Dragon Ball Z Gaiden: Saiyajin Zetsumetsu Keikaku

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dragon Ball Z Gaiden: Saiyajin Zetsumetsu Keikaku
ドラゴンボールZ外伝 サイヤ人絶滅計画
(Dragon Ball Z Gaiden: Saiyajin Zetsumetsu Keikaku)
Gênero ação, fantasia
Jogo
Desenvolvimento TOSE
Distribuição Bandai
Plataforma Famicon
Lançamento 06 de agosto de 1993
OVA
Dragon Ball Z Gaiden: Saiyajin Zetsumetsu Keikaku
Direção Shigeyasu Yamauchi
Produção Kozo Morishita
Roteiro Takao Koyama
Música Keiju Ishikawa
Estúdio Bird Studio, Toei Animation
Lançamento 06 de setembro de 1993
Número de episódios 2
Duração 26 minutos
Página no Anime News Network (em inglês)
Jogo
Dragon Ball Z Gaiden: Shin Saiyajin Zetsumetsu Keikaku - Chikyū Hen
Desenvolvimento Bandai
Distribuição Bandai
Plataforma Playdia
Lançamento 23 de setembro de 1994
Jogo
Dragon Ball Z Gaiden: Shin Saiyajin Zetsumetsu Keikaku - Uchū Hen
Desenvolvimento Bandai
Distribuição Bandai
Plataforma Playdia
Lançamento 16 de dezembro de 1994
OVA
Dragon Ball: Plan to Eradicate the Super Saiyans
Direção Yoshihiro Ueda
Produção Tomoaki Imanishi
Hiroyuki Kinoshita
Roteiro Hitoshi Tanaka
Música Hiroshi Takaki
Estúdio Bird Studio, Toei Animation
Lançamento 11 de novembro de 2010
Duração 30 minutos
Página no Anime News Network (em inglês)


Wikipe-tan face.svg Portal Animangá


Dragon Ball Z Gaiden: Saiyajin Zetsumetsu Keikaku (ドラゴンボールZ外伝 サイヤ人絶滅計画, Doragon Bōru Zetto Gaiden Saiyajin Zetsumetsu Keikaku?) é um jogo eletrônico do NES baseado no anime Dragon Ball Z. Foi adaptada numa OVA em dois episódios, e está foi adaptada para os jogos interativos para o console Playdia chamado Dragon Ball Z Gaiden: Shin Saiyajin Zetsumetsu Keikaku - Chikyū Hen (ドラゴンボールZ 真サイヤ人絶滅計画 -地球編-?).[1] Em 1994, cenas do OVA foram reutilizadas em um jogo de duas partes para o Bandai Playdia, True Plan to Eradicate the Saiyans, com algumas cenas novas.[2]


Namco Bandai Games criou um remake do OVA em 2010 chamado Dragon Ball: Plan to Eradicate the Super Saiyans que foi lançado com Dragon Ball: Raging Blast 2 para PlayStation 3 e Xbox 360.[3][4]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Dr. Raichi é um dos sobreviventes Tsufurujin (os outros são Dr. Myuu e Baby),depois que os saiyajins dominaram o seu planeta Plant renomeando de Planeta Vegeta. Consegiu escapar com a máquina contendo Hatchhyack. No entanto na lua cheia foi morto pelos sayajins. Depois conseguiu reviver como um guerreiro fantasma.

Em um ato de vingança contra os Saiyjins, Dr. Raichi coloca na Terra 4 dispositivos que emitem Gás para destruir toda a vida. Goku, Gohan, Trunks, Piccolo e Vegeta conseguem destruilos. No entanto, Freeza, Cooler, Turles e Slug são revividos como clones fantasmas e envolvem os heróis na luta individual.

Eles descobrem que os fantasmas guerreiros são gerados por uma máquina chamada Hatchhyack, um dispositivo alimentado pelo ódio dos Tsufurujin. É também que Dr. Raichi é um próprio fantasma guerreiro, gerada por Hatchhyack. Hatchhyack aparece com um poderoso andróide, cuja poder é maior que o de Broly, de acordo com Goku. Hatchhyack derrota os heróis , e depois de terem ser transformado em seu Super Saiyajin , combinam os seus poderes e juntos em uma enorme onda de energia o derrota, terminando a ameaça dos fantasma guerreiros.

Jogos eletrônicos[editar | editar código-fonte]

Dragon Ball Z Gaiden: Zetsumetsu Keikaku (video game)[editar | editar código-fonte]

Esse jogo foi lançado em 6 de agosto de 1993 para o NES que funcionava como cartões de batalha RPG.

Dragon Ball Z: Shin Saiyan Zenmetsu Keikaku - Chikyū-Hen[editar | editar código-fonte]

É um jogo lançado pela Bandai para o console Playdia lançado em 23 de setembro de 1994. Você assite ao jogo e decide o que quer que o personagem faça.

Dragon Ball Z: Shin Saiyan Zenmetsu Keikaku - Uchū-Hen[editar | editar código-fonte]

É o segundo jogo para o Playdia. Foi lançado em 16 de dezembro de 1994.

OVA[editar | editar código-fonte]

Esse OVA foi originalmente lançado em VHS em 6 de agosto de 1993, e re-lançado em 2003 como um DVD. Em 2010, como anunciado na revista Shonen Jump, foi incluído um remake em HD do OVA com duração de 30 minutos junto com o jogo Dragon Ball: Raging Blast 2.

Referências

  1. «Dragon Ball Z - O movie que nunca foi exibido em vídeo ou cinema». Editora Escala. Ultra Jovem (7): 22-23. 2001 
  2. Saiya-jin Zetsumetsu Keikaku
  3. «Dragon Ball: RB2 Game to Add New 1/2-Hour Anime». Anime News Network. 9 de agosto de 2010 
  4. «Dragon Ball: Raging Blast 2 to Include Exclusive Dragon Ball Anime Episode». IGN. 10 de agosto de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]