Douche and Turd

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Douche and Turd"
8º episódio da 8ª temporada de South Park
Informação geral
Escrito por Trey Parker
Direcção Trey Parker
Exibição original 27 de outubro de 2004
Cronologia

"Douche and Turd" é o episódio # 119 da série de desenhos animados adultos South Park, transmitida pela Comedy Central. Foi ao ar originariamente em 27 de outubro de 2004, pouco antes da Eleição presidencial dos Estados Unidos de 2004.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Durante uma apresentação do mascote (uma vaca) da Escola Elementar de South Park, um grupo de eco-terroristas locais do PETA (direitos animais) protesta ("pela 47ª vez") jogando sangue no homem fantasiado. Cansada dessas intervenções, a escola resolve escolher um novo mascote numa eleição entre os alunos, colocando algumas opções na cédula. Irritados pela mudança, os alunos resolvem votar em um mascote alternativo ofensivo, colocando na cédula por conta própria os nomes de "Babaca Inútil" (usado na dublagem brasileira para o original "giant douche" ou aparelho de lavagem vaginal gigante) e "Sanduiche de Merda".Kyle faz campanha com os amigos para que o "Babaca Inútil" vença a eleição mas Cartman apoia o "Sanduíche de Merda". Cartman ganha o apoio de Butters Stotch (perguntando-lhe sobre quais das duas opções era a mais divertida "se um nada divertido Babaca Inútil ou um super-divertido Sanduiche de Merda") e Kyle convence Jimmy. Como resultado dessa prévia, os dois candidatos alternativos conseguem a maioria dos votos e agora vão disputar a votação final.

Stan não quer votar pois não vê diferença entre as duas opções. O garoto fala isso ao jantar e provoca uma briga dos pais. Como resultado, Stan é intimado por Puff Daddy, que o ameaça com um literal "Vote ou Morra" (nome de uma canção sua). A campanha prossegue com os cabos eleitorais de ambos os candidatos se utilizando de propinas e táticas intimidatórias para ganharem apoio.

No dia da eleição, Stan resolve votar com o apoio de Kyle mas quando esse vê que ele optou pelo Sanduiche de Merda, quer que o colega anule o voto. Cartman lhe oferece um jantar "cinco estrelas" para que ele efetive seu voto. Desgostoso com esse processo, Stan decide novamente não votar. Isso faz com que a administração da escola o bana da cidade por toda a eternidade ou até que resolva votar e seus pais concordam. Ele é expulso da cidade com um balde na cabeça e montado em um cavalo (referência a uma cena de Mad Max 3).

Ao chegar a floresta, Stan é descoberto e agredido por militantes do PETA que não querem que ele judie do cavalo. Stan explica que fora banido então os militantes o levam para sua comunidade, onde os humanos convivem com animais inclusive mantendo relacionamentos íntimos (zoofilia). Um dos casais "inter-espécie" deu à luz uma aberração híbrida (que repetidamente pede que o matem!, numa alusão ao clone de Ripley da série Alien).

O lider do PETA ensina a Stan que todas as eleições são sempre entre um "inútil" e um "merda", pois as pessoas capazes ficam longe da política. Nesse momento, Puff Daddy chega ao acampamento do PETA atrás de Stan para matá-lo. Os militantes se irritam com seu casaco de pele animal e jogam sangue em sua roupa. O cantor e seus companheiros perdem o controle e passam a disparar contra os militantes, assassinando toda a comunidade, exceto o híbrido. Os animais não ligam para a morte dos membros do PETA e fogem para a floresta. Stan consegue fugir também.

De volta à South Park, Stan finalmente resolve votar, lembrando do que lhe dissera o líder do PETA. O resultado dá a vitória ao Babaca Inútil por 1410 a 36. Stan diz que seu voto não importou no final, mas seu pai diz que todo voto importa. Nesse momento chega o professor Garrison avisando que os membros do PETA foram eliminados. Com isso, a vaca é recolocada como mascote da Escola Elementar. Randy então diz a Stan que agora seu voto não importou.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]