Driveclub

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Driveclub
Desenvolvedora(s) Evolution Studios
Publicadora(s) Sony Computer Entertainment
Diretor(es) Paul Rustchynsky
Compositor(es) Hybrid
Plataforma(s) PlayStation 4
Data(s) de lançamento
  • AN 7 de Outubro de 2014[1]
  • EU 8 de Outubro de 2014[1]
  • RU 10 de Outubro de 2014[1]
Gênero(s) Condução (corridas)
Modos de jogo Um jogador, multijogador

Driveclub é um videojogo de condução produzido pela Evolution Studios e editado pela Sony Computer Entertainment para PlayStation 4. Driveclub foi revelado juntamente com a consola na conferencia de imprensa dada pela Sony em Fevereiro de 2013. É o primeiro jogo não-MotorStorm da Evolution Studios desde WRC: Rally Evolved de 2005.[2][3][4] Anunciado inicialmente como um dos títulos de lançamento exclusivos da PlayStation 4, Driveclub foi editado a 7 de Outubro de 2014 na América do Norte, a 8 de Outubro na Europa e a dia 10 de Outubro no Reino Unido.

Driveclub teve uma recepção variada por parte dos críticos. No sites de criticas agregadas GameRankings e Metacritic conseguiu uma pontuação média de 72.20% e 72/100, respectivamente. Enquanto que os visuais e os gráficos foram a maior fonte de elogios, os problemas com as mecânicas na jogabilidade tiveram análises muito divergentes. As criticas recaíram sobretudo sobre a falta de conteúdo e a fraca inteligência artificial.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Driveclub é o primeiro jogo da Evolution Studios que se foca em corridas de estrada.

Driveclub difere da anterior série de corridas da Evolution Studios, MotorStorm, focando-se em corridas de estrada ao contrário de todo o terreno. Não está classificado como um jogo simulador como as séries Gran Turismo e Forza Motorsport, mas mais similar a Grid 2.[5]

O jogo tem um modo para um jogador apenas, mas tal como é sugerido pelo nome 'Driveclub', os jogadores podem fazer Clubes com um máximo de seis pessoas, para completarem desafios em conjunto contra outros Clubes e ganharem Fama, que serve para subir de nível e desbloquear veículos. As acções de cada membro contribui para o sucesso global do clube. Inicialmente o jogo conta com 50 veículos de várias marcas, divididos entre cinco categorias: Hot Hatch, Sport, Performance, Super e Hyper.[6]

Driveclub também contém um clima dinâmico personalizado, como neve e chuva, e um ciclo dia-noite.[5][7][8] As pistas e os ambientes do jogo são inspirados em locais reais em diversas regiões ao longo do globo incluindo Canada, Chile, Índia, Noruega e o Reino Unido, num total de 55 circuitos.[9]

A equipa de produção planeia lançar a aplicação móvel MyDRIVECLUB para os dispositivos Android e iOS.[10][11] Com a aplicação os jogadores podem por exemplo consultar as estatísticas do seu Clube, assistir a corridas ao vivo, criar e enviar desafios e ver as últimas noticias sobre o jogo.[11]

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Driveclub foi revelado juntamente com a PlayStation 4 na conferencia de imprensa dada pela Sony em Fevereiro de 2013.[2]

A 18 de Outubro de 2013, a Sony anunciou que Driveclub tinha sido adiado para 2014. Numa frase colocada no PlayStation.Blog, a companhia refere que "SCE Worldwide Studios e a equipa de Evolution Studios tiveram que tomar esta difícil decisão de adiar Driveclub PlayStation Plus Edition até 2014," explicou o chefe da Sony Worldwide Studios, Shuhei Yoshida. "Driveclub será um jogo de corrida muito inovador, e socialmente ligado, mas a equipa precisa de mais tempo para conseguirem dar a visão que querem do jogo - e estou muito confiante que o jogo irá ultrapassar as vossas expectativas."[12]

A 10 de Março de 2014, numa entrevista ao IGN, Scott Rohde Chefe de Departamento de Desenvolvimento PlayStation, afirmou que o jogo teve vários adiamentos: "O que vou dizer é que tudo volta ao princípio fundamental, e é isso que nós queremos construir grandes jogos, e nós realmente não queremos lançar um jogo antes que esteja pronto." Rohde e outros representantes da Sony não conseguiram no entanto dar uma data especifica de lançamento mas que no entanto talvez fosse demorado porque o jogo tinha voltado de novo para o esboço.[13]

A 30 de Abril de 2014, o director Paul Rustchynsky disse que o atraso foi causado pela criação do "menu dinâmico" do jogo. O menu permite ao jogador aceder rapidamente aos vários sub-menus, juntar-se a clubes, participar em corridas entre outras actividades nos jogo.[14]

Os produtores confirmaram que Driveclub irá correr numa resolução de 1080p com 30 frames per second (FPS). O estúdio queria chegar aos 60 FPS quando começaram a produção do jogo, mas acabaram por se estabelecer nos 30 FPS, porque segundo Rustchynsky "... com 30fps não temos de nos agarrar a qualquer um dos detalhes visuais obsessivos no nosso jogo."[8][15]

Apesar da Evolution Studios ter feito experiências com o Project Morpheus da Sony, o jogo não irá suportar realidade virtual.[16]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Anunciado inicialmente como um dos títulos de lançamento exclusivos da PlayStation 4,[17] a 29 de Abril de 2014 e depois de vários adiamentos, foi confirmado que Driveclub seria editado a 7 de Outubro de 2014 na América do Norte, 8 de Outubro na Europa e 10 de Outubro no Reino Unido.[18]

Na Europa, o jogo também está disponível com a consola PlayStation 4 em dois pacotes diferentes: um com uma consola branca e o outro com a versão preta.[19][20] Em Setembro de 2014, Evolution Studios anunciou o “Season Pass”. O passe, que pode ser ou não gratuito, dá acesso a 11 novas pistas, 23 novos eventos, e um carro novo por mês até Junho de 2015.[21]

Durante a Electronic Entertainment Expo 2013 a Sony anunciou que os assinantes do serviço PlayStation Plus iriam receber uma edição especial de Driveclub. A “Driveclub: PS Plus Edition” tem as mesmas mecânicas que a edição em disco óptico, mas com um numero limitado de pistas e carros.[22] Inicialmente programada para ser editada aquando do lançamento oficial do jogo, a “Driveclub: PS Plus Edition” acabou por ser adiada devido a problemas com os servidores, como explicado por Paul Rustchynsky, director de Driveclub.[10][23]

Banda sonora[editar | editar código-fonte]

A banda sonora oficial de Driveclub foi produzida pela banda galesa Hybrid. Editada no iTunes a 7 de Outubro de 2014 pela Sony Computer Entertainment, a banda sonora contém 27 canções e inclui remisturas de Noisia, Black Sun Empire, DJ Shadow entre outros.[24] Numa opção pouco comum, a música está desligada por defeito. O director Paul Rustchynsky diz que a opção foi tomada para dar ênfase ao som do jogo.[25]

Driveclub (Original Soundtrack)
N.º Título Compositor(es) Duração
1. "Be Here Now"   Hybrid 4:57
2. "All Torque"   Hybrid 4:48
3. "Tunnel Vision"   Hybrid 4:48
4. "Power Curve"   Hybrid 4:51
5. "The Club Rules"   Hybrid 4:26
6. "Be Here Now (Hybrid Remix)"   Hybrid 4:28
7. "All Torque (Hybrid Remix)"   Hybrid 4:31
8. "Tunnel Vision (Hybrid Remix)"   Hybrid 4:45
9. "Power Curve (Hybrid Remix)"   Hybrid 4:35
10. "The Club Rules (Hybrid Remix)"   Hybrid 4:23
11. "Be Here Now (Alex Banks Remix)"   Hybrid 4:55
12. "All Torque (Black Sun Empire Remix)"   Hybrid 4:33
13. "Power Curve (Clark Remix)"   Hybrid 5:14
14. "Power Curve (DJ Shadow X Bleep Bloop Remix)"   Hybrid 4:47
15. "All Torque (Elite Force Remix)"   Hybrid 4:17
16. "All Torque (F Buttons Remix)"   Hybrid 5:10
17. "Be Here Now (Fred V & Grafix Remix)"   Hybrid 4:12
18. "The Club Rules (Kilon Tek Remix 1)"   Hybrid 3:52
19. "The Club Rules (Kilon Tek Remix 2)"   Hybrid 4:42
20. "Power Curve (Noisia Driveclub™ Remix)"   Hybrid 4:46
21. "Tunnel Vision (Photek Remix)"   Hybrid 4:42
22. "Be Here Now (Qemists Remix)"   Hybrid 4:06
23. "All Torque (Raffertie Remix)"   Hybrid 4:05
24. "All Torque (Second Storey Remix)"   Hybrid 5:32
25. "Power Curve (Segal Remix)"   Hybrid 4:02
26. "Tunnel Vision (Xcalibr Remix)"   Hybrid 4:26
27. "Be Here Now (Hybrid Radio Edit)"   Hybrid 3:21
Duração total:
1:57:54

Recepção[editar | editar código-fonte]

Criticas profissionais[editar | editar código-fonte]

Driveclub teve uma recepção variada por parte dos críticos. No sites de criticas agregadas GameRankings e Metacritic conseguiu uma pontuação média de 72.20% e 72/100, respectivamente.[40][41] Enquanto que os visuais e os gráficos foram a maior fonte de elogios, os problemas com as mecânicas na jogabilidade tiveram análises muito divergentes. As criticas recaíram sobretudo sobre a falta de conteúdo, principalmente para a experiência de um jogador, e a fraca inteligência artificial (IA).[27][28][30][32][34][35][36][39]

Justin Towell da GamesRadar deu ao jogo 4 em 5 estrelas, elogiando o sistema de desafios online, a condução acessível e jogabilidade amiga dos novatos. No entanto criticou os visuais nos danos, os acidentes não satisfatórios e o modo para um jogador descrevendo-o como "aborrecido, sem vida e uma experiência estereotipada".[31]

Dale North da Destructoid deu 7.5/10. O critico elogiou os controlos satisfatórios e o som, assim como os ambientes detalhados, mas criticando a falta de valor de repetição, a constante colisão de carros da AI e os estranhos erros visuais na vista dentro do carro, concluindo "tem o suficiente para oferecer em relação a outras alternativas de corrida novas e futuras."[28] Ludwig Kietzmann do Joystiq também elogiou os ambientes e o som. No entanto, também criticou a IA abusiva dos carros, considerando que só isso arruína toda a experiência para um jogador, porque os jogadores estão constantemente a levar colisões, a ter desastres e a serem atirados para fora da estrada. Também criticou a falta de opções de dificuldade.[37]

Luke Reilly do IGN deu a Driveclub 7.9/10. Elogiou a enorme sensação de velocidade e os gráficos, descrevendo-os como "o jogo mais bonito de corridas visto numa consola", mas critica também a demasiado agressiva e frustrante IA e os drifts difíceis quando comparado com a condução acessível, mas ainda assim resumiu o jogo como "um jogo arcade de corridas convencional e mais modesto do que o aqueles tipos de mundo aberto que geralmente vemos hoje".[36]

John Robertson da Computer and Video Games deu 8/10, também elogia os gráficos e o sistema de Clubes, mas criticando a falta de variedade nos tipos de corridas e nos desafios, bem como a condução do género arcade, que descreve "fica em desacordo com a pureza de eventos disponíveis".[27] Pelo contrário, Kevin VanOrd do GameSpot deu ao jogo apenas 5/10. Elogiou os carros e os circuitos disponíveis, mas criticou a banda sonora e a apresentação do jogo no seu geral. Os gráficos também foram objecto de elogio mas disse que os ambientes e os seus arredores "têm tanta vida como os cartões postais".[32]

Jeff Gerstmann do Giant Bomb deu 2 em 5 estrelas, elogiando as tabelas de pontuação online, os efeitos de luzes e gráficos, mas criticando o menu confuso, os motoristas IA excessivamente mecânicos, a manipulação do carro estranhamente aderente e a falta de elementos de diversão. Gerstmann resumiu o jogo como "um retrocesso estranho para os velhos dias sombrios dos jogos de condução das consolas".[34] Matt Whittaker da Hardcore Gamer deu a mesma pontuação e elogia o sistema de Clubes que diz ser "vagamente interessante à superfície" e os visuais chamando-os "maravilha gráfica impressionante" a um nível macro, porque como refere, a um nível mais detalhado "a fotografia feia começa a aparecer", comentando a falta de profundidade e realismo nos efeitos de danos nos veículos. Critica os frequentes problemas na jogabilidade e a IA horrível que "tem a capacidade de frustrar". Whittaker refere em jeito de conclusão que Driveclub "constitui um caso forte contra o popular argumento de que os atrasos fazem melhores videojogos."[35]

Vendas[editar | editar código-fonte]

Em Julho de 2015, foi anunciado que Driveclub já tinha vendido mais de 2 milhões de cópias.[42]

Referências

  1. a b c Phillips, Tom. «PS4 racer DriveClub will now launch in October •». Eurogamer.net. Consultado em 29 de abril de 2014 
  2. a b Matt Southern (20 de fevereiro de 2013). «Racing Evolves on PlayStation 4 with Driveclub». PlayStation.Blog. Consultado em 8 de março de 2013 
  3. Tom Phillips (21 de fevereiro de 2013). «MotorStorm dev announces team-based PS4 racer Driveclub». Eurogamer. Consultado em 8 de março de 2013 
  4. «Killzone: Shadow Fall confirmed as PS4 launch game». 21 de fevereiro de 2013. Consultado em 25 de fevereiro de 2013 
  5. a b «New DriveClub Details Arrived via Play Magazine». Gamepur.com. 5 de junho de 2013. Consultado em 21 de agosto de 2013 
  6. «Driveclub Vehicles». IGN. Consultado em 8 de outubro de 2014 
  7. Fred Dutton. «Your first look at DRIVECLUB's dynamic weather in action». blog.eu.playstation.com 
  8. a b Usher, William (30 de abril de 2014). «DriveClub's Day/Night Cycle Explained, Hard-Locked At 30fps On PS4». Cinema Blend. Consultado em 6 de outubro de 2014 
  9. «Driveclub locations». IGN. Consultado em 8 de outubro de 2014 
  10. a b Jorge Loureiro (8 de outubro de 2014). «Driveclub: PS Plus Edition foi mesmo adiada». Eurogamer. Consultado em 8 de outubro de 2014 
  11. a b «Driveclub». PlayStation.com. Consultado em 8 de outubro de 2014 
  12. «Driveclub Delayed But PS Plus Bonuses Updated For PS4 Launch». IGN. 18 de setembro de 2013. Consultado em 31 de outubro de 2013 
  13. «Sony's Gone 'Back to the Drawing Board' to Make Driveclub 'Great'». IGN. 10 de março de 2014. Consultado em 11 de março de 2014 
  14. «DriveClub's New Leader Discusses Delay & Game Details». Game Informer. 30 de abril de 2014. Consultado em 14 de julho de 2014 
  15. «After delaying DriveClub, Evolution is back on track with its PS4 debut». Edge. Future plc. 26 de junho de 2014. Consultado em 1 de julho de 2014 
  16. «News: DriveClub won't support virtual reality, Sony confirms». ComputerAndVideoGames.com. 20 de março de 2014. Consultado em 29 de abril de 2014 
  17. Tom Phillips (18 de outubro de 2013). «Report claims PS4 launch title Driveclub delayed until 2014». Eurogamer. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  18. Phillips, Tom. «PS4 racer DriveClub will now launch in October •». Eurogamer. Consultado em 29 de abril de 2014 
  19. «Two new DRIVECLUB PS4 bundles unveiled». blog.eu.playstation.com. Consultado em 19 de setembro de 2014 
  20. «PS4 Driveclub Bundle Confirmed for Europe, No Word About United States». Gamespot.com. Consultado em 8 de julho de 2014 
  21. Jamie Brayshaw (10 de setembro de 2014). «DRIVECLUB season pass and free DLC plan detailed». PlayStation.Blog. Consultado em 6 de outubro de 2014 
  22. Jessica Conditt (19 de julho de 2013). «Free PS Plus version of Driveclub will be 'missing' a few things». Joystiq. Consultado em 22 de julho de 2013 
  23. Sammy Barker (8 de outubro de 2014). «DisasterClub? Sony Delays DriveClub: PS Plus Edition Due to Server Issues». PushSquare. Consultado em 9 de outubro de 2014 
  24. «Driveclub™ Original Soundtrack». iTunes. Consultado em 8 de outubro de 2014 
  25. Giuseppe Nelva (27 de junho de 2014). «PS4 Exclusive Driveclub's Music Will Be Off by Default, Multiple Weather Videos Coming Soon and More». DualShockers. Consultado em 9 de outubro de 2014 
  26. Christian Donizete (8 de setembro de 2014). «DriveClub - Análise». BrasilGamer. Consultado em 8 de setembro de 2014 
  27. a b c John Robertson (7 de outubro de 2014). «Review: Driveclub is stunning to behold but held back by a lack of variety». Computer and Video Games. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  28. a b c Dale North (7 de outubro de 2014). «Driveclub review: In the Club». Destructoid. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  29. Jorge Soares (7 de outubro de 2014). «Driveclub: Análise». Eurogamer. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  30. a b Matthew Kato (7 de outubro de 2014). «DriveClub: Chasing That Familiar Feeling (review)». Game Informer. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  31. a b Justin Towell (7 de outubro de 2014). «driveclub review». GamesRadar. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  32. a b c Kevin VanOrd (7 de outubro de 2014). «Driveclub review: Yawning at the wheel». GameSpot. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  33. Daniel Bloodworth (7 de outubro de 2014). «Driveclub - review». GameTrailers. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  34. a b c Jeff Gerstmann (7 de outubro de 2014). «Driveclub Review». GiantBomb. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  35. a b c Matt Whittaker (7 de outubro de 2014). «Review: Driveclub». Hardcore Gamer. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  36. a b c Luke Reilly (7 de outubro de 2014). «Driveclub review: Memberships Perks». IGN. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  37. a b Ludwig Kietzmann (7 de outubro de 2014). «Driveclub review: The Stepford Drives». Joystiq. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  38. Philip Kollar (7 de outubro de 2014). «DriveClub review: car culture». Polygon. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  39. a b Pedro Marques dos Santos (7 de outubro de 2014). «DriveClub - Análise». Videogamer. Consultado em 7 de outubro de 2014 
  40. a b «Driveclub for PlayStation 4». GameRankings. Consultado em 9 de outubro de 2014 
  41. a b «Driveclub for PlayStation 4». Metacritic. Consultado em 9 de outubro de 2014 
  42. Eddie Makuch (31 de julho de 2015). «PS4's Driveclub Sells 2 Million». GameSpot. Consultado em 18 de agosto de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]