Echo & the Bunnymen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Echo & the Bunnymen
A banda em 2014 no Rio de Janeiro
Informação geral
Origem Liverpool
País Inglaterra
Gênero(s)
Período em atividade 1978–1993; 1997–atualmente
Gravadora(s) Zoo Records
Warner Bros. Records
Euphoric Records
London Records
Cooking Vinyl
Korova
Integrantes Ian McCulloch
Will Sergeant
Ex-integrantes Les Pattinson
Pete de Freitas
Noel Burke
Jake Brockman
Damon Reece
Página oficial www.bunnymen.com

Echo & the Bunnymen é uma banda de rock britânica formada em Liverpool em 1978. O formação original contava com o vocalista Ian McCulloch, o guitarrista Will Sergeant e o baixista Les Pattinson. Em 1980, Pete de Freitas se uniu como baterista.

Seu álbum de estreia de 1980, Crocodiles, chegou ao top 20 na UK Albums Chart. Após o lançamento de seu segundo álbum, Heaven Up Here em 1981, a banda alcançou a fama no Reino Unido em 1983, quando lançaram o single top 10 "The Cutter", e o álbum de onde a canção fazia parte, Porcupine, chegou à segunda posição. Ocean Rain (1984), eles mantiveram o sucesso nas paradas com o single "The Killing Moon" que também ficou entre as dez mais ouvidas.

Após lançarem um álbum auto-intitulado em 1987, McCulloch deixou a banda e foi substituído por Noel Burke. Em 1989, Freitas morreu em um acidente de motocicleta. Depois de trabalharem juntos em Electrafixion, McCulloch e Sergeant reuniram-se com Pattinson em 1997 e voltaram com o Echo & the Bunnymen, antes da saída do último em 1998. O grupo tem feito turnês e lançou vários álbuns desde então, com níveis variados de sucesso.

História[editar | editar código-fonte]

As origens da banda remontam ao final dos anos 70, quando Ian McCulloch, Pete Wylie e Julian Cope formam os The Crucial Three. Em 1977, Wylie e Cope deixam o grupo para criar os The Teardrop Explodes e os Whah!, respectivamente.

Em 1978, McCulloch, juntamente com Will Sergeant, criam o duo Echo, utilizando uma caixa de ritmos em substituição da bateria. No mesmo ano, o baixista Les Pattinson junta-se à banda, e realizam o seu primeiro concerto ao vivo no clube Eric, em Liverpool, com o nome Echo & The Bunnymen.

No ano seguinte, em 1979, a banda lança o primeiro single, Pictures on My Wall, e o sucesso deste dá-lhes um contrato com a editora Korova. A velha “echo” é desativada em favor de Pete de Freitas, que entra para o grupo.

Em 1980, gravam o primeiro álbum de originais, Crocodiles que, juntamente aos dois trabalhos seguintes, Heaven Up Here (1981) e (Porcupine) (1983), traz reconhecimento à banda. Porcupine chega ao #2 das tabelas do Reino Unido.

Em (1984), o álbum Ocean Rain, com o single "The Killing Moon", entra, mais uma vez, para o Top Ten das tabelas, atingindo a quarta posição, no Reino Unido, e entrando para o Top 100, nos EUA.

Três anos depois, os Echo & The Bunnymen lançam novo álbum que atinge a posição #51 nos EUA, o melhor lugar até à data, e o quarto lugar no país natal. Alguns dos primeiros shows do novo álbum ocorrem no Brasil, em abril de 1987. As apresentações são lembradas até hoje como das melhores que passaram pelo país naquele período, e imagens da banda nas ruas do Rio de Janeiro e de shows na extinta casa carioca Canecão são utilizadas no videoclipe da faixa "The Game", que abre o disco. Outro single extraído foi "Lips Like Sugar".

No entanto, o álbum não apresenta nenhuma evolução nos trabalhos da banda, e McCulloch abandona o grupo para trabalhar a solo. Em 1989 edita Candleland, e no ano seguinte Mysterio. No mesmo ano, o baterista Pete de Freitas morre em um acidente de moto em Londres, aos 27 anos. Neste período, Noel Burke substitui McCulloch nos vocais, e lançam Reverberation.

Em 1994, McCulloch forma os Electrafixion com Will Sergeant. Mais tarde, em 1997, é a vez de Pattinson se juntar, e de novo reúnem os Echo & the Bunnymen.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Formação original (1978-1989)[editar | editar código-fonte]

Outros integrantes[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Título Detalhes Melhor posição paradas musicais Certificação no Reino Unido
RU
[7][8]
AUS
[9][10]
EUA
[11]
CAN FRA
[12]
SUE
[13]
NZ
[14]
Crocodiles
  • Lançamento: 18 de julho de 1980
  • Gravadora: Korova (#KODE 1)
  • Formatos: LP, cassete
17 36 Ouro[15]
Heaven Up Here
  • Lançamento: 30 de maio de 1981
  • Gravadora: Korova (#KODE 3)
  • Formato: LP
10 184 17
Porcupine
  • Lançamento: 4 de fevereiro de 1983
  • Gravadora: Korova (#KODE 6)
  • Formato: LP
2 47 137 85
[16]
24 15 Ouro[15]
Ocean Rain
  • Lançamento: 8 de maio de 1984
  • Gravadora: Korova (#KODE 8)
  • Formatos: LP, cassete
4 58 87 41
[17]
22 10 Ouro[15]
Echo & the Bunnymen
  • Lançamento: 6 de julho de 1987
  • Gravadora: WEA (#WX 108)
  • Formatos: LP, CD
4 70 51 51
[18]
22 26 Prata[15]
Reverberation
  • Lançamento: Dezembro de 1990
  • Gravadora: Korova (#KODE 14)
  • Formatos: Cassete, CD
96
Evergreen
  • Lançamento: 14 de julho de 1997
  • Gravadora: London (#828 905-2)
  • Formato: CD
8 98 Prata[15]
What Are You Going to Do with Your Life?
  • Lançamento: 16 de abril de 1999
  • Gravadora: London (#556 080-2)
  • Formato: CD
21
Flowers
  • Lançamento: 16 de fevereiro de 2001
  • Gravadora: Cooking Vinyl (#COOK 208)
  • Formatos: CD, LP
56
Siberia
  • Lançamento: 20 de setembro de 2005
  • Gravadora: Cooking Vinyl (#COOK CD 297)
  • Formato: CD
83
[19]
161
The Fountain
  • Lançamento: 12 de outubro de 2009
  • Gravadora: Ocean Rain (#OCEAN001CD)
  • Formatos: CD, download
63
[20]
176
Meteorites
  • Lançamento: 26 de maio de 2014
  • Gravadora: 429 Records
  • Formatos: CD, download
37 138
The Stars, The Oceans & The Moon
  • Lançamento: 5 de outubro de 2018
  • Gravadora: BMG
  • Formatos: CD, download
11 [a]
"—" indica lançamentos que não chegaram às paradas musicais.

Extended plays[editar | editar código-fonte]

Título Detalhes Melhor posição paradas musicais Notas
RU
[8]
IRL
[22]
NZ
[14]
Shine So Hard
  • Lançamento: 10 de abril de 1981
  • Gravadora: Korova (#ECHO 1)
  • Formatos: vinil, cassete
37 26
The Sound of Echo
  • Lançamento: Fevereiro de 1984
  • Gravadora: Korova (#9239871)
  • Formato: vinil
Também conhecida como The Echo and the Bunnymen EP e The Never Stop EP.
Life at Brian's – Lean and Hungry
  • Lançamento: 6 de julho de 1984
  • Gravadora: Korova (#KOW 35F)
  • Formato: vinil
16 10 Edição especial limitada do single "Seven Seas".
The Peel Sessions
New Live and Rare
  • Lançamento: 1988
  • Gravadora: WEA (#22P2-2155)
  • Formato: CD
World Tour E.P.
  • Lançamento: 1997
  • Gravadora: PolyGram (#POCD1270)
  • Formato: CD
Avalanche
  • Lançamento: Outubro de 2000
  • Gravadora: Gimme Music (#ECHO1)
  • Formato: CD
Live from Glasgow
  • Lançamento: 12 de outubro de 2009
  • Gravadora: Ocean Rain
  • Formato: Download
"—" indica lançamentos que não chegaram às paradas musicais.

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Single Melhor posição paradas musicais Álbum
RU
[8]
EUA Mod. Rock
[23]
Canada
RPM Alt 30
IRL
[22]
NZ
[14]
Austrália (Kent Music Report)[24]
1979 "The Pictures on My Wall" Crocodiles
1980 "Rescue" 62
"The Puppet" Single sem álbum
1981 "A Promise" 49 Heaven Up Here
"Over the Wall"
1982 "The Back of Love" 19 24 Porcupine
1983 "The Cutter" 8 10 30 67
"Never Stop" 15 8 49 Single sem álbum
1984 "The Killing Moon" 9 7 12 96 Ocean Rain
"Silver" 30 14
"Seven Seas" 16 10
1985 "Bring On the Dancing Horses" 21 15 31 78 Songs to Learn & Sing
1987 "The Game" 28 Echo & the Bunnymen
"Lips Like Sugar" 36 24 43
"Bedbugs and Ballyhoo"
"People Are Strange" 29 13
[b]
trilha-sonora de The Lost Boys
1990 "Enlighten Me" 96 8 Reverberation
1991 "Prove Me Wrong" Single sem álbum
1992 "Inside Me, Inside You"
1997 "Nothing Lasts Forever" 8 Evergreen
"I Want to Be There (When You Come)" 30 26 16
[25]
"Don't Let It Get You Down" 50
1999 "Rust" 22 What Are You Going to Do with Your Life?
"Get in the Car"
2001 "It's Alright" 41 Flowers
"Make Me Shine" 84
[26]
2005 "Stormy Weather" 55 Siberia
"In the Margins"
2006 "Scissors in the Sand"
2009 "Think I Need It Too" The Fountain
2014 "Lovers On the Run" Meteorites
2018 "Seven Seas (Transformed)" The Stars, The Ocean & The Moon

Outros singles[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Single Notas
1990 "What Time Is Love? (Echo & The Bunnymen Mix)"[27] "What Time Is Love? (Remodelled & Remixed)" Um remix por The KLF de uma canção do Echo & the Bunnymen, lançado como single.
1998 "(How Does it Feel to Be) on Top of the World?"[28] "(How Does It Feel To Be) On Top of the World" Canção tema da Seleção Inglesa de Futebol para a Copa do Mundo FIFA de 1998 interpretada por England United (Echo & the Bunnymen, Spice Girls, Ocean Colour Scene e Space).

Notas

  1. The Stars, The Oceans & The Moons chegou ao número 70 na parada Billboard's United States Top Current Albums, que seleciona os álbuns recentes mais bem vendidos no país.[21] Entretanto, não apareceu na Billboard 200, que inclui álbuns recentes e antigos ainda em catálogo.
  2. Posição para o relançamento de 1991; a versão de 1987 chegou ao número 21.

Referências

  1. «Echo and the Bunnymen Get Nostalgic in New York». Spin. 2 de outubro de 2008. Consultado em 3 de junho de 2019 
  2. MacKenzie Wilson (15 de novembro de 1985). «Songs to Learn and Sing – Echo & the Bunnymen | Songs, Reviews, Credits, Awards». AllMusic. Consultado em 3 de junho de 2019 
  3. «Echo and the Bunnymen interview». Chicago Tribune. 12 de maio de 2011. Consultado em 3 de junho de 2019 
  4. «Echo & the Bunnymen - Biography & History - AllMusic». AllMusic 
  5. «Echo and The Bunnymen reviews, music, news». Sputnikmusic 
  6. «10 Underrated But Excellent Bands». Listverse. 29 de janeiro de 2009 
  7. «Echo & the Bunnymen | full Official Chart history». Official Charts Company. Consultado em 1 de janeiro de 2021 
  8. a b c Roberts, David, ed. (2006). British Hit Singles & Albums 19th ed. [S.l.]: HIT Entertainment. ISBN 1-904994-10-5 
  9. Kent, David (1993). Australian Chart Book 1970–1992 illustrated ed. St Ives, N.S.W.: Australian Chart Book. p. 100. ISBN 0-646-11917-6 
  10. Ryan, Gavin (2011). Australia's Music Charts 1988–2010 pdf ed. Mt. Martha, VIC, Australia: Moonlight Publishing 
  11. «Echo & the Bunnymen Chart History: Billboard 200». Billboard. Consultado em 1 de janeiro de 2021 
  12. «Discographie Echo & The Bunnymen». lescharts.com. Consultado em 1 de janeiro de 2021 
  13. «Discography Echo & The Bunnymen». swedishcharts.com. Consultado em 1 de janeiro de 2021 
  14. a b c «Discography Echo * The Bunnymen». charts.nz. Consultado em 1 de janeiro de 2021 
  15. a b c d e «Certified Awards Search». British Phonographic Industry. Consultado em 1 de janeiro de 2021. Arquivado do original em 11 de janeiro de 2013  Nota: É necessário escrever "Echo & The Bunnymen" na barra "Search", "Artist" no campo "Search by" e selecionar a opção "Go". Selecione "More info" para ver o histórico de certificações completo.
  16. «RPM 100 Albums». RPM. 38 (5). 2 de abril de 1983. ISSN 1196-636X. Consultado em 1 de janeiro de 2021. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2009 
  17. «RPM 100 Albums». RPM. 40 (20). 21 de julho de 1984. ISSN 1196-636X. Consultado em 1 de janeiro de 2021. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2009 
  18. «RPM 100 Albums». RPM. 47 (1). 10 de outubro de 1987. ISSN 1196-636X. Consultado em 1 de janeiro de 2021. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2009 
  19. «The Official UK Album Chart». UKChartsPlus. ChartsPlus (214): 7. 1 de outubro de 2005 
  20. «Echo & the Bunnymen: Top 75 Releases». The Official Charts Company. Consultado em 1 de janeiro de 2021. Arquivado do original em 15 de junho de 2011  Nota: É necessário selecionar a opção "View Albums".
  21. «Top Current Albums». Billboard.biz. 20 de outubro de 2018. Consultado em 1 de janeiro de 2021 
  22. a b «The Irish Charts – All there is to know». Irish Recorded Music Association. 2008. Consultado em 1 de janeiro de 2021. Arquivado do original em 3 de junho de 2009 
  23. «Echo & the Bunnymen > Charts & Awards > Billboard Singles». Allmusic. Consultado em 1 de janeiro de 2021 
  24. Kent, David (1993). Australian Chart Book 1970–1992. St Ives, NSW: Australian Chart Book. ISBN 0-646-11917-6 
  25. «RPM Alternative 30». RPM. 65 (25). 25 de agosto de 1997. ISSN 1196-6351. Consultado em 1 de janeiro de 2021. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2009 
  26. «The Official UK Singles Chart». UKChartsPlus. ChartsPlus (2): 2. 8 de setembro de 2001 
  27. What Time Is Love? (Remodelled & Remixed) (contracapa do álbum). KLF Communications. 1990. KLF 004 Y 
  28. «(How Does It Feel to Be) On Top of the World > Overview». Allmusic. Consultado em 1 de janeiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Echo & the Bunnymen
Flag of the United Kingdom.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Reino Unido é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.