Eddie Guerrero

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eddie Guerrero
Eddie Guerrero with belt.jpg
Eddie Guerrero com o cinturão WWE Tag Team Championship
Informações pessoais
Nascimento 9 de outubro de 1967
El Paso, Texas
Morte 13 de novembro de 2005 (38 anos)
Minneapolis, Minnesota
Carreira na luta livre profissional
Nome(s)
de ringue
Black Tiger II
Eddie Guerrero
Eddy Guerrero
El Caliente
Máscara Mágica
Latino Heat
Altura
anunciada
1,73 m
Peso
anunciado
103.7 kg
Treinado
por
Gory Guerrero
Estreia 1987
Aposentadoria 13 de Novembro de 2005
(data de falecimento)

Eduardo Gory Guerrero Yañez (El Paso, 9 de Outubro de 1967Minneapolis, 13 de Novembro de 2005), mais conhecido como Eddie Guerrero, foi um lutador de wrestling profissional estadunidense, com ascendência mexicana, mais conhecido por sua atuação em federações no México e no Japão, além das principais nos Estados Unidos: Extreme Championship Wrestling (ECW), World Championship Wrestling (WCW) e World Wrestling Entertainment (WWE). Conhecido nos ringues pelos diferentes personagens que interpretou, Guerrero tinha como bordão a frase "Cheat To Win!" ("Trapacear para vencer!)

Apesar de passar boa parte de sua carreira como um personagem vilanesco, Guerrero usava muitos bordões que conquistavam parte do público, sendo o mais famoso "I Lie! I Cheat! I Steal!" ("Eu Minto! Eu Trapaceio! Eu Roubo!" em português) Guerrero era filho do lendário Gory Guerrero, irmão de Hector, Salvador e Mando, além de ser tio de Chavo.

Durante a sua carreira, encontrou diversos problemas de saúde por abusar de drogas fora do wrestling. Também consumia analgésicos e era alcoólatra. Suas dificuldades eram retratadas nos ringues em diferentes segmentos. Durante a sua carreira, conquistou diversos títulos, como o WWE Championship. Foi introduzido postumamente no Hall da Fama da WWE em 2006.

Início[editar | editar código-fonte]

Eddie Guerrero se tornou um lutador enquanto seu tio Enrique Llanes e seu primo Javier Llanes lutavam no México. Quando garoto, o pai de Eddie Guerrero permitiu que ele e seu sobrinho Chavo Jr. lutassem durante intervalos nas promoções de Gory.

Eddie Guerrero foi nascido e criado em El Paso, Texas, onde se formou na Jefferson High School e frequentou a University of New Mexico como a New Mexico Highlands University com bolsa atlética, lutando até retornar a El Paso para treinar para ser um lutador profissional.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Primeiros anos (1987–1992)[editar | editar código-fonte]

De 1987 até 1992 Eddie Guerrero lutou na Empresa Mexicana de la Lucha Libre (EMLL) (hoje Consejo Mundial de Lucha Libre (CMLL)), World Wrestling Association (WWA) no México e World Championship Wrestling (WCW) nos Estados Unidos.[2]

Asistencia Asesoría y Administración (1992–1994)[editar | editar código-fonte]

No México, ele lutou principalmente pela Asistencia Asesoría y Administración (AAA), formando uma dupla com El Hijo del Santo como uma nova versão de La Pareja Atómica ("A Dupla Atômina"), originalmente formada por Gory Guerrero e El Santo.

Após Guerrero trair Santo e se aliar a Art Barr na La Pareja del Terror ("A Dupla do Terror"), a dupla passou a ser a mais odiada.[2] Com Barr, Konnan, Chicano Power e Madonna's Boyfriend, Guerrero formou Los Gringos Locos ("Os Gringos Loucos"), um grupo ("stable") vilanesco.[2][3] Os Locos tiveram rivalidades com El Hijo del Santo e seu parceiro Octagón, sendo derrotados por eles no When Worlds Collide.[4]

A primeira separação de Guerrero e Barr aconteceu quando eles foram notados pelo dono da Extreme Championship Wrestling (ECW), Paul Heyman. Barr, no entanto, faleceu antes de se juntar a Guerrero na ECW.

New Japan Pro Wrestling (1993–1996)[editar | editar código-fonte]

Em 1993, Guerrero começou a lutar no Japão pela New Japan Pro Wrestling (NJPW), onde foi a segunda encarnação de Black Tiger. Ele venceu o torneio Best of the Super Juniors de 1996 e recebeu uma luta contra o Campeão Júnior dos Pesos-Pesados da IWGP The Great Sasuke no NJPW Skydiving J, mas acabou sendo derrotado.[5]

Extreme Championship Wrestling (1995)[editar | editar código-fonte]

Guerrero ganhou o ECW World Television Championship de 2 Cold Scorpio em sua estreia na ECW,[6][7] tendo uma série de lutas com Dean Malenko antes de ambos serem contratados pela World Championship Wrestling mais tarde naquele ano.[8] Guerrero perdeu o ECW Television Championship para Malenko em 21 de julho daquele ano,[9] o ganhando novamente uma semana depois.[7] Guerrero perdeu o ECW Television Championship de volta para 2 Cold Scorpio em 25 de agosto.[10] No dia seguinte, a última luta dois dois acabou em empate. Após a luta, todos os lutadores abandonaram os vestiários e carregaram os dois ao redor do ringue, onde a platéia gritava "por favor, não vão".[11]

World Championship Wrestling (1995–2000)[editar | editar código-fonte]

Retorno (1995)[editar | editar código-fonte]

Guerrero retornou a WCW no final de 1995 com Dean Malenko e Chris Benoit, com quem havia trabalhado na NJPW e ECW.[8][12] Durante seus primeiros eventos em pay-per-view, ele competiu em lutas não-televisionadas contra Alex Wright.[13] Sua primeira aparição em pay-per-view foi no World War 3 competiu em uma luta Battle Royal de três ringues e 60 homens pelo WCW World Heavyweight Championship. Guerrero foi um dos últimos nove lutadores, mas foi eliminado pelos membros do grupo Four Horsemen.[14][15] No Starrcade de 1995, Guerrero representou a WCW em um torneio entre a WCW e a NJPW, mas foi derrotado por Shinjiro Otani. A WCW, no entanto, venceu o torneio.[16]

Campeão dos Estados Unidos e dos Pesos-Médios (1996–1997)[editar | editar código-fonte]

Em 1996, Guerrero recebeu diversas lutas pelo WCW United States Heavyweight Championship contra Konnan no Uncensored[17] e Ric Flair no Hog Wild.[18] Ele começou uma rivalidade com Flair e os Four Horsemen durante 1996, após o parceiro de Guerrero, Arn Anderson, traí-lo durante uma luta de duplas contra Flair e Randy Savage.[19] No final de 1996, ele começou uma rivalidade com Diamond Dallas Page (DDP) após derrotá-lo no Clash of the Champions XXXIII.[20] Ele tentou roubar a alcunha de Page, "Lord of the Ring", sem sucesso.[21] Guerrero participou de um torneio pelo WCW United States Heavyweight Championship e derrotou DDP na final, no Starrcade, ganhando o título.[22]

Em 1997, Guerrero defendeu o United States Heavyweight Championship contra Scott Norton no Clash of the Champions XXXIV,[23] Syxx em uma ladder match no Souled Out,[24] e Chris Jericho no SuperBrawl VII.[25] Seu reinado acabou no Uncensored quando Dean Malenko o derrotou.[26]

Após perder o United States Championship, Guerrero começou uma rivalidade com Jericho, focando em seu WCW World Cruiserweight Championship. Ele desafiou Jericho pelo título no Clash of the Champions XXXV, mas foi derrotado.[27] Guerrero exigiu uma nova luta pelo título, derrotando Jericho e se tornando Campeão dos Pesos-Médios no Fall Brawl 1997.[28] Ele perdeu o título para Rey Mysterio, Jr. no Halloween Havoc onde, se Guerrero vencesse, poderia tirar a máscara de Rey.[29] Em 10 de novembro, no WCW Monday Nitro, ele reconquistou o título,[30] novamente o defendendo contra Mysterio no World War 3.[31] Após derrotar Dean Malenko no Starrcade de 1997,[32] Guerrero perdeu o título para Último Dragón, no Nitro do dia seguinte, em 29 de dezembro.[33]

Rivalidade com Chavo Guerrero (1998)[editar | editar código-fonte]

Guerrero começou uma rivalidade com Booker T. No Nitro de 9 de março de 1998, o sobrinho de Eddie, Chavo Guerrero, foi derrotado por Booker. Após a luta, Guerrero aplicou um suplex em Chavo para lhe ensinar uma lição.[34] No WCW Thunder de 12 de março, ele derrotou Chavo e lhe obrigou a ser seu "escravo".[35] Guerrero e Chavo começaram uma rivalidade com Último Dragón, com Chavo sendo derrotado no Spring Stampede.[36] No Slamboree, Guerrero derrotou Dragón mesmo após interferência de Chavo.[37] Após a luta, Chavo beijou Eddie e passou a se comportar como um insano. No The Great American Bash, Chavo derrotou Guerrero.[38] Eles se enfrentaram novamente no Bash at the Beach, em uma luta onde o perdedor deveria raspar a cabeça, com Eddie vencendo.[39]

Latino World Order (1998)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Latino World Order

Apesar do sucesso e popularidade, Guerrero foi um dos muitos lutadores frustrados com a falta de apoio da empresa. Guerrero requisitou ao presidente da WCW Eric Bischoff um aumento salarial ou ser colocado em lutas maiores. Bischoff respondeu jogando café em Guerrero (no entanto, em sua autobiografia, Guerrero afirmou que o ocorrido foi um acidente). Furioso, Guerrero pediu demissão ao vivo em um episódio do Nitro. Eddie abandonou a companhia por alguns meses, mas retornou. Controverso, Guerrero fez uma entrevista contra Bischoff que, nos anos seguintes afirmou ter sido montada e, outras vezes, real.

Na história, Guerrero respondeu a Bischoff criando a Latino World Order (LWO), paródia da New World Order criada por Bischoff.[40] O grupo era uma resposta a Bischoff se recusar a ajudar lutadores latinos.[40] A LWO se formou em outubro de 1998, quando Guerrero retornou a WCW, com Héctor Garza e Damien. O grupo eventualmente agregou quase todos os lutadores mexicanos que trabalhavam para a WCW na época. A rivalidade principal do grupo era Rey Mysterio e Billy Kidman, pois queriam que Mysterio se unisse a LWO. Guerrero enfrentou Kidman pelo WCW Cruiserweight Championship, mas Mysterio interferiu e ajudou Kidman a vencer a luta. No entanto, Guerrero sofreu um acidente de carro durante o Ano Novo, o que pausou a história da LWO.

Filthy Animals (1999)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Filthy Animals

Após retornar no verão de 1999, Eddie fundou o grupo Filthy Animals com Rey Mysterio, Jr. e Konnan (mais tarde Juventud Guerrera, Billy Kidman e Disco Inferno se uniram ao grupo).[41] Eles tiveram uma rivalidade com Dead Pool (Insane Clown Posse e Vampiro), tendo duas vitórias seguidas no Road Wild e no Fall Brawl.[42][43] A próxima rivalidade foi contra The Revolution (Shane Douglas, Chris Benoit, Dean Malenko e Perry Saturn). Guerrero derrotou Saturn por desqualificação no Halloween Havoc.[44] No Mayhem, os Animals foram derrotados por Revolution.[45] Quando o roteirista Vince Russo foi demitido da WCW e foi substituído por Kevin Sullivan, Guerrero pediu demissão em 19 de janeiro.[46] Ele foi contratado pela World Wrestling Federation (WWF) em 2000 com Benoit, Malenko e Saturn.

World Wrestling Federation (2000–2001)[editar | editar código-fonte]

The Radicalz (2000)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: The Radicalz

Guerrero e os outros ex-lutadores da WCW estrearam na WWF em 21 de janeiro de 2000, no Raw is War como The Radicalz, interferindo em uma luta dos New Age Outlaws.[47] Durante sua primeira luta na WWF, uma luta de duplas com os Radicalz contra os Outlaws, Guerrero se lesionou ao errar um frog splash. Como resultado, ele não pôde lutar por várias semanas.[48]

Latino Heat (2000)[editar | editar código-fonte]

Em março de 2000, Guerrero começou a flertar com Chyna, a quem se referia como "Mamacita". Chyna rejeitou Eddie, mas se aliou a ele após o WrestleMania 2000, declarando que ela não podia resistir ao seu "Latino Heat." ("Calor Latino")[48][49] Guerrero ganhou seu primeiro título na WWF em 3 de abril de 2000, no Raw is War, ao derrotar Chris Jericho pelo WWF European Championship com a ajuda de Chyna.[50][51] Após Chyna abandonar Lita para ser atacada pelos Dudley Boyz, ele e Chyna começaram uma rivalidade com Essa Rios e Lita, que culminou em Eddie defendendo seu título no Backlash, que seria também a noite do baile de formatura de Eddie. Guerrero derrotou Rios após chegar ao evento em um Chevrolet 1957 e lutar vestindo um smoking e gravata-borboleta.[48][52] Guerrero defendeu seu título contra Saturn e Malenko no Judgment Day,[48][53] antes de perdê-lo para Saturn no Fully Loaded.[48]

Nos meses seguintes, Chyna e Eddie passaram a se desentender, com ela se zangando por ele tê-la derrotado no King of the Ring.[48] No SummerSlam, Chyna ganhou o WWF Intercontinental Championship.[48][54] Eles também se colocaram na história entre Triple H, Stephanie McMahon e Kurt Angle. Guerrero pediu ao comissário Mick Foley que o colocasse na luta entre Angle e Chyna pelo título, com medo que Angle pudesse machucar Chyna. Durante a luta, Guerrero fez o pinfall em Chyna enquanto tentava ressuscitá-la após um ataque de Angle, se tornando Campeão Intercontinental.[48][51][55] Chyna começou a se incomodar com Guerrero roubando para defender seu título e Guerrero passou a se incomodar com ela posando para a Playboy.[48] No entanto, Eddie a pediu em casamento, e ela aceitou.[48] No Unforgiven, Chyna ajudou Guerrero a derrotar Rikishi e manter seu título.[48][56] O noivado acabou quando Guerrero foi flagrado com duas prostitutas de The Godfather dizendo que "Duas Mamacitas são melhores do que uma!"[48]

Reunião dos Radicalz (2000–2001)[editar | editar código-fonte]

Guerrero se tornou um vilão novamente como resultado do incidente. Os Radicalz se reuniram e começaram uma rivalidade com a reformada D-Generation X (Chyna, Billy Gunn, Road Dogg e K-Kwik). Eles derrotaram a DX no Survivor Series em uma luta de eliminação e auxiliaram Triple H em sua luta com Stone Cold Steve Austin.[48][57] Guerrero foi mais tarde derrotado por Gunn, perdendo o Intercontinental Championship.[48] No Rebellion, Guerrero e Malenko derrotaram Gunn e Chyna.[48][58] Benoit deixou o grupo para se focar em competições individuais, enquanto o resto dos Radicalz começaram uma rivalidade com Lita e os Hardy Boyz (Matt e Jeff). No Armageddon, os Radicalz derrotaram os Hardyz e Lita em uma luta de eliminação.[48][59]

No início de 2001, Guerrero começou uma rivalidade com Chris Jericho, Benoit e X-Pac pelo Intercontinental Championship de Jericho. No No Way Out, os quatro se enfrentaram pelo título, com Jericho vencendo a luta.[60] Guerrero se focou no European Championship, criando uma rivalidade com o campeão Test e o derrotando no WrestleMania X-Seven para ganhar o European Championship pela segunda vez em sua carreira, com a ajuda de Saturn e Malenko.[61][62] Em abril, Radicalz tiveram uma rivalidade com Test e seus aliados. Guerrero eventualmente abandonou os Radicalz, se aliando aos Hardyz e Lita. Nesse período, Guerrero desenvolveu o vício por analgésicos devido a seu acidente de carro em 1999, sendo mandado para a reabilitação. Para explicar sua ausência, na história Guerrero havia sido lesionado por Prince Albert durante uma luta.[63] Em 9 de novembro de 2001, Eddie foi preso por dirigir alcoolizado, sendo demitido pela WWF três dias depois.

Circuito independente (2001–2002)[editar | editar código-fonte]

Guerrero começou a lutar no circuito independente após ser demitido pela WWF. Em 23 de fevereiro, ele enfrentou Super Crazy em sua estreia no Ring of Honor pelo IWA Intercontinental Championship, mas foi derrotado.[64][65] Em 24 de fevereiro, ele estreou para a companhia australiana World Wrestling All-Stars (WWA) derrotando Juventud Guerrera e Psicosis, ganhando, assim, o WWA International Cruiserweight Championship.[64][66] Em 1° de março, ele derrotou CM Punk e Rey Mysterio pelo IWA Mid-South Heavyweight Championship.[64][67] Ele perdeu o título para Punk um dia depois.[64] Ele deixou vago o título da WWA em abril de 2002, sendo recontratado pela WWF.[64]

Retorno a World Wrestling Federation/Entertainment (2002–2005)[editar | editar código-fonte]

Retorno ao Raw (2002)[editar | editar código-fonte]

Guerrero retornou a WWF em 1° de abril de 2002, no Raw, atacando Rob Van Dam.[68][69] Ele derrotou Van Dam no Backlash, se tornando Campeão Intercontinental.[70][71] Depois de defender o título contra Van Dam no Insurrextion[68][72] e no Judgment Day,[73][74] ele perdeu o título de volta para Van Dam no Raw de 27 de maio, em uma ladder match.[73][75] Guerrero começou uma rivalidade com Steve Austin, que acabou deixando a WWE antes de qualquer luta.[73] Chris Benoit retornou a WWE na noite em que Guerrero perdeu seu título. Os dois se reuniram em uma rivalidade com Ric Flair, com Guerrero sendo derrotado por Flair no King of the Ring.[73][76] Guerrero foi derrotado por The Rock, o desafiando pelo WWE Undisputed Championship após The Rock cantar uma versão de "La Bamba" para insultar Guerrero no Raw de 29 de julho.[73][77]

Los Guerreros (2002–2003)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Los Guerreros
Guerrero deita no córner, um de seus traços característicos.

Em 1° de agosto de 2002, Guerrero e Benoit passaram a lutar exclusivamente no programa SmackDown!. Guerrero começou uma rivalidade com Edge, por quem foi derrotado no SummerSlam.[78] Eddie o derrotou no Unforgiven; eles tiveram uma luta sem desqualificações no SmackDown! duas semanas depois, com Edge derrotando Eddie.[79] Com Benoit se focando em Kurt Angle, Guerrero se aliou a seu sobrinho Chavo, formando a dupla Los Guerreros.[80][81] Em contraste com a antiga história da WCW com seu tio, Chavo se aliou totalmente ao estilo de vida desonesto de Eddie. Vários vídeos foram produzidos para promover a dupla, incluindo um onde os dois invadiam a casa de uma senhora rica e faziam uma festa na piscina.[80]

Os dois entraram em um torneio de oito duplas pelo WWE Tag Team Championship, derrotando Rikishi e Mark Henry na primeira rodada,[80][81][82] antes de começar uma rivalidade com a recém-formada dupla de Angle e Benoit. Em certo momento, Chavo enganou Benoit, dizendo que Eddie estava sendo atacado por Angle, lhe trancando em um quarto e, com Eddie, o atacando. Na semifinal do torneio, Los Guerreros foram derrotados por Angle e Benoit.[80][81][83] Mais tarde, Benoit e Angle ganharam os títulos.

No Survivor Series, Los Guerreros enfrentaram os novos campeões Edge e Rey Mysterio e a dupla de Angle e Benoit pelo título. Eddie e Chavo ganharam a luta e o WWE Tag Team Championship.[84][85] Eles foram derrotados e perderam os títulos para Team Angle (Charlie Haas e Shelton Benjamin) em 6 de fevereiro de 2003, no SmackDown!.[86][87] Los Guerreros enfrentaram Team Angle e Benoit e Rhyno pelos títulos no WrestleMania XIX, mas não venceram a luta.[88] No Backlash, Los Guerreros foram novamente derrotados por Team Angle.[89]

Dupla com Tajiri (2003)[editar | editar código-fonte]

Cinco dias antes do Judgment Day, Chavo se lesionou, forçando Eddie a procurar um novo parceiro. Ele escolheu Tajiri. Eles ganharam o WWE Tag Team Championship no Judgment Day ao derrotar Team Angle em uma ladder match.[90][91] Na semana seguinte, Guerrero e Tajiri trapacearam em uma luta e mantiveram os títulos.[86][92] Eles também derrotaram Roddy Piper e Sean O'Haire no Madison Square Garden.[86][93] Após Guerrero e Tajiri perderem os títulos para Team Angle no SmackDown! de 3 de julho, Guerrero traiu Tajiri, o jogando contra o para-brisas de seu carro.[86][94]

Campeão dos Estados Unidos (2003–2004)[editar | editar código-fonte]

Guerrero em 2004.

Em julho de 2003, Guerrero competiu na final de um torneio pelo United States Championship, derrotando Último Dragón e Billy Gunn durante o torneio,[86] enfrentando Chris Benoit na final.[95][96] No Vengeance, Guerrero trapaceou na luta, acertando Benoit com o cinturão durante o combate. A luta, no entanto, acabou com uma interferência de Rhyno, parceiro de Benoit. Guerrero se tornou, assim, Campeão dos Estados Unidos.[97][98]

No SummerSlam, Guerrero defendeu seu título contra Rhyno, Benoit e Tajiri.[86][99] Ele se tornou novamente um mocinho ao ao começar uma rivalidade com John Cena. No SmackDown! de 11 de setembro, Guerrero desafiou Cena para uma luta no estacionamento pelo United States Championship, com Guerrero vencendo com a ajuda de seu sobrinho, Chavo.[86][100] Na semana seguinte, Los Guerreros derrotaram The World's Greatest Tag Team (antes Team Angle) para ganhar o WWE Tag Team Championship, fazendo de Eddie um campeão duplo.

Guerrero começou uma rivalidade com The Big Show, que envolveu Guerrero dando a Show um burrito com laxante e lhe encharcando com uma mangueira de um caminhão de esgoto.[86][101][102] Guerrero perdeu o United States Championship para Big Show no No Mercy.[103] Quatro dias depois, Los Guerreros perderam o WWE Tag Team Championship para os Basham Brothers (Doug e Danny).[81][86][104] Eles começaram uma rivalidade com os Bashams, mas não reconquistaram o título no Survivor Series.[105] Animosidade começou a crescer entre Chavo e Eddie, com o primeiro atacando Eddie depois de uma derrota para os Bashams.[81][106][107] Eddie derrotou Chavo no Royal Rumble depois de uma rivalidade.[108]

Campeão da WWE (2004)[editar | editar código-fonte]

Guerrero, com seu amigo Chris Benoit celebrando como campeões no WrestleMania XX.

Quando Chris Benoit foi mandado para o Raw após ganhar o Royal Rumble, decidindo enfrentar Triple H pelo World Heavyweight Championship, Eddie ganhou uma Battle Royal de 15 lutadores, no SmackDown! de 29 de janeiro de 2004 para conquistar uma luta pelo WWE Championship.[106][109] Guerrero começou, assim, uma rivalidade com o Campeão da WWE Brock Lesnar. No No Way Out, Guerrero derrotou Lesnar, ganhando o WWE Championship.[110][111] Sua próxima rivalidade foi com Kurt Angle, quem derrotou no WrestleMania XX para manter seu título.[112] Ao fim do evento, Guerrero celebrou no ringue com seu amigo Chris Benoit, que havia acabado de ganhar o World Heavyweight Championship.[113]

Em março, ele começou uma rivalidade com John "Bradshaw" Layfield (JBL) após JBL interferir em uma luta entre Eddie e Booker T.[106][114] No Judgment Day, Guerrero defendeu seu título contra JBL, ganhando por desqualificação.[115] No The Great American Bash, Guerrero defendeu novamente seu título contra JBL em uma luta Texas Bullrope. JBL venceu após (então Gerente Geral do SmackDown!) reverteu a decisão após Eddie derrotar Layfield.[116] No SmackDown! de 15 de julho, Guerrero enfrentou JBL em uma luta Steel Cage pelo WWE Championship, onde Kurt Angle interferiu disfarçado e custou a luta a Eddie.[106][117]

Durante o SummerSlam, Guerrero foi derrotado por Angle.[106][118] Guerrero se aliou, então, a Big Show. Nas semanas seguintes, os aliados de Angle Luther Reigns e Mark Jindrak passaram a atacar Show e Guerrero, que derrotou Reigns no No Mercy.[106][119] O Gerente Geral Theodore Long marcou uma luta de eliminação entre um time liderado por Guerrero e outro por Angle. O time de Eddie consistia dele mesmo, Big Show, John Cena (substituindo Rey Mysterio) e Rob Van Dam. No Survivor Series, o time de Guerrero derrotou o de Angle.[120] Guerrero, com Booker T e The Undertaker, desafiaram JBL pelo WWE Championship. No Armageddon, JBL ganhou a luta.[106][121] Mais tarde, Guerrero e Booker tentaram, sem sucesso, ganhar o WWE Tag Team Championship.[106][122]

Dupla e rivalidade com Rey Mysterio (2005)[editar | editar código-fonte]

No No Way Out, Eddie formou uma dupla com seu amigo Rey Mysterio e derrotou os Basham Brothers para ganhar seu último título, o WWE Tag Team Championship.[123][124] Era esperado que eles defendessem o título no WrestleMania 21, mas depois de encorajado por Chavo,[125][126] Guerrero desafiou Mysterio para uma luta no evento.[125][127] Mysterio venceu a luta. Mesmo zangado, Guerrero parabenizou Rey pela vitória.[128] Eles perderam os título para MNM (Johnny Nitro e Joey Mercury) no SmackDown! de 21 de abril.[129] Mesmo reavendo os títulos na semana seguinte, Guerrero traiu Mysterio e abandonou o parceiro.[130]

Guerrero e Mysterio com os cinturões do WWE Tag Team Championship.

No final de um episódio do SmackDown!, ele brutalmente atacou Mysterio. Guerrero, agora um vilão, adotou um personagem sociopata. Nesse período ele deixou de usar seus carros em sua entrada e passou a usar o Lasso from El Paso como movimento de finalização.[125] Durante o Judgment Day, Guerrero foi derrotado por Mysterio por desqualificação, após atacá-lo com uma cadeira.[131]

No SmackDown! de 30 de junho, Guerrero ameaçou revelar um segredo sobre o filho de Rey, Dominick. A história envolveu as famílias de ambos os lutadores, que imploravam para Eddie não revelar o segredo.[132] Mysterio novamente derrotou Guerrero no The Great American Bash, com a estipulação de que, se perdesse, Guerrero manteria o segredo.[133] Mesmo assim Guerrero revelou o segredo no SmackDown!: Dominick seria seu filho, e não de Rey.[134] A história seria a de que ele havia tido Dominick fora do casamento e dado ele a Rey e sua esposa, que estavam com problemas para adotar.[125] No SummerSlam, Guerrero perdeu uma ladder match para Mysterio pela custódia de Dominick.[135] A rivalidade terminou quando Eddie derrotou Rey em uma luta Steel Cage.[136]

Últimos dias (2005)[editar | editar código-fonte]

Após a rivalidade com Mysterio, Guerrero se tornou o desafiante pelo World Heavyweight Championship e enfrentou o campeão Batista. Mesmo assim, Guerrero se tornou amigo de Batista, para poder manipulá-lo. Após várias lutas com MNM, Batista passou a desconfiar de Eddie, que aparentemente havia voltado a trapacear.[125] Guerrero ajudou Batista a ganhar uma luta contra John "Bradshaw" Layfield e Christian.[137] Batista derrotou Guerrero no No Mercy. Durante a luta, Eddie decidiu não usar uma cadeira contra Batista.[138] Guerrero voltou a ser um mocinho ao apertar a mão de Batista após a luta.[125]

Guerrero lutou pela última vez no SmackDown! de 11 de novembro, derrotando Mr. Kennedy para se qualificar para o time do SmackDown! no Survivor Series.[125][139] Randy Orton substituiu Eddie no evento.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Guerrero era casado com Vickie Guerrero. Os dois se casaram em 24 de abril de 1990[140] e tiveram duas filhas: Shaul Marie Guerrero (14 de outubro de 1990)[141] e Sherilyn Amber Guerrero (8 de julho de 1995). Shaul lutou na Florida Championship Wrestling.

Guerrero teve outra filha; Kaylie Marie Guerrero (nascida em 2002) com uma mulher chamada Tara Mahoney. Na época, ele e Vickie estavam separados.

Morte[editar | editar código-fonte]

Em 13 de novembro de 2005, Guerrero foi encontrado inconsciente em seu quarto de hotel (o Marriott City Center), em Minneapolis, Minessota, por seu sobrinho, Chavo, que tentou acordá-lo, mas Eddie Guerrero foi declarado morto quando os paramédicos chegaram ao local. Ele tinha 38 anos e uma autópsia revelou que Guerrero morreu em consequência de insuficiência cardíaca aguda devido à aterosclerose. A sua mulher Vickie Guerrero alegou que Eddie tinha passado mal na semana anterior à sua morte. No dia seguinte, a WWE Raw fez um tributo ao lutador. Na edição de 30 de novembro do WWE Byte This!, Chavo declarou que Eddie estava trabalhando muito e estava no pico de aptidão física, como resultado, fazendo exercícios cardiovasculares e de musculação diariamente. Há outros rumores que dizem que ele morreu no ringue.

Sepultamento[editar | editar código-fonte]

No dia 17 de novembro de 2005,Eddie foi enterrado no Green Acres Mortuary & Cemetery ,Scottsdale ,Arizona ,Eua. No tumúlo ,tem um lugar reservado para sua esposa ,Vickie.

No wrestling[editar | editar código-fonte]

Guerrero aplicando um Frog splash durante uma luta com Rey Mysterio contra os Basham Brothers durante um evento da WWE em Kitchener, Ontário, Canadá em 15 de janeiro de 2005

Títulos e prêmios[editar | editar código-fonte]

Luchas de Apuestas[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Lucha libre
Aposta Vencedor Perdedor Local Data
Cabelo Eddie Guerrero Ari Romero Ciudad Juárez, Chihuahua 1987
Cabelo Eddie Guerrero Negro Casas Ciudad Juárez, Chihuahua Desconhecida
Cabelo El Hijo del Santo e Octagón Eddie Guerrero e Art Barr Los Angeles, Califórnia 6 de novembro de 1994
Cabelo Eddie Guerrero Chavo Guerrero, Jr. San Diego, Califórnia 12 de julho de 1998
Custódia de Dominic Rey Mysterio Eddie Guerrero Washington D.C 21 de agosto de 2005

Referências

  1. Loverro, Thom; Paul Heyman, Tazz, Tommy Dreamer (2006). The Rise & Fall of ECW: Extreme Championship Wrestling. Simon and Schuster. p. 71. ISBN 1416510583 
  2. a b c «Eddie Guerrero Profile». Online World Of Wrestling. Consultado em 23 de março de 2008 
  3. «Los Gringos Locos' Profile». Online World Of Wrestling. Consultado em 23 de março de 2008 
  4. «When Worlds Collide results». Pro Wrestling History 
  5. «Eddie Guerrero's WCW Career (1996)». Accelerator's Wrestling Rollercoaster 
  6. Loverro, Thom; Paul Heyman, Tazz, Tommy Dreamer (2006). The Rise & Fall of ECW: Extreme Championship Wrestling. Simon and Schuster. p. 85. ISBN 1416510583 
  7. a b «ECW Television Championship official title history». WWE. Consultado em 13 de março de 2008 
  8. a b Fritz, Brian (2006). Between the Ropes: Wrestling's Greatest Triumphs and Failures. ECW Press. p. 85. ISBN 1550227262 
  9. «ECW results - July 21, 1995». Pro Wrestling History. 21 de julho de 1995 
  10. «ECW results - August 25, 1995». Pro Wrestling History. 25 de agosto de 1995 
  11. «ECW results - August 26, 1995». Pro Wrestling History. 26 de agosto de 1995 
  12. Fritz, Brian (2006). Between the Ropes: Wrestling's Greatest Triumphs and Failures. ECW Press. p. 86. ISBN 1550227262 
  13. «Fall Brawl 1995 results». Pro Wrestling History 
  14. «Eddie Guerrero's WCW Career (1995)». Accelerator's Wrestling Rollercoaster 
  15. «World War 3 1995 results». Pro Wrestling History 
  16. «Starrcade 1995 results». Pro Wrestling History 
  17. «Uncensored 1996 results». Pro Wrestling History 
  18. «Hog Wild results». Pro Wrestling History 
  19. «Slamboree 1996 results». Pro Wrestling History 
  20. «Clash of the Champions XXXIII results». Pro Wrestling History 
  21. «Halloween Havoc 1996 results». Pro Wrestling History 
  22. «Eddie Guerrero's first United States Championship reign». WWE. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  23. «Clash of the Champions XXXIV». Pro Wrestling History 
  24. «Souled Out 1997 results». Pro Wrestling History 
  25. «SuperBrawl VII results». Pro Wrestling History 
  26. «Uncensored 1997 results». Pro Wrestling History 
  27. «Clash of the Champions XXXV results». Pro Wrestling History 
  28. «Eddie Guerrero's first Cruiserweight Championship reign». WWE. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  29. «Halloween Havoc 1997 results». Pro Wrestling History 
  30. «WWE Cruiserweight Championship official title history». WWE. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  31. «World War 3 1997 results». Pro Wrestling History 
  32. Furious, Arnold (19 de janeiro de 2007). «The Furious Flashbacks – WCW Starrcade '97». 411mania. Consultado em 10 de junho de 2008 
  33. «WCW Nitro: December 29, 1997». The Other Arena. 27 de dezembro de 1997. Cópia arquivada desde o original em 26 de outubro de 2006 
  34. «WCW Nitro: March 9, 1998». The Other Arena. 9 de março de 1998. Cópia arquivada desde o original em 15 de janeiro de 2006 
  35. «WCW Thunder: March 12, 1998». The Other Arena. 12 de março de 1998. Cópia arquivada desde o original em 21 de maio de 2001 
  36. «Spring Stampede 1998 results». Wrestling Supercards and Tournaments. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  37. «Slamboree 1998 results». Wrestling Supercards and Tournaments. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  38. «The Great American Bash 1998 results». Wrestling Supercards and Tournaments. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  39. «Bash at the Beach 1998 results». Wrestling Supercards and Tournaments. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  40. a b «Latino World Order (lWo) Profile». Online World of Wrestling. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  41. «Filthy Animals Profile». Online World of Wrestling. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  42. «Road Wild 1999 results». Wrestling Supercards and Tournaments. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  43. «Fall Brawl 1999 results». Wrestling Supercards and Tournaments. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  44. «Halloween Havoc 1999 results». Wrestling Supercards and Tournaments. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  45. «Mayhem 1999 results». Wrestling Supercards and Tournaments. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  46. Fritz, Brian (2006). Between the Ropes: Wrestling's Greatest Triumphs and Failures. ECW Press. p. 48. ISBN 1550227262 
  47. Fritz, Brian (2006). Between the Ropes: Wrestling's Greatest Triumphs and Failures. ECW Press. p. 51. ISBN 1550227262 
  48. a b c d e f g h i j k l m n o p «Eddie Guerrero's WWF Career (2000)». Accelerator's Wrestling Rollercoaster. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  49. «WrestleMania 2000 official results». WWE. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  50. «Eddie Guerrero's first European Championship reign». WWE. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  51. a b «RAW is WAR results, 2000». WWE. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  52. «Backlash 2000 official results». WWE. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  53. «Judgment Day 2000 official results». WWE. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  54. «SummerSlam 2000 official results». WWE. Consultado em 15 de fevereiro de 2008 
  55. «Eddie Guerrero's first Intercontinental Championship reign». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  56. «Unforgiven 2000 official results». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  57. «Survivor Series 2000 official results». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  58. «Rebellion 2000 results». Wrestling Supercards and Tournaments. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  59. «Armageddon 2000 official results». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  60. «No Way Out 2001 official results». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  61. «WrestleMania X-Seven official results». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  62. «Eddie Guerrero's second European Championship reign». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  63. «Eddie Guerrero's WWF Career (2001)». Accelerator's Wrestling Rollercoaster. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  64. a b c d e «Eddie Guerrero's Independent Career (2002)». Accelerator's Wrestling Rollercoaster. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  65. «The Era of Honor Begins results». Online World of Wrestling. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  66. «Revolution results». Online World of Wrestling. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  67. «I.W.A. Mid-South Heavyweight Title». The Great Hisa's Puroresu Dojo. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  68. a b «Eddie Guerrero's WWF Career (2002)». Accelerator's Wrestling Rollercoaster. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  69. «RAW results - April 1, 2002». Online World of Wrestling. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  70. «Backlash 2002 official results». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  71. «Eddie Guerrero's second Intercontinental Championship reign». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  72. «Insurrextion 2002 results». Wrestling Supercards and Tournaments. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  73. a b c d e «Eddie Guerrero's RAW Career (2002)». Wrestling Supercards and Tournaments. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  74. «Judgment Day 2002 official results». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  75. «RAW results - May 27, 2002». Online World of Wrestling. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  76. «King of the Ring 2002 results». Wrestling Supercards and Tournaments. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  77. «RAW results - July 29, 2002». Online World of Wrestling. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  78. «SummerSlam 2002 official results». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  79. «Unforgiven 2002 official results». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  80. a b c d «Eddie Guerrero's SmackDown! Career (2002)». Accelerator's Wrestling Rollercoaster. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  81. a b c d e «Los Guerreros Profile». Online World of Wrestling. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  82. «SmackDown! results - October 3, 2002». Online World of Wrestling. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  83. «SmackDown! results - October 17, 2002». Online World of Wrestling. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  84. «Survivor Series 2002 official results». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  85. «Los Guerreros' first Tag Team Championship reign». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  86. a b c d e f g h i «Eddie Guerrero's SmackDown! Career (2003)». Accelerator's Wrestling Rollercoaster. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  87. «SmackDown! results - February 6, 2003». Online World of Wrestling. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  88. «WrestleMania XIX official results». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  89. «Backlash 2003 official results». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  90. «Judgment Day 2003 official results». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  91. «Eddie Guerrero and Tajiri's first Tag Team Championship reign». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  92. «SmackDown! results - May 22, 2003». Online World of Wrestling. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  93. «SmackDown! results - June 26, 2003». Online World of Wrestling. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  94. «SmackDown! results - July 3, 2003». Online World of Wrestling. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  95. «SmackDown! results - July 10, 2003». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  96. «SmackDown! results - July 17, 2003». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  97. «Vengeance 2003 official results». WWE. Cópia arquivada desde o original em 15 de dezembro de 2007. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  98. «Eddie Guerrero's second United States Championship reign». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  99. «SummerSlam 2003 official results». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  100. «SmackDown! results - September 11, 2003». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  101. «SmackDown! results - October 2, 2003». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  102. «SmackDown! results - October 9, 2003». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  103. «No Mercy 2003 official results». WWE. Consultado em 16 de fevereiro de 2008 
  104. «SmackDown! results - October 23, 2003». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  105. «Survivor Series 2003 official results». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  106. a b c d e f g h «Eddie Guerrero's SmackDown! Career (2004)». Accelerator's Wrestling Rollercoaster. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  107. «SmackDown! results - January 8, 2004». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  108. «Royal Rumble 2004 official results». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  109. «SmackDown! results - January 29, 2004». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  110. «Brock Lesnar vs. Eddie Guerrero for the WWE World Championship». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  111. «Eddie Guerrero's first WWE World Championship reign». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  112. «WrestleMania XX official results». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  113. «Chris Benoit vs. Shawn Michaels vs. Triple H for the World Heavyweight Championship». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  114. «SmackDown! results - March 25, 2004». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  115. «Eddie Guerrero vs. JBL for the WWE Championship». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  116. «JBL vs. Eddie Guerrero in a Texas Bullrope Match for the WWE Championship». WWE. Cópia arquivada desde o original em 13 de dezembro de 2007. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  117. «SmackDown! results - July 15, 2004». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  118. «SummerSlam 2004 official results». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  119. «No Mercy 2004 official results». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  120. «Survivor Series 2004 official results». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  121. «JBL vs. Undertaker vs. Booker T vs. Eddie Guerrero for the WWE Championship». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  122. «SmackDown! results - December 30, 2004». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  123. «No Way Out 2005 official results». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  124. «Eddie Guerrero and Rey Mysterio's first Tag Team Championship reign». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  125. a b c d e f g «Eddie Guerrero's SmackDown! Career (2005)». Accelerator's Wrestling Rollercoaster. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  126. «SmackDown! results - March 17, 2005». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  127. «SmackDown! results - March 24, 2005». Online World of Wrestling. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  128. «WrestleMania 21 official results». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  129. «His Time Is Now». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  130. «Second Chance». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  131. «Judgment Day 2005 official results». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  132. «Jackpot!». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  133. «The Great American Bash 2005 official results». WWE. Cópia arquivada desde o original em 11 de dezembro de 2007. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  134. «JBL going to SummerSlam». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  135. «SummerSlam 2005 official results». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  136. «Changing Friday Nights». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  137. «Friend or foe?». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  138. «Batista vs. Eddie Guerrero for the World Heavyweight Championship». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  139. «RAW ambushes SmackDown». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  140. VITAL RECORDS - EL PASO COUNTY, TX - MARRIAGE 1990 - Eduardo G. Guerrero, 22, married Vickie L. Lara, 22, on April 24, 1990
  141. Guerrero, Eddie. Cheating Death, Stealing Life: The Eddie Guerrero Story, p. 67.
  142. Milner, J. (2005). «Eddie Guerrero». Canadian Online Explorer. Consultado em May 19, 2007. Eddie added the frog splash to his vast repertoire, made famous first by Barr, paying tribute to his fallen partner.  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  143. Cheating Death, Stealing Life - The Eddie Guerrero Story (DVD, 2004)
  144. a b c d World Championship Wrestling (12 de setembro de 1999). «The Dead Pool Vs The Filthy Animals». WCW Fall Brawl 
  145. a b c World Championship Wrestling (21 de novembro de 1999). «Malenko, Saturn, Asya Vs Kidman, Eddie Guerrero, Torrie». WCW Mayhem  Parâmetro desconhecido |citie= ignorado (ajuda)
  146. a b c d e Royal Duncan & Gary Will (2000). Wrestling Title Histories. Archeus Communications. ISBN 0-9698161-5-4 
  147. «Eddie Guerrero». Asistencia Asesoría y Administración. Consultado em 18 de junho de 2011 
  148. «Latino Heat's profile». BodySlamming.com. Consultado em 31 de agosto de 2009 
  149. Royal Duncan & Gary Will (2000). «Japan; Top of the Super Junior Heavyweight Champions». Wrestling Title Histories. Archeus Communications. p. 375. ISBN 0-9698161-5-4 
  150. «Pro Wrestling Illustrated Award Winners — Comeback of the Year». Wrestling Information Archive. Consultado em 5 de maio de 2008 
  151. «Pro Wrestling Illustrated Award Winners — Inspirational Wrestler of the Year». Wrestling Information Archive. Consultado em 5 de maio de 2008 
  152. «Pro Wrestling Illustrated Award Winners — Editor's Award». Wrestling Information Archive. Consultado em 5 de maio de 2008 
  153. «Pro Wrestling Illustrated Top 500 - 2004». Wrestling Information Archive. Consultado em 5 de maio de 2008 
  154. «Pro Wrestling Illustrated's Top 500 Wrestlers of the PWI Years». Wrestling Information Archive. Consultado em 15 de setembro de 2010 
  155. «Pro Wrestling Illustrated's Top 100 Tag Teams of the PWI Years». Wrestling Information Archive. Consultado em 20 de julho de 2011 
  156. a b «WWE United States Championship official title history». WWE. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  157. Palma, Richard. «WWAS — World Wrestling All-Stars International Cruiserweight Title». Solie. Consultado em 26 de junho de 2008 
  158. «WWE Championship official title history». World Wrestling Entertainment. Consultado em 21 de janeiro de 2011 
  159. «WWE Tag Team Championship official title history». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  160. «WWE European Championship official title history». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 
  161. «WWE Intercontinental Championship official title history». World Wrestling Entertainment. Consultado em 17 de fevereiro de 2008 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o portal:
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Eddie Guerrero