Dove-OSCAR 17

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dove-OSCAR 17
Descrição
Propriedades
Plataforma CubeSat
Fabricante Brasil Junior Torres de Castro
Massa 12,92 kg
Altura 21 cm
Largura 23 cm
Comprimento 23 cm
Geração de energia Painéis solares fotovoltaicos
Produção
Missão
Contratante(s) França Arianespace
Data de lançamento 22 de janeiro de 1990, 01:44:35 UTC
Veículo de lançamento Ariane 40 H10
Local de lançamento Guiana Francesa Centro Espacial de Kourou
Fim da missão Março de 1998
Referência orbital Helio-síncrona
Regime orbital Terrestre baixa
Inclinação orbital 98,7º
Período orbital 100,8 minutos
Transponders
Instrumentos
Outros
Notas As informações podem ser divergíveis, devido a pouca informação a respeito do satélite.


O Dove-OSCAR 17 (Digital Orbiting Voice Encoder) ou DO 17, foi o primeiro satélite radioamador brasileiro, lançado em 22 de janeiro de 1990 em um foguete Ariane 40 H10, lançado a partir do Centro Espacial de Kourou, localizado na Guiana Francesa.

O satélite foi um projeto desenvolvido pelo radioamador brasileiro Junior Torres de Castro (PY2BJO), um paulista de Botucatu. Seu mérito foi ter construído, com recursos próprios, o primeiro satélite artificial radiamador brasileiro, com fins educacionais e humanitários. Por esse e outros feitos, ele foi um dos poucos brasileiros que teve o nome inserido na galeria dos nomeados para o Prêmio Nobel da Paz.[1] "DOVE" significa pomba em inglês.

Características[editar | editar código-fonte]

O Dove-OSCAR 17, foi um microssatélite da série AMSAT (também conhecido como BRAMSAT no Brasil, atual AMSAT-BR). Possuía o formato de um paralelepípedo de 21 × 23 × 23 centímetros, 16 pequenos painéis solares, 5 antenas de telemetria e um sintetizador de voz digital denominado "Digital Orbiting Voice Encoder" (abreviado como DOVE), projetado para emitir mensagens de telemetria para instituições educacionais.[2] O satélite tinha uma massa total de 12,92 kg.

Lançamento e missão[editar | editar código-fonte]

O satélite foi posto em órbita no primeiro voo do Ariane 40 H10, como uma das cargas secundárias do lançamento do satélite SPOT-2, em uma órbita baixa e hélio-síncrona de 780 km altitude e 98 graus de inclinação.[2]

Sua missão primária foi prover um sinal de áudio em FM para recepção por instituições educacionais. A telemetria, em frequência distinta, ocorria a 1.200 bauds no formato AFSK AX.25, decodificado com receptores e TNCs muito populares entre os radioamadores.[3]

O satélite operou até março de 1998, quando devido a uma falha em sua bateria, parou de transmitir dados de telemetria. Entretanto, o mesmo possuí painéis solares ainda funcionais, e quando estes estão alinhados ao sol, o satélite volta a transmitir dados de telemetria.

Referências

  1. «DOVE 17 O primeiro satélite amador Brasileiro». PY1EO Luiz. 2011. Consultado em 27 de abril de 2013 
  2. a b «DOVE (Oscar 17, DO 17)». Gunter's Space Page. Consultado em 27 de abril de 2013 
  3. «DOVE-OSCAR 17». Peter - OM3PV. 2002. Consultado em 27 de abril de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]