Duncan McNaughton

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Duncan McNaughton
campeão olímpico
Atletismo
Modalidade salto em altura
Nascimento 7 de dezembro de 1910
Cornwall, Canadá
Nacionalidade Canadian Red Ensign (1921–1957).svg canadense
Morte 15 de janeiro de 1998 (87 anos)
Austin, Estados Unidos
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Los Angeles 1932 salto em altura

Duncan McNaughton (Cornwall, 7 de dezembro de 1910Austin, 15 de janeiro de 1998) foi um atleta e campeão olímpico canadense especializado em saltos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Deixou o Canadá para estudar nos Estados Unidos, onde planejava cursar medicina na University of Southern California. Em seu segundo ano, porém, trocou a carreira por geologia, no que se formaria e trabalharia futuramente, no ramo de exploração de petróleo. Em seu período na universidade, ele se destacou no salto em altura, conquistando o quarto lugar nos I Jogos da Commonwealth, então ainda chamados Jogos do Império Britânico, realizados em 1930 em Hamilton, no Canadá, e foi convocado a integrar a equipe olímpica canadense aos Jogos de Los Angeles 1932.[1] Nesta competição, Duncan foi desclassificado após usar uma técnica não-convencional para o salto, considerada ilegal. Ajudado por seu amigo de universidade Bob Van Osdel, ele mudou sua técnica e tornou-se campeão estadual interuniversitário, com novo recorde da Califórnia.[2]

Em Los Angeles, o favorito da prova era o norte-americano George Spitz, que havia quebrado o recorde mundial em pista coberta com 2,04m e tinha saltado cinco vezes acima de 2 metros em 1932. Mas, durante a prova, Spitz machucou o tornozelo e acabaria apenas em nono lugar. Quatro atletas saltaram a marca de 1,97 m, necessitando um desempate com o sarrafo levantado a 2m; ninguém conseguiu passar e a marca foi abaixada para 1,99 m, novamente não suplantada por nenhum concorrente. Assim, como McNaughton havia sido o único a ultrapassar 1,97m na primeira tentativa, foi declarado campeão olímpico, a primeira vez nos Jogos em que um não-americano conquistou a medalha de ouro desta prova.[3]

Seu colega de universidade Van Osdel, que representava os EUA, depois de ajudá-lo a melhorar sua técnica e aconselhá-lo durante a prova, acabou ficando com a medalha de prata.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Duncan A. McNaughton». AAPG FOUNDATION GRANTS. Consultado em 12 de julho de 2012. Arquivado do original em 28 de setembro de 2007 
  2. a b «Duncan McNaughton». Canada's Sports Hall of Fame. Consultado em 12 de julho de 2012 [ligação inativa]
  3. «Athletics at the 1932 Los Angeles Summer Games: Men's High Jump». Sportsreference. Consultado em 12 de julho de 2012