Doze Colégios

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Os Doze Colégios em 1753.

Os Doze Colégios (em russo: Двенадцать Коллегий) é o maior edifício da era Petrina que ainda permanece em São Petersburgo. Foi projetado por Domenico Trezzini e Theodor Schwertfeger e construído de 1722 a 1744.[1]

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Os Doze Colégios em 182o.

O complexo de tijolos vermelhos de três andares com 12 edifícios tem 400 a 440 metros de comprimento, dando a ilusão de apenas um edifício enorme. O resultado é um complexo "austeramente estruturado" com um "estilo rústico". O projeto original separava os 12 edifícios individualmente. Na reestruturação posterior, eles foram conectados para formar o atual complexo.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Os Doze Colégios foram encomendados por Pedro o Grande, que queria um lugar para o governo russo, na época dividido em 12 ramos:

  • O Senado (criado em fevereiro de 1711, eventualmente renomeado "Conselho do Império")
  • O Sínodo
  • Nove colégios, que substituíram o antigo sistema prikazy (posteriormente substituído por Ministérios em 1802 sob o governo de Alexandre I da Rússia): Negócios Estrangeiros, Recolhimento de Receitas, Justiça, Despesas, Controle Financeiro, Guerra, Almirantado, Comércio, Mineração e Manufatura e Negócios.[3]

Uso atual[editar | editar código-fonte]

Hoje a Universidade Estatal de São Petersburgo.

Os Doze Colégios atualmente serve como uma das três estruturas barrocas petrinas para a [[Universidade Estatal de São Petersburgo]. Os Doze Colégios são as matrizes da universidade, que foi fundada em 1819 (a Universidade Estatal reivindica ser a sucessora da Academia de São Petersburgo, que foi fundada em 1724), e está ao longo da rua Mendeleevskaya na ilha de Vassiliev.[3]

Ícone de esboço Este artigo sobre a Rússia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. 300 anos de São Petersburgo: Arquitetura suíça no Neva. Twelve Colleges Arquivado em 27 de setembro de 2007, no Wayback Machine. Pg. 1.
  2. «Terrapleno da Universiadade». Consultado em 20 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 17 de maio de 2006 
  3. a b Universidade Estatal de São Petersburgo (em inglês) (official site)