Douglas A-20

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
A-20A
A-20G Havoc

O Douglas A-20 Havok (versão norte-americana) ou Boston (versão britânica) foi um avião norte-americano bimotor para 4 tripulantes, destinado a missões de bombardeio, caça noturno e ataque ao solo durante a Segunda Guerra Mundial. Voou pela primeira vez em 1939, tendo sua produção seriada encerrada com 7.097 unidades em 1944.

Foi utilizado pela Força Aérea Brasileira como bombardeiro leve e em missões de reconhecimento aéreo. A FAB operou 30 aeronaves A-20K, recebendo também uma aeronave Boston III Intruder para instrução no solo.

Operatores[editar | editar código-fonte]

Especificações Técnicas[editar | editar código-fonte]

  • Fabricante: Douglas Aircraft Company
  • Motor: 2 Wright R-2600-29 de 1.700 h.p., radial de 14 cilindros.
  • Armamento: 2 metralhadoras Browning .50” fixas no nariz e 2 móveis na torre dorsal. Até 1.814 kg de bombas, no “bomb-bay” e sob as asas.
  • Comprimento: 14,74 m
  • Envergadura: 17,8 m
  • Altura: 17,8 m
  • Peso Vazio: 7.830 kg
  • Velocidade Máxima: 520 km/h
  • Alcance: 1.334 km

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.