Duvier Riascos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Duvier Riascos
Duvier Riascos
Duvier Riascos em 2012 pelo Club Tijuana.
Informações pessoais
Nome completo Duvier Orlando Riascos Barahona
Data de nasc. 26 de junho de 1986 (31 anos)
Local de nasc. Bandera de Buenaventura.svg Buenaventura,  Colômbia
Nacionalidade colombiana
Altura 1, 80 m
Destro
Apelido Duvi
Informações profissionais
Período em atividade 2005presente (12 anos)
Clube atual Colômbia Millonarios
Número
Posição Atacante
Clubes de juventude
20022005 Colômbia America de Cali
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20052011
2006
20082009
2009
20102011
2011
20122013
2013
2014
20152016
20152016
2017
Colômbia America de Cali
Colômbia Real Cartagena (emp.)
Venezuela Estudiantes de Mérida (emp.)
Colômbia Deportivo Cali (emp.)
China Shanghai Shenhua (emp.)
México Puebla
México Tijuana
México Pachuca
México Monarcas Morelia
Brasil Cruzeiro
Brasil Vasco da Gama (emp.)
Colômbia Millonarios


0021 000(12)
0021 000(11)
0044 000(25)
0016 0000(6)
0064 000(23)
0018 0000(2)
0030 0000(5)
0025 0000(1)
0049 000(17)
0023 0000(8)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 22 de julho de 2017.

Duvier Orlando Riascos Barahona, mais conhecido como Duvier Riascos, ou simplesmente Riascos (Buenaventura, 20 de maio de 1986), é um futebolista colombiano que atua como atacante. Atualmente, no Millonarios.

Clubes[editar | editar código-fonte]

Foi revelado pelo América de Cali e passou por outros oito clubes até 2014.

Riascos pelo Estudiantes de Mérida.

Ficou conhecido por todo Brasil em 2013, enquanto defendia o Tijuana, foi autor da cobrança do pênalti defendido pelo goleiro Victor do Atlético Mineiro, nos acréscimos do segundo jogo das quartas de final da Copa Libertadores de 2013, Riascos chutou no meio do gol e Victor mesmo caindo para o canto direito, conseguiu esticar o pé esquerdo mandando a bola para a lateral. Se tivesse convertido, o Tijuana estaria classificado para a semi final, eliminando o Atlético, posterior campeão.

Riascos no jogo entre Tijuana vs. Toluca.

Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Foi contratado pelo Cruzeiro em 20 de janeiro de 2015 por três temporadas.[1]

Vasco da Gama[editar | editar código-fonte]

Em 25 de maio de 2015, sem chances no Cruzeiro, foi emprestado ao Vasco da Gama até maio de 2016.[2] Estreou pelo Vasco numa partida contra o Atlético Mineiro no Estadio Independência e foi substituído ainda no intervalo. Marcou seu primeiro gol com a camisa do Vasco na partida contra o Sport partida que terminou 2 a 1 para os donos da casa. Voltou a marcar no clássico contra o Flamengo em que o Vasco venceu por 1 a 0, essa foi a primeira vitoria do Vasco no Brasileirão 2015. Durante o restante da temporada alternou entre a titularidade e a reserva, Com a chegada do técnico Jorginho perdeu espaço mas no final da temporada recuperou a titularidade fazendo gols impo ratantes, mas não conseguiu evitar a terceira queda do Vasco para a segunda divisão sendo a segunda queda consecutiva,terminou a temporada pelo Vasco 32 jogos e 7 gols.

Em 2016 começou de forma muito boa para Riascos, sendo destaque nos treinos e amistosos na pré temporada do clube, chegou a despertar o interesse do Boluspor da segunda divisão Turca. Na estreia do Campeonato Carioca 2016 fez dois gols e ajudou o Vasco a golear o Madureira por 4 a 1. Na partida contra o America valida pela segunda rodada do Cariocão fez um golaço de voleio após cruzamento de Nenê, foi o terceiro gol dele em duas partidas pelo Cariocão.

Marcou no clássico contra o Botafogo s se tornou artilheiro do campeonato carioca ao lado do atacante Fred do Fluminense com 6 gols. Marcou novamente em um clássico dessa vez contra o Flamengo, ao sair do banco e empatar a partida ajudando o Vasco manter a serie de 9 jogos invicto contra o rival. Esse foi o seu sétimo gol no Campeonato Carioca.

Na partida contra o Fluminense na pela última rodada da taça Guanabara, Vasco e Fluminense entraram com chances de título, Riascos teve uma oportunidade de marcar mas desperdiçou a chance, mas na sua segunda oportunidade após desviar de cabeça para Eder Luis e receber de volta, tocou para o fundo das redes de Cavalieri, marcando o golo do título da Taça Guanabara, título esse que o Vasco não conquistava a 13 anos, foi o seu oitavo golo com a camisa do Vasco na temporada em onze jogos.

Na partida contra o Flamengo pela semifinal do Campeonato Carioca, o colombiano teve grande atuação, aos 21 minutos do primeiro tempo, Riascos deu dois dribles desmoralizantes aplicados em cima do zagueiro rubro-negro César Martins, cruzou e Nenê chutou em cima de Wallace. O próprio zagueiro afastou para a entrada da área e Andrezinho chutou para abrir o placar a favor do Vasco. Aos 11 minutos do segundo tempo, Riascos recebeu e chutou em cima de Paulo Victor. A bola bateu em Wallace e entrou. Apesar do gol contra, a arbitragem deu o tento para o colombiano. Com seu oitavo gol assinalado, Riascos foi ovacionado pela torcida e o Vasco classificou-se para a Final do Campeonato Carioca.

Passou em branco nos dois jogos finais do campeonato, mesmo assim conseguiu terminar como artilheiro do time na competição e peça muito importante na conquista do 24° título estadual do clube. Seus feitos ainda lhe garantiram um lugar na seleção do campeonato.

Em seu jogo de despedida, marcou um gol e deu passe para outro na vitória sobre o Sampaio Corrêa, válido pela primeira rodada do Brasileirão - Série B. No dia seguinte seu contrato de empréstimo expirou e não foi renovado.

Pelo Vasco fez 49 partidas e fez 17 gols.

Volta ao Cruzeiro[editar | editar código-fonte]

Em 16 de maio de 2016, o Cruzeiro nega a renovação do empréstimo do atacante ao Vasco da Gama e o atacante retorna ao clube celeste após uma boa passagem pelo cruzmaltino.

Em 17 de julho de 2016, logo após uma derrota para a equipe do Fluminense, foi excluído da delegação cruzeirense ao se declarar de maneira infeliz sua situação no clube em entrevista coletiva: "Não está normal, não estou feliz por tudo isso que está acontecendo. Temos que procurar uma solução, não podem tirar minha felicidade para vir jogar nesta m... aqui".[3]

Em 15 de setembro de 2016, Riascos conseguiu, após meses, rescindir seu contrato com o clube celeste, sendo publicada sua rescisão no BID.[4] Mas após teve a liminar caçada e continua sem se apresentar ao Cruzeiro Esporte Clube, havendo ainda uma disputa judicial pela questão trabalhista.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Tijuana
  • Torneo Apertura: 2012
  • Supercopa Mexicana: 2013-14
Vasco da Gama


Prêmios Individuais[editar | editar código-fonte]

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Duvier Riascos