Dorian Gray (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde maio de 2019). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Dorian Gray
No Brasil O Retrato de Dorian Gray
Em Portugal Dorian Gray
 Reino Unido
2009 •  cor •  112 min 
Direção Oliver Parker
Produção Barnaby Thompson
Roteiro Toby Finlay
Gênero {{{gênero}}}
Música Charlie Mole
Cinematografia Roger Pratt
Edição Guy Bensley
Distribuição Momentum Pictures
Idioma inglês

Dorian Gray (bra: O Retrato de Dorian Gray[1]; prt: Dorian Gray[2]) é um filme britânico de 2009, dos gêneros fantasia e drama, dirigido por Oliver Parker, com roteiro de Toby Finlay baseado na obra The Picture of Dorian Gray, de Oscar Wilde

Estrelado por Ben Barnes e Colin Firth, o filme conta a trajetória de Dorian Gray, aristocrata inglês cujo retrato envelhece em seu lugar, mantendo-o sempre jovem e bonito.

Lançando oficialmente em 9 de setembro de 2009[3], o filme arrecadou US$ 2.967.711.[4]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

O filme recebeu críticas mistas. O Rotten Tomatoes deu 42% de aprovação ao filme, baseado nas críticas, cuja grande maioria, no entanto, refere-se ao roteiro e às atuações.[5]

Referências

  1. «O Retrato de Dorian Gray». Brasil: CinePlayers. Consultado em 24 de maio de 2019 
  2. «Dorian Gray». Portugal: CineCartaz. Consultado em 24 de maio de 2019 
  3. a b Archie Thomas. Rebecca Hall joins Dorian Gray. 7 de agosto de 2008.
  4. «Cópia arquivada». Consultado em 6 de julho de 2011. Arquivado do original em 19 de julho de 2011 
  5. Dorian Gray. Rotten Tomatoes.
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme britânico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.