Dragon Quest II: Luminaries of the Legendary Line

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dragon Quest II:
Luminaries of the Legendary Line
Desenvolvedora(s) Chunsoft
Publicadora(s) Enix
Diretor(es) Koichi Nakamura
Produtor(es) Yukinobu Chida
Projetista(s) Yuji Horii
Escritor(es) Yuji Horii
Programador(es) Koichi Nakamura
Artista(s) Akira Toriyama
Compositor(es) Koichi Sugiyama
Plataforma(s) Family Computer Disk System
Nintendo Entertainment System
Série Dragon Quest
Conversões/
relançamentos
Data(s) de lançamento
  • JP 26 de janeiro de 1987
  • AN setembro de 1990
Gênero(s) RPG eletrônico
Modos de jogo Um jogador
Dragon Quest
Dragon Quest III:
The Seeds of Salvation

Dragon Quest II: Luminaries of the Legendary Line, chamado no Japão de Dragon Quest II: Akuryō Sem Kamigami (ドラゴンクエストII 悪霊の神々, Doragon Kuesuto Tsū Akuryō No Kamigami?) e de Dragon Warrior II nas versões norte-americanas, é um jogo de RPG desenvolvido pela Chunsoft e publicado pela Enix em 1987 para o Famicom e para o MSX e na América do Norte pela Nintendo em 1990 para o Nintendo Entertainment System,[1] sendo parte da série Dragon Quest (que era conhecida na América do Norte como Dragon Warrior).[nota 1][2][3]

História[editar | editar código-fonte]

A história do jogo centra-se no príncipe de Midenhall, que é ordenado a parar um bruxo maligno após ele ter destruído o Moonbroke Castle. Em sua aventura, ele é acompanhado por seus dois primos: o príncipe de Cannock e a princesa de Moonbrole. Este jogo expandiu grandemente a fórmula da série pois o jogador pode comandar uma equipe maior e explorar mais áreas.

Recepção[editar | editar código-fonte]

A versão do jogo para o Famicom foi um sucesso comercial no Japão, tendo vendido aproximadamente 2,4 milhões de cópias até 31 de março de 2003.[4] Em 2006, leitores da Famitsu votaram no jogo como o 17º melhor jogo eletrônico de todos os tempos.[5]

Notas

  1. Para evitar problemas legais com o jogo de RPG de mesa DragonQuest da TSR, Inc.

Referências

  1. Fabio Garcia. «A história de Dragon Quest». Editora Escala. Neo Tokyo (69) 
  2. Dragon Quest VIII: Journey of the Cursed King
  3. Jogos de Interpretação e Educação
  4. «February 2, 2004 - February 4, 2004» (PDF). Square Enix. 9 de fevereiro de 2004. p. 27. Consultado em 14 de março de 2013 
  5. Campbell, Colin (3 de março de 2006). «Japan Votes on All Time Top 100». Edge-Online.com. Consultado em 14 de março de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]