Dors, mon amour

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
França "Dors, mon amour"
Festival Eurovisão da Canção 1958
País
Artista(s)
Língua
Francês
Compositor(es)
Letrista(s)
Performance das finais
Resultado da final
1.º
Pontos da final
27
◄ "La belle amour" (1957)   
"Oui, oui, oui, oui" (1959) ►

"Dors, mon amour" (em português: "Dorme, Meu Amor") foi a canção vencedora do Festival Eurovisão da Canção 1958 que teve lugar em Hilversum, Países Baixos em 12 de março desse ano. Foi a representante francesa no evento e a primeira vitória para esse país e também a primeira canção vencedora, interpretada por um cantor masculino, André Claveau. Apesar de vencedora, não obteve o sucesso que o terceiro classificado: Domenico Modugno, nem no seu país natal e muito menos no resto da Europa

A referida canção foi interpretada em francês por André Claveau. Claveau foi o terceiro a cantar na noite do evento, a seguir a Corry Brokken com "Heel de wereld" pelos Países Baixos e antes de Solange Berry, com "Un grand amour" pelo Luxemburgo. Terminou a competição em 1.º lugar (entre 10 participantes), tendo recebido 27 pontos. No ano seguinte, em 1959, a França foi representada por Jean Philippe que interpretou o tema "Oui, oui, oui, oui".

Autores[editar | editar código-fonte]

AUTORES
Letrista: Pierre Delanoë
Compositor: Hubert Giraud
Orquestrador: Franck Pourcel

Letra[editar | editar código-fonte]

A canção é uma espécie de canção de embalar do cantor à sua amante. Ele diz-lhe[1] para dormir, enquanto ele medita sobre o amor deles e sobre o poder da noite.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
"Net als toen" por Corry Brokken
Vencedores do Festival Eurovisão da Canção
1958
Sucedido por
"Een beetje" por Teddy Scholten
Portal A Wikipédia possui o
Portal da Música


Ícone de esboço Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.