Doroteia de Brandemburgo, Duquesa de Mecklemburgo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Doroteia de Brandemburgo
Princesa de Brandemburgo
Duquesa de Mecklemburgo
Lápide de Doroteia, na Igreja de São Tiago e São Dionísio, em Gadebusch
Cônjuge Duque Henrique IV de Mecklemburgo
Descendência Alberto VI
Magno II
Isabel
Baltazar
Casa Casa de Brandemburgo
Nascimento 9 de fevereiro de 1420 (598 anos)
  Berlim, Alemanha
Morte 19 de janeiro de 1491 (70 anos)
  Rehna, Nordwestmecklenburg, Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental, Alemanha
Enterro Igreja de São Tiago e São Dionísio
Pai Frederico I de Brandemburgo
Mãe Isabel da Baviera-Landshut

Doroteia de Brandemburgo (Berlim, 9 de fevereiro de 1420 – Rehna, 19 de janeiro de 1491) foi uma Princesa de Brandemburgo, por nascimento, e, por casamento, Duquesa de Mecklemburgo.

Vida[editar | editar código-fonte]

Doroteia era filha do Eleitor Frederico I de Brandemburgo (1371-1440) e sua esposa Isabel da Baviera-Landshut (1383-1442), filha do Duque Frederico da Baviera-Landshut. Os irmãos de Isabel eram os Eleitores Frederico II e Alberto III Aquiles, que sucessivamente governaram Brandemburgo.

Em maio de 1432, Doroteia se casou com o Duque Henrique IV de Mecklemburgo (1417-1477). Ela recebeu como dote Dömitz e Gorlosen, que sua irmã, Margarida de Brandemburgo, também tinham recebido quando ela se casou, entrando na Casa de Mecklemburgo. O marido de Margarida, Luís VIII da Baviera, no entanto, morreu logo após o casamento.[1] Quando uma disputa surgiu mais tarde, entre Brandemburgo e Mecklemburgo, sobre a herança do principado de Wenden, os laços familiares, entre o Duque Henrique e o Eleitor Frederico, tornou mais fácil de se chegar a um acordo.

Henrique IV morreu em 1477. Depois de 1485, Doroteia viveu como freira no Convento de Rehna.[2]. Ela morreu em 1491, e foi enterrada na igreja da cidade, a Igreja de São Tiago e São Dionísio, em Gadebusch. A sepultura de pedra é gravada com um desenho esculpido da Duquesa como uma freira, coroada por um dossel.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Do seu casamento com Henrique, Doroteia teve os seguintes filhos:

  • Alberto VI (1438-1483), Duque de Mecklemburgo
casou-se em 1466 (ou 1468), com a Condessa Catarina de Lindau-Ruppin (morta em 1485)
  • João VI († 1474), Duque de Mecklemburgo
  • Magno II (1441-1503), Duque de Mecklemburgo
casou-se, em 1478, com a Princesa Sofia da Pomerânia (1460-1504)
  • Catarina (1442-1451/52)
  • Ana (1447-1464)
  • Isabel (1449-1506), Abadessa do Ribnitz
  • Baltazar (1451-1507), Duque de Mecklemburgo, coadjutor da Diocese de Schwerin, até 1479

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Ludwig Ernst Hahn: Kurfürst Friedrich der Erste von Brandenburg, Burggraf zu Nürnberg, der Ahnherr des preußischen Königshauses, Hertz, 1859, S. 210
  2. MECKLENBURG

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Carl Friedrich Goeschel: Elisabeth, die erste Kurfürstin von Brandenburg aus dem Hause Hohenzollern, Mittler, 1844, p. 35
  • Samuel Buchholtz: Versuch einer Geschichte der Churmarck Brandenburg, F. W. Birnstiel, 1767, p. 39