Duduca & Dalvan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Duduca e Dalvan)
Ir para: navegação, pesquisa
Duduca & Dalvan
Informação geral
País  Brasil
Gênero(s) Sertanejo
Período em atividade 1977 - 1986

'Duduca & Dalvan é uma dupla de música sertaneja/romântica que teve inicio em 1978, e que acabou em 1986, com a morte de Duduca. São considerados Os Leões da Música Sertaneja[1][2][3] A dupla fez sucesso com o diferencial de abordarem temáticas sociais em suas letras, destacando-se neste sentido canções como "Espinheira", e "Massa Falida" em 1986.[4]

Duduca chamava-se José Trindade, nascido em Anápolis, Goiás, a 4 de Julho de 1936. Dalvan é o nome artístico de José Gomes Almeida, nascido em Planaltina, Paraná, a 9 de Outubro de 1951. Duduca já tinha experiência como músico e compositor no início da década de 1960, tendo participado da dupla "Duduca e Saulinho". Dalvan, desde os tempos que havia prestado o serviço militar em Brasilia, já era experimentado a tocar vários instrumentos, e já tinha experiência como compositor, mas aos 20 anos de idade iniciou carreira como policial militar, que durou por três anos. Em 1975, Duduca começou a trabalhar com roteiros e composições de trilhas para cinema, e ambos vieram a se conhecer ao atuarem no filme "Entre o Céu e O Inferno da Camanducaia", em 1977. Nas pausas entre as gravações relaxavam tocando violão e cantando, brotando a amizade. A partir daí começaram a ensaiar, e ganharam o apoio do compositor Lourival dos Santos. A dupla fez imenso sucesso nas rádios AM do Brasil na década de 1980. Suas músicas mais famosas foram valorizadas no contexto das "Diretas Já" , caindo no gosto de movimentos sociais como a Pastoral da Terra. [5]

Com o falecimento de Duduca, em 1986, Dalvan seguiu carreira solo por diversos gêneros musicais, indo do Rock ao Gospel e gravando alguns discos. Em 2007 ele fez uma parceria com o cantor Donizetti , e desta nova dupla apenas um disco foi lançado e não emplacou. Tempos depois a dupla Duduca & Dalvan voltou às atividades, mas tendo o ex-radialista paranaense Almir Coelho da silva, como o novo Duduca, no lugar de José Trindade. [6]

Discografia - 1° Formação da Dupla[editar | editar código-fonte]

  • 1978 - Pirâmide Do Amor
  • 1979 - Quem Sou Eu
  • 1980 - Mulher Maravilha
  • 1980 - Duduca & Dalvan Vol.04
  • 1981 - Rainha Do Mundo
  • 1982 - Super Homem
  • 1983 - Duduca & Dalvan
  • 1983 - Anistia De Amor
  • 1984 - Espinheira
  • 1986 - Massa Falida

Referências

  1. Gente da Nossa Terra. «Duduca e Dalvan - Os Leões da Música Sertaneja». Gentedanossaterra.com.br. Consultado em 12 de setembro de 2011 
  2. Rodrigo Covolan/Diário de Campos (25 de março de 2011). «Duduca e Dalvan - Os Leões da Música Sertaneja». Diariodoscampos.com.br. Consultado em 12 de setembro de 2011 
  3. Gente da Nossa Terra. «Duduca e Dalvan - Os Leões da Música Sertaneja». Musicapopular.org. Consultado em 12 de setembro de 2011 
  4. «Dalvan - Dados Artísticos». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 15 de maio de 2014 
  5. [http://www.boamusicaricardinho.com/duducaedalvan_110.html «Boa M�sica Brasileira - Duduca e Dalvan»]. www.boamusicaricardinho.com. Consultado em 16 de outubro de 2017  replacement character character in |titulo= at position 6 (ajuda)

5. https://www.discogs.com/artist/3460080-Duduca-Dalvan

6. http://www.boamusicaricardinho.com/duducaedalvan_110.html