Durazno (departamento)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Durazno
Flag of Durazno Department.svg Coat of arms of Durazno Department.png
Bandeira de Durazno Brasão de Durazno
Mapa
Localização do departamento de Durazno no Uruguai
Dados
Capital Durazno
Área 11.643 km²
População 58.859 habitantes
Densidade 5,06 hab/km²
Censo 2004
Gentílico Duraznense
Website durazno.gub.uy
Iso 3166-2 UY-DU
Intendente Carmelo Vidalín
Partido Partido Nacional

Durazno é um departamento do Uruguai, sua capital é a cidade de Durazno. Está localizado na região central do país. A palavra Durazno significa o nome da fruta pêssego, na língua espanhola, língua falada no Uruguai, como resultado da sua colonização realizada pelos espanhóis.

História[editar | editar código-fonte]

O departamento foi fundado no ano de 1822 com o nome de Entre Ríos Yí y Negro, denominação que em 1830 mudou para Durazno, a mesma da capital. O nome Durazno é devido a um solitário pessegueiro (em castelhano: duraznero), que crescia no local da atual cidade de Durazno.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia de Durazno depende largamente da agricultura, cultivo de cereais, girassol e linho, do agroturismo e da pecuária, criação de gado bovino e ovino.

Possui duas usinas hidrelétricas no rio Negro, em Rincón de Baygorria e Rincón del Bonete.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Durazno possui área total de 11.643 km², correspondente a 6,64% da área total do Uruguai.

Os principais rios são o Negro que faz a divisa de Durazno com o departamento de Tacuarembó, ao norte, e o rio Yí, afluente do rio Negro, que faz a divisa com os departamentos de Flores e Florido, no sul.

No relevo destacam-se a Depressão General de Durazno e as planícies aluviais do rio Negro no norte e do rio Yí no sul.

Limites[editar | editar código-fonte]

Demografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com o censo de 2004[1], Durazno possuía 58.859 habitantes, correspondente a 1,82% da população total do Uruguai. Para cada 100 mulheres existiam 100,3 homens.

Principais centros urbanos[editar | editar código-fonte]

Cidades e povoados com 1.000 habitantes ou mais (censo de 2004[2]):

Cidades/povoados população
Blanquillo 1.162
Carlos Reyles 1.039
Centenario 1.038
Cerro Chato 1.099
Carmen 2.661
Durazno 33.576
La Paloma 1.547
Santa Bernardina 1.333
Sarandí del Yí 7.289

Pessoas famosas[editar | editar código-fonte]

  • Santiago Bordaberry, de uma proeminente família de políticos, é notável ativista em questões rurais em Durazno.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências