Drácula de Bram Stoker

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Drácula de Bram Stoker
'Bram Stoker's Dracula'
Cartaz promocional
 Estados Unidos
1992 •  cor •  128 min 
Direção Francis Ford Coppola
Roteiro James V. Hart
Elenco Gary Oldman
Winona Ryder
Anthony Hopkins
Keanu Reeves
Cary Elwes
Richard E. Grant
Género suspense
drama
romance
terror
Distribuição Columbia Pictures
Lançamento Estados UnidosCanadá 13 de novembro, 1992
Portugal 26 de fevereiro, 1993
Brasil 25 de dezembro, 1992
Idioma inglês

Bram Stoker's Dracula (bra/prt: Drácula de Bram Stoker)[1][2] é um filme estadunidense[2][1] de 1992, dos gêneros drama, suspense, romance e terror,[1] dirigido por Francis Ford Coppola, baseado na obra literária de Bram Stoker.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O filme conta a história do líder romeno Vlad Tepes (Vlad Drácula). Em 1462, Vlad Drácula, membro da Ordem do Dragão, retorna de uma vitória contra os turcos e descobre que sua esposa Elisabeta cometeu suicídio depois que seus inimigos relataram falsamente sua morte.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

No agregador de críticas dos Estados Unidos, o Rotten Tomatoes, na pontuação onde a equipe do site categoriza as opiniões da grande mídia e da mídia independente apenas como positivas ou negativas, o filme tem um índice de aprovação de 76% calculado com base em 62 comentários dos críticos. Por comparação, com as mesmas opiniões sendo calculadas usando uma média aritmética ponderada, a nota alcançada é 6,7/10 que é seguida do consenso: "Exagerado no melhor sentido da palavra, a visão de Francis Ford Coppola do Drácula de Bram Stoker resgata o personagem de décadas de interpretações exageradas - e apresenta algumas performances fantásticas".[3]

Em outro agregador de críticas também dos Estados Unidos, o Metacritic, que calcula as notas das opiniões usando somente uma média aritmética ponderada de determinados veículos de comunicação em maior parte da grande mídia, o filme tem uma pontuação de 57 entre 100, alcançada com base em 17 avaliações da imprensa anexadas no site, com a indicação de "revisões mistas ou neutras".[4]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmio Categoria Recipiente Resultado
Oscar 1993 Melhor figurino Eiko Ishioka Venceu[5][6]
Melhor edição de som Leslie Shatz Venceu[5][6]
Melhor maquiagem Greg Cannom, Michele Burke, Matthew Mungle Venceu[6][5]
Melhor design de produção Thomas Sanders Indicado[6]
BAFTA 1994 Melhor figurino Eiko Ishioka Indicado[7]
Melhor maquiagem e caracterização Greg Cannom, Michele Burke, Matthew Mungle Indicado[7]
Melhor direção de arte Thomas Sanders Indicado[7]
Melhores efeitos visuais Roman Coppola, Gary Gutierrez, Michael Lantieri, Gene Warren Jr Indicado[7]

Referências

  1. a b c «Drácula de Bram Stoker». Brasil: CinePlayers. Consultado em 9 de novembro de 2018 
  2. a b «Drácula de Bram Stoker». Portugal: CineCartaz. Consultado em 17 de janeiro de 2018 
  3. «Bram Stoker's Dracula (1992)». Rotten Tomatoes (em inglês). Consultado em 12 de setembro de 2022 
  4. «Bram Stoker's Dracula (1992)». Metacritic (em inglês). Consultado em 12 de setembro de 2022 
  5. a b c EWALD FILHO, Rubens (2001). Guia de filmes DVD News. São Paulo (Brasil): NBO Editora. p. 112. ISBN 8588772019 
  6. a b c d «65.º Oscar - 1993». CinePlayers. Consultado em 18 de junho de 2020 
  7. a b c d «BAFTA|Film in 1994». BAFTA Awards Database. Consultado em 18 de junho de 2020