Saltar para o conteúdo

Duque de Westminster

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Duque de Westminster
Duque de Westminster
Pariato  Reino Unido
Criação Vitória do Reino Unido
27 de Fevereiro de 1874
Ordem Nobreza Titulada
Tipo Hereditário
1.º Titular Hugh Grosvenor, 3.º Marquês de Westminster
Linhagem Casa de Hanôver
Títulos Subsidiários Marquês de Westminster
Conde Grosvenor
Visconde Belgrave
Barão Grosvenor
Actual Titular Hugh Grosvenor, 7.º Duque de Westminster
Herdeiro nenhum (o Conde de Wilton é o herdeiro presuntivo para o Marquesado de Westminster)
Solar Eaton Hall

Duque de Westminster é um título de nobreza do Pariato do Reino Unido. Foi criado pela Rainha Vitória em 1874 e outorgado a Hugh Grosvenor, 3.º Marquês de Westminster.[1] O título deriva do burgo de Westminster, na região de Londres.

História[editar | editar código-fonte]

Sir Richard Grosvenor, o 7.º Baronete, foi feito Barão Westminster em 1761; Visconde Belgrave e Conde Grosvenor em 1784, pelo rei Jorge III. O título Marquês de Westminster foi conferido a Robert Grosvenor, o 2º Conde Grosvenor na coroação de Guilherme IV em 1831.

Os títulos subsidiários do duque são: Marquês de Westminster (criado em 1831), Conde Grosvenor (1784), Visconde Belgrave, de Belgrave no Condado de Chester (1784), e Barão Grosvenor, de Eaton no Condado de Chester (1761). O marquesado está no pariato do Reino Unido e o resto, no pariato da Grã-Bretanha. O título de cortesia do filho mais velho e herdeiro do duque é Conde Grosvenor.

O fundador da família inglesa Grosvenor veio à Inglaterra com Guilherme, o Conquistador. O primeiro nome de Grosvenor foi "Gros Veneur", e William Gros Veneur foi o mestre de caça de Guilherme, o Conquistador. Em troca de seus serviços, William Gros Veneur ganhou propriedades no noroeste da Inglaterra (fora de Chester, onde Eaton Hall fica na atualidade).

A família Grosvenor ficou bem conhecida na Idade Média quando, sem sucesso, disputou o direito do brasão "Azure a Bend Or" com a família Scrope, a qual era mais proeminente. Em 1677, Sir Thomas Grosvenor desposou Mary Davies, herdeira de 500 acres de terra rural ao redor de Londres. Enquanto Londres crescia, esta propriedade tornou-se a fonte da imensa riqueza da família e desenvolveu-se nas áreas nobres e famosas de Mayfair e de Belgravia, que permanecem até hoje como a base da fortuna dos Grosvenor.

Pelo menos 500 estradas e edifícios carregam seus nomes e títulos de família, bem como os nomes do lugar e dos povos conectados com eles, incluindo Grosvenor Square, Belgrave Square, North Audley Street, South Audley Street e Davies Street. Isto é mantido agora por uma companhia chamada Grupo Grosvenor (Grosvenor Group, em inglês), pertencente à família do Duque.

A principal residência da família é Eaton Hall, a seis milhas da cidade de Chester, em Cheshire. Também possuem uma propriedade menor em Ely Lodge, no Condado de Fermanagh, na Irlanda do Norte. A família costumava usar uma casa de cidade, chamada Grosvenor House, em Park Lane, que nos dias de hoje funciona como um hotel luxuoso.

O Ducado de Westminster foi o último ducado a ser criado para uma pessoa que não estava ligada com a família real nem com um outro duque.[1]

Gerald Grosvenor, o 6.º Duque de Westminster, foi o terceiro homem mais rico do Reino Unido (entretanto, o primeiro e o segundo nasceram, respectivamente, na Índia e na Rússia), já tendo sido o mais rico por vários anos, e também um dos homens mais ricos do mundo.[2]

Baronetes Grosvenor de Eaton (1622)[editar | editar código-fonte]

Condes Grosvenor (1784)[editar | editar código-fonte]

  1. Richard Grosvenor, 1.º Conde Grosvenor (1731-1802), pai do 2.º conde
  2. Robert Grosvenor, 2.º Conde Grosvenor (1767-1845) (titulado Marquês de Westminster em 1831)

Marqueses de Westminster (1831)[editar | editar código-fonte]

  1. Robert Grosvenor, 1.º Marquês de Westminster (1767-1845), pai do 2.º marquês
  2. Richard Grosvenor, 2.º Marquês de Westminster (1795-1869), pai do 3.º marquês
  3. Hugh Lupus Grosvenor, 3.º Marquês de Westminster (1825-1899) (titulado Duque de Westminster em 1874)

Duques de Westminster (1874)[editar | editar código-fonte]

Linha de Sucessão[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Duke». Debrett's (em inglês). Consultado em 29 de julho de 2019 
  2. «Padrinho do príncipe George herda R$ 36,70 bilhões aos 25 anos – Glamurama». Padrinho do príncipe George herda R$ 36,70 bilhões aos 25 anos – Glamurama. 10 de agosto de 2016. Consultado em 29 de julho de 2019 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Duque de Westminster