Economia das Bahamas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Economia das Bahamas
Moeda Dólar das Bahamas
Organizações de comércio OMC, Caricom
Estatísticas [1]
Produto Interno Bruto US$ 6,476 mil milhões (2006)
% de cresc. do PIB 4% (2006)
PIB per capita US$ 21 300 (2006)
PIB por setor agricultura 3%, indústria 7%, comércio e serviços 90% (2001)
Inflação anual 1,2%
População abaixo da linha de pobreza 9,3% (2004)
Força de trabalho 176 300
Força de trabalho por setor agricultura 5%, indústria 5%, turismo 50%, outros serviços 40% (2005)
Desemprego 10,2 % (2005)
Principais indústrias turismo, bancos, cimento, transporte de petróleo, sal marinho, rum, aragonita, fármacos, destilarias
Parcerias comerciais [2]
Exportações (US$) 451 milhões f.o.b. (2006)
Principais produtos exportados minerais diversos, sal, produtos animais, rum, produtos químicos, frutas e vegetais
Principais mercados Espanha 31,8 %, Estados Unidos 30 %, Polônia 9 %, Alemanha 5,4 %, (2005)
Importações (US$) 2,16 mil milhões (2006)
Principais produtos importados máquinas, equipamentos de transporte, manufaturados, produtos químicos, combustíveis minerais, alimentos e animais vivos
Principais parceiros Estados Unidos 21,2 %, Coreia do Sul 19 %, Brasil 17,8 %, Espanha 7,3 %, Alemanha 5 %, (2005)
Finanças públicas [3]
Dívida externa US$ 342,6 milhões (2004)
Receitas totais (US$) 1,03 mil milhões
Despesas (US$) 1,03 mil milhões
Ajuda econômica recebida US$ 5 milhões (2004)

Bahamas é um país estável e em desenvolvimento, com uma economia bastante dependente do turismo - que responde por aproximadamente 60% do Produto Interno Bruto - e do sistema bancário. O crescimento significativo do turismo em anos recentes propiciou a expansão da rede hoteleira e dos resorts ou estâncias turísticas, porém após os atentados de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos, o fluxo de turistas americanos (80% dos visitantes do país) diminuiu significativamente até 2003.

As Bahamas são também um paraíso fiscal. O setor financeiro responde por aproximadamente 15% do PIB.

Referências