Edamame

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Edamame fervido.

Edamame (枝豆?) é um preparado feito com grãos de soja ainda dentro da vagem, habitualmente encontrado no Japão, Havaí, China e Coreia. As vagens são fervidas em água junto com condimentos (como sal) e servidas inteiras.

Fora da Ásia Oriental o prato costuma ser encontrado em restaurantes japoneses e em alguns chineses, sendo considerado uma comida saudável.

Nomes[editar | editar código-fonte]

O nome japonês edamame (枝豆), que costuma ser usado para se referir ao prato, significa literalmente "ramo de feijão" (eda = "ramo", e mame = "feijão") e se refere aos feijões jovens de soja colhidos com seus ramos. Edamame também pode significar o prato fervido em sal, um popular acompanhamento servido em izakayas japoneses, com diversas variedades locais sendo servidas de acordo com a estação. O sal é extremamente importante para o edamame. No Japão, o arajio é a variedade de sal preferida, por ser um sal marinho natural. O sal a ser usado no prato é então umedecido na salmoura, que carrega sabores minerais e oceânicos.

No prato típico chinês, os feijões de soja jovens são chamados de maodou (chinês: 毛豆, pinyin: máodòu, literalmente ‘feijão cabelo’), e cada grão individualmente é conhecido como maodoujia (chinês: 毛豆荚, pinyin: máodòujiá, literalmente ‘vagem de feijão cabelo’). Como a maneira mais frequente de servi-lo é após fervura, o prato normalmente é identificado através de um nome descritivo, como "maodou fervido" ou "maodou fervido no sal", dependendo da maneira de preparo.

Na Coreia, o edamame é chamado de kong, um termo geralmente usado para todos os tipos de feijão.

História[editar | editar código-fonte]

A primeira referência sólida ao vegetal data do ano de 1275, quando o célebre monge japonês Nichiren Shonin escreveu uma nota agradecendo um fiel pelo presente de "edamame" que este havia deixado no templo.

Preparo[editar | editar código-fonte]

Os grãos de soja verdes das vagens são colhidos antes que amadureçam. As extremidades das vagens podem ser cortadas antes de serem fervidas na água ou cozidas no vapor. O modo de preparo mais comum usa o sal, que pode tanto ser dissolvido na água antes das vagens serem introduzidas, quanto adicionado depois do cozimento. O edamame é servido normalmente depois de esfriar, porém também pode ser consumido ainda quente.

Outros condimentos utilizados podem ser o jiuzao (chinês: 酒糟, pinyin: jiǔzāo, literalmente ‘sedimento de vinho’), feito a partir dos resíduos altamente fermentados de grãos que sobram da destilação do vinho de arroz, utilizado para acrescentar fragrância e sabor. Algumas receitas também usam a pimenta de Sichuan, para dar mais gosto, bem como o pó de cinco especiarias.

Além de serem consumidos inteiro, os grãos podem ser servidos como um molho; sachês com tempero para molho de edamame podem ser encontrados em diversos mercados de comida asiática e oriental.

Conteúdo nutritivo[editar | editar código-fonte]

Edamame
Valor nutricional por 100 g (3,53 oz)
Energia 448 kJ (110 kcal)
Carboidratos
Carboidratos totais 12 g
 • Açúcares 3 g
 • Fibra dietética 6 g
Gorduras
Gorduras totais 6 g
Proteínas
Proteínas totais 12 g
Vitaminas
Tiamina (vit. B1) 0.2 mg (17%)
Riboflavina (vit. B2) 0.3 mg (25%)
Niacina (vit. B3) 1.1 mg (7%)
Ácido pantotênico (B5) 0.6 mg (12%)
Vitamina B6 0.2 mg (15%)
Ácido fólico (vit. B9) 358 µg (90%)
Vitamina C 11.4 mg (14%)
Vitamina K 37 µg (35%)
Minerais
Cálcio 71 mg (7%)
Ferro 2.5 mg (19%)
Magnésio 72 mg (20%)
Manganês 1.2 mg (57%)
Fósforo 190 mg (27%)
Potássio 569 mg (12%)
Zinco 1.6 mg (17%)
Percentuais são relativos ao nível de ingestão diária recomendada para adultos.
Fonte: USDA Nutrient Database

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos define os grãos de edamame como "um grão de soja que pode ser comido fresco, e que são mais conhecidos como um aperitivo com um grande fator nutritivo."[1]

O edamame e todos os outros preparados de grãos de soja são ricos em carboidratos, proteínas, fibras, ácidos graxos Ômega-3 e micronutrientes, especialmente ácido fólico, manganês e vitamina K.[2]

Os grãos de edamame contêm níveis mais altos de ácido abscísico, sacarose e proteína do que outros tipos de grão de soja, e podem conter carotenóides.[3]

O consumo de edamame deve ser evitado por pessoas que têm alergia à soja.

Referências

  1. Artigo do DAEUA sobre o edamame.
  2. «Edamame nutrition profile (frozen, unprepared)». NutritionData. Consultado em 8 de abril de 2010 
  3. Simonne AH, Smith M, Weaver DB, Vail T, Barnes S, Wei CI (2000). «Retention and changes of soy isoflavones and carotenoids in immature soybean seeds (Edamame) during processing». J Agric Food Chem. 48 (12): 6061–9. PMID 11141271 
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Edamame».

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Edamame