jovem Cineasta - Richard Kelly[carece de fontes?]
Amsterdam Fantastic Film Festival
Categoria Premio Silver Scream Award[carece de fontes?]
Chlotrudis Awards
Categoria Melhor Ator - Jake Gyllenhaal[carece de fontes?]
Categoria Melhor Script Original - Richard Kelly[carece de fontes?]
Cinénygma - Luxembourg International Film Festival
Categoria Prêmio do Público[carece de fontes?]
Film Critics Circle of Australia Awards
Categoria Melhor Filme Estrangeiro[carece de fontes?]
Gérardmer Film Festival
Categoria Premiere Award[carece de fontes?]
San Diego Film Critics Society Awards
Categoria Melhor Script Original - Richard Kelly[carece de fontes?]
Sitges - Catalonian International Film Festival
Categoria Melhor Script - Richard Kelly[carece de fontes?]
Sweden Fantastic Film Festival
Categoria Prêmio do Público[carece de fontes?]
Toronto Film Critics Association Awards
Categoria Citação Especial[carece de fontes?]

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

Donnie Darko
Trilha sonora de Michael Andrews
Lançamento 2 de abril de 2002
Gravação outubro–dezembro de 2000
Duração 37:21
Idioma(s) Inglês
Gravadora(s) Enjoy/Everloving

Todas as músicas foram escritas e executadas por Michael Andrews, exceto "Mad World" (escrito por Roland Orzabal (Tears For Fears); performado por Gary Jules e Michael Andrews).

"Carpathian Ridge" – 1:35
"The Tangent Universe" – 1:50
"The Artifact and Living" – 2:30
"Middlesex Times" – 1:41
"Manipulated Living" – 2:08
"Philosophy of Time Travel" – 2:02
"Liquid Spear Waltz" – 1:32
"Gretchen Ross" – 0:51
"Burn It to the Ground" – 1:58
"Slipping Away" – 1:17
"Rosie Darko" – 1:25
"Cellar Door" – 1:03
"Ensurance Trap" – 3:11
"Waltz in the 4th Dimension" – 2:46
"Time Travel" – 3:01
"Did You Know Him?" – 1:46
"Mad World" (regravação da música original de Tears For Fears) – 3:08
"Mad World (Alternate Mix)" (regravação da música original de Tears For Fears) - 3:37

Coincidindo com o relançamento do filme no Reino Unido, foi lançado uma expansão da trilha sonora, em um segundo disco. Essa edição inclui músicas dos anos 1980, amplamente exploradas no filme.

  1. "Never Tear Us Apart" (INXS) – 3:04
  2. "Head Over Heels" (Tears for Fears) – 4:16
  3. "Under the Milky Way" (The Church) – 4:58
  4. "Lucid Memory" (Sam Bauer and Gerard Bauer) – 0:46
  5. "Lucid Assembly" (Gerard Bauer and Mike Bauer) – 0:52
  6. "Ave Maria" (Vladimir Vavilov and Paul Pritchard) – 2:57
  7. "For Whom the Bell Tolls" (Steve Baker and Carmen Daye) – 3:12
  8. "Show Me (Part 1)" (Quito Colayco and Tony Hertz) – 2:05
  9. "Notorious" (Duran Duran) – 4:00
  10. "Stay" por (Oingo Boingo) – 3:38
  11. "Love Will Tear Us Apart" (Joy Division) – 3:23
  12. "The Killing Moon" (Echo & the Bunnymen) – 5:55

Sequência[editar | editar código-fonte]

A sequência do filme, S. Darko, foi lançada em 2009 e tem a trama centrada na irmã mais nova de Donnie, Samanta (Daveigh Chase). Richard Kelly, diretor de Donnie Darko, afirmou que não possui relação com a sequência do filme, a qual recebeu muitas críticas negativas.[8] [9]

Referências

  1. Cinema em Cena - Donnie Darko
  2. a b «Donnie Darko». Brasil: AdoroCinema. Consultado em 30 de agosto de 2019 
  3. «Donnie Darko Receita». The Numbers (em inglês). Consultado em 6 de setembro de 2017 
  4. «Donnie Darko». Portugal: CineCartaz. Consultado em 30 de agosto de 2019 
  5. a b c «Donnie Darko». Brasil: CinePlayers. Consultado em 30 de agosto de 2019 
  6. Dan Kois (23 de julho de 2004). «Everything you were afraid to ask about "Donnie Darko"» (em inglês). Salon.com. Consultado em 6 de fevereiro de 2015 
  7. «Donnie Darko: The Director's Cut (2004)» (em inglês). Rotten Tomatoes 
  8. «Arcade Fire Open Box Richard Kelly on film score and Darko sequel». IGN. Consultado em 26 de novembro de 2013  (em inglês (idioma))
  9. «S. Darko no Rotten Tomatoes». Consultado em 26 de novembro de 2013  (em inglês (idioma))
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme de horror é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.