Doroteu de Tiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Doroteu.
São Doroteu de Tiro
Martírio de São Doroteu
Iluminura de São Doroteu no Menológio de Basílio II.
Bispo de Tiro; Mártir
Nascimento 255 em Antioquia
Morte 362 (107 anos) em ?
Veneração por Igreja Católica
Igreja Ortodoxa
Festa litúrgica 5 de junho (no calendário gregoriano)
18 de junho (no calendário juliano)
Gloriole.svg Portal dos Santos

Doroteu de Tiro, também conhecido como Pseudo-Doroteu, bispo de Tiro, é tradicionalmente creditado como o autor dos "Atos" dos Setenta Apóstolos (que pode ser a mesma obra chamada de "Evangelho dos Setenta"), que foram enviados numa missão evangélica em Lucas 10:1.

Vida e obras[editar | editar código-fonte]

Doroteu, um padre erudito de Antioquia e professor do historiador eclesiástico Eusébio de Cesareia, foi apontado como diretor numa época em que o cristianismo era perseguido sem ser obrigado a renunciar à sua religião (Eusébio, Hist. Ecles. VII.32[1]). Ainda segundo Eusébio, ele era um eunuco.

Acredita-se ainda que Doroteu tenha sido exilado durante a perseguição de Diocleciano, mas retornou depois. Ele esteve no primeiro concílio de Niceia em 325, mas foi novamente exilado para Odissópolis (atual Varna), na Trácia, no Mar Negro, por Juliano, o Apóstata. Lá, o padre, agora com 107 anos de idade, foi martirizado por sua fé.[2]

Referências

  1. «32». História Eclesiástica. The Distinguished Ecclesiastics of our Day, and which of them survived until the Destruction of the Churches (em inglês). VII. [S.l.]: Newadvent.org  |nome1= sem |sobrenome1= em Authors list (ajuda)
  2. «Saint Dorotheus of Tyre» (em inglês). Saints.SQPN. Consultado em 5 de abril de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um santo, um beato ou um religioso é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.